Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

02.Out.08

E eis que a noite termina...

com uma queda monumental do Francisco! Já me habituei ás brincadeiras assustadoramente perigosas dos meus filhotes! Hoje então, sabia que a coisa não ia ser fácil...eu explico, sempre que temos alguém a mais cá em casa, temos traquinice a dobrar. As quebras das rotinas dão nisto. Os meus pais hoje vieram cá jantar, aproveitando uns dias de férias da minha mãe, ficaram até mais tarde para poderem ver o jogo do Benfica. Claro que para os miúdos foi um festival! Por entre cambalhotas, festejos, pinotes, guerra de almofadas, litros de água pelo chão (o Quico foi virando garrafas que ia enchendo na banheira, onde a água do banho tinha ficado esquecida...) e muitos gritos á mistura, lá fomos tentando ver alguma coisa do jogo e ao mesmo tempo evitar acidentes.

Só que é impossível controlar aquelas almas hiperactivas a todo o gás. Com o Francisco então, temos sempre a perfeita noção de que não chegamos a tempo...o Rafa tem uma sorte incrível e apesar das inúmeras quedas, consegue fazer autênticos malabarismos sem se magoar. Mas o Quico tem menos sorte, apesar de não ter tido (por agora) nada muito grave, as suas quedas aparatosas deixam mazelas. Desta vez vai ter galo grande, feio, com uma grande tira vermelha ao centro e carradas de pomada (que só pude colocar agora que adormeceu porque sempre que tentava saía um sonoro « nãooo, mamãeee, tem ioi-oi»

Dorme bem meu bébé!

02.Out.08

Escolher as batalhas

Lá fui eu de manhã, levar os miúdos á escola, com mais dificuldade do que o habitual porque para além da parafernália de objectos que levam todos os dias (mochilas, batas, lancheiras,etc) o Francisco resolve levar uma maleta enorme com truques de magia... consigo deixar o Rafa e lá vou eu preparada para a tal conversa com as educadoras da salinha do Quico.

Pois é parece que o pequenito tem génio! As duas educadoras concordam em que é uma criança muito, MUITO teimosa, pouco interessada em cumprir com os pedidos que lhe são feitos, gosta muito mais de trepar á estante dos livros e de atirar a fruta de plástico pelo ar. Também acham que o Francisco não bate nos outros meninos de forma «normal» - presumo que haja uma forma «normal» de bater nos outros!! E que tem uns belos pulmões...Por fim acham-no um bebé muito carente, dizem que tenta a todo o custo chamar a atenção delas e pede colo, beijinhos e cuidados extra! Bom, de tudo o que foi dito, o essencial que retirei é que elas consideram que dedico pouco tempo ao Francisco, pois estou muito absorvida pelo Rafa. Acham que o Francisco necessita de ter mão firme, para contrariar a sua tendência em ser do contra, antes que fique (!!) como o irmão e querem que eu entenda que ele deve dormir melhor á noite para vir mais calmo de manhã (coisa que também me daria muito jeito) Ou seja, tenho de começar outra batalha, pois pela conversa pareceu-me que continuam a achar que a hiperactividade pode ser evitada com mais disciplina. Claro que não posso afiançar que o Quico seja hiperactivo mas a verdade é que se fôr não há disciplina que lhe valha!

Já há algum tempo que resolvi escolher as minhas batalhas. nem sempre considero importante entrar em conflito por causa de certas situações. Por exemplo, ontem quando fui buscar o Rafa á escola, ele vinha completamente desvairado. Não me ouvia, não tinha cuidado a atravessar a rua e soltava gritos de parar o trânsito. Muitas pessoas paravam na rua e abanavam a cabeça ou tentavam intervir, ele passava como um furacão, meteu-se com uma mamã que empurrava um carrinho de bebé, tentando ser ele a levar o miúdo, enfim, vinha sem controlo porque como já referi, a medicação tem agora um efeito curto. Quando entrou numa lojinha para comprar um pacote de batata frita, foi como se estivesse a passar por ali o Katrina! A dona da loja, velha conhecida, não se importa pois sabe que acabamos por sair mais rápido se o deixar á vontade mas uma das compradoras agarrou o Rafa por um braço e tentou mantê-lo quieto dizendo que já era grande para se comportar daquela maneira e que era malcriado! Claro que levou um safanão (do Rafa) e teve de ouvir uns quantos gritos no máximo volume! Eu não interferi (o que provocou a maior indignação na dita senhora) porque simplesmente, estou farta de ter de explicar, pedir desculpa, explicar novamente...não, esta não é uma batalha que me interessa!

01.Out.08

Um Mundo Perfeito

(versão do Rafa, revista e actualizada em 29.09.08)

  • Um mundo perfeito não pode ter noite - a noite e a escuridão não prestam, a noite não existe, é sempre dia!
  • O Papá está sempre em casa mas tu também e o Francisco e só há escola ao sábado e ao domingo para ir aprender coisas, os outros dias não!
  • As refeições principais são sempre Lasanha (mas a que tu fazes, mãe), também podemos comer cereais e batata frita
  • As roupas são coloridas e nunca ficam sujas, mesmo quando rolamos pela relva mas se ficarem, também não faz mal porque sai sempre!
  • As casas são todas amarelas por fora! O amarelo é como o sol e quando está chuva (porque tem de chover de vez em quando, por causa das plantas) faz de conta que não está tão mau, porque as casas são amarelas!
  • Deus não manda castigos, porque se o mundo é perfeito, não há maus e então ele não tem de castigar os pobrezinhos!
  • Está sempre a dar os Simpsons mas episódios novos e quando não está pode ser o Code Lyoco
  • e o mundo era todo de lasanha (mãe o jantar tá pronto? tou com uma fome, tá pronto?)

 

01.Out.08

Fui...premiada!!

Acontece que duas lindas amigas que me visitam resolveram deixar nos seus cantinhos um prémio pelo blog...(tou um pouquito, hum, coradita...)

Agradeço sinceramente e espero que quem aqui venha parar, sinta que faço isto por amor, principalmente ao meu filho, para que aprenda a conviver com as suas diferenças sem complexos e sem tormentos.

MUITO OBRIGADA A QUEM ME ATURA!

 

Passo o meu prémio a três blogues que gosto de visitar (sem nenhum desprimor por todos os outros dos quais sou igualmente fã)

Voando pela Vida (Filipa) - tem um coração de ouro (e mai' nada!)

Dois Moranguinhos (s.a.) - porque me faz bem ler as suas mensagens de esperança

Sonho Ter um Filho (susana) - porque luta por uma das causas mais bonitas

Pág. 3/3