A Hiperactividade vista à lupa

Quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012

 

 

ou se devem os pais «gratificar» a criança por coisas consideradas banais - como tirar boas notas ou cumprir regras básicas da rotina familiar

 

 

um assunto que debato muitas vezes, tanto a nivel particular, como no âmbito da APCH - grupo de apoio a pais.

 

No geral parece à maioria dos pais que dar uma recompensa aos filhos para que estes cumpram certas obrigações não será boa ideia - se os gratificamos por coisas que devem fazer por norma, abrimos caminho para que se sintam no direito de «reivindicar» gratificações por tudo e por nada...

Ora eu também partilhava dessa opinião! até que o diagnóstico de PHDA do Rafa me obrigou a ver as coisas de outro modo. Educar uma criança com esta perturbação do comportamento leva-nos a procurar certas estrategias, por vezes divergentes da nossa maneira inicial de pensar!

 

Por isso adoptei sistemas baseados no reconhecimento e na validade dos ensinamentos de psicólogos e outros profissionais ligados a esta área. Todos garantem que para uma criança com PHDA é importante combater a desmotivação caraterística. Estes miúdos têm tanta dificuldade em realizar as suas tarefas básicas que os pais passam anos a insistir nas mesmas «teclas»; eles desmotivam com frequência e desgastam o quotidiano. Coisas do dia a dia como vestir, fazer a sua higiene, organizar a sua mochila, estudar...podem ser autênticos «cavalos de batalha» e tornar cada dia uma guerra em casa. Eu sei, por experiencia!

 

Não podemos por isso supor que a PHDA se combate com força de vontade da criança. Se assim fosse, não estavamos perante um caso de perturbação neurobiológica. 

 

Recompensar a criança pode ser então uma boa estratégia. Claro que esta recompensa tem de ser bem definida e ter consequências. A criança deve ser informada da recompensa e do que tem de fazer para a atingir - qual a duração do contrato e qual o prémio final a que tem direito. E o que ficar acordado (com os pais ou até com o professor) deve ser religiosamente cumprido. Por outro lado, este sistema só deve funcionar até que a tarefa pela qual estamos a recompensar é significativa - ou seja, assim que a criança interiorizou e esta passou a ser uma tarefa de rotina, deixa de ser recompensada. Mas isto permite treinar vários comportamentos e/ou atitudes e podemos controlar mais facilmente as consequências.

 

Por cá já uso o sistema de pontos há muito. O Rafa sempre teve tanta dificuldade em qualquer tarefa que para organizar o nosso dia a dia, tudo tem que estar bem definido. Horários das refeições, saídas e entradas em casa, visitas a locais públicos, listas de tarefas são coisas a que me habituei pela força das circunstâncias.

Para o levar a fazer alguma coisa é preciso ter muita paciência e tempo...Insistir e insistir! e os pontos tornaram-se meus aliados. Quando achei que estava na altura certa iniciei um sistema de recompensas - primeiro para coisas simples: comer sem virar toda a comida para fora do prato; lavar os dentes sozinho; vestir as peças de roupa todas e pela ordem correta...Agora para coisas que ainda estão na fase do «desisto mãe», tal como manter a sua área de estudo organizada; fazer os tpc sem fitas; etc. Como o Rafa tem uma perturbação de tipo impulsivo e de grau severo é muito difícil mantê-lo interessado por tempo suficiente para que se chegue ao fim do acordo, mesmo que haja uma recompensa envolvida...ou seja não posso prolongar por muito tempo a mesma ideia. Assim, definido o objectivo, o prémio e a duração do contrato há que por em prática o plano, traçando o esquema de pontos.

 

Um exemplo do que está em vigor cá em casa com o Rafa

 

Objetivo - manter a área de estudo limpa e organizada (inclui limpar a secretária, cesto dos papéis, manter em ordem cadernos e livros, organizar o material escolar, não deixar a luz acesa)

Prémio - ir assistir a um filme ao cinema, apenas comigo e com direito a menu completo (bebida e pipocas)

Duração do contrato - iniciamos esta semana e o prazo termina a 9 de março (uma sexta feira, o que dá para aproveitar a ida do Quico a casa dos avós)

 

para conseguir o prémio o Rafa tem de conseguir 540 pontos até à data limite

 

atribuimos 10 p pela limpeza da secretária, 10 p para organizar o material, 15 p por manter ordem nos livros e cadernos, 5 p pelo cesto e 5 p pela luz

os pontos são registados no final de cada dia 

 

Pode não parecer significativo, mas para o Rafa fazer o registo dos pontos é muito importante e por enquanto tem mantido o interesse (atenção - nem sempre resulta e muitas vezes ficamos pelo caminho - mas também aprende com isso, pois sempre que desiste faço questão de do lembrar o prémio que perdeu...)

