Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

25.Nov.09

Balanço dos 8

 

já passaram mais de 8 dias com a nova medicação...só aos 15 vou ligar ao médico, no entanto já notei alterações

 

  • a retirada do risperdal (risperidona) acentua-lhe a agressividade, quando toma fica menos agressivo, quer física, quer verbalmente
  • a toma do rubifen a meio da tarde não parece ter qualquer efeito (aliás já tinha feito rubifen antes mas nunca com a combinação com o concerta)
  • da parte da manhã e fazendo o concerta ao pequeno almoço, fica realmente bem mais calmo e concentrado

dos efeitos que tenho a salientar

  • não tem tido tantas náuseas pela manhã
  • durante a manhã e até depois do almoço fica completamente sem apetite (mesmo em casa e com os pratos favoritos não come)
  • faz noites complicadas, sem dormir mais do que 3 horas seguidas e se acorda vai para a minha cama (tal e qual o que fazia antes da medicação - e diz que tem pesadelos)
  • as manhãs continuam a ser difíceis, pois tenho de lutar constantemente para que leve as suas tarefas pessoais (vestir, lavar-se, calçar...) até ao fim
  • conseguiu recuperar os trabalhos mais atrasados da escola (porque os faz na parte da manhã)

em conclusão - penso que a risperidona lhe faz falta, pois permite controlar a agressividade e a alteração do humor. Acho que o rubifen não lhe traz grande benefício. Vamos ver depois o que decide o médico. Neste momento as minhas maiores preocupações são o comportamento disruptivo acentuado e as dificuldades em dormir.

 

 Glossário

 

  • risperdal (risperidona) - é um medicamento usado no tratamento de psicoses. Pode também ser usado no caso de distúrbios de comportamento, nomeadamente do comportamento disruptivo para controlar a instabilidade e excesso de humor e a agressividade
  • rubifen e concerta - são psicoestimulantes (tal como a ritalina)usados no tratamento da PHDA, cuja substância activa é o metilfenidato. A principal diferença entre eles é a dose da substância e a sua libertação ao longo das horas de toma. O rubifen é doseado para mais tomas diárias e a sua acção é rápida mas mais curta, enquanto que o concerta permite uma toma diária com libertação mais prolongada, normalmente entre 10 a 12h

Atenção: qualquer medicamento só deve ser usado mediante prescrição médica e com total rigor na sua utilização. A venda de psicoestimulantes (estimulantes do sistema nervoso central) é proíbida, a não ser nas condições de receita médica especial.