A Hiperactividade vista à lupa

Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008

Quem costuma passar por aqui, já se deve ter dado conta de que tenho andado menos «activa» nesta coisa dos blogs...pelo menos no que diz respeito a visitar e comentar os meus cantinhos preferidos! Pois é! Há explicação...e agora oficial:

 

Acontece que estes últimos oito dias têm sido muito preenchidos, tenho-me dedicado á difícil tarefa da gestão - gestão do tempo (já era tão curto, agora é mínimo) á gestão, sempre complicada da casa, dos afectos e das oportunidades! Ou seja, agora sou também, uma daquelas milhentas super mulheres que para além de mães, esposas, companheiras, domésticas e afins - trabalham fora de casa!

A opção não foi fácil e aceitei depois de muito ponderar...deixei que me dessem conselhos e segui (como sempre) o meu instinto! Contra a opinião do marido e dos pais (mas com o seu apoio incondicional) que acham não ter capacidade anímica para cobrir todas as frentes.

De facto, desde que as características do meu filho mais velho se tornaram evidentes, tenho tido poucas oportunidades de investir numa actividade profissional - muitas e muitas vezes, cheguei a ter de o levar comigo (porque simplesmente não ficava com mais ninguém) colocando em causa o meu profissionalismo, pois acabava por ter de lhe dar mais atenção a ele do que ao trabalho! Ou então, como tantas vezes sucedeu, não consegui chegar a horas, porque quem tem um filho hiperactivo e sem medicação, não se pode dar ao «luxo» de sair quando quer, fazer o que precisa ou evitar crises, momentos de histeria e de pânico (como muitos que vivi, até aos 6 anitos de vida do meu pequenino!)

 

É claro que esses receios ainda existem, tenho no entanto a certeza de que a medicação o ajuda e embora não esteja a reagir nada bem (o primeiro dia em que eu não o fui buscar á escola e não estava em casa quando ele chegou, teve uma crise que durou mais de duas horas em que ele bateu nos avós, bateu no irmão, bateu nele próprio, partiu vários objectos em casa, gritou ao ponto de os vizinhos irem lá a casa na tentativa de o distraírem e não adormeceu antes das três da manhã, enrolado em mim!) penso que o ritmo do dia a dia o vai dominando....deixo que me ligue quando almoça com o avô e quando chega da escola, pois trabalho até ás 19:00H e faço uma pausa por volta das 17:30H. Dei-lhe a responsabilidade de ser ele a colocar os talheres na mesa e só janta quando eu chego (trabalho mesmo ao lado de casa, coisa que ele ainda não sabe ou os avós seriam massacrados todos os dias para que o deixassem ir esperar-me, lol)

 

Os avós mais uma vez fazem de pronto-socorro, apaziguando os ânimos dos dois uma vez que o Francisco também se apercebeu das mudanças e decidiu boicotar todas as ordens...

Espero sinceramente que resulte, adoro o meu trabalho, estou a dois passos de casa, posso ir levá-los á escola de manhã pois só entro ás 10:00H e consigo ter uma compensação interessante que sempre é uma ajuda, quanto mais não seja para aquelas coisitas que são só nossas, lol!

 

No entanto, é claro que tudo isto é por agora um pouco difícil de (di) gerir....

tags: , ,
postado energia-a-mais às 23:27

mais sobre mim
que querem saber?
 
Outubro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

15
18

20
24
25

26
31


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro