Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

23.Set.08

As cores e a Hiperactividade

Bem, amigas! Eu nem sabia que havia tantas adeptas do meu estilo «despojado», eh,eh...mas também, com a falta de tempo que temos, este é um estilo cada vez mais apetecível! Além disso, podemos sempre usar uma boa desculpa para não convidar aquele familiar que só vem para chatear...tipo, «bem eu convidava-te a jantar mas não tenho onde te sentar!»

Mas como já vi que isto da decoração é uma coisa interessante, lembrei-me de fazer um post sobre um tema que para mim tem um significado especial. Nos tempos de faculdade tive o prazer de me cruzar com uma daquelas pessoas que nos tocam para sempre. A minha grande amiga Sissi que agora organiza a sua vidinha em Londres, com quem aprendi muitas coisas que continuei a pôr em prática e que me dão muito jeito até com o Rafa. Para além da paixão pela arquitectura de interiores, a Sissi ensinou-me muito sobre estilo de vida oriental que recorre a muitas filosofias milenares e que podemos adaptar á vida moderna!

A cromo terapia foi uma delas - a terapia pelas cores pode parecer um pouco estranha, na verdade não tenho experiência e não posso dizer que resulte! No entanto compreendo que a escolha das cores nos afecta de diversas formas e não é á toa que a côr assume em cada sociedade um papel simbólico tão importante. É através da côr que expressamos certos sentimentos mesmo a nível social - a escolha do preto para o luto, por exemplo...ou quando queremos elogiar o aspecto de alguém dizemos «tás com boas cores!»

Na decoração a côr tem uma influência directa na criação do ambiente que desejamos. No quarto dos miúdos e dependendo também da sua personalidade podemos escolher uma paleta variada, respeitando no entanto a harmonia e evitando certas cores.

Se a sua criança tem o mesmo problema do Rafa, vai ver que a escolha correcta das cores pode ajudar em muito e tornar o quarto um local mais apropriado (mesmo que não seja hiperactivo o filhote vai gostar...)

 

  • Azul - uma das cores que mais pode usar: pode variar entre vários tons desde o azul bébé, o azul celeste, ou mesmo o turquesa - o azul acalma, tranquiliza, relaxa. É também uma côr ligada ao dom da comunicação, pode ser uma boa escolha para a área de estudo pois permite uma calma propícia á concentração 
  • Laranja - é uma côr associada á juventude, á energia positiva e ao divertimento - pode ser usada em acessórios como almofadas, pufs, mesas, etc. pelo que pode ser uma boa opção para a zona de brincadeiras
  • Verde - é a côr do relaxamento típica (desde que um verde suave) é por exemplo muito usada pelo reiki como motivadora da meditação e da reposição de energia. Pode usar um tom de verde suave para a zona de dormir
  • Amarelo - deve ser usada com cuidado pois é uma côr mais estimulante e não resulta muito bem no quarto
  • Vermelho - não deve usar de todo! É a côr da excitação o que para uma criança com hiperactividade tem um efeito «bola de neve»...se o ambiente excita, a criança pode ter mais dificuldade em dormir, por exemplo

O mesmo conceito pode ser aplicado no vestuário. Uma criança fica mais nervosa e excitada se usar cores como o vermelho, ou, pelo contrário sentir-se mais calma, se escolhermos uma roupa em tons de azul. Castanhos e cinzas são monótonos por isso usamos acessórios em contraste para dar mais vida. Depois é só combinar com o bom gosto das mamãs e temos miúdos todos giros e cheios de estilo.

Espero que achem interessante e ponham em prática!