A Hiperactividade vista à lupa

Sábado, 26 de Julho de 2014

 

 

são aqueles que estão sempre presentes, os que não deixam desanimar, os que inventam o tempo, fazem magia com as mãos, contam as melhores histórias, cozinham a melhor comida do mundo, brincam como crianças, mimam como ninguém mais! 

 

 

 

 

os Avós são o melhor do Mundo!

 

a todos os Avós que no portugal de hoje conseguem ser os pilares da família, um muito obrigado!

 

 

 

postado energia-a-mais às 12:23

Quarta-feira, 10 de Julho de 2013

 

do Rafa

 

para quem acompanha (mesmo que não de forma assídua) este blog, este tema já não é propriamente novo. Já por cá falei algumas vezes de uma das facetas mais difíceis de gerir com o meu filho mais velho, desde que foi diagnosticado como tendo uma grave perturbação do comportamento, conhecida clinicamente como TOD (transtorno de oposição/desafio), uma das comorbilidades associadas ao seu tipo de PHDA.

Neste post faço um resumo de como lidar com este distúrbio e das dificuldades que enfrentam todos os educadores que são obrigados a testar estratégias para alcançar bons resultados com crianças desafiantes.

Claro que o mais complicado continua a ser a imprevisibilidade de reações explosivas que nem sempre são detetadas a olhos menos treinados ( mesmo para quem está habituado, por vezes surgem tão efervescentes e tão subitamente que nem nos apercebemos). No Rafa surgem como do nada, ou por motivos para nós tão subtis que nunca nos passaria pela cabeça, olhar para eles em pormenor.

Sempre foi assim, com o passar do tempo começaram a ser mais ou menos entendidas por nós adultos, como tal, começamos a ter meios de combater essa situação mais tranquilamente. No entanto, são sempre motivo de grande tensão, muita incerteza em relação ao desfecho e muito complexas para serem compreendidas pelo irmão mais novo...

 

Ultimamente e dado que estou «presa» sem férias num CEI, os meus pais são o pronto-socorro de plantão, com enorme desgaste para ambos e com cada vez mais pressão familiar. Reconheço que me sinto impotente pois fazer a minha casa funcionar sem eu estar presente fisicamente é, para os que ficam lá a comandar, uma autêntica batalha. E os meus pais, embora sejam os únicos (para além de mim própria) que conhecem intimamente todas as caraterísticas dos meus meninos e tiveram desde sempre grandes doses de informação e técnicas para lidarem com eles, estão exaustos, sobretudo pela necessidade física de uma grande preparação a par da elevada resistência psicológica!

 

Uma das últimas explosões do Rafa aconteceu por causa de uma...ventoinha! e acredito que os avós tenham vivido um turbilhão de emoções enquanto sentiam a fúria dele, preservando ao mesmo tempo a integridade física de cada um dos presentes, e em especial a integridade emocional que sobrevive depois de cada luta.

Sou portanto eternamente agradecida aos meus pais por tudo o que fazem e por tudo o que somam na já longa guerra da hiperatividade. Uma gratidão que um dia gostaria de homenagear de modo mais prático, através de ações concretas como dar-lhes oportunidade de verem nos netos adultos, pessoas felizes e equilibradas - porque graças a eles, a PHDA é tratada com o devido respeito.

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:02

Segunda-feira, 18 de Março de 2013

 

 

para fazerem gato sapato dos avós nestes 15 looooongos dias de férias....

 

 

O Rafa só grita FÉRIAAAAAASSS imitado pelo Quico em altos berros, circulam pela casa, correndo um atrás do outro como se tivessem estado presos anos a fio e agora alguém tivesse aberto a porta da jaula!

 

A julgar por estes primeiros dois dias de liberdade, os avós terão muito que correr e penar...tadinhos, juro que se tivesse outra alternativa daria uma folga aos meus pais mas este ano, com a mísera féria que ganho, não tenho muitas possibilidades de os colocar em atividades extra. Por outro lado conto com a afincada resistência dos meus rapazes que apenas querem curtir sem ter uma rotina que lembre a escola...o que eu até entendo! claro que ainda falta uma parte essencial para que possam descansar - ou seja saber os resultados deste período (sem grandes expectativas para não sofrer desilusões mas acreditando que ambos se vão tornar cada vez mais responsáveis)

 

Bem, com mais ou menos ovos, mais ou menos pinturas de páscoa, vamos ver como correm estas férias, a ver se vou tendo tempo para umas postagens de actualização lol!

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:09

Terça-feira, 03 de Janeiro de 2012

 

 

do Novo Ano

 

depois de duas crises terríveis do Rafa no último dia do ano de 2011 e outra no primeiro dia de 2012, nada do que vem pela frente me pode surpreender

 

 

Na minha cabeça os preparativos para o fim de ano não ocuparam muito espaço. Tento controlar-me para o que de novo 2012 me reservou mas na verdade, ainda estou numa fase de adaptação e tudo me parece distante - talvez por isso, esta «passagem de ano» nao me tenha entusiasmado como em anos anteriores e nem mesmo os miúdos elétricos que tenho, sempre a pedirem novidades, me tenham despertado a imaginação...

 

Ficamos por casa, com mais ou menos sobressaltos, com o Rafa a ter em pleno dia 31 uma valente crise, obrigando-nos a um esforço suplementar para acalmar a situação (cada vez que o Rafa fica fora de si, o Quico reage de modo perturbador - desta vez escondeu-se debaixo da mesa da cozinha e tivemos de passar mais de uma hora para o tirar de lá...) o que bastou para nos pôr os nervos em franja e sem grandes vontades para festejos....Sinceramente fiquei o resto do tempo a pensar em como seria complicado ajustar a minha maneira de lidar com o Rafa, ao modo como o pai lida com ele....Se bem que haja muito diálogo entre nós sobre os nossos filhos, com a agravante da presença física do pai ser cada vez mais rara, sinto que a distância se acentuou no último ano e com o natural crescimento do Rafa, fica ainda mais difícil concertar estratégias...se a vida com o Rafa é uma aprendizagem contínua, temo que o pai nao consiga aprender o suficiente para superar as dificuldades - eu própria acho que preciso de ficar mais atenta ou corro o risco de não passar nos testes...

 

Enfim, à nossa maneira lá entramos em 2012, juntamente com os avós, apesar de tudo com alguma disposição, fruto de um misto de traquinice e curiosidade do mais novo, este ano absolutamente decidido a brindar «vai a cima, vai abaixo, vai ao centro e....vai pra dentro!!!»

Cenas caricatas - a do Rafa, sempre apressado que queria engolir de uma só vez as 12 passas da praxe e que obviamente se engasgou....o mano que foi em seu socorro acabou por encontar motivos para bater nas costas de todos os presentes, a bisa que se recusou a comer uma sopinha preferindo as iguarias mais «apimentadas» que estavam sobre a mesa...

 

 

 

No dia de Ano Novo, festejamos os 40 anos de casados dos avós, motivo para, com a ajuda do Rafa, oferecer um pequeno filme editado em casa, recordando alguns dos momentos mais marcantes na vida dos meus pais. Por ser com a ajuda do Rafa, o flme foi mais curto do que eu previra inicialmente, pois a pressa com que quer terminar qualquer projeto que lhe interesse fá-lo querer acabar tudo rapidamente - assim, o número do fotos usadas, o tipo de efeitos, as legendas, etc, acabaram por ser reduzidas...mas como o que conta é a intenção, os avós adoraram e até se emocionaram enquanto viam o DVD.

 

 

 

que os dois ainda tenham muitos anos juntos pela frente!

 

E assim entramos definitivamente num ano que será para mim, o de maior desafio de que me lembre...desafio que poderá não ser muito positivo e para o qual terei de me preparar....mesmo que isso signifique alterar radicalmente o rumo da minha vida...

 

postado energia-a-mais às 09:04

Terça-feira, 26 de Julho de 2011

 

 

Avós do Mundo....

 

os de cá de casa {#emotions_dlg.blink} claro! acredito que hajam muitos «os melhores...» noutras casas!

 

 

 

 

 

 

que tenham um dia mais descansado e menos stressante do que o habitual com muitos mimimhos dos netinhos, sei que isso os faria muito felizes!

 

 

uma beijoca doce e super reconhecida, porque sem estes avós, o meu papel de mãe seria (ainda) muito mais difícil....

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:46

Quarta-feira, 29 de Junho de 2011

 

 

....quatro braços, quatro pernas e quatro pés

 

 

não conseguem ver rápido o suficiente para agarrar melhor e correr mais do que

 

o dono de uns olhos de águia, braços de ferro e pernas de velocista....

 

 

por isso ontem aconteceu isto

 

O Quico correu desalmadamente para a rua, mesmo para a frente dos carros....depois e como viu que os avós o tentavam agarrar, correu ainda mais, saltou e fintou até à exaustão e até ter feito parar o trânsito (FELIZMENTE)

 

 

entretanto arranjou umas pedras que jogou para a rua, já com outros carros a passarem...e depois disto, os avós levaram-no para casa, onde o tentaram colocar de castigo...

 

quase uma hora de destruição caseira resultou numa série de objectos decorativos partidos e alguns brinquedos confiscados

 

Quando cheguei, reforçei o castigo, nada de computador e consolas, TV só com autorização dos avós...ou minha. Nada de crepes com gelado, durante uma semana

 

O Quico tem uma tendência enorme para se pendurar em janelas, lançar-se para cima dos carros e colocar-se em situações realmente perigosas. Nem com todos os olhos a vigiarem, se evitam momentos de aflição. Os meus pais têm passado as «passa do Algarve» para acompanharem o ritmo frenético dos meus rapazes...

 

confesso que me sinto culpada por os deixar todo o dia com os meus pais - ainda por cima, tendo em conta que a minha mãe deveria estar a descansar, pois está de férias do trabalho...

 

no entanto a partir de sexta feira, dia 1 as coisas serão diferentes - pelo menos acredito que irei conseguir levar o Rafa para o campo de férias e que por arrasto consigo colocar o Quico no ATL da pré, durante o mês de Julho!

 

 

postado energia-a-mais às 09:45

Segunda-feira, 26 de Julho de 2010

 

São muitas vezes postos de lado na educação das crianças...

 

mas pensamos neles quando queremos um «tempinho só para nós»...

 

em muitas culturas são vistos como o símbolo da da aprendizagem e do conhecimento, seres respeitados e a quem se pede conselho para guiarem os netos,

 

Cá por casa são os pilares, ajudam em tudo, adoram os netos acima de qualquer coisa e só por isso os Amamos e Respeitamos! Hoje é dia dos Avós e temos alguns miminhos para eles (a minha mãe ontem estava super cansada e não queria que fosse trabalhar...mas foi, por isso temos de aguardar que chegue mais logo)

 

Para o Rafa «o avô é muito fixe, ajuda-me a treinar à bola e tudo...» a avó é «muito gira e faz muitos mimos»

 

O Quico adoooooora o avô que «é muito amiguinhooooooo e muito jeitoso» lol! e a avó «tem uma casa muito gira e é muito quidinha»

 

 

e eu se um dia fôr avó quero ser igual a eles! hehehehe

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 10:20

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
Boa tarde. O dr. Luís dá consultas em braga, aveir...
Boa tarde, é possível dizer-me onde dá consulta o ...
Olá,Desculpe intrometer-me mas será que me podia f...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Os que me visitam
Passam por cá - desde 18/11/09
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro