A Hiperactividade vista à lupa

Terça-feira, 31 de Dezembro de 2013

 

aqui vai mais um {#emotions_dlg.happy}

 

Um Novo Ano repleto de coisas boas, principalmente um 2014 com mais respeito pelas pessoas, com mais união nacional e maior abundância de valores (dos materiais também claro, que ninguém vive do ar, certo?)

 

 

  

 

 

sejam felizes!!

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 14:14

Sexta-feira, 27 de Dezembro de 2013

 

Por favor meu Deus, mantêm-me longe das tentações

 

 

 

afasta-me dos desvios mais calóricos

 

 

 

 

e longe dos caminho das mesas cheias

 

 

 

e depois destes dias festivos, perdoa-me os excessos e permite que volte ao meu peso antigo {#emotions_dlg.angel}

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 18:54

Terça-feira, 01 de Janeiro de 2013

 

Que os nossos verdadeiros amigos se mantenham connosco, que tenhamos saúde para aguentar os ciclos menos bons e que consigamos dar as mãos uns aos outros sempre que os obstáculos nos surgirem pela frente

 

Queremos mais trabalho, mais dinheiro e mais estabilidade. Queremos mais altruísmo, menos arrogância, mais sinceridade. Queremos ser mais família, mais união e mais amizade

 

O Quico quer ganhar o euromilhões para ter uma casa «toda pintadinha de novo» e um jardim enorme para ter três cães {#emotions_dlg.lol}

 

O Rafa quer um portátil para eu não o poder chatear com o uso excessivo do nosso PC {#emotions_dlg.sarcastic}

 

Queremos um benfica campeão {#emotions_dlg.benfica} queremos umas férias num parque natural, cheio de adrenalina e desportos radicais para combinar descanso com aventura. Queremos sol e calor todos os meses do ano para o Quico e o Rafa andarem de manga curta sempre{#emotions_dlg.sol} 

 

 

 

....e porque estamos a dois dias do reinício das aulas os miúdos querem prolongar as férias (mas este desejo eu não compartilho)



VAMOS LÁ FAZER DESTE ANO UM ANO MELHOR PARA TODOS!





postado energia-a-mais às 17:54

Domingo, 30 de Dezembro de 2012

 

 

e não se compadece com atribuladas viagens de Vida

 

porque este não foi um ano fácil, por cá tivemos dias bem agitados e super endiabrados. Nem as festas fazem dois enérgicos rapazes ficarem exaustos, aliás fazem estes enérgicos diabretes ficarem ainda mais eléctricos! Cada segundo que passamos por casa foi mais um momento de desgaste. E com momentos assim, não há «elasticidade» nem paciência que dure....

 

Foi um ano de mudanças...um ano de perdas, algumas aprendizagens - não necessariamente felizes. Logo em janeiro passei à condição de desempregada. Sem trabalho perdemos algum desafogo que se começava a vislumbrar após anos de luta e muita precariedade. Também o pai se viu a braços com a perda de estabilidade depois de cinco anos de trabalho em espanha e decidiu rumar para outras paragens, perdendo cada vez mais a já frágil ligação que mantinha com as crianças e comigo. Perdemos portanto enquanto família, o pilar da proximidade. E não, ninguém venha dizer que com as novas tecnologias do longe se faz perto, porque não há tecnologia que substitua o abraço paternal, o beijo na hora do dormir, o ombro para se encostar.

Mudei entretanto para a condição de «desempregada com ocupação a tempo inteiro», uma genial invenção do estado para conseguir manter o mísero subsídio a que tenho direito. Perdi autonomia, perdi confiança nas minhas capacidades, perdi motivação. 

Os meus pais perderam este ano muito da sua saúde. Sempre em permanente desassossego, desgastados pela luta de vigiarem dois miúdos com PHDA e com tarefas que já exigem demais para as suas idades e competências. Perdeu a minha mãe, cujo acidente em abril a atirou para meses de recuperação dolorosa e perdeu o meu pai, cuja saúde nos pregou um susto grande demais para ser ignorado.

 

Este foi o ano de entrada no ensino básico para o Quico. Entrada difícil a prever muitas horas de luta. Já perdi muitas horas de sono à conta desta nova etapa e irei perder muitas mais (farei post sobre este assunto pois há muito para partilhar aqui)

O Rafa está desde a metade deste ano a «viver» uma nova obsessão e muito perde à sua volta pois não mostra qualquer interesse para além daquele - quem com ele tem de (con)viver, quase perde o juízo, aprendendo ainda como lidar com esta nova fase!

 

2012 não me deixa saudades. O novo ano que se aproxima não vem risonho. Estou a ser muito dramática? talvez, sempre fui de grandes convicções - até na tristeza!

 

Se porventura tenho alguma esperança que isto vá melhorar? Não. Não no sentido que todos gostaríamos, não como país, como povo, como nação. Não vamos ter mais emprego em 2013, não vamos ter melhores condições de vida, não vamos ter melhores escolas, melhores hospitais. Não vamos deixar de ouvir falar em austeridade e não vamos deixar de viver com as moedas contadas, para que o governo as venha buscar em impostos...

Mas uma coisa vos digo - tenho dois filhos  que vão viver mais um ano das suas vidas na mais absoluta das certezas - esta mãe vai manter tudo no lugar. Vai sempre dar-lhes o melhor de si própria, vai continuar a ensinar-lhes que podemos ter o que queremos, se nunca deixar-mos de acreditar. 

 

em 2013 o mundo não pode parar - a nossa Vida também não!

 

 

P.S - não podia terminar sem a minha pontinha de ironia - pois não é que perdi a chave de casa? até isso me aconteceu....xô 2012, xô!

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:13

Terça-feira, 03 de Janeiro de 2012

 

 

do Novo Ano

 

depois de duas crises terríveis do Rafa no último dia do ano de 2011 e outra no primeiro dia de 2012, nada do que vem pela frente me pode surpreender

 

 

Na minha cabeça os preparativos para o fim de ano não ocuparam muito espaço. Tento controlar-me para o que de novo 2012 me reservou mas na verdade, ainda estou numa fase de adaptação e tudo me parece distante - talvez por isso, esta «passagem de ano» nao me tenha entusiasmado como em anos anteriores e nem mesmo os miúdos elétricos que tenho, sempre a pedirem novidades, me tenham despertado a imaginação...

 

Ficamos por casa, com mais ou menos sobressaltos, com o Rafa a ter em pleno dia 31 uma valente crise, obrigando-nos a um esforço suplementar para acalmar a situação (cada vez que o Rafa fica fora de si, o Quico reage de modo perturbador - desta vez escondeu-se debaixo da mesa da cozinha e tivemos de passar mais de uma hora para o tirar de lá...) o que bastou para nos pôr os nervos em franja e sem grandes vontades para festejos....Sinceramente fiquei o resto do tempo a pensar em como seria complicado ajustar a minha maneira de lidar com o Rafa, ao modo como o pai lida com ele....Se bem que haja muito diálogo entre nós sobre os nossos filhos, com a agravante da presença física do pai ser cada vez mais rara, sinto que a distância se acentuou no último ano e com o natural crescimento do Rafa, fica ainda mais difícil concertar estratégias...se a vida com o Rafa é uma aprendizagem contínua, temo que o pai nao consiga aprender o suficiente para superar as dificuldades - eu própria acho que preciso de ficar mais atenta ou corro o risco de não passar nos testes...

 

Enfim, à nossa maneira lá entramos em 2012, juntamente com os avós, apesar de tudo com alguma disposição, fruto de um misto de traquinice e curiosidade do mais novo, este ano absolutamente decidido a brindar «vai a cima, vai abaixo, vai ao centro e....vai pra dentro!!!»

Cenas caricatas - a do Rafa, sempre apressado que queria engolir de uma só vez as 12 passas da praxe e que obviamente se engasgou....o mano que foi em seu socorro acabou por encontar motivos para bater nas costas de todos os presentes, a bisa que se recusou a comer uma sopinha preferindo as iguarias mais «apimentadas» que estavam sobre a mesa...

 

 

 

No dia de Ano Novo, festejamos os 40 anos de casados dos avós, motivo para, com a ajuda do Rafa, oferecer um pequeno filme editado em casa, recordando alguns dos momentos mais marcantes na vida dos meus pais. Por ser com a ajuda do Rafa, o flme foi mais curto do que eu previra inicialmente, pois a pressa com que quer terminar qualquer projeto que lhe interesse fá-lo querer acabar tudo rapidamente - assim, o número do fotos usadas, o tipo de efeitos, as legendas, etc, acabaram por ser reduzidas...mas como o que conta é a intenção, os avós adoraram e até se emocionaram enquanto viam o DVD.

 

 

 

que os dois ainda tenham muitos anos juntos pela frente!

 

E assim entramos definitivamente num ano que será para mim, o de maior desafio de que me lembre...desafio que poderá não ser muito positivo e para o qual terei de me preparar....mesmo que isso signifique alterar radicalmente o rumo da minha vida...

 

postado energia-a-mais às 09:04

Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011

 

em fase de contagem decrescente para a entrada de 2012, para os miúdos apenas mais uma festa, mais um motivo para a tradicional histeria bem disposta que os carateriza

 

 

 

Querem escolher as coisas velhas para se desfazerem delas, o que por cá se traduz em mais e mais sacos com brinquedos partidos, cacos que se foram juntando e que por falta de tempo e de paciência, ninguém tinha ainda levado para o lixo. Também é altura de algumas limpezas, com o Quico a ajudar a avó com todo o empenho - coitada da avó {#emotions_dlg.sarcastic}- tem de se entrar no novo ano com menos «velharias» para dar lugar às novas...

 

Também estão entusiasmados com a permissão para ficarem acordados, por poderem beber bebidas com «bolhinhas» para imitarem os adultos que brindam com champanhe. O Quico lembrou-se que podemos subir para uma cadeira enquanto se enche a boca com passas...e o Rafa decidiu que este ano vai contar as 12 badaladas com chocolates

 

 

 

 

 

De resto os desejos são os mesmos de todos os anos - muita saúde, mais tempo em família, mais dinheiro, menos canseiras e sobretudo muito amor!

 

Vivam 2012 da melhor maneira e com esperança que apesar da conjuntura menos favorável, se consiga dar a volta por cima 

 


 

 


postado energia-a-mais às 09:12

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
Boa tarde. O dr. Luís dá consultas em braga, aveir...
Boa tarde, é possível dizer-me onde dá consulta o ...
Olá,Desculpe intrometer-me mas será que me podia f...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Os que me visitam
Passam por cá - desde 18/11/09

blogs SAPO


Universidade de Aveiro