A Hiperactividade vista à lupa

Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

Acho que já comentei aqui algumas vezes como tem sido difícil conseguir tirar férias desde que o Rafa nasceu. As últimas que posso considerar como tal (embora pouco tenham servido para descansr pois nessa altura ainda nos estavamos a adaptar ás «diferenças» do meu filhote) foram há cinco anos e estivemos no algarve.

Era pois com entusiasmo que encarava a hipótese de tirar este ano uns diazitos de descanso (relativo), longe da rotina e principalmente com ajuda do marido. Claro que planear para onde, atendendo ao orçamento e a todas as condicionantes, não é fácil.

Colocamos logo algumas hipóteses de lado, não podemos viajar muitas horas de carro (por isso ou vamos de avião para algum sítio ou temos de ficar pela nossa zona), não podemos ficar em locais onde as crianças se sintam presas, tipo T0 que alugam para férias nas praias. Também não podemos ir para um sítio em que só se possa fazer uma actividade (ir á praia, o mais velho nunca vai mais de 2 dias seguidos) sem ouro tipo de animação.

Depois de muito pensar e porque a ideia é conciliar a animação para os miúdos com o descanso dos pais, encontramos o que nos pareceu o plano certo - um parque temático em Espanha (perto de Barcelona - podemos sair de avião) em que os miúdos se divertem, com várias actividades do próprio parque para as cranças e com monitores do hotel. Os pais podem apanhar sol, tomar uma bebida ou duas, apanhar mais sol e descansar!!!

Bom, não é ? Pois, era! Acontece que desde maio, acreditava eu que o meu marido tinha resolvido na empresa a data das férias. Desde maio que tinhamos reserva para a semana de 09 a 16 de Agosto...mas, surpresa!! O meu marido, esqueceu-se de planear isso com o patrão. Afinal não pode tirar férias nesse período, só a partir de 18...o problema é que está tudo cheio, até final do mês! Não há vagas nos hoteis do parque, não há vagas em hotéis perto do parque e tudo o resto implica já outras despesas não previstas e de todo não suportáveis.

Resta a resignação de mais um ano a suspirar com três diabinhos (o pai consegue ser mais um) em casa, sem nada para fazer a não ser chatear a mãe a toda a hora, com a avó sempre a querer ajudar (nessa altura já estará a trabalhar pois as suas férias são no início do mês) por isso rotina, rotina e mais rotina!!! HELP

sinto-me: com vontade de matar alguém
postado energia-a-mais às 14:15

Eis uma lista de coisas que o meu filhote (já ) sabe fazer, de bom e de menos bom...

 

As habilidades:

sabe dar cambalhotas sozinho, correr em velocidade, dar belos chutos na bola

sabe comer sozinho a canjinha, sem entornar a colher, beber sozinho o leitinho pela caneca, comer os iogurtes e gelatina

sabe como se pendurar nos ferros e corrimões e balançar

sabe vestir a camisola e tirar os calções e a fralda

 

As maroteiras:

sobe aos bancos e abre as janelas (nunca me posso esquecer dos fechos de segurança)

sobe para cima das camas e treina saltos em altura

enche a boca de água e despeja-a para cima de nós ou para o chão

dá pontapés e aplica toda a força, tanto nas pernas dos conhecidos como nas dos amiguinhos e desconhecidos

gosta de subir/descer escadas a grande velocidade e saltar muros

fujir com caixas de rebuçados ou chicletes quando vamos ás compras

 

As preferidas:

enfiar rolos inteiros de papel higiénico na sanita

esconder a chucha no local mais improvável (no frigorífico, dentro da embalagem da manteiga, por trás do autoclismo, debaixo do tapete da entrada)

limpar as janelas e portas de vidro com toalhitas de bébé

pôr montanhas de sal na comida do irmão

 

Como comunica:

(muitas das suas palavras ainda necessitam de tradução mas é muito desenrascado e conseguimos entender sempre o que quer)

iéé - é como chama o irmão Rafael (também sabe dizer mano)

pipiaco - autocarro (adora vê-los, cumprimenta-os e acena)

canhia - a canja (adora canja e sempre que come em casa tenho de lha oferecer ás refeições)

cuncun - tem vários significados, dependendo do contexto, o mais vulgar é senta-te, partiu ou está estragado

juado - gelado (descobri-os no verão passado e nunca os esqueceu)

nhanha - a velhinha ( a bisavó com quem partilha muitas horas de convívio)

 

Os momentos:

são muitos e tenho-os guardado a todos

adoro quando me chama mal chego ao infantário - mamãe!!! e corre para os meus braços

o cheiro do fim do banho e o longo abraço enrolado nas toalhas

os xiiiis muito apertadinhos que dá em toda a gente

a cara de maroto quando pedimos para mostrar o seu melhor sorriso

o adormecer junto a mim, tirar a chupeta para o lado e dizer mesmo quase antes de fechar os olhitos - «tau(xau) mamãe!»

 

sinto-me: com muito amor
postado energia-a-mais às 13:43

mais sobre mim
que querem saber?
 
Julho 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
23
24
26

27
30


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Passam por cá - desde 18/11/09
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro