Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

18.Mar.09

Ser Mãe de

 

 

...um hiperactivo (Rafa) + um clone (Quico) é:

 

acordar ás cinco da manhã porque o mais velho já não tem sono (depois de um ataque de tosse)

 

 

ficar acordada até ás sete e levantar com a neura do mais pequeno

 

 

aguentar uma birra de hora e meia para poder vestir uma peça de roupa a cada um

 

fingir que não se nota a ansiedade a crescer

 

ter de falar com calma quando a vontade é gritar

 

explicar (pela centésima vez) que temos mesmo de vestir e que é normal sentir a roupa no corpo

 

chegar á escola no último minuto antes do toque

 

ver o filho chegar com uma funcionária da escola ao  local de trabalho (tenho de mandar mil beijos á Dª Isabel que atenta como sempre, percebeu a crise do Rafa)

 

passar a tarde entre «n» tarefas laborais a pensar em como se está ele a comportar

 

ser visitada novamente (pelos dois) no regresso da escola - pois fica no caminho! e eles vêem-me no gabinete...

 

 

lidar com o histerismo do Rafa que acaba por se magoar numa esquina da janela e faz um rasgão na pele!

 

limpar os vestígios que deixam por lá (água entornada, papéis revirados...)

 

duas horas depois chegar a casa e ter a sensação de estar no centro de um tufão

 

tentar dar o jantar ao mais pequeno sem tropeçar em nada

 

aguentar mais duas horas de loucura

 

passar as duas horas seguintes a fazer com que durmam

 

saber que o dia de amanhã vai ser igual

 

sentir gratidão pelos filhos que tem e esperar ...

 

que um dia mais tarde eles entendam