A Hiperactividade vista à lupa

Terça-feira, 17 de Setembro de 2013

 

o início do ano escolar foi normal - ora vejamos:

 

o Quico está no 2º ano do ensino básico

 

no agrupamento a que pertence, as atividades letivas tiveram início no dia 16 como era previsto. Tem uma carga horária de 25 horas letivas semanais distribuídas tão corretamente que dois dias por semana começa o dia às 9h00 e termina às 17h30 (falamos de crianças com 6/7 anos) só com atividade letiva - as AEC's este ano limitam-se a três (Expressões plásticas, ingles e educação física, sendo que apenas estão distribuidas em dois dias por semana). Nos dias em que as atividades letivas se prolongam até às 17h30, fazem uma interrupção de meia hora entre as 15h30 e as 16h00 - espera-se uma grande «normalidade» depois das crianças terem ficado na escola durante mais de 5h, terem de voltar a entrar para mais uma hora e meia de aula.

Espera-se que os professores consigam dominar a «normalidade» que certamente se irá instalar....o aproveitamento desta carga horária será o «normal» portanto, refletido em resultados «normais» de notas de exames nacionais demonstrativos das dificuldades nas áreas fundamentais da aprendizagem. Tão «normal» que ninguém parece dar já grande importância, prevalecendo a ideia de quanto maior for o número de horas passadas nas salas, mais se aprende....Daí que não encontrei pais indignados com esta sobrecarga nos primeiros anos de ensino, nem vi professores preocupados com este sistema. Tudo normal afinal - tal como o ministro frisou...

 

 

o Rafa está no 7º ano do 3º ciclo

 

os alunos foram chamados a 16, tal como previsto - todos os professores este ano são novos, a mudança ainda não acabou pois tem professores colocados que estão de licença e portanto não se apresentaram, outros que ainda não estão colocados - de resto uma situação «normal»

no ano em que vai estrear um novo programa de ensino da matemática, a carga horária da disciplina diminuiu em relação ao ano anterior, o que parece ser também «normal» dado que nem os professores sabem exatamente como aplicar o novo programa....

 

e pronto - a normalidade está seguramente nos olhos de quem a vê, assim vai o nosso país, onde não apenas no ensino mas em tudo o resto, já nada  surpreende o português «normal»!

 

 

postado energia-a-mais às 10:49

De C. a 17 de Setembro de 2013 às 12:05
Pois o " normal". Tal como é normal chegar ao C.Saude às 8:50 com uma consulta pediatrcia marcada às 9:20, serem 9:30 e a pequena não ter sido sequer ainda vista pela enfermeira e a médica ( cujas consultaas começavam às 8:30) ainda não ter sequer chegado. Ainda ouvi um " pois quando vimos para aqui já sabemos que temos de esperar" vindo de uma mente brilhante ( senhora na sala de espera) ao que a resposta " Ó minha senhora! se chegar ao trabalho uma hora depois descontam-me do salário: Pena que assim não seja com os médicos! E devido a mentalidades como a sua é que estamos como estamos". Obviamente que ficou tudo a olhar. Também, ficaram a olhar quando assim que a médica chegou me fizeram entrar, atenderam a pequena, e sim...passei à frente dos outros. Mas como "os outros" já sabiam que tinham de esperar e eu não. Temos pena.

País tão medíocre o nosso. O NORMAl portanto...certo?
Bah!

Abraço ;)

De energia-a-mais a 17 de Setembro de 2013 às 12:21
Tal como digo amiga, instalou-se a normalidade em que nada funciona...mas ainda existe um «punhado» de gente que sabe que deve exigir, que se indigna quando deve! logo ainda há alguma esperança!

Bom ano para os teus meninos, beijinhos

Teresa

De Jorge Soares a 17 de Setembro de 2013 às 12:07
Pois... parece que infelizmente isto já é tudo normal... tão normal, que tirando pessoas como tu e como eu, que se calhar devido às circunstâncias temos mais sensibilidade para o assunto, não vi muita mais gente a reclamar de tamanha (a)normalidade.

Enfim

Jorge

De energia-a-mais a 17 de Setembro de 2013 às 12:23
Verdade! e depois ficam a olhar para mim como se eu fosse marciana quando me ouvem questionar certas coisas nas reuniões...

Teresa

De Maria Pereira a 17 de Setembro de 2013 às 16:11
Uma normalidade muito estanha, sem duvida....

Mas seja como for, que corra tudo o melhor possivel para os teus meninos :)

Bjs

De energia-a-mais a 18 de Setembro de 2013 às 10:48
Tens razão, é estranho...mas aceita-se não é? ou reclama-se, como eu que vou para a reunião perguntar porque se fazem horários destes...
Tudo de bom para os teus príncipes também

Beijinhos
Teresa

De Nadia a 17 de Setembro de 2013 às 22:46
Assustadoramente normal...
Esperemos que os nossos meninos não percam as forças e a motivação! O cenário não é nada animador :(
Um Bj p Ti & Rapazes. Desejos de uma boa rentrée e de um bom ano letivo!

De energia-a-mais a 18 de Setembro de 2013 às 10:49
Verdade minha querida, muitas vezes assusto-me com o que se perfila no futuro dos nossos meninos...mas não vamos perder a motivação de os ver felizes não é? Beijos bom ano para os teus lindos

Teresa


mais sobre mim
que querem saber?
 
Setembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
19
20
21

22
25
26
27
28

29


disseram agora
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
Boa tarde. O dr. Luís dá consultas em braga, aveir...
Boa tarde, é possível dizer-me onde dá consulta o ...
Olá,Desculpe intrometer-me mas será que me podia f...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Os que me visitam
Passam por cá - desde 18/11/09

blogs SAPO


Universidade de Aveiro