 

Outra coisa muito importante é manter o esquema e não antecipar a data final , mesmo que me infernize o cérebro (como acontece quase todos os dias lol) e claro, assim que cumpre o acordo, o prémio deve ser entregue - por isso nunca prometer algo que não pode ser dado no imediato!

 

E, para os pais que não estão ainda convencidos aqui está o local onde estuda com tudo no lugar

 

 

 

 

a ver vamos se leva isto até ao fim hehehe!

 

postado energia-a-mais às 09:04

Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

 

tem efeito contagio e mesmo do outro lado do mundo, assiste-se em direto à entrega das estatuetas mais cobiçadas

 

imagem tirada da net

 

eu confesso que já fui mais ligada a este evento, mantendo-me acordada para assitir ao desfile na «red carpet» e com entusiasmo crescente até ouvir a celebre «and the oscar goes to...»

embora apreciadora do bom cinema e admiradora de bons atores/atrizes alguns deles «hollyoodescos» e «oscarizados» (Tom Hanks e Meryl Streep são dois deles) agora já não sinto o fscínio daquele brilho que me cheira a falso, numa altura em que a ostentação está em desuso e em que as piadas parecem não ter tanta graça...será da idade? da desilusão da fase em que vivemos? ou outra coisa qualquer...na verdade não importa...vejo os resumos de quem ganha ou quem perde e pouco mais sei sobre a cerimónia em si.

 

De qualquer modo foi noite de Oscars e eu à volta com um post para publicar pela manhã, lá fui pensando no assunto...e inevitavelmente estabeleci a minha linha de comparação. É que aqui em casa este fim de semana merecia também uma das estátuas!

 

vejamos: temos não um mas dois «os artistas» e a «Invenção do Quico» (em vez do Hugo) que começou por fazer uma birra monumental contra  a presença do avô, partindo depois para a destruição de tudo o que lhe aparecia pela frente, deu comigo em doida e a apostar no papel de «A dama de Ferro». Nunca pensei que teria de viver o meu fim de semana como um «cavalo de guerra», mas quando se tem «Descendentes» como os meus, podemos contar com aventura na certa! e se eu e a avó não nos transformamos em «As serviçais» da casa, foi apenas porque com muita garra decidimos que ou a coisa acalmava ou íamos passar a «Meia noite em Paris» que é como quem diz, batíamos com a porta!

Ainda tivemos de passar pela fase do «Extremamente Alto, Incrivelmente Perto» algo que para os miúdos significou uma espécie de elogio por se esforçarem a cumprir com as regras... e como esta é uma autêntica e genuina «Árvore da Vida», no final de domingo ainda tive de ajudar o Rafa com um trabalho de inglês onde deveria referir a sua árvore geneológica, embora ele só se lembrasse vagamente de que a professora tinha marcado um TPC que deveria ser feito em folha A4....

 

postado energia-a-mais às 09:08

Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2012

 

já deveria os que me seguem ter perguntado porque não voltaria eu a este assunto...

 

«Os centros de emprego deverão aumentar a colocação de desempregados em 50%, o que implica mais três mil colocações por mês. Por outro lado, as ofertas de emprego captadas também deverão subir 20% até 2013. As metas já tinham sido discutidas antes com os parceiros sociais e foram ontem confirmadas pelo ministro da Economia. Álvaro Santos Pereira falava no final do Conselho de Ministros que aprovou várias alterações ao funcionamento dos centros de emprego. "O Governo conta aumentar em 50% o número de colocações de trabalhadores de desempregados pelos centros de emprego, mais de três mil por mês e assegurar um aumento em 20% do número de ofertas captadas pelos centros de emprego até ao final de 2013", afirmou o ministro. Entre as alterações conta-se ainda o fim de 150 cargos dirigentes nos centros de emprego e formação profissional, o que permitirá uma poupança superior a um milhão de euros. Estas chefias "passarão a desempenhar tarefas técnicas de apoio directo a desempregados", continuou o ministro. Também neste sentido, avança a figura do gestor de carreira que deve acompanhar de forma próxima o desempregado. Além disto, e como já se sabia, prevê-se ainda a reestruturação da rede de centros de emprego e centros de formação profissional, também através de fusões, para a tornar "mais ágil e capaz", explicou Álvaro Santos Pereira. A ideia de todas estas medidas é "dotar centros de emprego da capacidade de acompanhar mais regularmente e de forma mais eficaz o desempregado para que possa regressar mais rapidamente ao mercado activo de trabalho", explicou o governante. Isto numa situação em que o desemprego atingiu um "nível recorde", atirando o País para uma situação "de emergência nacional", que exige "fazer mais e melhor". O Governo salienta que o serviço público de emprego "tem de ser mais eficiente, ter uma lógica de funcionamento que promova um acompanhamento mais regular, mais próximo e mais eficaz do desemprego", o que exige mais coordenação. "Os técnicos que lá trabalhem têm que estar mais motivados, mais focados no objectivo essencial, que é acompanhar de perto e a fundo a situação de cada desempregado e encontrar colocação dentro das ofertas disponíveis para estas pessoas", afirmou Santos Pereira. Prevê-se ainda a modernização do sistema de informação dos centos de emprego, para "facilitar o procedimento de colocação de ofertas de emprego no portal netemprego" e permitir "a criação de um registo electrónico público de todas as ofertas de emprego captadas pelo IEFP". O Governo recordou outras medidas que incentivam o regresso ao mercado de trabalho, como é o caso do Estímulo 2012, já no terreno, e a possibilidade de acumular o subsídio com parte do salário, já anunciado. Álvaro Santos Pereira confirmou que estas são algumas das medidas que o Governo vai apresentar na Cimeira Europeia, no início de Março.»

 

Esta noticia teve pelo menos o efeito de me fazer rir à gargalhada! não fosse eu ter a noção de que a realidade nada tem a ver com esta propoganda e acharia tudo isto hilariante...mas depois de me passar o ataque de riso de ver um membro do governo a fazer semelhante «figura de urso» não contenho a minha amarga e realista visão da coisa - infelizmente (para quem me lê bem sabe) bem realista!!

Assim que entrei no mercado de trabalho sempre aproveitei os recursos disponibilizados (até porque na altura ainda acreditava...) e logo me inscrevi num centro de emprego - quantas vezes fui chamada em 12 anos? tirando a última vez em que de facto depois de encontrar a vaga na clínica para a qual fui trabalhar, ter ido ao centro de emprego para formalizar a contratação (por desempregado de longa duração, o empregador tem alguns incentivos), fui chamada zero vezes - zero...

Aliás para alguém como o sr. ministro que não sabe da realidade, eu explico - quando nos inscrevemos temos de ser nós a informar o centro de emprego que encontramos trablho ou estágio e que gostariamos de ser chamados a entrevista, para quando coincidir o termos encontrado algum empregador que tenha lançado uma oferta no centro de emprego, conseguir-mos uma oportunidade....na última sessão para estágios profissionais a que assisti (semana passada) a orientadora lá explicou que assim que estagiário encontrar empresa disposta a aceitar o estágio, esta deve formalizar a candidatura para que já proponha o nome do estagiário pretendido - em altura alguma do processo o centro de emprego procura e seleciona um possível estagiário...

Outra coisa interessante da propaganda feita pelo sr. ministro é dizer que serão feitas cerca de 3 000 colocações por mês porque essas foram as metas definidas - será que as metas foram avisadas??? é que fecham mais de 3000 postos de trabalho por mês, não estou a ver bem como e onde é que as metas vão lá colocar outros 3000....

O portal netemprego existe há muito e não passa de um portal desatualizado e com meia dúzia de ofertas que por norma já foram preenchidas....o portal permite por exemplo (em teoria) ver as ofertas colocadas e aceder à gestão de um curriculo para promover a proximidade com as entidades empregadoras - se funciona??? claro que não, portanto essa «novidade» o sr ministro escusava de a dar...

E a ideia do gestor de carreira do desempregado??? bem confesso que até as lágrimas me saltaram de tanto rir - tou mesmo a imaginar-me de manhãzinha a acordar e a ligar para o meu gestor de carreira «bom dia sr gestor então que ofertas tem para mim hoje?»

 

Ora tirando a parte da estupidez, estou desempregada desde 31 de dezembro e desde erros por causa dos quais (sem culpa alguma) continuo sem receber qualquer subsidio até à saga das apresentações, continuo na mesma - sem perspetivas. Dos oito curriculos e três anúncios de emprego a que me candidatei (nunca nenhum através do centro de emprego mas por por procura minha) tive esta semana duas respostas - uma para me dizerem que a minha idade (mais de 35 anos) já não me permite a candidatura...a outra para me dizerem que agradeciam o envio do currículo mas que de momento não estavam a precisar de ninguém (foram educados ao mandarem-me o email).

Resta-me o envolvimento a 100% nas atividades da APCH para não me deixar abater muito e confesso que o poder ter net gratuita (isto porque vivo numa zona de rede aberta, frente a um edificio público) me ajuda, pois pelo menos não estou a pensar nos custos de teclar mais tempo....

 

postado energia-a-mais às 08:58

Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2012

 

 

segundo um estudo apontado pela TVI as mães portuguesas são das que menos tempo dispõe para elas próprias - menos de 30 minutos diários (o que dá para a higiene pessoal e pouco mais...). Para além de serem das que mais horas trabalham fora de casa, são seguramente das que mais trabalham em casa, gastando o seu tempo entre as tarefas domésticas, as rotinas de compras, desdobrando-se em atender às várias necessidades de todos os membros da família, chamam a si o papel de mãe, esposa e gestora. São ainda as que mais investem em aprofundar o relacionamento com os filhos, com a sua educação, com as suas atividades extra curriculares, com as suas preferencias... No entanto como o dia das mães portuguesas só tem 24H o tempo para se dedicarem com qualidade, acaba por ser reduzido!!!

 

Isto é, comparando com o que se passa nos outros países europeus que também entram no dito estudo, manifestamente ingrato! mas não é isso que pensam as mães portuguesas - apesar deste esforço que as obriga a abdicarem de si como seres individuais, as mães nacionais são as mais agradecidas - bastando um sorriso dos filhos para que se sintam compensadas....

 

O que é que se me oferece dizer sobre isto? bem, que ou as mães portuguesas são verdadeiras heroínas, ou são realmente pouco exigentes em termos pessoais. 

 

...e não meus ricos filhos, a mãe não se contenta só com o vosso lindo sorriso!!!

 

 

postado energia-a-mais às 11:30

Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2012

 

 

vê-se nestas coisas

 

«Tribunal de Lousada absolve Afonso Dias por falta de provas (Lusa)

O tribunal de Lousada absolveu hoje o arguido Afonso Dias do rapto de Rui Pedro, a criança desaparecida em Lousada a 04 de março de 1998, por falta de provas. Ministério Público vai recorrer da decisão.»

 

Porquê? porque um testemunho de uma prostituta vale nada para os senhores juízes - e se é verdade que uma decisão judicial é tomada por homens e mulheres que para além do suposto conhecimento das leis a aplicar (mesmo que tenham copiado no teste de admissão) se guiam pelo seus prórios juzos de valor herdados também pela sua vivência das coisas, então está mais que visto que a justiça está entregue ao preconceito e à mentalidade tacanha...

 

 

 

postado energia-a-mais às 20:09

 

 

os miúdos nunca gostaram - este ano nem um pozinho deixaram colocar...não fossem as serpentinas, papelinhos e o terem ficado em casa nestes dias, teria passado o carnaval sem nada de diferente por comparação com os nossos dias típicos

 

os excessos? as loucuras? bem, esses fazem parte dos nossos dias tipicos!!

 

Quando passam mais dumas horas seguidas dentro de casa, uma destas coisas acontece:

 

  • trucidam-se antes que eu os consiga parar
  • rebentam com tudo o que existe em casa antes de me vir alguma ideia luminosa
  • inventam brincadeiras que ultrapassam os limites do razoável
  • colocam a minha sanidade mental em jogo
embora tente tirá-los de casa sempre que possivel, por vezes não o consigo fazer rapidamente...às vezes eles simplesmente não querem! sobretudo quando o Rafa decide comandar as «brincadeiras» e o mais novo entra no ritmo desenfreado!
Portanto e já que nem os festejos carnavalescos os fizeram sair para a rua, só tive de me adaptar. Acabo invariavelmente por tentar tirar o melhor partido da situação e o meu principal objectivo é sempre o de ser eu a ficar com as rédeas na mão (ou isso ou fugir de casa a sete pés...)
Assim  - ponto 1
mesmo que não queiram é Carnaval e o que se faz no carnaval? solta-se a imaginação! fizemos o nosso baile de máscaras mas sem as máscaras. Foi genial! com a cara a descoberto imitamo-nos uns aos outros - o Quico fez-nos chorar a rir com a imitação de cara de pai e cara de avô! e o Rafa imitou-me na perfeição quando faço (nas palavras dele) cara de betinha...eu?? betinha??? dhaaaa «sim mamã, quando fazes aquela cara de adulta, tás a ver? para falares com outros pais ou nas entevistas...» boa!
Ao som da música e (tentativa) da coreografia de Michel Teló mas na versão do Quico «começa!!! moça ai, ai, assim voçê remata...ai se te pego» muito à frente! um baile super animado  com direito ao lançamento dos tais papelinhos mas em zona circunscrita...
ponto 2
outra das loucuras teve mais a ver com a mesa tradicional desta época - o Quico achou o nome de «Domingo Gordo» super fixe! pelo menos até perceber que isso estava relacionado com as carnes do belo cozido à portuguesa (e que bem que o avô o prepara!) e quando viu as travessas cheias e tanto para comer quis logo mudar o nome do domingo assim para um «domingo lasanha», ou «domingo de batata frita». Mas para o Rafa foi um fartote - adorou experimentar a típica couve e os enchidos de sabor acentuado! e quando lhe dei permissão para comer gelado no fim da refeição, ele delirou!
E se ainda a lembrança do cozido estava presente, já a feijoada de Terça de Carnaval fazia as delícias dos dois (e dos outros claro!). Se há coisa que ambos disputam é feijão - mesmo!
Dos doces então - um esmero! as sopas secas e a aletria da avó são super apreciadas. O meu bolo de carnaval nunca poderia faltar. Ou seja, estes três dias serviram para prevaricar - porque afinal como lhes tentei explicar - a vida são dois dias!!! (o Rafa é que não ficou nada convencido da validade desta teoria...)
 
o bolo feito com a ajuda deles e decorado pelo Rafa
com o rapa tigela Quico a dar a ajuda final
 
ponto 3
as brincadeiras variaram entre a total desarrumação da sala improvisadamente transformada em tenda gigante de dois espiões das forças especiais...o revirar dos armários do quarto deles em busca de uma máscara da qual subitamente o Rafa se recordou ao ver o título de um filme que passou na TV na tarde de terça e claro, as repentinas e intempestivas idas ao parque frente a casa. Aqui, orgulhosamente sós os miúdos deram um toque carnavalesco à pacata zona onde vivemos, num dia em que os serviços municipais estavam abertos mas sem utentes e as lojas e empresas privadas quase todas optaram por fechar portas - ou seja, nada de relevo ou sequer remotamente semelhante ao carnaval passou por cá...e não fossem os despojos de papel deixados pelo Quico, os senhores da recolha de lixo nem teriam qualquer lembrança da data....
e pronto, com ritmo de samba no pé para terminar em grande os nossos festejos caseiros, passou-se mais uma quadra, para mim com o habitual esforço de manter alguma ordem mas desta vez mais à vontade pois sendo Carnaval ninguém tem que levar a mal!
postado energia-a-mais às 09:08

Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2012

 

 

com ou sem ela, aproveitem o dia e façam o que habitualmente não fazem no resto do ano - brinquem, deixem a alegria tomar conta das situações e libertem a mente sendo irreverentes q.b!

 

 

 

 

 

Bom Carnaval!!!

 

 

 

postado energia-a-mais às 08:58

Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2012

 

podem ter diferentes interpretações mas o objectivo é sempre o mesmo

 

brincar com a vida porque no resto dos dias é a vida que brinca connosco!

 

embora este ano o governo tenha afastado a hipótese de tolerância de ponto nesse dia, o pessoal continua a ver na terça de carnaval o único dia em que pode e até deve, olhar as coisas sérias com olhos de «louco». Entretanto e aproveitando o bom tempo, o Domingo Gordo foi pretexto para, com mais ou menos tradição, com mais ou menos importação sambista, com mais ou menos recursos, fazer os foliões sairem à rua. Este é um dia aliado à satira e à visão do «povo» sobre quem nos governa. É aliás a sátira social e a crítica que mexe com o corso carnavalesco, seja ele mais ou menos rico! enquanto não chega o verdadeiro dia de Carnaval, fiquem com esta ronda em fotos

 

 

 

imagem da net - Carnaval de Torres Vedras (tradicional mas atualizado)

 

 

 

O samba esteve em Ovar 

 

imagem da net - Carnaval de Ovar (este é mais samba...)

 

 

 

imagem da net - Carnaval de Loulé (à portuguesa!)

 

 

 

Alberto João Jardim (Homem de Gouveia/Lusa) 

 

imagem da net - Carnaval da Madeira (teso mas bem disposto, para turista ver)

 

 

Depois, claro existe o nosso carnaval, muito mais caseiro e com outro tipo de excessos...mas esse eu conto noutro post!

 

Bom Carnaval!!

 


postado energia-a-mais às 08:49

Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2012

 

 

recados tão «básicos» que irritam {#emotions_dlg.annoyed}

 

do Rafa

 

«o seu educando atrasa-se sistematicamente a entrar na aula de educação física, demora muito tempo para trocar de roupa. Tem de o alertar para esse facto e providenciar para que não tenha tanta dificuldade em se vestir e calçar...»

 

e este

 

«o seu educando não conseguiu passar uma frase do quadro porque esteve o tempo todo a afiar o lápis...»

 

recado meu aos recados

 

o meu educando sofre de PHDA patologia que entre outras caraterísticas o faz ter dificuldades de motricidade «fina» ou seja nota-se por exemplo no vestir e no calçar e ter dificuldades de concentração que se nota por exemplo no facto de perder muito tempo a executar uma tarefa que não era importante (afiar o lápis) e não conseguir terminar a tarefa que era exigida (copiar a frase do quadro)

Agradeço que tenham com o meu educando a capacidade de flexibilizar as regras e sobretudo de ajudar a que cumpra com as suas tarefas escolares

 

isto para além do Quico continuar a ter momentos de «bradar aos céus» e ter ficado de castigo na pré porque simplesmente tem formas «diferentes» de interpretar as brincadeiras...safa-o a A. a sua «namorada» auxiliar do ATL! mas para o ano tenho dúvidas de que a coisa corra assim tão bem...

 

tou irritada...tou!

 

 

 

postado energia-a-mais às 11:14

Quarta-feira, 15 de Fevereiro de 2012

 

 

abstratos são difíceis de explicar aos miúdos...ao Rafa é mesmo impossível!

 

por isso para explicar porque é que se diz que há comidas «românticas», ontem fiz-lhe isto de sobremesa

 

 

o conceito de castigo continua a ser difícil de cumprir, por isso ele ainda não tem as 100 frases escritas no caderno...no entanto o tempo é um conceito mais fácil de explicar e o prazo termina hoje à noite

 

Nada abstrato é o conceito de briga matinal - pelo menos cá em casa é bastante conhecido. Hoje foi preciso pulso firme para os separar e muita paciência para aturar a natural casmurrice de «quem tem razão»...

 

Hoje o meu querido sobrinho S. faz 3 aninhos. Mesmo que não possa dar-lho pessoalmente, mando-lhe um beijo cheio de ternura e muitos votos de felicidades!

 

 

postado energia-a-mais às 10:17

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
17
18

19
25

26
28


disseram agora
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
Boa tarde. O dr. Luís dá consultas em braga, aveir...
Boa tarde, é possível dizer-me onde dá consulta o ...
Olá,Desculpe intrometer-me mas será que me podia f...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Os que me visitam
Passam por cá - desde 18/11/09
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro