Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

22.Jul.09

Presa

por ter cão e por não ter

 

 

querem ser tão amiguinhos que quase se sufocam um ao outro, querem tanto ser o Bom Irmão que passam o tempo a oferecerem-me coisas, para provarem que gostam mesmo um do outro....

Inédito - o Rafa viu o DVD da festinha do Quico, o Quico esteve a ver o irmão jogar no computador (com muitos saltos pelo meio, mas prontos os rapazes não se controlam logo à primeira, né?)

 

passei o tempo a ouvir «mãe estou-me a portar bem?» e «mãe, tou a putar bem?»

 

espetei dois  pinos verdes para os encorajar   

 

Antes de deitar já se tinham esquecido e lutaram à séria para ver quem ficava com a almofada, quem apagava a luz, quem bebia a água primeiro...

 

Nota íntima e transmissível:

Tou sem tempo para nada...grandes mudanças que podem virar o rumo da minha vida estão no ar...amanhã estarei menos tempo por cá...espero que seja só amanhã!

 

 

22.Jul.09

Aplicar

 

isto pode não ser fácil e não vai resultar à primeira mas estou determinada a manter os dois na ordem e de preferência mais unidos

 

cá em casa está agora afixada esta lista

 

 

 

 

acalme-se, gritar não adianta com um hiperativo


 

  • Não gritar
  • Quanto mais a voz deles aumenta, mais a voz do adulto deve diminuir.
  • Se sente a situação  a sair do controle, damos um tempo. Dizer que queremos ir à casa de banho pode ser uma boa receita.
  • Usar de humor (mas não humor sarcástico ou maldoso) para apaziguar a situação.
  • Ser um bom ouvinte.
  • Dizer que os queremos  entender e trabalhar a situação, mas só podemos fazer isso quando as coisas estiverem tranqüilas.
  •  

 

Só para os pequenitos

regras para ser um bom irmão

 

  • Não se grita
  • Não se bate por razão nenhuma
  • Não se atiram objectos pelo ar (tudo o que for atirado, vai para o lixo)
  • Os brinquedos de ambos são sagrados
  • Cada um tem os seus brinquedos, podem emprestar ao outro mas quando o dono os quiser de volta tem direito a eles
  • Devem respeitar o espaço e tempo de cada um

 

Ver imagem em tamanho real

 

 

 

e para incentivar deixei claro que

 

  • beijos e abraços garantem pontos
  • gritos e bater são penalizados
  • os pontos são trocados semanalmente por prendinhas

Para marcar os pontos uso um quadro de cortiça, onde escrevi os nomes deles, desenhei quadrados para os dias da semana e para simplificar marco com pinos vermelhos ou verdes

 

Vermelhos - é MAU

Verdes - é BOM

 

No final da semana mais verdes que vermelhos = prendinha

o Bom Irmão tem direito a um diploma

 

Por enquanto o Rafa está entusiasmado porque quer trocar os pontos por Gormiti ou goluseimas, o Quico entendeu bem a parte de ter «pendinha»

Sei por experiência que vou passar o meu tempo a lembrá-los do acordo mas antes isso do que ter de os separar a cada instante!

A ver vamos, um dia de cada vez! Até porque não quero correr o risco de os incentivar a gostar um do outro por interesse, lol!

Eu sei que o Rafa adora o irmão e só não o demonstra mais vezes  pela  manifesta  incapacidade em se controlar; o Quico vê no irmão um modelo (para o bem e para o mal) e sente tudo muito intensamente!