A Hiperactividade vista à lupa

Terça-feira, 22 de Julho de 2008

Já há algum tempo que queria escrever um post só para o Francisco, a minha pérola mais pequenina. O Francisco foi um bébé muito desejado mas muitas vezes adiado. Quando os problemas com o comportamento do Rafael já não deixavam margem para o descanso e os planos de mais um filho pareciam ter sempre um «vamos ver para o ano, deixa passar esta fase», acabei por concordar com o meu marido e deixar de planear. Assim e com uma diferença de seis anos do irmão, demos as boas vindas ao Francisco.

Sempre acreditei que lá por serem irmãos, os genes não iriam ser determinantes, a hiperactividade orgânica não é assim tão vulgar e o mais novo não teria de ser mais um furacão na família. No entanto estou prestes a dar a mão á palmatória.

O Francisco é tão turbulento que mais parece ter pilhas duracell. Não digo que seja como o irmão, isso seria impossível! Mas que nos faz dar ao pedal, isso não há dúvida.

No desenvolvimento do Francisco, mais dentro da normalidade do que o do  Rafa, nota-se uma inevitável cópia de comportamentos do mano mais velho e a sua parte de geniozinho, ou sangue na guelra, como diz o Dr. Luís. Mas também muitas características de uma criança nervosa, agitada, com um padrão de sono irregular e muito curto.

Na escolinha, notam sobretudo a dificuldade em brincar sossegado, em socializar e a maneira muito agitada de se comportar. Ultimamente fui chamada duas vezes á atenção por andar muito agressivo, bater nos meninos, gritar muito na sala, não querer dormir e dizer palavrões ( a tal atitude que copia do mano ). Como está prestes a fazer dois anos no dia 30 deste mês, penso que esta é uma fase algo precoce. Mesmo assim os mádico que acompanha o Rafael, acham que ele vai ser uma criança (ainda) mais dificíl do que o irmão, pelo que me estou a prepar para uma bela luta antes dos 40! Por essa altura entre um adolescente e outro a deixar de ser bébé, vou ter certamente de tomar uma atitude ou mudar-me para bem longe lol!

Estou a fazer uma lista das aventuras do Francisco e uma lista das palavras mais significativas, usadas por ele e vou deixar outro post para dar a conhecer  a pérola que tenho cá em casa.

sinto-me: bébé
tags:
postado energia-a-mais às 15:25

há alturas da vida em que as palavras não saem. São momentos em que as emoções se emaranham e não sabemos como deixá-las sair. Tive há pouco a experiência de perder alguém muito próximo. Embora tenha tentado escrever alguma coisa que me fizesse passar para o blog um pouco da minha emoção, a verdade é que me sento ao computador e as palavras perdem-se.

A minha ausência tem um efeito de limpeza de alma, o tempo que necessitei para me recompôr por dentro e viver com tranquilidade mais uma etapa.

Espero que compreendam e não irei falar mais disto, porque há coisas que ficam só para nós!

 

 

tags:
postado energia-a-mais às 15:15

mais sobre mim
que querem saber?
 
Julho 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
23
24
26

27
30


disseram agora
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
Boa tarde. O dr. Luís dá consultas em braga, aveir...
links
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro