A Hiperactividade vista à lupa

Segunda-feira, 18 de Junho de 2012

 

em família para se aguentar coisas destas...

 

dia do aniversário do meu pai - de manhã uma correria para ultimar os preparativos, incluindo fazer dois bolinhos e ajudar com a sardinha e a bifana (isto porque o avô se encarregou depois de ser ele a comandar a acção). Como era dia de escola para os miúdos, tive de fazer a logística normal dos horários e ter ao mesmo tempo de olhar pelos extra, era imperativo ter uns miminhos para oferecer ao nosso «antónio».

Tudo pronto a tempo de ir buscar as crianças e assistir ao jogo com a Dinamarca. O jantar foi em casa dos avós para que a avó estivesse mais sossegada...só que o sossego ficou bem longe! mal os miúdos chegaram a coisa descambou com o Rafa histérico a gritar palavras desconexas (coisa a que já nos habituamos pois acontece sempre que está demasiado nervoso). Ouvir «cócó» e «chulé», gritado a plenos pulmões, com gritaria de fundo do Quico e muita correria dos dois, sem que se perca o fio condutor, requer muito treino...

Ao sinal de «mesa pronta» mais eles gritaram, cada qual querendo ser o primeiro a provar a sardinha assada e o Rafa em particular agarrado à bifana, tentando comer tudo ao mesmo tempo...e ter de os aturar aos berros a disputar a atenção dos adultos, é um esforço que obriga a muito treino...

Entretanto, os dois pegaram-se valentemente e por causa disso desencadeou-se mais uma crise do Rafa com direito a muita cena de perder a cebeça, só possível de aguentar graças a muito treino...

A calma tardava a aparecer, pelo que às tantas e já com a casa dos meus pais meio destruida, acabei por tirar dali os putos e regressar à nossa base. Claro que ainda tive de apanhar com as habituais altercações entre ambos, até ao final da noite, coisa que já treinei inúmeras vezes!

 

 

 

 

 

dia de festa na escola do Quico - o meu rapazinho mais novo teve o seu momento de glória na sexta feira ao final da tarde. Os meninos finalistas prepararam uma festa para que a família pudesse assistir à entrega dos diplomas de final do 1º ciclo e dos pequenos finalistas da pré. É um dia engraçado para quem completa um ciclo de escola e mesmo com algum nervosismo dos pequenos, tudo acaba por sair bem, em especial com a satisfação de conviverem uns com os outros.

O Quico termina este ano a pré, portanto também teve direito a diploma. Apesar da sua aversão a este tipo de eventos em que tem de se apresentar cantando ou dançando, lá conseguimos fazer com que participasse sem grandes «fitas». Mas garanto que acompanhar o ritmo deste miúdo, entretanto ambientado à festa e querendo ser dono do palco, exige treino total.

 

 

dia de cerimónia familiar - não é muito habitual ser-mos sequer convidados para este tipo de reuniões (até porque já sabem que temos muita dificuldade em fazer com que os miúdos se integrem e muitas vezes saíamos a correr) mas dado que se tratava do batismo de uma priminha da parte do papá, acabamos por ceder e aceitar o convite. O problema maior é explicar aos rapazes para onde vamos e o que se pode ou não fazer. Depois há que os convencer a vestirem e manterem essa roupa algum tempo sem a «estrafegar». Depois temos de preparar a viagem até ao local onde se realiza a cerimónia. Ou seja, mesmo antes de chegar-mos ao sítio já nós tivemos um treino intenso!

Assim que chegamos tivemos vários momentos «inspirados» como por exemplo quando o Rafa se lembrou de que no cemitério ao lado da Igreja se podia ver gente morta, o que na opinião do mais novo seria algo semelhante a ver mesmo os esqueletos em exibição...ou quando em plena Igreja o Quico quis que lhe explicassem porque estava Jesus na Cruz, afinal se estava morto «porque estava pendurado?»

Deram umas quantas corridas e quiseram sair o mais rápido possível assim que viram máquinas fotográficas apontadas na direcção dos convidados.

O almoço foi rápido e resumiu-se às entradas, seguidas da sobremesa, isto porque no meio, andamos sobretudo a correr atrás deles, com receio que acabassem por destruir alguma coisa. Assim que chegaram a casa quiseram comer porque estavam «esfomeados»...

Ora não acham que não fosse o treino diário, teriamos dado conta do recado?

 

depois coloco algumas fotos destes nossos dias hiper agitados

 

e já agora, parece que também a selecção treinou o suficiente para nos dar um final de domingo bastante animado, com direito a agitar de cachecóis e bandeiras - é só treinarem mais um bocadinho e o próximo jogo com os checos, vai ser ainda melhor!

 

 

postado energia-a-mais às 08:53

De vidasmultiplas a 18 de Junho de 2012 às 14:35
uiui é preciso ter muita calma, eu também estive sem ir almoçar/jantar fora durante 2 anos, pois o meu filho mais velho, não parava nem um bocadinho.....

só posso dizer calmaaaaaaaaa

De energia-a-mais a 18 de Junho de 2012 às 20:55
pois...eu até aos 3/4 anos do mais velho fui esperando a ver se a fase passava. Aos 7 e já com diagnóstico de PHDA acabamos por perceber que não ia passar e que tinhamos de ver a coisa de outra forma. Agora com o mais velho com 11 e o mais novo quase nos 6 já vamos a todo o lado porque nos adaptamos e deixamos de ligar ao preconceito mas sempre com tudo traçado ao pormenor e sempre, sempre a contar com as cenas mais mirabolantes que sabemos que nos vão aprontar!
Beijos

De mil sorrisos a 19 de Junho de 2012 às 18:14
As "saídas" deles continuam a ser fantásticas - desculpa se não achas graça quando "saem", mas são do mais irresistível que tenho lido!
beijos e mil sorrisos
:o)

De Susana Miranda a 19 de Junho de 2012 às 20:27

Sem dúvida alguma… as “ saídas” deles são deliciosas (não me leves mal/partilho da opinião “ mãe mil sorrisos”.

Tens outro mail…mínimo só aceito-retorno, folha A4 ehehehhe

Beijos com carinho
Susana Miranda


mais sobre mim
que querem saber?
 
Junho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
15
16

17
19
22

24
25
26
27
29
30


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro