A Hiperactividade vista à lupa

Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2015

 

 

Bom, mesmo que esta não seja uma data muito significativa cá em casa (palhaçadas temos todos os dias do ano) para quem gostar da folia e diversão, que aproveite!

 

 

carnaval.jpg

 

postado energia-a-mais às 09:17

Domingo, 10 de Fevereiro de 2013

 

 

Não temos uma grande tradição de festejos carnavalescos, confesso...

 

 

Cá por casa apreciamos a tradição de um bom cozido à portuguesa e de uns docinhos saborosos. Por isso fazemos do carnaval mais um festejo na mesa do que na rua...Também com a chuva e o frio que se fazem sentir, não apetece sair de casa.

 

 

 

 

 

 

 imagem da net

 

 

 

 

Festejem como quiserem e puderem que nós por cá faremos um  carnaval à nossa moda!








postado energia-a-mais às 12:36

Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2013

 

 

não escapamos à chuva e vento fortes deste fim de semana, motivos para mais umas quantas pinceladas de imaginação

 

 

O Quico não foi à rua. Parecia um daqueles cachorrinhos a correr pela casa, cheio de energia mas com espaço limitado. Embora haja muito espaço dentro de casa, acaba por se tornar reduzido quando se passam dois dias sem por o pé fora de portas. 

O Quico passou o tempo a inventar para se distrair. Primeiro inventou uma casa só sua que construiu na sala e à qual só tinhamos acesso depois de ultrapassar um complicado esquema de segurança que incluia passar por baixo de fios estrategicamente colocados na porta, debitar um código que só ele conhecia e outros rigorosos alarmes sonoros.

Decorou essa casa com vários objetos entre alguns brinquedos, livros, almofadas e mantas. Depois fez do sofá a sua piscina interior (porque nas casas dos chiques as piscinas são assim) e fez saltos mirabolantes a par de muita atividade física.

O Quico inventou depois que iria assaltar um banco. Queria ser rápido mas entretanto achou melhor almoçar primeiro. Claro que investiu muito na preparação do plano. Números e letras eram o código secreto que ele foi escrevinhando numa folha para depois utilizar na abertura do cofre. 

Discutiu os pormenores comigo enquanto faziamos panquecas para um pequeno almoço tardio no domingo. Achou que poderia assaltar o banco mais perto de casa porque assim não andava à chuva - temos um banco na entrada ao lado...

Depois de umas belas panquecas com chocolate, fruta e compota, decidiu fazer exercicio para treinar a fuga, assim que terminasse o assalto. Equipou-se a rigor, todo de negro, casaco com capuz, luvas e foi abrir a janela da varanda para verificar de que lado soprava o vento. Achou que soprava de todos os lados o que não tornava fácil trepar pela parede na fuga...resolveu então recolher água da chuva para depois fazer uma experiência....

 

Entretanto o Rafa deixou o PC e os dois engalfinharam-se numa luta. O Quico aproveitou para expor o seu plano ao irmão. Ele revelou-se um aliado improvável. Explicou-lhe que poderia utilizar um carro movido a nitro para escapar em velocidade. E voltou ao PC...e o Quico ficou a pensar no nitro e nos carros fazendo varias experiências que resultaram em enorme bagunça com carrinhos e água à mistura!

Ainda tivemos a companhia dos avós e fizemos bombons caseiros com sabor a cereja. As brincadeiras continuaram em ritmo alucinante, reconfortadas com um lanche delicioso e muita acrobacia do mais novo. O Quico abandonou a ideia de assaltar o banco porque achou que seria melhor e menos arriscado pedir uma ajudinha a Jesus para ganhar o euromilhões - ou isso, ou pedir que chegue depressa o verão, porque assim poderia ir até à piscina dos escorregas

 

Quando chegou a hora de deitar a conversa hoje foi sobre disfarces de carnaval. Depois de o Rafa ter apresentado um papel da escola para os alunos se inscreverem na festa de carnaval, ao que implorou que eu «não autorizasse» pois detesta cortejos carnavalescos e fantasias, o Quico resolveu imaginar o melhor disfarce para si...ainda teve de pensar um bom bocado mas de repente atirou um «já sei - vou de pila!»

 

Terei motivos para me preocupar ou será apenas imaginação? ou talvez o mau tempo tenha algo a ver com isto....

 

postado energia-a-mais às 09:13

Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2012

 

 

os miúdos nunca gostaram - este ano nem um pozinho deixaram colocar...não fossem as serpentinas, papelinhos e o terem ficado em casa nestes dias, teria passado o carnaval sem nada de diferente por comparação com os nossos dias típicos

 

os excessos? as loucuras? bem, esses fazem parte dos nossos dias tipicos!!

 

Quando passam mais dumas horas seguidas dentro de casa, uma destas coisas acontece:

 

  • trucidam-se antes que eu os consiga parar
  • rebentam com tudo o que existe em casa antes de me vir alguma ideia luminosa
  • inventam brincadeiras que ultrapassam os limites do razoável
  • colocam a minha sanidade mental em jogo
embora tente tirá-los de casa sempre que possivel, por vezes não o consigo fazer rapidamente...às vezes eles simplesmente não querem! sobretudo quando o Rafa decide comandar as «brincadeiras» e o mais novo entra no ritmo desenfreado!
Portanto e já que nem os festejos carnavalescos os fizeram sair para a rua, só tive de me adaptar. Acabo invariavelmente por tentar tirar o melhor partido da situação e o meu principal objectivo é sempre o de ser eu a ficar com as rédeas na mão (ou isso ou fugir de casa a sete pés...)
Assim  - ponto 1
mesmo que não queiram é Carnaval e o que se faz no carnaval? solta-se a imaginação! fizemos o nosso baile de máscaras mas sem as máscaras. Foi genial! com a cara a descoberto imitamo-nos uns aos outros - o Quico fez-nos chorar a rir com a imitação de cara de pai e cara de avô! e o Rafa imitou-me na perfeição quando faço (nas palavras dele) cara de betinha...eu?? betinha??? dhaaaa «sim mamã, quando fazes aquela cara de adulta, tás a ver? para falares com outros pais ou nas entevistas...» boa!
Ao som da música e (tentativa) da coreografia de Michel Teló mas na versão do Quico «começa!!! moça ai, ai, assim voçê remata...ai se te pego» muito à frente! um baile super animado  com direito ao lançamento dos tais papelinhos mas em zona circunscrita...
ponto 2
outra das loucuras teve mais a ver com a mesa tradicional desta época - o Quico achou o nome de «Domingo Gordo» super fixe! pelo menos até perceber que isso estava relacionado com as carnes do belo cozido à portuguesa (e que bem que o avô o prepara!) e quando viu as travessas cheias e tanto para comer quis logo mudar o nome do domingo assim para um «domingo lasanha», ou «domingo de batata frita». Mas para o Rafa foi um fartote - adorou experimentar a típica couve e os enchidos de sabor acentuado! e quando lhe dei permissão para comer gelado no fim da refeição, ele delirou!
E se ainda a lembrança do cozido estava presente, já a feijoada de Terça de Carnaval fazia as delícias dos dois (e dos outros claro!). Se há coisa que ambos disputam é feijão - mesmo!
Dos doces então - um esmero! as sopas secas e a aletria da avó são super apreciadas. O meu bolo de carnaval nunca poderia faltar. Ou seja, estes três dias serviram para prevaricar - porque afinal como lhes tentei explicar - a vida são dois dias!!! (o Rafa é que não ficou nada convencido da validade desta teoria...)
 
o bolo feito com a ajuda deles e decorado pelo Rafa
com o rapa tigela Quico a dar a ajuda final
 
ponto 3
as brincadeiras variaram entre a total desarrumação da sala improvisadamente transformada em tenda gigante de dois espiões das forças especiais...o revirar dos armários do quarto deles em busca de uma máscara da qual subitamente o Rafa se recordou ao ver o título de um filme que passou na TV na tarde de terça e claro, as repentinas e intempestivas idas ao parque frente a casa. Aqui, orgulhosamente sós os miúdos deram um toque carnavalesco à pacata zona onde vivemos, num dia em que os serviços municipais estavam abertos mas sem utentes e as lojas e empresas privadas quase todas optaram por fechar portas - ou seja, nada de relevo ou sequer remotamente semelhante ao carnaval passou por cá...e não fossem os despojos de papel deixados pelo Quico, os senhores da recolha de lixo nem teriam qualquer lembrança da data....
e pronto, com ritmo de samba no pé para terminar em grande os nossos festejos caseiros, passou-se mais uma quadra, para mim com o habitual esforço de manter alguma ordem mas desta vez mais à vontade pois sendo Carnaval ninguém tem que levar a mal!
postado energia-a-mais às 09:08

Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2012

 

 

com ou sem ela, aproveitem o dia e façam o que habitualmente não fazem no resto do ano - brinquem, deixem a alegria tomar conta das situações e libertem a mente sendo irreverentes q.b!

 

 

 

 

 

Bom Carnaval!!!

 

 

 

postado energia-a-mais às 08:58

Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2012

 

podem ter diferentes interpretações mas o objectivo é sempre o mesmo

 

brincar com a vida porque no resto dos dias é a vida que brinca connosco!

 

embora este ano o governo tenha afastado a hipótese de tolerância de ponto nesse dia, o pessoal continua a ver na terça de carnaval o único dia em que pode e até deve, olhar as coisas sérias com olhos de «louco». Entretanto e aproveitando o bom tempo, o Domingo Gordo foi pretexto para, com mais ou menos tradição, com mais ou menos importação sambista, com mais ou menos recursos, fazer os foliões sairem à rua. Este é um dia aliado à satira e à visão do «povo» sobre quem nos governa. É aliás a sátira social e a crítica que mexe com o corso carnavalesco, seja ele mais ou menos rico! enquanto não chega o verdadeiro dia de Carnaval, fiquem com esta ronda em fotos

 

 

 

imagem da net - Carnaval de Torres Vedras (tradicional mas atualizado)

 

 

 

O samba esteve em Ovar 

 

imagem da net - Carnaval de Ovar (este é mais samba...)

 

 

 

imagem da net - Carnaval de Loulé (à portuguesa!)

 

 

 

Alberto João Jardim (Homem de Gouveia/Lusa) 

 

imagem da net - Carnaval da Madeira (teso mas bem disposto, para turista ver)

 

 

Depois, claro existe o nosso carnaval, muito mais caseiro e com outro tipo de excessos...mas esse eu conto noutro post!

 

Bom Carnaval!!

 


postado energia-a-mais às 08:49

Domingo, 05 de Fevereiro de 2012

 

 

 

 

Cá em casa confesso, nem somos grandes apreciadores de festejos carnavalescos. Mas a data nunca passa incólume, sempre fizemos o nosso carnaval, aproveitando todas as dicas para que os miúdos libertassem nesse dia a sua energia a mais sem serem chamados de «mal educados». Afinal nesta época ninguém leva a mal certas brincadeiras....

 

Além disso, perto que estamos dum carnaval «famoso», o de Ovar, sempre tivemos uma costela de orgulho pelo Carnaval dos vareiros e já fomos assistir ao vivo e a cores a esse maravilhoso encontro de sambas com cabeçudos, montra de imaginação e folia!!! e até gostei muito!

 

Pois que este ano, o carnaval não pode ser apreciado dessa forma - será, tal como manda o Governo, um dia «normal»...não deixa de ser irónico - nós que temos assistido a belos «carnavais» protagonizados pelos membros do governo, não podemos, por decisão desse mesmo governo fazer tolerância de ponto para poder gozar o carnaval do «povo». Depreendo portanto que só o governo pode fazer o carnaval à sua maneira!!

 

Práticos como os meus miúdos são, logo vão de arranjar soluções - o Quico diz que vai fazer um carnaval em casa, já pediu fitas e papelinhos que é o que mais gosta de lançar...como é em casa podemos apanhá-los e usá-los muitas vezes ao dia (logo esta solução é anti crise). O Rafa ficou mais aflito - na primeira reação, achou muito bem porque assim eu nem precisava de mandar o papel da autorização de participação no cortejo escolar...mas logo se lembrou de que se não vai haver carnaval, tem de haver escola...

 

Na verdade ficou ele e fiquei eu a pensar sobre o assunto - é que eu acho que os professores ainda serão funcionários públicos...portanto se eles não têm tolerância nesse dia, os putos vão ter aulas?? ou irão os professores gramar nas escolas vazias e os alunos ficam com permissão de gazeta??? e se de repente professores e alunos acabarem por gozar a tolerância de ponto, fazendo as atividades na rua???

 

Bem, pelo menos quando o Cavaco, nos idos de 1993 se lembrou de fazer a mesma coisa, levou um chuto nas eleições seguintes - ou seja foi preciso tirar o carnaval ao povo, para o povo o tirar do poleiro...assim já me parece bem mais interessante!!!

A ver vamos então

 

Mas por agora estou mesmo a ver que este ano nem o domingo nos vai valer porque como isto está, de certeza que ninguém se vai atrever a fazer um domingo «gordo» que de gordo nada tem....

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 08:30

Quarta-feira, 09 de Março de 2011

 

 

há dias assim...em que de uma assentada só, se festejam duas datas...

 

talvez por isso e por nada terem que ver uma com a outra, os miúdos andaram um tanto ou quanto baralhados

 

fatos de carnaval, encostados a um canto - por cá nem samba nem serpentina...apenas uma luta caseira em que as fitinhas ora iam parando no chão, ora eram dispostas em cima da cabeça da bisa

 

 

por ser dia da Mulher, o Pai que entretanto estava a ser lietralmente sufocado pelos dois pestinhas, quis oferecer um miminho à mulher da casa e lembrou-se de uma coisa que realmente gosto - um fio da Natura e uma pulseirita a condizer

 

os filhotes, acharam bem que a Mulher fosse tema de conversa - dizem que a Mulher é boa porque é a Mamã e que sem mulheres o mundo não exista (essa foi do Rafa) porque se não houverem bebés o mundo não cresce - se bem que, chegou ele à conclusão, também existem os bebés feitos na máquina

 

ainda deu para levar as crianças ao cinema ver o peludo Zé Colmeia em 3D, primeira experiência com óculos do Quico e primeira vez que ficou até final de um filme...o pior foi o antes da entrada na sala, com eles a fazerem tanta diabrura que acabaram por atraír a atenção dos seguranças

 

 

 

postado energia-a-mais às 11:00

Segunda-feira, 07 de Março de 2011

 

 

assim foi o nosso fim de semana que antecede o Carnaval

 

tal como tinha imaginado, o rescaldo da festa da escola aqueceu o espírito carnavalesco cá por casa - os dois foliões trouxeram o ritmo, a animação e um sabor a música pra «rebolar» como diz o Quico! como sempre que fica entusiasmado, o Rafa quis reviver os momentos mais divertidos da tarde o que provocou um despique entre os dois para nos mostrarem o que tinham feito na escola. Ora com algum sotaque brasileiro, ora com corridas, ora com balões no ar, a festa prolongou-se e o ambiente de sexta à noite acabou quente, com os dois a pegarem-se após as usuais brincadeiras que sempre terminam em confusão...

 

entretanto e apesar de não ter trabalhado no sabado, o Quico foi dormir a casa dos avós e por isso, depois de tomar a medicação, o Rafa acabou por se acalmar e até tivemos um serão bem relaxado, nós dois. 

 

embora estejamos bem perto de um dos Carnavais mais famosos do Norte (e do resto do país) - o de Ovar, aqui tudo é bem morno no que diz respeito a festejos. O sábado passou por entre a expectativa de saber quando chegava o papá e o tempo de disputa dos dois pelo pc, psp, wii, bolas e por mim....claro! e morno continuou, com os miúdos a deixarem de lado as máscaras e fatiotas, bem como alguns apetrechos aos quais acham piada apenas na hora de comprar...

 

não chegamos a ter uma visão do Entrudo e acho que nos esqueceríamos da época não fosse o fato de o Rafa relembrar a cada instante que estava de férias de carnaval e que o pai estava para chegar...

 

até que recebemos um frio balde de água - afinal o pai não vinha passar o domingo, já que a carga aprazada tem de ser descarregada por ele, portanto só na segunda feira ao fim do dia estará por casa - ou seja, resta aguardar que consiga passar connosco a terça feira e talvez um pouco da quarta

 

a desilusão dos miúdos foi imediata, o Rafa então teve logo uma daquelas reacções hiper sensíveis e difíceis de lidar. Mas apesar do frio, tanto no coração como no estado do tempo, acabamos por ter um domingo «vigoroso» feito de caminhadas ao ar livre para apanhar paus e pedras e construir uma gruta para os novos Gormiti, muitos passes de bola aos quais o avô deu uma ajuda, até que a chuva repentina nos fez entrar em casa e nos brindou alguns minutos mais tarde, com um belo arco íris - como que a lembrar que não há frio que sempre dure!

 

 

Tenham um bom Carnaval 

 

 

 

 

tags: , , ,
postado energia-a-mais às 09:02

Sexta-feira, 04 de Março de 2011

 

 

 

 

 

só na escola....o Carnaval já começou!

 

 

um de ninja, o outro como zoombie...lá foram eles com o respectivo lanche para comemorarem na escola esta época de folia!

 

 

 

tags: ,
postado energia-a-mais às 12:49

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
Boa tarde. O dr. Luís dá consultas em braga, aveir...
Boa tarde, é possível dizer-me onde dá consulta o ...
Olá,Desculpe intrometer-me mas será que me podia f...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Os que me visitam
Passam por cá - desde 18/11/09

blogs SAPO


Universidade de Aveiro