A Hiperactividade vista à lupa

Sexta-feira, 25 de Abril de 2014

 

 

 

imagem da net

 

 

Para mim o 25 de Abril é muito mais do que uma data «simbólica»

 

A importância dos valores que passaram com a Revolução de 74 depende de como os transmitimos, de geração em geração, sobretudo no seio da família! pelo menos para mim, só assim fazem sentido, pois se na data eu era pouco mais do que um «rebento» na flôr do primeiro ano de vida, que significado teria o conceito de «liberdade» ou «democracia»?

Foram os meus pais que conseguiram fazer-me sentir essa liberdade. Foram eles que com os seus exemplos, a educação que escolheram dar-me, a dignidade com que viveram a sua condição de «casal pós-25 de Abril», me mostraram o que realmente significou aquela mudança e o que se pode fazer com ela.

 

Até hoje, todos os conceitos - igualdade, fraternidade, democracia - assentam no exemplo desses valores transmitidos. E também eu, deixo aos meus filhos, através das simples regras quotidianas esses valores, cujo significado nunca fica gasto pelo tempo.

 

Passam 40 anos sobre o dia em que os capitães, fazendo eco e tomando em mãos a vontade do Povo, abriram caminho a uma alteração profunda na sociedade do nosso País. 40 anos de mudança, nem sempre bem conduzida é certo mas cuja essência não pode ser «esmagada». Mesmo que para muitos jovens, esta não passe de uma data que se «curte» por ser feriado, mesmo que para muitos outros os valores de abril já nada digam, mesmo que venham outros ainda, tentar subverter esses valores a interesses de ocasião, é minha convicção de que Abril nunca morrerá.

 

E a Revolução vive-se em cada casa. Porque não se mudam mentalidades por decreto. As mudanças são feitas de dentro para fora. E se muita coisa está mal, isso acontece principalmente porque a verdadeira mudança não chegou - apesar das alterações nas leis, muitos dos que viveram o 25 de Abril, continuaram a viver no antigo regime.

 

É por isso que acredito que só com mudanças concretas, na maneira como educamos, como partilhamos os nossos saberes e afectos, no modo como nos posicionamos perante a sociedade, como intervimos e usamos directamente os nossos direitos conquistados com a Revolução, iremos chegando à mudança, fazendo o 25 de Abril Sempre!

 

Nota: para celebrar o 25 de Abril de 2014, cá em casa teremos mais ou menos este guião - os miúdos viram ontem comigo alguns vídeos sobre a Revolução dos Cravos, o Quico esteve a tentar cantar a Grândola porque achou o máximo ter servido como código (códigos e espiões, revoluções e guerras, temas com que o meu mais novo delira!). Hoje vamos tentar visitar algumas das iniciativas aqui da zona, o Rafa fez um trabalho muito giro, uma espécie de folha do jornal daquele tempo que quer oferecer ao avô e o Quico é o responsável por lhe colocar na lapela o mítico cravo!

 

 

A todos um bom feriado e vivam os valores de Abril!

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 08:14

Quarta-feira, 01 de Maio de 2013

 

 

existe uma nova classe no país para quem o 1º Maio tem um significado diferente

 

são os (des) empregados - aqueles que estão sem trabalho, continuam desempregados mas foram contratados pelo estado, trabalhando em instituiçoes públicas a preço de chuva, ou seja pagas pelo subsídio de desemprego.

 

São pessoas sem direitos, sem sindicatos, sem regalias sociais, cujo trabalho não é reconhecido mas que fazem maravilhas em termos estatísticos - sempre que a taxa de desemprego dispara, os centros de emprego colocam logo estes programas em atividade, fintando a realidade, mostrando os números que querem mostrar - daí se explica que a taxa de desemprego tenha «estagnado» apesar de todos conhecermos uma realidade bem diferente!

 

E é assim, nessa classe não reconhecida que me encontro este ano - ouvindo muita gente dizer a propósito da minha situação «mas olha, ainda bem, assim estás distraída, se estivesses em casa seria pior...» ou seja parece que para mim, ou outros como eu a distração passou a ser o nosso sustento...

 

postado energia-a-mais às 09:50

Quarta-feira, 25 de Abril de 2012

 

 

sou das que acha que o 25 de abril tem de ser muito mais do que uma data de calendário

 

os meus pais desde cedo me incutiram o respeito pelo que o 25 de abril representava, ao longo dos anos muitas foram as lutas que o meu pai, sindicalista e acérrimo defensor dos direitos dos trabalhadores travou e que acabei por viver também de forma intensa à medida que ia crescendo e que me tornava mais consciente. Recordo cada história repetida sobre o 25 abril e sobre os capitães que deram o «corpo ao manifesto» para que o povo tivesse voz. A Liberdade é o valor mais precioso do ser Humano. Deixar morrer o 25 de abril é deixar morrer a liberdade....

 

 

cantei-a muitas vezes em menina e faço questão de a trautear aos meus filhos. As canções que marcam a revolução fazem parte do meu imaginário. São elos que unem uma nação e que motivam, mostram a força das palavras que podem ser mais certeiras do que armas!
tenho pena que nos tempos que correm, as pessoas se tenham acomodado, deixam-se «guiar» como cordeirinhos, fazendo parte de um sistema que beneficia apenas quem comanda...
Será que não existem motivos e atropelos que cheguem para que se lute por um futuro melhor? mais digno? e porque é que cada um de nós não faz a sua própria revolução? as coisas só funcionam quando as pessoas se decidem a avançar!
agora que se está a voltar ao tempo em que direitos essenciais como a educação e a saúde estão a ser entregues nas mãos de uma elite mais afortunada, agora que os trabalhadores viram ser retirados direitos conquistados pela geração anterior, agora que aumentam os casos de pobreza extrema....não será altura de fazer algo para mudar o rumo?
por este andar, num país que confunde apatia com «pacifismo» e que se transformou num marasmo, as gerações futuras (as dos meus filhos incluídas já) nunca saberão o que foi o 25 de abril do longínquo ano de 1974...
postado energia-a-mais às 08:34

Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2011

 

 

mais umas fotos para recordar e do mais que se viveu neste feriado

 

 

 a nossa árvore sofreu a sua primeira grande «mossa»...uma briga muito feia entre os meus enérgicos rapazes quebrou a resistência de 8 dias e obrigou a assistência técnica especializada - nada que não estivessemos à espera, no entanto os dois não se livraram do consequente castigo, imediato, duro e eficaz - porta da sala fechada à chave e entrada só quando houver garantias de que nada do que se passou se voltará a repetir (embora na minha perfeita lucidez, saiba que nada pode ser garantido lol). Uma especie de jura feita com lágrimas e selada com ranho fez com que o castigo estivesse «em pena suspensa» durante umas horas para assistirem ao filme dos divertidos Phineas e Ferb sob gélida (a custo) supervisão. Depois, de novo fechada e aguardando provas mais convincentes....

 

 

entretanto e porque era urgente distraí-los para coisas mais saudáveis do que andarem a trucidarem-se um ao outro, fizemos mais uns quantos desenhos para colar no nosso Mural de Natal que pretendo dar a conhecer aqui no blog, no dia 25. A ideia é cobrir uma boa parte da nossa parede da lareira com postais e pinturas da época, quase todas feitas pelos miúdos

 

 

 

num outro registo e porque ainda falta algum tempo para o natal, passamos grande parte da tarde entretidos com a «boa onda» do Quico, aqui em versão «Vasco» com todos os apetrechos e com a minha cama a servir de mar (o Rafa até saltava a alta velocidade de modo a agitar os lençois para aquilo parecer as ondas...) e o avô ajudou à festa, comprando numa daquelas lojas de chinesices um grande saco com animais marinhos onde se incluem lulas, tubarões, baleias, raias, golfinhos e companhia!! Ora vejam lá se o meu rapaz não tem capacidade de imitação?

 

 

ainda sobrou tempo para a avó fazer uma experiência culinária com a ajuda da nossa máquina caseira de fazer pão - criou uma receita original de bolo-rei de nozes com chocolate da qual só não temos fotos porque se acabou a bateria da máquina e ninguém sabia onde estavam as pilhas de substituição - mas como a receita ficou aprovadíssima (a prova é que agora mesmo com a máquina a funcionar não existe bolo para fotografar hehehe) vamos de certeza repeti-la na ceia de Natal e então poderei registar por cá...

 

Pronto - resumo feito, resta aguardar pelo último dia da semana (de nervos para o Rafa que foi incapaz de estudar alguma coisa e vai ter teste a matemática) e esperar que a semana antes das férias dos miúdos nos traga águas menos agitadas!!

 

p.s: continuamos com a data das fotos trocada, embora a do Quico tenha saido sem data visível (coisa que tem a ver com o meu dedo carregar em tudo o que é botão...)

 

postado energia-a-mais às 09:14

Quarta-feira, 02 de Novembro de 2011

 

 

morcegos...

 

cabeças de abóbora acesas! vamos meter medo ao susto huuuuuuuuu!!!! hahahaha!

 

assim cantarolaram os meus rapazes, enquanto me esfalvava para pendurar os adereços e preparava a mesa com os tradicionais doces - mesmo que não tenha afastado as travessuras lol! foi uma correria depois do trabalho para que a noite fosse festejada tal como eles já se habituaram - talvez por ser a única vez no ano em que se regalam com gomas, rebuçados, chocolates e uma parafernália de engenhocas assustadoras, o nosso halloween é uma festa que eles realmente apreciam. O Quico andava eufórico e o Rafa, claro sempre a «abrir». Muito saltaram e cantaram e o meu truque para conseguir um balanço positivo ao fim da noite (sem estragos de maior) foi mantê-los ocupados, repartindo tarefas - sempre com supervisão minha ou dos avós...

 

ora o Rafa e o avô lá se encarregaram de finalizar isto:

 

 

 

e o Quico ajudou a fazer a cobertura dos bolinhos em estilo «vómito verde»

 

 

garanto que apesar do aspeto, estavam deliciosos - o «vómito» tinha sabor a goma e o bolinho era de chocolate!!

 

a nossa mesa estava repleta de gomas, algumas bem sugestivas

 

 

os dentinhos de vampiro foram um sucesso!

 

também não faltou um bolinho do tradicional tom laranja - esta torta de cenoura é das preferidas dos miúdos

 

 

 

e obviamente não podiamos terminar a noite sem o belo do cacau quente - este decorado com marschmallows, bem docinho e quentinho

 

 

e pronto! no próximo ano há mais, seja ou não um costume nacional - para nós é um costume caseiro, simples e familiar!

 

De resto, as tropelias habituais, dores de cabeça mais que acentuadas pois o feriado do dia de Todos os Santos foi passado a três, com eles os dois sempre em constantes brigas, ora porque o Quico anda em fase de agitação, ora porque o Rafa, com testes marcados para estes dias, anda em fase de ebulição. Com o tempo ameno, até se podia libertado alguma energia mas a nossa saída ao parque em frente a casa, terminou com uma grande birra do mais novo que acabou por chutar a bola intecionalmente para a estrada e com o mais velho a querer regressar a casa mal pôs os pés do outro lado do passeio...

 

Consolo meu - consegui desgastar certamente os «kilos» de doçaria que ingeri antes, graças ao corropio sem pausas

 

postado energia-a-mais às 09:06

Quinta-feira, 06 de Outubro de 2011

 

 

fugas à rotina neste outono quente

 

No feriado fomos até á terra de infância da avó...zona agreste, de minas outrora exploradas, há muito abandonadas e que agora permanece numa espécie de limbo - casas da época, totalmente degradadas ainda resistem a par de algumas construções mais recentes, estradas de acesso mas sem condições de atrair turistas, um daqueles lugarejos que ficam escondidos e onde quem lá vive se adaptou à aridez... Rio de Frades já não é o que era, as minas que davam vida e dinheiro a quem por lá se aventurou na epoca do minério, estão desativadas e a avó ficou um tanto desiludida por não ter reconhecido já os sítios da sua meninice que tantas recordações lhe deixaram...Mas a vida continua! e já que dois impancientes pestinhas desesperavam por um lugar mais «apropriado» para uma pausa com lanche, arrancamos pela serra fora e fomos até um dos lugares prediletos da zona - a Freita!

 

 

 

 

 

 

e se houver água por perto, certo é que os miudos a aproveitam logo hehehe

 

 

e esta então, limpa e pura (mesmo que um pouco fria) convidava!

 

embora não seja fácil sair com os miúdos a bordo (5 minutos com eles num carro, é o equivalente a um dia numa casa de tortura) arriscar é palavra de ordem, pelo menos sentimos que o prazer deles compensa o desgaste da viagem...nem que seja só até à próxiam saída....

 

Com a semana a meio, ansiamos agora pelo papá que nos fará companhia por dois ou três dias! espero que os meus enérgicos rapazes não boicotem no entanto estes dois dias de aulas que ainda restam, só me faltava ter de os levar à força, entre os habituais gritos e pinotes com que fazem questão de «brindar» cada vinda do pai....

postado energia-a-mais às 09:14

Sábado, 13 de Agosto de 2011

 

 

será possível entreter os miúdos e ter um belo dum fds (semi) prolongado, com a falta de ideias que me tem atacado?

 

 

se o tempo amanhã o permitir, passeio fora de portas....ou pelo menos fora de casa {#emotions_dlg.lol}

 

talvez um cinema para ver as novidades do grande ecrã na segunda feira...ou quem sabe, uma ida até casa de uns amigos que nos esperam à décadas e que por nunca conseguir-mos conciliar a vinda do papá com esta visita, temos adiado constantemente...ou (ideia que me cruzou a cabecinha de repente) uma ida a Serralves, sempre inspiradora....

 

certo, certo é que o melhor é não planear nada muito elaborado - manter as expectativas simples - afinal, um miúdo com a imprivisibilidade do Rafa pode simplesmente não alinhar em nada....

 

 

Em todo o caso, já diz a bisa há muito «é difícil fazer omeletes sem ovos»....pois que eu cá já me habituei....

 

 

tags: , ,
postado energia-a-mais às 11:59

Quinta-feira, 07 de Outubro de 2010

 

no centenário da República cada um dos meus filhos festejou o feriado de modo diferente!

 

 

O mais novo, trouxe recado da escola, na última segunda feira que deveria estar no dia 5 pelas 15h na escolinha, levando as novas batas escolares. O Quico dizia que ia haver uma festa mas eu que não estava muito a par tive de perguntar o que se iria passar no feriado. Então fiquei a saber que a escola do meu menino mais novo é uma das novas escola abrangidas pelas obras de beneficiação e no caso da pré, novas instalações, oficialmente inauguradas a 5 de Outubro (simbolicamente 100 escolas, nas comemorações dos 100 anos de república)

 

Pois então, apesar do dia chuvoso, os nossos meninos lá estavam à hora marcada, para marcarem presença! sem perceberem porque tinham de estar ali em dia em que os manos não tinham escola, os pais não trabalhavam e lhes pediam para aguardarem na entrada, segurando balões e de batas vestidas...passado os primeiros minutos já mais pareciam um coro de «madalenas» chorando copiosamente pelos seus papás....aguentá-los em pose não foi nada fácil (até porque nestes casos, como sempre, a comitiva chegou com atraso). Quando as excelências passaram pelo meio das crianças, apanharam mais fungadelas ranhosas do que cânticos de louvor à escola

 

O Quico também foi um dos que mais chorou, imagino o que se passaria na cabecinha do meu filhote (eu acho que ele chorava por ver os outros também chorarem...). Mas foi super acarinhado pelas duas maravilhosas funcionárias da CAF (auxiliares) que se desdobravam em miminhos (com todos os miúdos!) e por isso foi aguentando. Quando teve início a canção que escolheram como hino da esola, já ele estava bem mais satisfeito. Depois da visita, os discursos oficiais, com direito a prelúdio em estilo de poema, bem bonito recitado por um grupo de alunos mais velhinhos! e entretanto tive de vir embora pois que o Quico, totalmente ambientado e com amiguinhos por perto tornou-se o seu tão favorito Hulk, imitando os habituais gritos de guerra, os saltos e provas de musculatura! em pleno anfiteatro e com espectadores interessados...saímos de fininho, ou mais ou menos!!!

 

O feriado do Rafa foi bem diferente! Logo pela manhã, chamou-me para o ajudar com um trabalho de casa. Ora fiquei muito orgulhosa pelo interesse, depois percebi que o facto de ser uma pesquisa na net, ajudou! (felizmente existe agora essa possibilidade!) Então a pesquisa era, claro, sobre o significado do 5 de Outubro. Ele estava entusiasmado e eu, para o motivar a terminar essa tarefa, deixei-o usar o meu computador (que ele adora). Expliquei-lhe como devia dirigir a pesquisa e marquei 30 minutos para a recolha de páginas. Depois fui ver como se estava a sair. Tinha feito uma selecção e com a minha ajuda, investigamos algumas, decidimos e imprimimos o seu trabalhinho. Ele estava tão, mas tão contente com o facto de ter terminado um TPC que falou nisso o resto do dia e na manhã seguinta foi a primeira coisa que referiu! Está agora prometido que assim que tiver recebido a nota da professora (seja ela qual for) este trabalho será colocado no eu qaudro de mérito (um quadro em cortiça que temos na parede junto à sua secretária e onde expomos os melhores trabalhos, diplomas e notas escolares)

A professora também o elogiou e mandou fazer um desenho,  para ilustrar o trabalho, o qual mereceu mais elogios! está babadíssimo o meu rapazote!

Depois e como ão quis ir connosco à festa/inauguração, esteve em casa com o avô, até que chegou um amiguinho que lhe fez companhia à qual juntei uma pizza simples e feita cá em casa (com este tempinho, sabe sempre bem)

 

Para feriado, posso dizer que não correu nada mal, pelo menos não tivemos tantas batalhas difíceis e ainda tiramos momentos de pura descontração!

O próximo por cá é já dia 11, feriado municipal! Venha ele....

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 08:48

Terça-feira, 05 de Outubro de 2010

 

 

foi como passamos este último fds cá em casa! nada de novo para quem nos conhece...mas quando a voltagem atingida é tão elevada que corremos o risco de entrar em combustão, então sai um post de registo neste estilo:

 

entramos para o último dia da semana com a chegada do pai. Foi buscar os miúdos à escola na quinta feira o que logo lhes elevou a adrenalina! Para o Quico foi uma festa, teve direito ao pai só para ele durante todo o dia de sexta! Ao fim do dia notavam-se os efeitos da combustão no papá que já só deitava pela boca os habituais suspiros.

Ora, sabendo eu que os pestinhas fariam a vida negra a quem se aproximasse, fiz o que qualquer mãe sensata faria no meu lugar  afastei-me! dediquei a mim própria um bom par de horas (coisa que considero um luxo!) e apesar da algazarra a aumentar de tom, nunca dei um ar da minha graça, até ao minuto em que o pai gritou que se lhe estavam a apagar os fusíveis!

 

Meia-noite e tudo em alvoroço, Rafa com permissão para dormir com o pai, pequeno atracado também, mãe no quarto dos miúdos, gozando na cama do mais velho um sonito mais que merecido! não durou muito, claro mas deu para entrar na manhã de sábado com espírito positivo....

 

adivinhasse eu que o espírito estava mais para o estado de desilusão....Assim, de repente como quem não está a dizer nada de importante «sabes, Rafa, a mãe teve um sonho engraçado! sonhei que tinhas cortado o cabelo, um corte bem giro! até pensei que era a sério!» e ele «tá bem, podemos ir lá hoje, é sábado!»

Respirei «paiiii, o Rafa tomou o comprimido, foi?», pai diz «tomou, quando estava a comer os cereais» ok! este comprimido dá-me uma certa esperança, pelo menos mostrou-se bem disposto e acolheu a ideia!! bora para a cabeleireira antes que seja tarde!!!

 

Ora chegamos, numa hora fantástica, sem mais ninguém na sala, deixo que se sente e começo «M. cortas ao Rafa, não muito! porque já sabes que não quer...mas assim, com mais estilo, para ficar um corte moderno e que possa usar mais compridito...», ok! tudo a correr bem, ele brinca com a cadeira mas nada de grave...

M. pega na tesoura, Rafa salta e grita mas volta a sentar. Puxa cadeira para cima, puxa para baixo, M. tenta parar cadeira, tesoura na mão «tens de ficar mais quieto Rafa, tá bem? senão não consigo...» e conversa para distrair «então a escola? este ano, que fixe vais ser finalista!» conversa não o distrai de tentar sair da cadeira...sempre que a tesoura se aproxima temos berros e saltos e M. cada vez mais desesperada «olha a minha reputação! vão pensar que sou uma desastrada» ele «quero lá saber!» e vai mais uns saltinhos e uma tesourada aqui, outra acolá....

pronto, resta dizer que o final foi apoteótico! o Rafa salta de vez, sai da cadeira, M. fica com tesoura na mão, cabelo meio cortado, uma ponta acima, um lado grande outro mais curto...um corte de gritos!!!! haaaaaaaaaaa, gritei eu!

 

depois disto ninguém o convence a dar mais umas tesouradas, nem que seja para acertar o tamanho de um lado e de outro...guerra de tesouras, é coisa que não vou ver por uns tempos

 

Em casa, o festival de gritaria continuou, o Rafa descontrolado não sossegava e o Quico cada vez mais nervoso gritava que se fartava! o pai tentava permanecer no meio mas sem pernas e braços extras, ficou difícil controlar os dois putos....e por fim descobri que o comprimido se encontrava afinal no chão, ao lado da cadeira do Rafa...

 

de repente o mais novo vai buscar uma faca e ameaça o irmão, o que provoca um autêntico pandemónio pois o Rafa fica absolutamente histérico quando vê o Quico de faca na mão...e nós ficamos aflitos também! depois de umas quantas voltas mirabolantes com todos a correr atrás de todos, lá consegui tirar a faca e repôr algum controlo!

 

mas com todo o histerismo e correria tivemos de separar os miúdos e a solução foi eu com o Quico, Rafa com o pai e nada de cruzamentos! a hora do jantar foi como sempre em correria, muito porque o Rafa queria que todos víssemos um filme o que aproveitamos para fazer em estilo VIP - sala a meia luz, mesa com bufete variado, ao qual se juntaram as tradicionais pipocas e cola! lá se consegue tirar partido de tanto entusiasmo, afinal temos sempre gente animada e vontade para risota!

 

Domingo, houve festa de aniversário de um amiguinho do Quico, muita gente convidada, muitos meninos da nova escola mais os da antiga, muita brincadeira preparada. Os manos mais crescidos também eles quase todos colegas de escola, foram também convidados - para eles tudo o que gostam, consolas e jogos para todos os gostos, muita comidinha, uma tarde de festarola.

Quico e Rafa chegaram «pegados» à festa e foi com dificuldade que os separamos. Depois de entrarem novos miúdos lá foram cada um para os seus interesses!

O Quico passou o tempo a correr, saltar e intrepretar à sua maneira o seu personagem favorito - Hulk, por isso andava sempre a subir para o telhado da casa de brincar que tinham colocado na festa, bem como a atazanar com toda a fúria do homem verde, os miúdos conhecidos e desconhecidos que lhe apareciam à frente!

 

Entretanto, eu e o papá resolvemos aproveitar a folga para fazer umas compritas urgentes para os dois (até porque o pai tinha de sair na madrugada) o que se revelou uma tarefa difícil pois teve que ser em velocidade...nem sempre as pressas são amigas destas necessidades, pois saimos de lá com coisas que não servem e que vão ter de ser trocadas, ou com coisas totalmente desnecessárias (pelo preço!). Além disso ficamos com a sensação de que nunca estivemos sozinhos....

 

O fim do dia de domingo trouxe mais umas quantas zaragatas entre os miúdos, os dois querendo contar tudo o que se passara na festa, os dois querendo colo, os dois querendo exclusiva atenção! O pai que queria ver um filme a passar no AXN quase tinha um ataque, os miúdos estiveram até tarde a disputar cada pedacinho de território. Às vezes com demasiada exuberância, danificando as paredes da sala, o que fez o pai afirmar «vai tu para lá, porque eu não os aguento!»

 

E pronto, sem qualquer minuto de descanso, lá se acabou o fds! o pai foi-se embora, os miúdos acalmaram um pouco e no dia da Républica temos programa especial! O Quico tem uma festa na escola para a qual fomos convidados, pelas 15h. O Rafa tem de fazer uma pesquisa sobre as comemorações do 5 de Outubro, para a qual me convidou lol!

 

Bom feriado a todos!

 

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 08:49

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
Boa tarde. O dr. Luís dá consultas em braga, aveir...
Boa tarde, é possível dizer-me onde dá consulta o ...
Olá,Desculpe intrometer-me mas será que me podia f...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Os que me visitam
Passam por cá - desde 18/11/09
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro