A Hiperactividade vista à lupa

Sexta-feira, 16 de Outubro de 2009

 

haveria muito para dizer! e logo hoje que se celebra o dia Mundial da Alimentação...

 

 

cestinho com legumes que o Quico levou para fazerem uma bela sopa no infantário (que depois tiveram que comer looool)

 

Felizmente muitos pais já estão suficientemente alertados para que os bons hábitos alimentares devem começar cedo e que deles vai depender em grande parte a adopção de um estilo de vida saudável no futuro!

 

Ora cá está a razão deste post....como se consegue implementar «bons hábitos alimentares» com hiperactivos em casa?

 

tarefa difícil? Muito!

mas impossível? não...tem é de se ter muita persistência!

 

Primeiro - vamos ao básico

 

Mantê-los quietos o tempo suficiente para ingerirem os alimentos - até aos 4 anos o Rafa nem sequer se sentava, entre os 5 e os 6 quando deveria fazer o almoço e lanche no infantário fujia....e depois de iniciar a medicação nem come... a não ser com a tal persistência!

 

Dicas - não desespere, não tente sentá-los à força nem parta para a «violência» - nada disso iria resultar e rapidamente a casa estaria transformada em campo de batalha numa hora que se quer calma!

  • mantenha regras simples e progressivas que todos possam cumprir - no início permita que se levante algumas vezes com a condição de que faça toda a refeição, mais tarde vá diminuindo a frequência com que pode sair da mesa
  • insista para que comam de talher completo e recompense (basta às vezes uma palavra de elogio) sempre que o conseguem fazer
  • tenha na mesa pratos e copos de cores bonitas mas em material inquebrável - eles são muito «desastrados» e já vi muita gente perder a cabeça porque a loiça não aguenta até ao final da refeição
  • as crianças hiperactivas de tipo impulsivo estão sempre a mexer as mãos ou os pés...não queira que estejam tipo estátuas durante a refeição

Agora - estamos na mesa

 

 O que deve comer?

 

A criança com hiperactividade deve ter uma alimentação adequada - nestas crianças é comum existirem determinadas carências nutricionais características quer do transtorno em si, quer da toma de medicação que interfere no sistema nervoso central, suprimindo o apetite

As refeições devem ser simples e evitar o uso de produtos refinados, corantes alimentares ou intensificadores de sabor (evite caldos, açúcares e farinhas demasiado refinadas) - está comprovado científicamente que o uso destas substâncias aumentam os padrões de hiperactividade nas crianças portadoras do transtorno!

 

A evitar

 

  •  chocolate
  • tomate
  • pepino
  • trigo e levedura de pão
  • ovos

a pôr no prato ou em suplementos

 

  • omega 3 (salmão, sardinha...)
  • zinco e magnésio
  • B3 e B6

Além do bom senso claro!

 

Também acho importante envolver as crianças quer na confecção quer na sugestão de pratos para as refeições de casa! elas adoram, andam entretidas e passam a ter uma noção mais correcta dos alimentos!

Sempre com supervisão deixe-os ajudar na cozinha!

 

Este ano na escola do Rafa a iniciativa para dia 16 de outubro tem a ver com a necessidade de se pensar em quem não pode ter uma alimentação correcta por falta de meios

 

Levanta-te e actua contra a pobreza

 

vamos levar para a escola alimentos que vão ser doados a instituições de solidariedade social

 

 

Espero que consigam fazer uma pirâmide equilibrada!

 

 

sinto-me: Alimentadora!
postado energia-a-mais às 08:09

Quinta-feira, 15 de Outubro de 2009

 

nem sei o que isso possa ser...

 

o que sei é que o meu tempo está bem aproveitadinho, lol!

Como sabem estou sem emprego desde Setembro (julho se contar-mos bem...)

 

Sendo uma mãe com dois miúdos do pior para me desarrumarem a casa ou dizendo como deve ser - virarem a casa de pernas para o ar (literalmente) todos os dias, claro que tenho muita coisa para organizar nos momentos em que me encontro sem eles....

 

No entanto, vi que aproveitando tudo ao segundo ainda consigo introduzir umas coisitas mais ao meu trabalho doméstico!

 

assim e como já o tinha tentado fazer algumas vezes, tenho agora oficialmente o prazer de retomar a minha formação académica pois o saber nunca é demais!

Então para completar as probabilidades de me voltar a candidatar a um lugar no ramo da saúde estou agora a tirar o CAP de formadora e ao mesmo tempo faço um curso de Técnico de HST.

 

Confesso que estudar me dá muito gozo e fico ainda mais motivada pois tenho «perdido» boas oportunidades por não ter ainda CAP.

 

Daí não ter tanto tempo para blogar nas horas de «expediente» ou seja durante o dia - mas dá para aproveitar o fim da noite! além disso, posso pré-agendar os posts e tenho o blog actualizado!

 

Claro que continuo a ter de pedalar para me ocupar de tudo mas sempre foi assim e quem não tem de andar nesta «azáfama» diária?

 

 

 

sinto-me: em labuta!
tags: , ,
postado energia-a-mais às 08:00

Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

 

dentro de um apartamento pode parecer estranho....

 

mas cá em casa temos sem dúvida um ambiente rural!

 

A «culpa» não é só dos produtos - frutas e vegetais - biológicos vindos directamente da quintinha da minha sogra e que para além de saborosos nos dão a conhecer todo um mundo especialmente fascinante para os meus miúdos

 

  • elas são alfaces com verdadeiros caracóis «fresquinhos»
  • maçãs que servem de casinha a gordas minhocas
  • tomate ainda com rama
  • maracujá e romãs de intensos aromas e sem «rótulos»
  • a salsa cheirosa e ramalhuda...

também temos um monte de saltitantes bichinhos que o Rafa insiste em trazer depois da escola, arrumadinhos em garrafas ou saquinhos que faz questão em encher de erva para que os pobres dos bichos não tenham fome...

 

  • são saltitões
  • gafanhotos
  • carrapatos

Claro que ele salta mais do que os ditos bicharocos e grita tanto que por certo os assusta mas pronto...nem sempre o campo é silencioso!

 

e junta-se um monte de «palantas» campestres colhidas pelo Quico com muita folha seca à mistura e que servem para forrar a cama, cestos de brinquedos e entupir sanitas...

 

Ora digam lá conhecem apartamentos assim tão rurais?

 

 

sinto-me: no campo!
tags: , ,
postado energia-a-mais às 08:05

Terça-feira, 13 de Outubro de 2009

 

de agradecimento sincero a todas as que me deixaram (mais uma vez!) o seu carinho e compreensão!

 

eu até costumo responder a cada comentário individualmente mas o meu tempo tem sido agora mais esticado do que nunca - no entanto a cada uma de vós, um beijo de gratidão! li cada comentário vosso com atenção e registei cada palavra!

 

A todas as que acompanham e vivem comigo através do blog a aventura de ser mãe de crianças especiais, só posso agradecer o facto de aqui pararem e mostrarem que é possível «sentir» e mesmo «entender» uma vida tocada pela «diferença»

 

Porque dizer que esta temática está na moda e que «todos» os meninos com problemas de comportamento são hiperactivos pode até dar respostas a quem não necessita delas - mas não satisfaz quem sente na pele a verdadeira inquietação e a falta de soluções!

 

As soluções mais difíceis de encontrar são as soluções familiares - podemos correr todos os médicos, escutar e aplicar as estratégias mais estudadas por técnicos, psicólogos e seguir um plano de medicação correcto mas se a família não dá as respostas adequadas, tudo se perde - não existe base! e sem ela, ao mínimo precalço, tudo se desmorona!

 

Todas as famílias reagem de modo diferente - e até diferem no modo como exprimem essas reacções!

Cá em casa houve de tudo - quem aceitasse resignadamente (como quem diz - nada a fazer!)

quem se revoltasse - porque tinha logo de ser assim? não podiam ser crianças menos «complicadas»?

quem desse um apoio verdadeiro e procurasse entender - vamos ver o que se pode fazer!

quem ouvisse e soltasse suspiros - está bem, está!!

quem não aceitasse de todo - isto é o quê? mania de querer ser «diferente»?!

 

Como em todos os assuntos da vida as reacções foram mudando - alguns membros da família passaram por várias «fases» e por vários «entendimentos»!

Outros nunca mudaram de opinião! uns continuam resignados, outros revoltados, outros suspiram (e muito!) e alguns não aceitam...

 

será sempre assim - dia após dia em cada família - numas mais do que noutras e com mais ou menos implicações

 

mas ninguém escolhe a família! pode é escolher a forma de viver em família - eu só sei viver a família como um todo!  custa quando vemos que o todo é uma palavra muito enganadora....

 

Um abraço apertadinho para todas, todas sem excepção - porque dão mais sentido a tudo isto - e para os familiares de todas as crianças que não têm apenas uma mãe - têm uma família!

 

 

 

sinto-me: tranquila e optimista
postado energia-a-mais às 13:18

Segunda-feira, 12 de Outubro de 2009

 

mais duras de quem vive com o trasntorno de hiperactividade  travam-se por norma, dentro de portas...

 

São as lutas diárias vividas apenas pela família e que não se transportam para fora. Por vezes a face visível já foi bem maquilhada antes de enfrentar os outros...

 

A luta de o fazer vestir pela manhã....de lhe dar a medicação...de o levar à escola

 

de o levar a fazer a sua higiene...

 

Uma luta complicada por demais - a hora da refeição....

 

e a batalha mais dura - a de o fazer aceitar o irmão mais novo

 

são constantes e diárias - lutas que travamos para que a vida seja mais fácil e para que haja mais rotina e menos barafunda

 

Lutar pela rotina é sempre frustrante - se é rotina porque razão tem de ser uma luta?

Nem sempre a família entende do mesmo modo estas lutas...

 

E infelizmente, em algumas famílias as lutas acabam por desgastar...por fazer mossas e até por quebrar laços...

 

isso deixa-me triste indisposta até...sinto que o caminho ainda vai no início e que muitas outras lutas serão necessárias. E que vão ser lutas solitárias e desgastantes

 

A pior batalha porém, a que mais dor provoca é a batalha da aceitação!

É preciso saber aceitar, o que para algumas pessoas leva a uma luta interior nem sempre fácil de gerir...

 

Aceitar que aquela criança é diferente, que aquela família tem de viver com essa diferença e sobretudo aceitar que se faz parte dessa família, nem sempre é pacífico...

 

 

 

 

sinto-me:
postado energia-a-mais às 10:35

Sexta-feira, 09 de Outubro de 2009

 

várias peças do conhecido Magalhães, ao grama...

 

 

 

 

Alguém podia ter contratado o Rafa para testar a resistência do dito...ele é teclas soltas, ele é reposições e reposições dos vários programas, programas que desapareceram para sempre e até a bela da capa azul já não cola no respectivo velcro...alémdo que já não é portátil e claro, serve para muitas das brincadeiras do mais novo...

 

também tenho de ser honesta!!! não só do Magalhães se faz a nossa colecção de peças soltas....

 

 

para além das teclas, podemos vender vários fios de ligação cortados, um rato estropiado (com a bola de fora...- este é só para os não impressionáveis!) alguns pedaços de uma pobre impressora que já foi de jacto de tinta e agora nem tinteiros lhe valem e umas colunas sem botões....

 

 

por aí nas vossas casas, o que se vende?

 

 

sinto-me: vendedora de garagem
postado energia-a-mais às 08:06

Quinta-feira, 08 de Outubro de 2009

 

assim

 

 

tive uma mini reunião geral no infantário do Quico - mini porque era apenas com a salinha dele, geral porque era com a directora pedagógica para tratar de assuntos gerais....

 

Vim tarde para casa e os avós a aguentar o barco (como sempre - são eles o pronto socorro, a estrutura de ferro e a base da casa!)

 

  • o Rafa tinha andado a fazer uma experiência - esfregou a boca com imenso mas mesmo muito sabão para

fazer bolinhas só com a boca (usando a saliva)

encharcou o chão de metade da casa enquanto se lembrou dessa estranha forma de diversão

 

  • o Quico fez uma birra imensa porque quis tirar a roupa e andar de chapéu de chuva aberto dentro de casa

abriu o chuveiro para a cena ser mais realista

 e encharcou a outra metade da casa

 

era meia noite andava eu de esfregona na mão a reparar os estragos...

 

E voçês, tiveram de enfrentar coisas tipo??

 

 

 

sinto-me: inundada!
tags: ,
postado energia-a-mais às 13:26

Quarta-feira, 07 de Outubro de 2009

 

disto Neurofeedback 

 

porque o Rafa vai ter uma sessão no próximo mês e porque gostava de agradecer ao dr. Jorge Alvoeiro a disponibilidade em dar mais explicações sobre este tratamento

 

Se tiverem interesse sigam o link desse post!

 

 

postado energia-a-mais às 23:47

 

como se pede a uma criança impulsiva que guarde segredo de algo?

 

se lhe digo - não contes a ninguém....- logo é a primeira coisa que faz

 

se tento dar mais explicações para o  fazer entender - ganho uma bela dor de cabeça e o segredo é revelado de qualquer modo...

 

Hoje - Tive de ir com ele comprar a prenda de aniversário para a minha mãe (ela só faz anos a 25 deste mês mas o que lhe queria oferecer, podia não ficar tanto tempo na loja...)

Disse - Amor não podes contar à Avó, é só para os anos...

Ele - Tá mãe! quando é que ela faz anos? é amanhã? (tudo o que passar mais de um dia, é demasiado longe....)

Eu - Não só a 25! não lhe digas ou estragas a surpresa!

 

 

Chegada a casa e a minha mãe sorridente

Onde foram? Ele - fomos comprar a tua prenda!

Eu - Rafa...(tom de aviso...)

Ele - mas não te posso dizer o que é...a mãe não deixa....olha queres espreitar só um bocadinho?

Ela - não e não me digas nada....

Ele - espreita...nunca vais adivinhar!

Eu - Rafa!!! (tom ameaçador...)

Ele - não te digo....anda cá Quico

 

Dois minutos depois, o Quico rasga alegremente o papel da prenda...e mostra à avó o novo «zazaco»

 

 

Rafa - eu não disse nada...gostas vovó? é giro não é? também, como é que ias aguentar sem saber até dia 25????

 

segredos - como é aí por casa?

 

 

 

 

sinto-me: sem poder segredar!
postado energia-a-mais às 07:55

Terça-feira, 06 de Outubro de 2009

 

  1º bocado - começa por ser uma explicação: na noite de quinta para sexta feira, os meus dois enérgicos rapazes estiveram com febre. No Rafa não passou dos 38 e no Quico andou um pouco mais acima...andei a noite toda a correr de cama em cama e de quarto em quarto pois gemiam, choramingavam, enfim...depois de o Rafa acordar a vomitar e o Quico apresentar uma tosse de «cão», fomos ao médico. O mais velho veio com ordem de dieta e um medicamento para acalmar uma «descarga» por um certo excesso de comida apuradinha (cof,cof) e o mais novo teve de fazer antibiótico para «travar» uns vírus maldosos alojados nos brônquios.

Mas, cá em casa, até as doenças passam a correr (felizmente!) e por isso à tarde, depois de um curto descanso já os dois andavam eufóricos por não terem de ir à escola e arranjaram mil tropelias para se chatearem um ao outro...

e pronto, foi o nosso mau (embora curto graças a Deus!) bocado - sigo para os outros que se passaram neste fds comprido!

 

 

2º bocado - as inúmeras traquinices do Rafa que ficou sem Concerta pois como não tinha escola estes dias, o médico achou que assim evitavamos misturar os sintomas...

tivemos birras colossais por causa da dieta (não esperava eu outra coisa!) que incluíram ataques de fúria (e de fúria verbal...) e muita tentativa de assalto ao frigorífico - mas mantive a firmeza e consegui dominar a coisa com muita diplomacia - ameaçei que boicotava a lista de pedidos para o Natal e que a única coisa que iria receber de prenda era um pacote de batata frita....ainda demorou a acalmar mas acabou por aceitar o arroz com bifinho de frango grelhado...

tivemos também uma birra descomunal na noite de domingo porque ele queria ir dormir aos avós....isso não seria mau para os avós se este neto não tivesse sempre de levar uma tonelada dos seus pertences tais como - filmes, jogos, a consola, livros, marcadores e lápis, um carro, dois action-man (para o banho lol!), vários gormiti e a inseparável almofada...e o avô ainda teve de fazer 4 viagens entre as casas porque se esqueceu de um fio para ligar a tal consola, os cereais (porque os da avó não são iguais) a escova e o perfume - poisssss....daqui a uns seis meses talvez os avós permitam outra dormida!

e por fim tivemos já durante o dia de segunda feira uma daquelas coisas que me deixam os nervos em franja - ele pega num banco e numa tesoura e corta-me os berloques de um engraçado candeiro que adornava o tecto do hall dos quartos...não me custou nenhuma fortuna mas isso teria sido irrelevante para o efeito - ele nem sabe o valor das coisas, cortou-os porque eram uns perfeitos berlindes e com uma tesourada, pronto...ficou com umas bolinhas giras (ele depois disse que a ideia era tentar tirar a lâmpada porque a queria experimentar noutro candeiro e só aí reparou nas bolinhas - aliás temos o dito adorno há quatro anos...e ele nem reparara nele antes!)

este foi o bocado infernal - falta o melhor

 

o bom bocado - as coisas mais giras que fizemos (tirando a natural bagunçada final que obviamente faz parte!)

na sexta à noite foi pipocada - pipocas para todos os gostos, com açúcar, com sal, com cores, com manteiga...foi vê-los saltar mais que o próprio milho LOL!

sábado foi dia de dançar e fazer Karaoke com muito grito e várias coreografias loucas e eu com um torcicolo a tentar fazer uma cambalhota!

domingo fizemos uns belos bolinhos de maçã que «obrigaram» à parte gira de esticar a massa com o rolo, algo que o Rafa levou a peito e literalmente esticou massa por toda a casa...o Quico foi mais seduzido pelo recheio e adorou fazer de Panda na cozinha, transformando cada mexidela no tacho numa peripècia! (os bolinhos ficaram intragáveis mas isso não interessa nada...)

segunda tivemos um amigo do Rafa cá em casa durante a tarde por isso mais um motivo para loucuras como montar na sala um circuito para acrobacias com bicicletas....os adultos tiveram a tarefa de incentivar o acrobata preferido

 

e voçês que contam? quais os bocados que vos fizeram vibrar estes dias?

 

 

 

 

sinto-me: mãe de duas ricas prendas!
tags: ,
postado energia-a-mais às 07:41

mais sobre mim
que querem saber?
 
Outubro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
17

18
20
24

27
29
31


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Passam por cá - desde 18/11/09
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro