A Hiperactividade vista à lupa

Quinta-feira, 22 de Março de 2012

 

 

quem lida com idosos sabe que poucas diferenças existem entre os cuidados a ter com eles ou com crianças...

 

a minha avó, 91 prestes a chegar, de férrea vontade e (até agora) saúde, é daquelas de feitiozinho «retorcido». Pouco caso faz dos nossos avisos e não raramente desafia-nos com atitudes de absoluta infantilidade, como atravessar a rua fora do sítio apropriado (passadeira para quê??? os outros também são atropelados na passadeira...) ou subir a um banco para chegar a algo que está fora do seu alcance...

 

Isto pode dar (por vezes dá mesmo) em acidentes de maior ou menor gravidade, obrigando-nos a um redobrar de atenções e algumas discussões...Ora na terça feira uma escorregadela à chegada ao patamar junto ao elevador, fruto de um querer chegar às escuras até ao mesmo e um tropeção na bengala de apoio, deixou a minha avó estatelada no chão, com a testa toda aberta e um osso do cotovelo estalado. E foi mesmo um susto maior, sentido primeiro pelo meu pai que estava em minha casa a tratar do almoço e que deu conta de um barulho estranho, logo depois da minha avó ter saído para ir à padaria. Muito sangue, muita aflição, eu tive de interromper um encontro na APCH e lá fui com ela para as urgências - duas horas e muita sutura depois, tranferem-na para ortopedia e para o hospital central. Pois que aí esteve mais de 7 horas, tendo feito mais alguns exames e tendo sido ligada com talas para manter o braço imóvel. E pronto lá veio para casa toda «enfaixada» como diz o Rafa, com mais alívio da nossa parte por ver-mos que continua com o seu feitio de sempre, resmungando contra todo o tempo que lá esteve e de como demoraram a atende-la e de como nem lhe deram nada para comer e porque aquilo (urgências de um grande hospital) é uma autêntica confusão e não tem «jeito nenhum»...

 

Depois de dois enormes pratos de canja e de um belo prato de cerelac (para grande gozo do Quico que lha queria dar à boca) lá se habituou à sua nova condição de «semi-acamada» sempre com resposta na ponta da lingua e com obvia satisfação por ser o centro das atenções {#emotions_dlg.blink}

 

 

haverá susto maior do que temer pela vida dos nossos?

 


postado energia-a-mais às 10:54

Sexta-feira, 08 de Julho de 2011

 

 

que nos fazem pensar em como é fina a linha que separa a vida da morte....

 

Como já aqui referi por várias vezes, o meu Quico, talvez porque sempre viveu num ambiente altamente eléctrico, é um menino de quase cinco anos bastante agitado. Tem momentos em que se torna impossível de parar...mesmo nas brincadeiras, é uma criança que não pára por muito tempo, embora como já disse também, diferente do irmão (que sofre de PHDA de tipo impulsivo) pois consegue construir um mundo imaginário, do faz-de-conta, bem dentro do que seria normal numa criança desta idade! adora os heróis e vilões e acha, claro que os consegue imitar - e muitas vezes imita-os mesmo!

 

Das coisas mais perigosas que faz há uma que sempre me assustou terrivelmente - vivo num prédio, num quarto andar, bastante alto, tenho umas vidraças grandes, com peitoris muito baixos que permitem ao Quico milhentas acrobacias. Dentro, essas janelas fecham com um pouco seguro sistema de pega, bastando para as abrir, rodar essa pega e puxar a janela. Embora as janelas sejam muito pesadas (por isso algo difíceis para uma criança pequena puxar) o Quico já as consegue abrir e tem por hábito colocar-se perigosamente pendurado nelas...

Além disso, descobriu que se pode agarrar a duas dessas pegas e trepar pelas janelas, aproveitando o formato (rectângulos grandes, divididos pelos suportes metálicos dos vidros). Desta vez agarrou-se mas deu impulso aos pés, empurrando-se para trás e baloiçando. Assim, com a força provocada pelo impacto e pelo peso do Quico, a janela acabou por se desencaixar em cima, caindo para a parte de fora, com o fecho/pega voltada para o ar e com o Quico lá agarrado....

 

Como é que a janela (super pesada, com vidro duplo e grande) não virou toda para fora e não caiu, só pode ter sido obra angelical....ter o meu Pai visto o que aconteceu na altura certa, também foi providencial  e ter o Quico saído ileso disto só por milagre!

 

Eu sei, pode parecer coisa de mãe «desleixada», deixar o miúdo num local onde pode facilmente chegar à janela...mas a verdade é que em todas as divisões da casa esse perigo existe, embora com fechos de segurança, o Quico é perito em conseguir furar o esquema, acrescentando que é humanamente impossível (a não ser que esteja sempre com ele - como se isso fosse possível!) manter todas as atenções nele, quando se tem uma casa para cuidar, jantar para preparar, banhos para arranjar, com os dois sempre a correr pela casa, brincando aos ninjas, aos vampiros ou piratas, brandindo espadas, ou saltando sobre móveis....

 

Fiquei «gelada» claro! nem sei como abordar o assunto, uma vez que já o repreendi diversas vezes, coloquei-o de castigo muitas outras, fiz-lhe ver que pode morrer e que ao contrário do que pensa, isso não pode ser remediado nunca...Já falei com calma, mostrando com livros e figurinhas os acidentes mais perigosos e como se deve ter cuidado...mas nada parece fazer efeito por muito tempo....Ando terrivelmente assustada e fico tão ansiosa quando não o vejo perto de mim, que até quando vai à casa de banho, o estou sempre a chamar....

 

acreditem que isto vivido quase diariamente vai arrasando a «boa onda» de qualquer pessoa...ufff! ando super cansada e as férias deles só agora começaram...

 

postado energia-a-mais às 08:46

Quinta-feira, 07 de Julho de 2011

 

 

protecção de um anjo bom....

 

 

 

 

 

 

por isso o meu Obrigada!

 

(apanho cada susto com o Quico que ainda tremo só de pensar...)

 

 

 

tags: , ,
postado energia-a-mais às 10:45

Terça-feira, 28 de Julho de 2009

estariam hoje três mortos cá em casa..

 

Fim da tarde, muitas brigas entre os dois irmãos, mãe fora até muito tarde, dois adultos esgotados e divididos entre a tarefa de banhos, jantares, separar os dois putos, colocar a casa em ordem (possível) e uma bisa que não consegue fazer mais, um pequeno descuido...dá para este susto de morte:

 

ninguém reparou que a janela da sala tinha ficado aberta até mais tarde (por norma abre-se as janelas durante a tarde para fazer entrar ar fresco pois a casa é muito quente, mas fecham-se no fim da tarde quando os miúdos estão para chegar da escola). A minha avó estava na varanda do quarto das crianças e os meus pais na cozinha, o Rafa fazia pinos no meu quarto e o Quico circulava pela casa, ora com a bisa, ora sozinho...

 

assim não admira que ás tantas lhe tenham perdido o rasto, cada qual pensando que estaria com os outros...na verdade ele estava entretidíssimo a fazer uma coisa que gosta muito - em cima de um banco, debruçado na janela....

 

Claro que os meus pais e a bisa quase tiveram um colapso quando deram com ele! eu quase tinha um colapso quando soube (e nem vi, imagino eles!!!)

 

Tudo se passou muito depressa, mesmo assim, deu tempo suficiente para o Quico enviar para o terraço do primeiro andar - dois cadernos do irmão, uma chupeta, uma parte de uma pista de carrinhos, dois estojos da escola, uma almofada (!) e muita papelada que ainda não reconheci  - é que já estava escuro quando cheguei a casa e os meus vizinhos do terraço estão para fora, não dá para ter acesso às coisas.

O certo é que para jogar tanta coisa pela janela, ele passou lá um bom bocado...com a janela escancarada e sem protecção....

 

do susto não me livro e por isso ainda agora fui verificar (pela milésima vez) se tenho todas as inúmeras janelas bem fechadas! e uma lição ficou - mesmo com adultos por perto TODO O CUIDADO É POUCO!

 

 

 

 

sinto-me: doente com isto!
postado energia-a-mais às 23:34

Quinta-feira, 08 de Janeiro de 2009

...e sobressaltos!!

 

Pois é, estes dois últimos dias não foram lá muito tranquilos...coisa típica portanto...

 

Ontem o Rafa teve a sua primeira crise oficial de 2009, ou melhor foi um 2 em 1 - dois momentos de descontrole no mesmo dia...

Aconteceu na escola ainda durante a manhã...estava eu na reunião do departamento onde trabalho e por isso não tinha comigo o telemóvel, logo, quando mais tarde vi que tinha 3 chamadas da escola, fiquei em sobressalto!

 

O meu filhote tem levado um objecto de que gosta muito, mas ontem sem ter reparado deixou-o no carro...quando se apercebeu de que não o tinha na escola, entrou em combustão...eu sei que não é fácil controlar o meu filhote quando ele entra em histeria...na escola ficaram com receio, pois da maneira como ele reagiu, julgaram o pior - que ele entraria em desatino...para quem sabe o que é uma crise de ansiedade e pânico em conjunto é fácil imaginar a cena! O Rafa fica mesmo descontrolado, é uma aflição para ele e para quem assiste...

Tenho a dizer que as funcionárias e professora, foram impecáveis, não descansaram enquanto não chegaram realmente á fala comigo, para que eu o podesse tranquilizar! (bj Dª Isabel) Mesmo depois de lhe garantirem que eu tinha na minha posse o dito objecto, ele continuou muito agitado e assim permaneceu pelo dia fora até que despoletou uma crise de agressividade...

No intervalo da tarde, um confronto com alguns colegas obrigou a nova intevenção, desta vez apenas a professora deu conta do recado...

 

 

Tivemos por isso um final do dia muito agitado, pois ele vinha efervescente e só com muita calma consegui eu própria garantir a continuidade da nossa rotina em casa...

 

 

Hoje, novo sobressalto, desta feita por causa do mais pequenino, que como anda na fase dos grandes saltos...fez um enorme alto na testa, depois de ter batido com a dita na beira da sanita ao descer o banco de apoio, no infantário...

Ficou com mais uma história para contar e eu com mais um cabelo branco, pois isto de andar em sobressalto constante faz envelhecer, lol!

 

 

postado energia-a-mais às 23:27

Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

Estamos a entrar na época mais empolgante para o Rafael - a Noite das Bruxas!!! O meu filhote adora a ideia de pregar partidas e sempre que o pode fazer sem castigo - aproveita!

Desde os seus 3 anitos que dou importância a cada época festiva, seja mais formal (como Natal, Páscoa ou aniversários) seja as festinhas mais «comerciais» como dia da criança, dia do Sorriso ou esta Noite das Bruxas.

Enfeitamos a casa com toda a pompa, decoramos a porta da entrada com aranhas, morcegos e bruxinhas em vassouras, temos uma bruxa de tamanho grande que ri sempre que se passa perto dela (tive problemas o ano passado porque o Rafa queria estar sempre a fazer rir a coitada e ela agora só ri se batemos palmas ou fazemos muito barulho!) e compro sempre uma cabaça recortada que deixamos com velas lá dentro (mas daquelas eléctricas para não haver acidentes...) Decoramos a mesa, nessa noite sempre com guloseimas como gomas, rebuçados e chocolates que no final de jantar o Rafa coloca num saco e vai de porta em porta no prédio, gritando a plenos pulmões «Doces ou partidas!», arrecadando por norma mais uns quantos docinhos, lol!

 

Este ano estou muito curiosa por ver como vai o Francisco entrar na festa. É costume o infantário incentivar este tipo de coisas, as educadoras costumam pintar os meninos, é servido um lanche diferente e tudo é decorado a preceito!

Estes momentos são muito bons para os meninos com hiperactividade  porque vivem intensamente tudo o que foge á rotina! Mas só resultam se forem bem controlados porque depressa pode acabar em grande histeria, como uma crise nervosa que o Rafael fez, no primeiro ano que festejou esta festa no ATL que frequentava na altura. Como reinava muita confusão e o meu filhote ficou descontrolado, acabou por ser necessário chamarem-me porque não conseguiam fazê-lo parar de destruir tudo...

No entanto, medicado e com o ambiente certo, esta é uma noite em que nos divertimos imenso, em que me deixo levar pela fantasia e aprecio as risadas dos meus pequenitos e os sustos que damos aos vizinhos (quase todos alinham na brincadeira, embora existam portas em que não me atrevo a tocar...vivem lá bruxinhas todo o ano, ehehehe!)

postado energia-a-mais às 23:33

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
Boa tarde. O dr. Luís dá consultas em braga, aveir...
Boa tarde, é possível dizer-me onde dá consulta o ...
Olá,Desculpe intrometer-me mas será que me podia f...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Os que me visitam
Passam por cá - desde 18/11/09
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro