A Hiperactividade vista à lupa

Domingo, 29 de Novembro de 2009

 

deixei-me levar pelo desafio lançado pela minha querida Cilinha que para além de me visitar muitas vezes e sempre me deixar palavras de carinho, é uma verdadeira senhora do Norte, amiga, divertida e boa na cozinha a julgar pelas belas receitas que nos mostra! Adoro visitá-la e partilhar do seu blogue sempre florido!

 

Então o desafio é o seguinte

 

Ora cá vão as cinco revelações sobre mim

 

Eu já - fui viver para outro país, sozinha e com pouca bagagem

Eu nunca - saberia viver sem os meus filhos

Eu sei - que não cruzo os braços e não desisto

Eu quero - ter a minha família perto e de saúde

Eu sonho - dar aos meus amores e a mim própria a felicidade de uma vida tranquila

 

e como já vi o selinho em muitos dos blogues que visito e para não repetir o desafio, estão convidadas a entrar na corrente todos os que gostem e queiram partilhar algo sobre si

 

Depois, como vi este outro tipo de desafio noutro blogue amigo o da Cila e achei piada, cá vai mais um pouco de mim

 

 sapo mulher - testes vários e alguns engraçados (é só ir à página e escolher!)

 

 De que côr vê a vida

 

Pontuação: 7 Pontos

 

Vê a vida em tons de... verde! É uma mulher generosa e altruísta, que se preocupa muito com o bem-estar dos outros. Tem um forte sentido de justiça e não gosta de ver ninguém sofrer. Tem uma postura conciliadora perante a vida. O verde é também um dos símbolos da criação e da natureza. Talvez seja por isso que gosta tanto de fazer coisas novas e investir em novos e desafiantes projectos

 

 

A sua personalidade vista pelos outros

 

 

 

Pontuação: 53 Pontos

 

Qualquer um vê que tem uma personalidade excitante, muito volátil e bastante impulsiva. Resumindo, é um líder natural a quem é fácil tomar decisões rápidas, ainda que nem sempre, as mais correctas. Tem um espírito ousado e aventureiro, experimenta tudo pelo menos uma vez na vida, arrisca e vive grandes aventuras. Os amigos gostam da sua companhia devido à contagiante boa disposição.

 

 

E pronto, já me diverti a postar os sempre insondáveis caminhos do meu ser looool!

Divirtam-se também! Nestes dias de chuva e muito frio (pelo menos por cá) é difícil encontrar boa disposição lá fora, temos de a encontrar dentro de nós...

Os miúdos vão ficar em casa até quarta pois estão vários meninos com gripe na sala que frequentam nas respectivas escolas e eu prefiro não arriscar! além disso, o Quico tem alguma tosse e eu ando às voltas com a minha recorrente infecção de pele que me deu em força no rosto - estou a antibiótico desde sexta feira mas a coisa não parece ter ainda grandes melhoras, por isso tenho de voltar ao médico para ser vista...

 

relato de aventuras e otras cositas só no próximo post!

 

sinto-me: euzinha!
tags: ,
postado energia-a-mais às 23:21

Quinta-feira, 26 de Novembro de 2009

 

... outra vez fim de semana !!!!

 

O tempo voa, nem dá para respirar...ainda por cima este fds pode tornar-se mais comprido por vias do feriado de terça feira...

 

não que me queixe de folga, tenho é de pôr o miolo a funcionar já, a ver se arranjo algo interessante para fazer com os dois enérgicos pirralhos!

 

Agora se me fazem uma manhã como esta (de quinta-feira) estou tramada...

 

O Quico acordou com a neura e não deixava ninguém aproximar-se, depois quis vestir-se sózinho e nem se despachava nem deixava despachar...

a seguir o Rafa lembrou-se de ir jogar a bola para a sala e não se vistiu, depois ficou mal disposto (já tinha tomado o comprimido) e vomitou na entrada do quarto

entretanto o Quico já pronto resolveu brindar o chão com o belo xixi (porque não o deixei partir um boneco...) e tive de o trocar, incluíndo o calçado que ficou encharcado

mais birras, mais gritarias, mais confusão para sair de casa e ter de os levar a pé pois deu para perceber que no carro ainda seria pior!

 

Pronto, para aliviar as palavras deixo umas imagens que já foram feitas há uns tempitos mas estão actualizadíssimas pois trata-se do pão nosso de cada dia - depois do banho, vestir o pestinha

 

 

 

 

Desejo-vos um excelente fds!

 

 

 

sinto-me: preparada para mais um!
postado energia-a-mais às 22:31

 

tou a ficar passada (e nem sou de me passar por dá cá aquela palha!) com as maluqueiras do meu piolho....

 

Terei motivos sérios para me preocupar? eis a questão...

 

vejamos - talvez uma opinião de fora seja mais rigorosa do que a minha

 

O Quico vive numa casa agitada, com um irmão hiperactivo, convive diariamente com a terrível impulsividade deste, tem de se defender a cada instante e apesar de mãe e avós estarem o mais presente possível, desenvolve uma personalidade agitada....No entanto é sociável, afável e brincalhão, muuuuuuito traquinas e irrequieto.

 

Sou optimista o suficiente para acreditar que o Quico não terá as mesmas «dificuldades» do Rafa e quero crer que estas características têm mais a ver com factores externos (ambientais) do que genéticos (eu sei que são irmãos mas isso não diz necessariamente que tenham todos os genes iguais...)

Certo é que vivo com atenção as etapas do Quico e já notei diferenças importantes (até já as mencionei por cá)

Mas sim, fico apreensiva quando estes episódios se tornam cada vez mais frequentes:

 

  • vestir, calçar e lavar-se: faz tudo isso sozinho e sem ajuda - isso é bom !

o problema - quando não o consegue fazer por completo a sua frustração dá lugar a uma raiva imensa e quero mesmo dizer imeeeensa! ele berra, ferra-se, bate-nos, grita, esperneia e desfaz o que tinha feito (ex. se vestiu uma camisola e eu lhe toco na manga para a ajeitar, ele despe-a, se tento ajudá-lo a lavar os dentes, ele molha-se todo propositadamente, se mexo na sapatilha ele descalça-a e atira-me com ela). Isso começou por acontecer quando na escola o começaram a incentivar a desenrascar-se sozinho e agora acontece seeeempre...e as manhãs assim - um inferno! porque demoramos uma eternidade para sair de casa e como se não bastasse o Rafa, tenho uma luta intensa com o Quico e uma resistência dele que me deixa esgotada!

 

  • comer - gosta de provar de tudo - isso é bom!

o problema - distrai-se a cada instante, nunca come parado e na escola faz fitas terríveis ou não engole a comida, deixando-a guardada nas bochechas. As refeições são sempre em movimento e apesar de saber comer sozinho, se o deixo, sai da mesa e nunca mais volta, mesmo que ainda só tenha comido uma garfada

 

  • controlo dos esfíncteres - faz xixi e cocó na sanita sem ajuda - isso é bom!

o problema - tem 3 anos, nem sempre se limpa bem e claro, não deixa que ajude, por isso cuecas sujas é normal...além disso o xixi passou a ser uma arma para quando se zanga - já fez isto não uma, não duas e nem três vezes - já dura mesmo há algum tempo e sempre como retaliação por eu o ter repreendido ou dado uma sapatada...e agora também o faz na escola - ele olha para nós, muito quieto (o que é logo de estranhar...) e pimba...anuncia o resultado final - um xixi pelas pernas abaixo e o chão transformado em  campo alagado...

 

  • o dormir - por enquanto parece apreciar a cama dele e posso sair do quarto antes de estar a dormir que não vem atrás de mim - isso é bom!

o problema - passa poucas horas a dormir, adormece cada vez mais tarde e acorda sem qualquer problema antes da sete...apesar de um pouco relutante acabei por concordar em dar novamente o nozinan gotas para ver se dorme pelo menos 8 a 9 horas! isso deixa-me nervosa pois acho-o muito pequenino....por outro lado ou as cinco gotas recomendadas não são suficientes, ou ele tem o «tal» problema de não reagir a calmantes

 

E pronto, vá opinem lá por favor, acham que estou a precisar de «óculos» ou estou a ver bem onde isto vai parar?

 

 

sinto-me: mãe confusa!
postado energia-a-mais às 08:18

Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009

 

já passaram mais de 8 dias com a nova medicação...só aos 15 vou ligar ao médico, no entanto já notei alterações

 

  • a retirada do risperdal (risperidona) acentua-lhe a agressividade, quando toma fica menos agressivo, quer física, quer verbalmente
  • a toma do rubifen a meio da tarde não parece ter qualquer efeito (aliás já tinha feito rubifen antes mas nunca com a combinação com o concerta)
  • da parte da manhã e fazendo o concerta ao pequeno almoço, fica realmente bem mais calmo e concentrado

dos efeitos que tenho a salientar

  • não tem tido tantas náuseas pela manhã
  • durante a manhã e até depois do almoço fica completamente sem apetite (mesmo em casa e com os pratos favoritos não come)
  • faz noites complicadas, sem dormir mais do que 3 horas seguidas e se acorda vai para a minha cama (tal e qual o que fazia antes da medicação - e diz que tem pesadelos)
  • as manhãs continuam a ser difíceis, pois tenho de lutar constantemente para que leve as suas tarefas pessoais (vestir, lavar-se, calçar...) até ao fim
  • conseguiu recuperar os trabalhos mais atrasados da escola (porque os faz na parte da manhã)

em conclusão - penso que a risperidona lhe faz falta, pois permite controlar a agressividade e a alteração do humor. Acho que o rubifen não lhe traz grande benefício. Vamos ver depois o que decide o médico. Neste momento as minhas maiores preocupações são o comportamento disruptivo acentuado e as dificuldades em dormir.

 

 Glossário

 

  • risperdal (risperidona) - é um medicamento usado no tratamento de psicoses. Pode também ser usado no caso de distúrbios de comportamento, nomeadamente do comportamento disruptivo para controlar a instabilidade e excesso de humor e a agressividade
  • rubifen e concerta - são psicoestimulantes (tal como a ritalina)usados no tratamento da PHDA, cuja substância activa é o metilfenidato. A principal diferença entre eles é a dose da substância e a sua libertação ao longo das horas de toma. O rubifen é doseado para mais tomas diárias e a sua acção é rápida mas mais curta, enquanto que o concerta permite uma toma diária com libertação mais prolongada, normalmente entre 10 a 12h

Atenção: qualquer medicamento só deve ser usado mediante prescrição médica e com total rigor na sua utilização. A venda de psicoestimulantes (estimulantes do sistema nervoso central) é proíbida, a não ser nas condições de receita médica especial.

 

 

sinto-me: atenta!
postado energia-a-mais às 07:48

Terça-feira, 24 de Novembro de 2009

 

pois é....não resisti! às vezes só na ironia, consigo encontrar uma saída risonha....

 

 

 

Não é fácil passar um fds sem um segundo de descanso! sem ter o marido (ou companheiro, pais das crias enfim...) para dividir os nervos, as birras, brigas ou os choros...E se por um lado, sozinha não tenho de estar sempre a pensar - estratégia comum!, por outro também não me posso dar ao luxo de dizer - vai chatear o pai lol!

 

Agora a sério!

 

Cheguei a pensar que iríamos ter um fds sem grande complicação, habituada que estou a ter dois diabinhos à solta pela casa...

Na sexta à noite até correu bem porque os avós (hiper queridos!) levaram o Quico para dormir! eu tive assim mais tempo para o Rafa e por isso não foi necessário ele recorrer à frase (mais que) batida «Mãeeeee! anda cá!»

No sábado pela manhã o meu pai trouxe o pequenino e pronto, lá começou a «dança»....

 

primeira dor de cabeça - temos vizinhos novos. Nada de anormal, apenas que esses vizinhos instalaram-se no andar de baixo, piso do terraço - num apartamento igual ao nosso. Ora as nossas janelas ficam no 4º andar. Ora acontece que os vizinhos têm cão! ora agora tenho dois putos histéricos à janela gritando para o cão....Apesar de o Quico não conseguir abrir o fecho da janela, o Rafa consegue...e incentiva o irmão a segui-lo...e ficam pendurados e gritam e chamam e o Quico quer a todo o custo dar de comer ao cão - literalmente! por isso não tive um segundo de folga ou arriscava a ter o terraço inundado de batatas fritas e pipocas! Ora não acho que os tais vizinhos fossem achar piada....

 

segunda dor de cabeça - fazer com que não se matem! isto tem de ter fim, obviamente, só que ainda não o vejo...por enquanto se os dois estiverem sozinhos no mesmo espaço há briga certa! e feia! e perigosa, como bater com vassouras, dar patadas à lutador de wrestling, unhadas e dentadas....

 

terceira dor de cabeça - o raio do bolo - maldita ideia que tive (embora fosse boa!) Pois que se dão conta que estou a fazer doces vão ter comigo...pois que querem sempre ajudar...pois que a ajuda é total e acaba com - ovos partidos (sabem como é difícil limpar claras de ovo do chão?), manteiga derretida pela mesa, farinha por todo o lado e pouca massa para o forno...e ainda tiveram a ideia de lutarem pela batedeira com ela ligada....dá para ter uma ideia do que passei?

 

quarta dor de cabeça (e sim, ainda estou no sábado) - assistir a um filme para descontrair - sim? não! porque - luta pelo filme (nunca estão de acordo) luta por colocar o filme na consola, luta por ligar a consola - ligar e perceber que tanta luta estragou o filme, que todo riscado avança aos soluços e....gritos porque não dá e chutos na consola e gritos do mais novo por causa dos gritos do mais velho e...ok! foi má ideia....

 

quinta dor de cabeça - do Quico porque caiu da cadeira do computador já depois de muitas voltas e voltas e quando já só me apetecia aterrar na cama...Acalmar o galo e tentar aproveitar para levar os dois à cama...mas uma cama com os dois ao mesmo tempo não tem espaço...os dois querem a mesma almofada, no mesmo sítio, com luta pelo cobertor, luta pelo comando da TV e pronto...arrancar para o quarto deles! Começar de novo com a variante de lutarem pela cama do outro!

 

sexta dor de cabeça - a minha que se instalou e não desaparece nem com a cabeça tapada...

 

Domingo - sim, andaram fora de casa! sim estavam com saudades! não, não foi pacífico....birras e birras porque lutam pelo caminho a seguir e porque cada um quer levar um batalhão de coisas que depois eu tenho de carregar!

Sim, os avós vieram e o avô lembrou-se de jogar ao jogo do galo - o Rafa fazia de galo - topam? corria, dava bicadas e acordava a vizinhança com os sonoros «cocóroooooooos»

Ir ao Mac pode ser giro mas o que para os outros putos é uma festa, para os meus é uma batalha - luta para descobrir os brinquedos, luta pelos ditos, luta com comida....

Às dez e trinta cá em casa havia corrida de «cadeira de rodas» - a cadeira do escritório serve para correr com o Quico em cima (pois, o galo não o fez parar...) a toda a velocidade empurrado pelo Rafa...

ler? eu? só em sonhos - e em velocidade, porque quando dei conta já era segunda feira....

 

Sim, este foi o nosso verdadeiro fds! muito mais «a nossa cara» certo?

 

 

sinto-me: mãe de ninjas!
postado energia-a-mais às 08:30

Segunda-feira, 23 de Novembro de 2009

 

Este nosso fds!

 

Apesar da chuva e vento fortes, passamos bons momentos. No sábado o Rafa acordou tarde e o Quico ficou entusiasmado por ter sido ele a acordar o irmão! Por isso os dois acabaram por ficar entretidos pela manhã, brincando ou vendo TV.

De tarde fizemos uma pequena sesta e ainda tive tempo para fazer um bolinho de leite condensado que ficou uma delícia! Comemos ao lanche e fartamo-nos de rir com um filme de DVD que já revimos imensas vezes «madagáscar 2»!

Depois nem foi assim muito difícil deitá-los e às dez já os dois dormiam pelo que ainda consegui ver uma série que passa no AXN e que normalmente nunca «apanho»!

Domingo permitiu umas escapadas à rua com bicicleta e triciclo a acompanhar! os miúdos adoraram pois sentiam falta do ar livre. Claro que também passamos tempo com os avós e fizemos uma divertida maratona de jogos «antigos» como o jogo do galo e outros!

O nosso dia ainda teve uma surpresa - uma ida a um local de comidita que não se come todos os dias mas que sabe bem de vez em quando, mais pela alegria dos putos ao ver as brincadeiras que acompanham os pacotes das batatas e os hamburgueres, e não, não acho que isso lhes faça mal - no equlibrio é que está a chave!

A noite foi tranquila, sem birras entre irmãos e sem gritaria na hora de ir para a cama - assim, como não estava tão cansada como habitualmente, aproveitei para fazer uma coisa que adoro - ler um pouco antes de dormir!

 

TEXTO DE FICÇÃO CRIADO PELA AUTORA DO BLOG - QUALQUER SEMELHANÇA COM A REALIDADE É PURA ILUSÃO!

 

se querem saber como foi na verdade o nosso fds leiam o próximo post

 

 

sinto-me: a ficcionar!
tags: , ,
postado energia-a-mais às 07:24

Sexta-feira, 20 de Novembro de 2009

 

ou nem tanto!

 

Levantar-me depois das 7h30 - já não o faço há mais de 8 anos...nem distingo feriados, dias de semana ou fds....

 

 seguindo a ideia - dormir uma noite sem interrupção - a última vez que o fiz foi na noite anterior ao parto do Quico e já não o fazia desde o nascimento do Rafa

 

Conseguir ter uma manhã comum - tipo: sem birras matinais, sem gritaria e com pequeno almoço a quatro...nunca o fizemos desde que deixamos de ser apenas dois

 

Ter uma refeição em familia - à mesma mesa - ainda não o conseguimos apesar de o tentar-mos várias vezes

 

Dar um passeio em família e regressar sem mossas

 

Tomar um banho de imersão antes da meia-noite - não que seja a Cinderela mas para não ser interrompida tenho de esperar quase até de madrugada!

 

  Conseguir ter um comando a funcionar mais do que uma semana

 

Ter uma casa com móveis, tapetes e cortinas que sirvam apenas para o que servem em todas as outras casas

 

Deixar um objecto num sítio, sabendo que o vou encontrar lá da próxima vez que o quiser

 

Ver um programa de TV a uma hora decente!

 

...e já agora ir a um cinema com o marido , jantar a dois e namorar

 

 

E voçês que coisas banais vos fazem falta

 

 

 

sinto-me: a divagar!
tags: ,
postado energia-a-mais às 07:17

Quinta-feira, 19 de Novembro de 2009

 

mas contra o consumismo extra que acompanha a data e que nos entra porta-dentro cada vez mais cedo!!!

 

 

Estavamos nós com a televisão ligada no canal Panda (que nesta altura do ano se devia chamar de canal Deixa Pais Depenados, tal a farturinha de pub à brinquedagem...) e o Rafa começa a ver os anúncios

 

«olha este mãe, olha, olha mãe - quero!!!»

 

«quero este mãe...»

 

«Olha este é fixe, quero este!!!»

 

às tantas viro-me para o Quico

 

«e tu lindo? qual queres?»

 

...pausa  pensa

 

olha para a TV

 

 

«Quico qué o Pai Natal!!»

 

Rico filho - vai logo ao essencial!

 

 

sinto-me: à espera do Pai Natal
tags: , ,
postado energia-a-mais às 08:29

Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

 

do Rafa nem sempre aqui relato pormenores...

 

Todos os dias é capaz de fazer um ou outro episódio, normalmente ao fim do dia, quando já está sem o efeito da medicação e por isso se torna impossível de controlar. Seria quase como relatar um jogo de futebol sem interrupção - há aqueles momentos mais calmos mas de repente e sem aviso pode haver um pontapé forte, um canto matreiro ou mesmo um livre à queima roupa...e quando se parte para os pénalties está tudo de cabeça perdida!

 

Esta perda de controlo é quase sempre seguida de uma fase de acalmia em que ele age como se nada se tivesse passado antes - e isso para nós adultos, parece difícil de entender! No entanto aprendi com o tempo que o cérebro dele é como um vulcão quando explode mas em cuja memória não fica o registo...

 

A hiperactividade por si só não o fará agressivo, mas uma das consequências dessa hiperactividade é um comportamento disruptivo - ou seja instável e de oposição/desafio - logo se não tem como parar e aliar isso a um comportamento destes imaginem o tipo de crises....

 

Hoje vou relatar a última crise que fez e que transformou a nossa casa num autêntico «manicómio»!

Aconteceu ontem terça feira e à custa disso nem consegui ir ao curso...coisas que parecem saídas de um filme mas que fazem parte do dia a dia de quem convive com hiperactivos sub tipo impulsivo

 

 

Fui buscá-lo para o almoço pois como estou em casa até às 13h30 posso estar com ele e ver se realmente come (além disso a cantina é um local difícil para ele)

Ele veio para casa com a disposiçao normal sem nada que mostrasse estar aborrecido - saltou o tempo todo no caminho e entrou em casa disposto a almoçar

E foi então que começou - assim, sem aviso, como se de repente ele tivesse ficado sob um estado de hipnose...lançou-se contra mim porque a comida não tinha batata frita - há imensos dias em que não lhe dou batata frita e não reclama, não pergunta por elas e come o que lhe ponho no prato...mas a batata frita era a única coisa que lhe apetecia desta vez

E não houve argumentos para o fazer parar e ouvir-nos. Ele começou a gritar, atirou com as cadeiras para o chão, pontapeou a porta da cozinha e depois a da sala...após uma terrível cena de gritos e choro e mais gritos e ranho por todo o lado ele, transtornado e eu desvairada, agredimo-nos mutuamente e embora eu tivesse parado (porque sei que não devo dar troco na mesma moeda) não evitei uns estalos mais sonoros - a que ele deu obviamente resposta cada vez mais incontrolável!

 

Depois usei a minha táctica de guerrilha - dei a entender que iria arranjar as batatas para que ele as comesse...mas seria uma mãe sem qualquer interesse por ele a partir daí...Esta espécie de chantagem psicológica já resultou inúmeras vezes se utilizada no momento certo da luta...e acho que já lhe apanhei o jeito!

Ele acabou por dizer que já não queria as batatas, agarrou-me para que eu não as fosse arranjar e entrou em choro. Nessa altura agarrei-lhe a cabeça com as mãos e olhando-o nos olhos acabei por o controlar com palavras suaves - disse «vais comer o que a mamã arranjou para ti e vais ver que gostas, foi o avô que fez os temperos e está muito bom!»

Ele sentou-se, passado algum tempo começou a comer - tudo e ate a alface marchou e a maçã que lhe dei no fim

 

Falou para nós bem mais calmo depois e foi para a escola com ar bem disposto e sorridente, como se nada o fizesse lembrar o que tinha feito....

 

Viver uma situação destas não é fácil! não é algo que não deixe marcas, eu acabei por ficar com pouca vontade de ir ao curso e fiz gazeta...aproveitei para telefonar à minha mãe e quando ela saiu do trabalho fomos fazer umas comprinhas e lanchar!

 

No entanto acredito que outros pais com crianças assim passem por esta luta e também eles entrem em desgaste - e que muitos não conseguem falar disso e sintam a tal ponta de vergonha ou culpa, por acharem que erraram...

 

É por isso que aqui conto o que se passa no meio de uma crise, quando as tais crianças ligadas à corrente entram em choque total - espero que sirva para quebrar alguns mitos!

 

 

sinto-me: determinada, por ele!
postado energia-a-mais às 07:59

Terça-feira, 17 de Novembro de 2009

 

que é como quem diz - colocar por escrito os «ditos» do meu filhote mais velho

 

O Rafa tem tiradas verdadeiramente alucinantes e embaraçosas, coisa a que não e fácil habituar-me por mais tempo que passe com ele...

Uma das coisas que sempre notamos ao longo do seu desenvolvimento é que ele não se inibe de dizer o que lhe passa pela cabeça - sem tempo para pensar - tudo o que diz é genuíno mas também muitas vezes irritantemente «desbocado». Se em criança o acabavamos por desculpar e até achar-lhe piada, agora com 8 anos (e corpo de no mínimo uns 12...) já devia ter arranjado aquele «travão» que nos impede de fazer «vergonhas» sociais...Mas não, uma criança hiperactiva não tem esse travão e por isso temos pérolas destas

 

estavamos numa reunião de família e depois de muito saltar e correr pela sala, o Rafa encosta-se na mesa ao lado da bisa e depois de um gesto com o nariz solta «velhinha estás a peidar-te??»

 

depois de um dia frenético com ele aos saltos por toda a casa, saimos no elevador juntos com uns vizinhos que «não vão muito à bola connosco» o Rafa exclama alto e em bom som «caramba que cheiro à naftalina...»

 

sempre que vamos a uma igreja com ele (raras vezes pois se há local onde dá nas vistas é lá...) podemos contar com coisas destas «porque é que o padre tem de usar saias, porquê mãe, porque é que anda de saias??? vou perguntar-lhe....» sempre em alta voz para todos ouvirem (e depois correndo atrás do padre para lhe perguntar)

 

e esta também faz parte da colecção, proferida num local público, por norma um café cheio de gente «mãe tás a tirar macacos do nariz?»

 

e claro de vez em quando esta «aiiii, ca comichão na piiiiila» quase sempre em pleno local de compras com muitos ouvintes à volta

 

 

e voçês como fazem quando os vossos se saem com «bocas» que só a crianças se desculpam?

 

 

 

sinto-me: mãe de um desbocado!
postado energia-a-mais às 08:19

mais sobre mim
que querem saber?
 
Novembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
21

22
27
28

30


disseram agora
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
Boa tarde. O dr. Luís dá consultas em braga, aveir...
Boa tarde, é possível dizer-me onde dá consulta o ...
Olá,Desculpe intrometer-me mas será que me podia f...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Os que me visitam
Passam por cá - desde 18/11/09
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro