A Hiperactividade vista à lupa

Quinta-feira, 31 de Outubro de 2013
Sabe porque é que a abóbora é um símbolo do Halloween?



A tradição de utilizar a abóbora iluminada surgiu na Irlanda. Segundo reza a lenda, Jack, um ladrão que morreu de tanto beber, foi impedido de entrar não só no Paraíso, por levar uma vida muito avarenta, como também no Inferno por ter enganado o Diabo.

Jack não tinha para onde ir e o seu espírito foi forçado a vaguear pelo mundo, implorando ao Diabo que acendesse umas brasas para iluminar o seu caminho na escuridão.

Dado o pedido, foi-lhe entregue um pedaço de carvão incandescente, pedaço esse que Jack colocou dentro de um buraco de um nabo oco, para que conseguisse ver a luz que iluminava a sua alma e o seu caminho.

Esta tradição irlandesa foi levada para os Estados Unidos na década de 1940 mas, quando os irlandeses repararam que não existiam muito nabos, mas sim abóboras em abundância, fizeram a substituição.

E assim a abóbora tornou-se num dos principais símbolos do Halloween. 


Texto tirado daqui 



Os meus miúdos adoooram esta noite de doçuras, muita traquinice e decorações fantasmagóricas. Nunca querem participar na festa das escolas mas em casa fazem a desforra. Acho que se sentem acanhados com os fatos e pinturas em frente aos outros miúdos - em casa no entanto, pelo menos o Quico deixa que o pinte e usa de toda a sua imaginação para se enfeitar! depois tento fazer reportagem fotográfica!

 

bons festejos se gostarem deste tema! 




postado energia-a-mais às 10:55

Segunda-feira, 28 de Outubro de 2013

 

 

do Quico

 

porque percebeu que não vai poder mascarar-se de «pila rôbot gigante com cara de zombie» para o halloween! esse seria o seu fato de eleição e foi duro cair na realidade de que não, não vai ser possível usar algo assim...

 

depois do choque lá veio um ainda relutante «ok! então vou mesmo de esqueleto com uma faca espetada na cabeça...»

 

pronto! por cá já se remexe no caldeirão da poção mágica

 

  

 

e as decorações já ensombram a nossa porta!

 

 

postado energia-a-mais às 13:52

Segunda-feira, 21 de Outubro de 2013

 

 

o Quico vai ter hoje a primeira sessão do apoio psicológico disponibilizado pela equipa psicopedagógica da câmara municipal que intervém nas escolas

 

Assim, após uma reunião preliminar com as psicólogas que vão acompanhar o meu pequenito, hoje será o início de uma intervenção na escola, o que facilita muito tanto para mim, como mãe e sobretudo para o Quico, pois continua no seu ambiente. Estes encontros com a psicóloga serão semanais e durante uma parte da manhã das segundas feiras

 

Espero que ele colabore porque este apoio é uma mais valia na relação com o contexto escolar e com a família!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 14:25

Quarta-feira, 16 de Outubro de 2013

 

 

não, não vou falar de como os cortes disfarçados de OE vão afetar este agregado familiar - até porque com tantos analistas e comentadores cheios de sábios conhecimentos e fundamentadas análises, eu acabaria por ser obrigada a reconhecer que afinal aqui em casa somos ricos, ainda respiramos e o governo deixou de fora dos cortes o ar, pelo menos para 2014!

 

a minha visão do OE apresentado pela primeira vez por Maria Luís é bem mais simplista, sem nenhuma pretensão de analisar o que os portugueses deixam de ter

 

primeiro ponto: a tática de MLA é bem diferente da do ministro anterior - Gaspar adormecia-nos «durante», Albuquerque tentou adormecer-nos nos «preliminares», repararam como foi looooonga a introdução explicativa do OE? tão histórica e dramática? Aposto que no próximo orçamento a ministra nos vai remeter para a época dos descobrimentos e explicar que temos um orçamento tão duro porque naquela altura vivemos acima das nossas possibilidades, gastamos muito com as caravelas que serviam as expedições e os salários desses funcionários públicos eram demasiado altos, por isso os de agora têm de pagar as «favas»!

 

segundo ponto: os gráficos que ilustram este OE são muito mais «in», viram a cor das barrinhas?

 

terceiro ponto: no governo, todas as senhoras usam os serviços da mesma cabeleireira (aliás, acho que todos os membos do governo, usam os mesmos serviços...) repararam no magnífico estilo capilar das senhoras sentadas naquela mesa? 

 

e pronto! é o que me apraz dizer sobre o orçamento de estado / 2014....{#emotions_dlg.sarcastic}

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 11:55

Segunda-feira, 14 de Outubro de 2013

 

Os pais de crianças com PHDA sabem que os progressos devem sempre ser registados!

 

O Quico terminou o ano letivo passado, sem ter conseguido atingir os objetivos em algumas áreas de aprendizagem - nomeadamente a língua portuguesa, além de se notar ter dificuldades em acompanhar o ritmo dos colegas na sala de aula.

Após o diagnóstico de PHDA com predominância de déficit de atenção, o Quico iniciou um programa de ajustamento e tratamento que inclui medicação com meltefedinato (faz 10mg diários), apoio de ensino especial a língua portuguesa, apoio psicopedagógico e terá testes diferenciados nas avaliações curriculares. Os problemas comportamentais decorrentes desta perturbação estão a ser corrigidos com terapias comportamentais em casa e com seguimento na escola, sobretudo na forma como os «castigos» são aplicados, baseando-se agora muito mais a intervenção pelo reforço positivo.

 

Apesar do diagnóstico ter sido feito ainda no decorrer do ano anterior, só este ano letivo estas medidas foram postas em prática. O Quico iniciou a medicação em setembro e embora continue a ter os tais efeitos indesejáveis de que já aqui dei conta - perda de apetite, dores de barriga e dores de cabeça ao final do dia (muitas vezes estes efeitos são transitórios mas algumas crianças sentem-nos mais tempo e mais intensamente do que outras) notam-se melhorias substanciais em relação ao essencial - capacidade de atenção e concentração, comportamento mais ajustado e rendimento mais elevado na escola.

Agora os trabalhos escolares decorrem num bom ritmo, a sua capacidade de concentração aumentou e isso reflete-se nos resultados obtidos. Tanto que ainda não acabou o 1º período mas as diferenças são óbvias o que aumenta os elogios e por consequência a sua auto estima e a sua vontade em demonstrar que consegue - aliás posso registar com orgulho que o Quico sabe oficialmente «ler sozinho» algo com que nem sonhava há uns meses atrás!

 

Que outros pais não pensem no entanto que apenas o comprimidinho fez o «milagre»! nem por sombras - se não fosse o empenho nas atitudes que rodeiam todo o contexto em que a criança se desenvolve, o esforço por parte de quem lida com estes meninos(as) e o comprimido faria apenas parte da rotina mas não da mudança. Essa acontece cá em casa especialmente porque consigo também eu, dar mais de mim, estar mais disponível para o ajudar com os tpc, manter a calma quando a coisa de descontrola, dar-lhe no fundo, a estabilidade que necessita sem lhe cortar a liberdade e sem lhe negar a sua «diferença».

 

e nunca deixem de registar esses progressos dos vossos filhos com PHDA, sejam eles deste ou de outro tipo, às vezes até o progresso de terem conseguido sozinhos levar uma simples tarefa até ao fim - e quando digo «registar» digo demonstrar que esse feito foi atingido e por isso lhe devem dar valor - significa que muitos outros objetivos ao longo da vida podem ser conseguidos se não se desistir, se não se ignorar a PHDA!

 

 

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 11:40

Terça-feira, 08 de Outubro de 2013

 

se for português, a resposta é

 

 

muito dificilmente!

 

Na verdade  a julgar pela dificuldade encontrada por mais do que uma pessoa bem próxima (uma delas o meu marido) pode ser mesmo uma tarefa ingrata e assustadoramente desmotivadora! para além da burocracia com papelada vária (desde contrato de trabalho, garantias bancárias, fiadores, número do agregado familiar, situação marital, cauções, etc, etc.) as agências desmarcam visitas sem motivo aparente, acrescentam valores com despesas não mencionadas antes, colocam todos os entraves possíveis até que o próprio interessado desista!

 

...e se há mais do que um interessado de nacionalidade diferente da portuguesa? pois - no caso de serem de outros países não posso confirmar mas se o interessado portugues «concorre» com um belga ou luxemburguês, então a resposta é «o senhorio preferiu arrendar ao outro»

 

 

  

 

Atenção que não estou a falar de alguém que tenta arranjar casa sem ter trabalho, isso nem sequer seria considerado. Falo de alguém com contrato já efetivo a residir no luxemburgo já à tempo suficiente para se perceber que quer lá ficar. E de casas que não são «pardieiros» decrépitos ou quartos de comuna, os tais de serviços sociais. Falo de arrendar estúdios ou apartamentos a valores não inferiores a 600€/mês com caução de 3 meses e gastos extra que podem ir aos 200€ mensais - o normal nesse país para uma pessoa só (no caso de uma família que precise de 2 quartos a conta sobe para os 1500/1600€ mais os tais 200€/mês)

 

Quem acha que emigrar é a salvação, informe-se muito bem mas mesmo muito bem e faça muitas contas antes de «dar o salto» - senão bem pode cair no abismo em menos de um clique!

 

 

postado energia-a-mais às 14:33

Segunda-feira, 07 de Outubro de 2013

 

Neste país à beira mar plantado, parece que o lema passou a ser, vamos lá cortar...

 

E corta-se...principalmente corta-se em quem sobrevive

 

Mais um pacote de cortes para fazer face às vontades da troika, significa muito provavelmente que vai ser, para muitas famílias mais um golpe na sobrevivência! O olhar esgazeado de Mota Soares, diz muito!

 

Vamos, lixem-nos mais pedaço - a malta sobrevive! (por enquanto)

postado energia-a-mais às 11:46

Quinta-feira, 03 de Outubro de 2013

 

 

precisa-se!

 

Isto de se ter só fiilhos machos dá nisto:

 

está uma pessoa a aperalta-se provando um vestidinho (que aliás adoro, feito pela minha mãe) e quando pede a opinião aos rapazes, um deles atira «humm, não tá mal...é um pijama?» bolas, claro que não, não vês que é um vestido?! 

 

e diz o outro «tu também, andas sempre com vestidinhos, vestidinhos, porquê??» ora, então que querias, não sou uma senhora?

 

para depois ouvir isto com muita convicção «ora, tu não és uma senhora, és uma mãe! e uma mãe anda de calças de ganga e ténis....»

 

Opá! mães de todo o mundo, por favor, vistam lá uns vestidinhos de vez em quando, senão os meus putos acham que sou um alien!

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 10:18

Quarta-feira, 02 de Outubro de 2013

 

 

sabem o que é acordar com um hiperativo aos berros às 3h00 da matina? não? eu digo

 

Primeiro ponto - um portador da hiperatividade não tem um acordar como os vulgares demais...não! um hiperativo acorda com as pilhas todas ligadas, como se a corrente já estivesse a funcionar à horas!

Assim, quando o Rafa me chama em altos berros «Oh mãe! MÃE! MÃAEEEE!» eu já sei que vão passar loooooongos minutos (horas até) sem voltar a pregar olho...

 

E se aos berros, saltos, pinotes o Rafa garante que ouviu uma melga a zumbir no seu ouvido, mesmo que o meu cerebro ainda esteja a tentar arrancar-me às profundezas do meu sono, o meu corpo tem de reagir! e lá andei até às 4h e tal, chinelo na mão, ora acende ora apaga a luz, tentando manter a conversa do Rafa em tom controlado e orando com fervor para que a maldita da melga se resolvesse a aparecer....

 

 

ai! escusado será dizer que entretanto o Rafa continuou a falar como se os assuntos mais urgentes fossem as aplicações do novo jogo que descarregou para o PC ou a vontade inadiável de ter um telemovel porque afinal é o único miúdo que não tem nenhum...

Nunca mais a minha pestana voltou a fechar como devia...juro que não vi nada parecido com uma melga mas acabei por «matar» qualquer coisa...ou pelo menos consegui fazer o Rafa acreditar que sim...

 

Tou que nem posso, nada de invulgar afinal!

 

tags: , , ,
postado energia-a-mais às 10:48

mais sobre mim
que querem saber?
 
Outubro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
29
30


disseram agora
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
Boa tarde. O dr. Luís dá consultas em braga, aveir...
Boa tarde, é possível dizer-me onde dá consulta o ...
Olá,Desculpe intrometer-me mas será que me podia f...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Os que me visitam
Passam por cá - desde 18/11/09
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro