A Hiperactividade vista à lupa

Segunda-feira, 31 de Outubro de 2011

 

 

 

muito mais do que as histórias de terror, nesta época dedicada ao consumo de abóboras, doces variados, chapéus de bruxa e afins....

 

são as travessuras dos meus rapazes!

 

para nós a noite das bruxas já chegou e veio uma hora mais cedo - caramba, porque raio temos nós de acertar os relógios pela «hora de inverno»??? quer isto dizer que em vez de os meus putos se terem lavantado às sete da matina....levantaram-se às seis!!! com a agravante do relogio biológico deles continuar pela «hora de verão», portanto às sete lá andava eu por entre leites e cereais, às onze estavam prontos para almoçar e às très da tarde, reclamavam lanche...

 

e claro, como anoitece cedo, vai de fazer farra noturna - cismaram que tinham de treinar a andar de vassoura porque querem festejar a noite «das bruxas», logo devem conseguir fazer com as vassouras habilidades de bruxa...

 

 

 

 

 

e quando ainda tenho de fazer com que o mais velho estude alguma coisa e faça os tenebrosos TPC....a história é mesmo de arrepiar!!!

mas para a noite preferida dos meus rapazes, confesso que até eu acho piada, já tenho umas coisitas preparadas....este ano mantive segredo, não fossem eles, apressados como são festejarem antes de tempo...afinal, bruxas é o que mais existe por aí

 


 

imagens retiradas da net

 

 

postado energia-a-mais às 08:53

Quinta-feira, 27 de Outubro de 2011

 

 

Opá, eu sei que devo ser a única mãe que admite isto mas.....

 

 

que se lixe!!!

 

porque raio os meus miúdos não páram para ver alguma coisa na televisão??? ontem mesmo, dei comigo a gritar «vejam televisão, vá!»...pelo menos teria os miúdos em sossego por um bocado (alguns pelos vistos até ficam graaaaaandes bocados a olharem para o ecrã...)

 

eu contentava-me por uma horita sem saltos no sofá ou camas, piruetas e «brincar à luta»...ter os dois sentadinhos, a verem um programa (mesmo que daqueles sem interesse nenhum...), parados a olhar a caixa mágica....ai, como eu queria que eles vissem TV

 

 

pode ser, sim?! {#emotions_dlg.sarcastic}

 

 

a mamã deixa....aliás a mamã quer!!!!

 

 

 

 

imagem tirada da net 

 

postado energia-a-mais às 09:13

Terça-feira, 25 de Outubro de 2011

 

 

hoje é o teu dia e nós não nos esquecemos, claro!

 

 

 

 

apesar de estares sempre a dizer que não queres nada a não ser o nosso sorriso, logo mais vamos fazer-te uma festinha porque a mamã diz que estes dias de aniversário devem sempre ser celebrados

 

 

 

temos um bolinho especial para ti e vamos dar-te uns miminhos feitos por nós! 

 

 

 

queremos que tenhas muita genica por muitos mais anos para poderes acompanhar as nossas traquinices e dar tanto carinho como só tu sabes dar!

 

 

 

Parabéns Avó

dos netos Quico e Rafa


 

e aqui a dona do blog manda uma beijoca à mãe mais linda e mais prestável de toda a blogosfera, a dela - que hoje faz aninhos, como todos já devem ter percebido!


postado energia-a-mais às 08:50

Domingo, 23 de Outubro de 2011

 

 

...tinha dez anos, andava no quinto ano

 

e para além de todas estas coincidências com o meu filhote, partilhava ainda a patologia - sofria também de PHDA....e dos «inevitáveis» problemas na escola....

 

que ninguém soube resolver, que ninguém conseguiu contornar!

 

Vítima de um sistema que teima em tratar todos por igual, vítima de uma sociedade cada vez mais sem valores a passar para as gerações mais jovens, Rafael fez a única coisa que para o seu espírito hipervigilante, hipersensível, lhe poderia dar Paz: matou-se!

 

Esta notícia chocou-me profundamente, como mãe de uma criança com PHDA revejo-me em cada história e sinto com angustia cada final infeliz...

 

Quantos mais miúdos acabarão por sucumbir à sua impulsividade, enredados nas teias de uma escola, tantas vezes autista aos verdadeiros problemas? o que vejo assusta-me e faz-me ficar apreensiva, 

 

é preciso urgentemente mudar as estratégias de abordagem a estas crianças, mudar o papel da escola e do docente. Revolucionar o sistema para que não hajam borucracias ferrugentas que impeçam a mudança! Estreitar os laços familiares e reforçar o papel da família na escola! Saber quem são os agressores e quem são as vítimas...e perceber o que se pode fazer por uns e por outros!

 

Para que nenhum outro Rafael, ponha fim à Vida, antes mesmo de ela ter começado....

 

 

 

postado energia-a-mais às 22:56

Quinta-feira, 20 de Outubro de 2011

 

 

 

 

 

Quico:«Mãe, sabes que me lembro de quando tava na tua barriga? mesmo lá dentro?»

 

lembras-te Quico? «hummm,hummm» e do que te lembras?

 

«lembro de nadar, nadar...tava nú»

 

o Rafa: «...e era quentinho?»

 

Quico: «não, era um bocadinho frio por acaso...»

 

e que fazias mais?

 

«uma vez toquei nas tuas mamocas por dentro» {#emotions_dlg.sarcastic}

 

postado energia-a-mais às 09:11

Terça-feira, 18 de Outubro de 2011

 

 

não! só o «normal» bulício daqui de casa....

 

no sábado o Quico tinha uma festa de aniversario de um amigo da pré. Ok, até era um dia jeitoso para festas de aniversário e como tinha compromissos à tarde com o núcleo da APCH, confesso que achei «mesmo a calhar». Lá no fundo, durante a manhã, uma vozinha teimosa soava na minha cabeça «mas achas que ele vai mesmo à festa? o ano passado não correu nada bem...» mas eu ignorava e lá andava entre as milhentas «lides» domésticas de uma mulher, mãe, com tudo-por-fazer-ao-fim-de-semana {#emotions_dlg.sarcastic} e com todo o corropio o tempo foi passando! 

Ele de vez em quando questionado ia dizendo ao avô que gostava mais de ir ao parque, para logo de seguida dizer que queria era ir à festa e outras vezes nem uma coisa nem outra...tal era o entusiasmo. A vozinha sempre a soar....

Chega a hora de eu sair de casa e ao deixar os recadinhos habituais (onde está a roupa para sair, a prenda para o amigo...) ele decide que quer vestir-se de imediato e que o avô o leve primeiro ao parque mas...que depois ia à festa. E lá vou eu para os meus compromissos, sempre com o raio da vozinha a soar «tá-se mesmo a ver que não vai à festa...dhaaa!»

Pronto, tou eu no meio de jornalistas a serio que me fizeram a gentileza de visitarem para darem conta da abertura do núcleo e aparece-me o meu pai com o miúdo, roupa desalinhada, transpirado pela brincadeira e a dizer que «primeiro venho dar-te um beijinho mamã e depois vou à festa tá?». A vozita ainda protestou «olha que o melhor é dizeres que vá para casa, quer dizer, tu sabes que ele vai dar nas vistas e com aquele ar de quem vem de um agitado passeio no meio da natureza, entrar numa festinha de meninos todos-arranjadinhos-e-bem-comportadinhos, vai ser desta que os pais do outro se vão passar...» Mas pronto, às vezes a vozinha irritante acaba por ser abafada e eu ainda atirei um «vai então e diverte-te!».

Passado algum tempo, o tlm toca e lá vem a confirmação de que há vozes que devem mesmo ser tidas em conta. Ele não quis ficar na festa mas antes deu muito pontapé, esperneou e esbracejou, fez daquelas cenas maradas de correr estrada fora, isto à frente da porta do tal amigo com toda a gente a assistir... e veio embora arrastado pelo avô, com uma grande «telha» que só passou com a minha chegada a casa 

 

no domingo apanhamos um valente susto com a bisa - um grande tombo abriu-lhe a cabeça e teve de ir ao hospital. Escorregou no piso molhado que eu acabara de passar e caiu meia de lado, batendo com a testa no chão. Não fossem os 90 anos mais rijos que conheço, teria por certo consequencias bem mais graves do que teve. Eu, que sempre me preocupei em ter em casa a minha avó por causa dos miúdos travessos, tanto cuidado porque sei que a minha casa é propícia a acidentes e tudo faço para os acautelar (principalmente quando os rapazes estão em casa) mas está visto que os «acidentes» são isso mesmo - acidentes!

Agora para além do penso na testa e da agitação que foi para os garotos tudo isto (vale um post...) tem de contar com a cara quase preta por o hematoma estar agora a descer para a zona do olho...pomada e comprimidos analgésios...tudo coisas que tenho de controlar

 

segunda feira foi um dia penoso para mim que me estava a habituar a férias...último dia em casa e nervos extra por causa dos novos recados que o Rafa trouxe na caderneta. Posso garantir que estou prestes a deixar a minha tampa saltar - pois se estamos no início do ano escolar e a caderneta já tem meia dúzia de recados algo está mal....mas que coisa! será assim tão dificil para os professores saberem que há miúdos que necessitam de uma atenção diferente? lá vou ter de ir falar (novamente) coma senhora diretora de turma na quarta feira...

 

mas isto é o nosso dia a dia....afinal temos energia-a-mais!

 

postado energia-a-mais às 08:58

Sexta-feira, 14 de Outubro de 2011

 

 

Para quem não sabe isto é um blog com energia....

 

«mãeeee!!! tá um tipo a falar na TV...um tipo com cara de chato....tá em todos os canais....porquê????»

 

é o primeiro ministro Rafa, está a falar da austeridade....

 

«do quê???....austeridade? é aquilo que tu fazes quando somos mal educados?» opá!!!!

 

«quer dizer austeridade é ser mau não é? quando és austera és bué má pra nós...» opá!!!

 

«então este ministro é mesmo mau pá!!!! ele não pára de falar....xiça!!!»

 

dois minutos depois

 

«troca o canal mãe, troca, onde está o comando?- há está aqui....ufa, não tava a aguentar mais....muito melhor ver o Panda....pelo menos não é austuritário»

 

postado energia-a-mais às 10:01

Quarta-feira, 12 de Outubro de 2011

 

fico atordoada quando leio notícias destas, cada vez mais «correntes» e que parecem querer justificar o estado a que se está a chegar no nosso país...

 

Jovem encontrado morto em lar depois de conhecer castigo

Tragédia ocorreu no dia em que soube o castigo que iria ser-lhe aplicado pela escola

 

«A Câmara de Peniche vai pagar o funeral de Mauro António, o jovem de 16 anos que morreu, anteontem à noite, no lar de acolhimento de Fafe onde estava institucionalizado, e pouco depois de ter conhecido o castigo a ser-lhe aplicado pela escola que frequentava.

O jovem, natural de Angola, residia em Peniche com a mãe, o padrasto e três irmãos, até a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) local ter optado pelo seu "acolhimento institucional" no Lar de Jovens do Centro Social de Revelhe, em Fafe. Cláudia Oliveira, directora técnica do lar onde vivem cerca de 30 jovens, confirma a morte, no interior do lar, "em condições trágicas ainda a serem apuradas". Também Clara Abrantes, presidente da CPCJ de Peniche, diz que a causa da morte não está ainda explicada. Fonte próxima do processo indicou ao JN, porém, que o jovem se terá enforcado com um cachecol.»

 

esta, noticiada pelo JN de hoje, na mesma edição em que se dava conta de que as crianças «em risco» institucionalizadas, irão ficar sem educadores e passarão a ser tratados apenas por auxiliares...porque não há dinheiro para manter esse projeto, estes profissionais contratados por instituições a trabalhar com crianças em risco e que não dispunham nos seus quadros efetivos de técnicos especializados (ou não os tinham em número suficiente) estão a ser despedidos e as crianças passam a contar com muito menos apoio e em alguns casos deixam de ter alguém especializado nessa delicada área da educação....

Estamos a falar de crianças retiradas às famílias e que já sofreram todo o tipo de abusos e que são deixadas em instituições ao cuidado de funcionárias sem preparação para lidar com os traumas e problemas inerentes a este tipo de criança...

 

isto é REVOLTANTE! é assim que este país prepara os futuros adultos?  corta-se a torto e a direito para agradar à «troika» e cumprir os requesitos exigidos...para quê? é que segundo especialistas da área nós estamos ficar em riscos ainda maiores...

 

 

«O risco de conflitualidade está a aumentar em Portugal com o agravamento das medidas de austeridade e a surdez dos governos perante os protestos das populações, defendeu, esta quarta-feira, o sociólogo Paulo Pereira de Almeida. (...)

Os governos assumem que as pessoas têm o direito de protestar, mas mantêm as políticas. O que adianta sair à rua se não somos ouvidos", questionou o sociólogo, manifestando-se preocupado com o agravamento de medidas de austeridade previstas para o próximo Orçamento de Estado (OE) que vai ser apresentado ao parlamento até segunda-feira, dia 17.»

 

não me admira nada que a conclusão seja esta

 

Portugal está em risco de deixar de existir como país....

 

O sociólogo António Barreto admite que Portugal deixe de existir como estado independente dentro de algumas décadas e esteja integrado noutro modelo europeu.


«É possível que Portugal, daqui a 30, 50, 100 anos não seja um país independente como é hoje», disse o investigador à agência Lusa, admitindo que o país surja integrado «numa outra Europa», com outra configuração, com outro desenho institucional e político que não tem hoje. sic/ SOL

 

 

Coisas que mexem com as minhas «entranhas»....bolas!!!

 

 

postado energia-a-mais às 11:12

Domingo, 09 de Outubro de 2011

 

 

as rotinas durante e após cada vinda do pai a casa é do pior que há....

 

ponto 1 - o dia em que o pai chega faz toda a diferença na continuidade de uma rotina diária que, quando não é levada com pulso de ferro, facilmente descarrila! que isto dizer que o pai chegando num dia de semana, como numa sexta feira por exemplo, é quase certo que os miúdos se vão desorganizar...e isso foi o que aconteceu na passada sexta - quando acordaram viram o pai em casa e num dia de escola isso é (quase) sempre fatal!

Quando eu não estava a trabalhar, conseguia, com esforço e persistência é certo, levá-los nem que fosse após uma luta de horas. Mas o pai nem sempre consegue ter esse pulso firme e como tive de sair para o trabalho antes das nove, a confusão instalou-se. O Rafa iniciou de imediato os seus «ataques» incontroláveis de histerismo, misturados com os inevitáveis sinais de ansiedade - transpirava tanto que a camisola do pijama ficou literalmente encharcada, os vómitos era audíveis a quilómetros, a tensão por ver os ponteiros dos minutos a ecoarem pelo quarto era demasiada. Quando demos por ele, estava tão transtornado que nem o percebíamos a falar - tudo porque o Rafa não queria ir à escola, claro, dado que o pai estava em casa!

 

O mais pequeno mantinha-se prudentemente afastado, receando a explosão iminente do mano - mas igualmente determinado a ficar em casa, fosse qual fosse o desfecho! deixei-os com aquela sensação estranha de que o pai já tinha perdido a batalha - e depois das nove, tive a confirmação com uma lacónica SMS do pai «ficaram em casa»...

 

ponto 2 - programar uma saída a quatro pode ser um verdadeiro tormento - primeiro querem, depois já não, depois querem mas não se decidem onde, depois cismam com um lugar qualquer, normalmente não possível, depois já não querem outra vez...enfim! como já não íamos ao cinema juntos, fazia muito tempo, resolvi que esse podia ser um bom destino. No entanto as opções aqui na zona não eram famosas e a deslocação de carro, por curta que seja logo traz as habituais cenas de «terror». O pai continua a não conseguir fazer uma viagem sem constantes paragens, discussões, arranca, parar outra vez....uma eternidade para se chegar ao final - quem consegue sobreviver a isto está preparado para enfrentar qualquer coisa!

 

ponto 3 - ter mão nos dois pestinhas em lugares públicos continua a ser um desafio digno das melhores medalhas de mérito! um segundo de distração e já os dois aprontaram alguma coisa...o Rafa consegue ser tão rápido que nem o mais rápido dos nossos pensamentos chega a tempo de o impedir de fazer o que ele decidiu fazer...o Quico tem uma capacidade de inovação nas asneiras que nem o mais capacitado dos argumentistas lhe acompanha o ritmo...posso dizer que a agitação do Arrabida Shopping teve um ponto alto no sábado à tarde!

 

ponto 4 - depois de tudo por que passamos para ir, temos de voltar a passar tudo para voltar! e não, não regressam mais cansados...a energia continua a mesma!

 

ponto 5 - tentar suportar a despedida do pai, exige muito e desgasta muito! e organizar a vida depois destes «tsunami» não é mesmo nada fácil!

 

p.s: voltaram hoje à escola, eu estou de férias esta semana, aproveitando para organizar também o início das atividades do nucleo da APCH, a semana vai ser certamente dura...

 

tags: , ,
postado energia-a-mais às 23:32

Quinta-feira, 06 de Outubro de 2011

 

 

fugas à rotina neste outono quente

 

No feriado fomos até á terra de infância da avó...zona agreste, de minas outrora exploradas, há muito abandonadas e que agora permanece numa espécie de limbo - casas da época, totalmente degradadas ainda resistem a par de algumas construções mais recentes, estradas de acesso mas sem condições de atrair turistas, um daqueles lugarejos que ficam escondidos e onde quem lá vive se adaptou à aridez... Rio de Frades já não é o que era, as minas que davam vida e dinheiro a quem por lá se aventurou na epoca do minério, estão desativadas e a avó ficou um tanto desiludida por não ter reconhecido já os sítios da sua meninice que tantas recordações lhe deixaram...Mas a vida continua! e já que dois impancientes pestinhas desesperavam por um lugar mais «apropriado» para uma pausa com lanche, arrancamos pela serra fora e fomos até um dos lugares prediletos da zona - a Freita!

 

 

 

 

 

 

e se houver água por perto, certo é que os miudos a aproveitam logo hehehe

 

 

e esta então, limpa e pura (mesmo que um pouco fria) convidava!

 

embora não seja fácil sair com os miúdos a bordo (5 minutos com eles num carro, é o equivalente a um dia numa casa de tortura) arriscar é palavra de ordem, pelo menos sentimos que o prazer deles compensa o desgaste da viagem...nem que seja só até à próxiam saída....

 

Com a semana a meio, ansiamos agora pelo papá que nos fará companhia por dois ou três dias! espero que os meus enérgicos rapazes não boicotem no entanto estes dois dias de aulas que ainda restam, só me faltava ter de os levar à força, entre os habituais gritos e pinotes com que fazem questão de «brindar» cada vinda do pai....

postado energia-a-mais às 09:14

mais sobre mim
que querem saber?
 
Outubro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
15

16
17
19
21
22

24
26
28
29

30


disseram agora
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
Boa tarde. O dr. Luís dá consultas em braga, aveir...
Boa tarde, é possível dizer-me onde dá consulta o ...
Olá,Desculpe intrometer-me mas será que me podia f...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Os que me visitam
Passam por cá - desde 18/11/09
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro