Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

17.Jul.10

belisquem-me!!!

 

é que ainda não acredito...

 

entro com o Quico numa papelaria para comprar uma revista de culinária que me pareceu interessante...ele vai à frente e quando entra diz para as duas senhoras que lá estavam (a dona e uma cliente) «Bom dia lindas senhoras!»

as duas desfazem-se em sorrisos e elogios «que riquinho!» diz a cliente «tão educado, muitos adultos não cumprimentam sequer...»

 

Eu, a ficar corada, porque pensava com os meus botões ai que é agora que lhe sai um palavrão...

 

Ele muito querido «Mãe, também posso uma (revista) para mim?» eu assim a modos que a medo «bem, vê lá uma que gostes que a mãe vê se pode comprar» ai que é agora que lhe sai um palavrão...

 

Ele a folhear com cuidado «pode ser esta mamã?» e eu olho para o preço «essa é muito cara» e ele muito correctamente «está bem mamã, pode ser então esta por favor?»

 

bem, por esta altura já as senhoras estavam certamente a decidir quem seria a primeira a fundar o clube de fãs do meu filho...todas derretidas, comentavam «ai que rico filho, como ele entende, que queridinho, blá, blá, blá....»

 

ai que é agora que lhe sai um palavrão...

 

e vou para pagar «mamã, leva também uma para o mano, podes?» bem, eu já estava a ver as senhoras a lutarem por um autógrafo....«e lembra-se do irmão, que riquinho...»

 

eu assim já a querer despachar «pronto levamos esta» e sai um «obrigada mamã»

 

e eu saí da papelaria com um sorriso rasgado por tanto elogio, por ter uma criança tão bem educada, via-se logo que havia muita disciplina e muita educação lá em casa!

 

 

{#emotions_dlg.amazed}

 

vá, belisquem-me que eu deixo...vá! a ver se é agora que acordo e vejo que afinal foi sonho!

 

 

 

15.Jul.10

Cenas maradas

 

 

e são tantas, mas tantas...que nem sei por onde começar {#emotions_dlg.sidemouth}

 

 

em casa

 

O Quico foi à casa de banho - ouvi a luz a acender, perguntei «onde vais?» e ele responde «vou fazer xixi...» ok...espero sinal de água a correr...nada...espero um pouco mais...nada! penso...hummmm, isto está a demorar, é melhor ir ver...

e vi...Quico em pé ao lado da sanita a espreitar lá para dentro e a empurrar qualquer coisa! O que seria? bem...depressa descobri - o Quico fez o seu xixi, mais outra necessidade que lhe apeteceu e...meteu lá para dentro os calções que trazia vestidos {#emotions_dlg.barf} 

 

 

O Rafa tem andado mais controladito mas ao fim do dia parece um descarregador eléctrico de alta voltagem - saem faíscas por todo o lado...estava eu a fazer a sopa e ele entra de rompante na cozinha....«mãe estou sem pen, assim não posso jogar o clube pinguim....» eu ainda calma «sabes que me deves avisar quando falta uma hora para eu ver se posso carregar...» (vivo numa zona que apanha net gratuita e só faço carregamentos sem obrigações quando preciso) Ele já a espumar «mas eu não vi e tu só deixas ficar uma hora e agora quero jogar e não posso, vai carregar» eu já menos calma «estou a preparar o jantar, não vou agora deixar para carregar a pen, amanhã vejo, jogas duas horas»...ele entretanto já chutava tudo o que lhe aparecia à frente «nãoooooo, agoooooora» eu ainda a mexer a sopa «amanhã» e vai só vejo um pé, uma perna da mesa a passar por mim, um Quico a gritar umas frases sem nexo, coisa que faz quando está nervoso e um Rafa com ar de touro....marado! (a perna da mesa andou uns bons metros no ar e estacionou na lavandaria, logo a seguir à cozinha...)

 

O Quico andava a saltar no novo sofá e claro, levou uma bela palmada no rabiosque...ele olhou para mim mas pensou «nã, melhor não abusar com ela...» virou-se com toda a força e mandou um bruto soco na cara da avó...juro! nunca vi uma cena tão marada...a avó ficou com uma marca enorme, os óculos voaram e com o imapcto até ele caiu para trás...passou os dez minutos seguintes a chorar sem parar e os outros dez a implorar um beijo à avó...

 

Quando compramos o sofá, compramos também um serviço de preservação e limpeza do mesmo que nos garante maior tranquilidade em caso de nódoas acidentais...veio o senhor da empresa fazer o serviço e os miúdos logo se engalfinharam nele - primeiro registo deles, o senhor entra em casa com uns sapatinhos de plástico como os que se usam em ambientes que se querem sempre limpos (como nos berçários por exemplo...) «ena, que fixe! também posso calçar uns assim senhor?» e muitos saltinhos em volta dele...o homem ainda a tentar dar um ar da sua graça e o Rafa já a pegar no equipamento - uma espécie de vaporizador em tamanho XL. Empurro os dois à força para fora da sala o que deve ter deixado o homem com a melhor das impressões sobre a minha capacidade de mãe! e tranquei a porta que é vidrada...com os dois aos saltos do lado de lá...Não sei quem tem agora mais receio de que haja uma nova visita nos próximos tempos - se eu, por isso ser sinal de nodoa que não sai...se o homem, porque duvido que nos tenha achado «normais»!!! {#emotions_dlg.sarcastic}

 

 

As noites também são agitadas - o Quico tanta volta deu na cama que acabou com a cabeça enfiada na barra lateral de protecção...dei com ele quando berrou por mim de forma assustadora e o tive de retirar de lá como se o estivesse a libertar da guilhotina!

O Rafa anda e fala enquanto dorme mas por vezes tenho dificuldade em saber se está ou não consciente - e ele também...pelos vistos queria ir à casa de banho mas entrou no armário...ou por outra, tentou entrar - ele só gritava que não conseguia «subir a rampa» e afastava as roupas da frente para desimpedir o caminho

 

na rua

 

Tinha consulta no dentista com o Rafa mas tive de levar os dois...fui um pouco antes para poder tomar o pequeno almoço numa padaria ali perto...o Quico levou um iô-iô e o Rafa o nervoso por ir ao dentista...Na padaria tentei sentá-los mas o Rafa mantinha-se de pé, apoiando-se num pé e noutro e não parando de me dizer «não demores mãe...come rápido...então?». O Quico ficou entalado entre a nossa mesa e a mesa vizinha fazendo girar o seu brinquedo...de uma das vezes o fio rasou a cara da senhora que lá estava sentada que muito idignada se vira para ele e diz «mas o que é isso? vê lá se tens cuidado, que falta de educação...» eu achei que ela era muito mais educada que eu e por isso, sentei o Quico ao lado dela dizendo «pronto minha senhora, agora tome conta dele enquanto eu como o meu pão, está bem?» a mulher de olhos esbugalhados para mim e o Quico sorridente na cadeira, nem se mexia...e quem é que vejo na mesa em frente? o meu querido vizinho, sentinela mor do nosso prédio, de quem já falei por cá{#emotions_dlg.brrrpt} opá não havia nexexidade! estava-me a sair tão bem...

 

Quando chego a casa da dita consulta quem encontro à espera do elevador? poissss...e vai o Quico aos saltos dá-lhe um toque...ele com ar do mais sisudo que pode «então como é que é amiguinho? é preciso ter juízo...» e sai-me esta «então Quico? mas queres ver que tenho de andar contigo na rua com açaime e trela?» e o Rafa «como os cães perigosos mamã?» e o Quico a entrar no elevador de gatas, a língua de fora «eu queria ser um cão mamã!»

 

O pintor vem novamente para acabar (?) de vez as pinturas - já tem de retocar duas manchas na parede da sala (uma dos pés do Rafa, a outra do cortador de pizza, feitas pelo Quico...)

O Rafa vai iniciar o campo...o Quico vai até ao ATL dos mais pequenitos para eu terminar as limpezas...este é o nosso dia a dia! sem cortes nas cenas - mesmo as mais maradas!

 

 

 

13.Jul.10

atordoada

 

 

é como me tenho sentido nestes dias...e não há maneira de me passar!

 

para tal, em muito contribui a azáfama cá por casa que continua «galopante»! as obras de remodelação ainda não estão concluídas e há sempre muito para limpar e principalmente para proteger!

 

 

Proteger é aliás a palavra de ordem - proteger paredes, proteger o sofá novo e proteger a minha cabeça lol!

 

Andamos efervescentes e os miúdos notam isso a «milhas» - sentem que podemos entrar em rota de colisão e aproveitam para nos desafiarem a toda a hora! é cada vez mais difícil controlá-los com a presença dos meus pais (quando estou sozinha as coisas correm melhor - voz grossa, firmeza, nada de facilitismos - pareço uma militar)

 

Com o Quico não se pode dar um segundo de tempo e um milímetro de espaço - ele aproveita como ninguém para fazer asneirolas - o que mais tem saído da cabecinha dele:

 

  • jogar tudo o que pode pela janela da sala, uma vez que quer ver como reagem os cães no terraço
  • entornar todos os líquidos que se encontram nas respectivas embalegens ou copos ou jarros
  • chutar com força uma bola insuflável que encontrou e que quer colocar por cima da estante, de modo a usar o «bendito» escadote das obras
  • atirar com os óculos da avó ao chão
  • chamar nomes a toda a gente e principalmente na rua

Conclusão - mesmo com rédea curta, não chego para todas as «encomendas» e ele vai-se safando com algumas...mas tem ficado com o rabo a arder e com cortes nas cobiçadas goluseimas dadas pela avó paterna às quais ele tenta desesperadamente chegar!

 

O Rafa, tem um acordo assinado comigo em como vai passar a  última quinzena do mês no campo de férias - até lá só tem uma hora de net e uma de psp, as manhãs são passadas com alguns trabalhos do livro de actividades de férias para o 4º ano e as tardes preenchidas com algumas saídas para exercício - quando o mano adormece mais cedo, caminhadas para os dois (eu e ele).

Actualmente faz medicação pelo que se torna bem mais fácil lidar com as suas variações de humor - mesmo assim, lá pelas três da tarde está já bem agitado e muito mais respondão...o apetite anda péssimo, nunca consigo que coma durante o período em que está com o efeito da Concerta, pelo que passa o dia sem se alimentar, dando-lhe depois uma fome descontrolada por volta das 19h...mas penso que deve estabilizar em breve (de qualquer modo já é normal após uma pausa mais prolongada isto acontecer, sendo que após três semanas a tomar certinho, embora com menos apetite, ele volta a comer razoavelmente durante o dia).

 

E pronto - estamos em contagem decrescente para o final das obras, esta deve ser a última semana a mexer em baldes, tintas e afins, depois temos de nos entreter com outras coisitas hehehe!

 

 

 

12.Jul.10

prato completo

 

Sabem quando tudo acontece ao mesmo tempo?

 

cá em casa foram móveis novos, pinturas e a chegada do papá...querem motivos maiores para que a casa esteja do avesso?

 

e claro está, temos que contar que com miúdos sem travão de qualquer espécie, tudo é muito agitado...apesar do Rafa andar nestes dias a tomar a medicação, parece que o efeito não é muito visível (talvez porque o peso dele exija outra dose)

 

Por tudo isto, razões para «postar» foram muitas, estes dias, tempo é que foi mesmo pouco...

 

Mas vamos agora tentar servir um prato completo!

 

pois que o post anterior (o tal dos marcianos) não veio à toa...

 

 

 

 

ora veja-se, o Rafa quando teve de escolher o desenho que o identificava no cacifo do infantário - escolheu um ovni!

 

e o Quico é a imagem dum marciano no perfil de entrada para a sua conta do «Magic Desktop» no pc

 

portanto acho que lhes corre nas veias algum sangue «verde»  {#emotions_dlg.lol} Isso fez-nos pensar num tema assim «do outro mundo» para a nova decoração do quarto deles. Começamos por pensar nos móveis primeiro, dado que o Rafa nem cama tinha e limitava-se a dormir no colchão, como aqui dei conta...A cama do Quico ainda é bem recente, portanto e como por enquanto os mantemos no mesmo quarto, remodelamos o espaço do mais velho, acrescentando à cama nova, uma secretária, cadeira e alguns novos adereços! mas a pintura, isso é que faz toda a diferença - como vos venho a comentar nos posts que por cá deixo, as paredes de casa estavam tão riscadas que já nem sabiamos qual a sua côr original...

 

Com o meu pai a ajudar (dado que o meu marido só veio na quinta feira de tarde) iniciamos uma semana de pinturas, remodelações e muita confusão! na segunda feira decidimos que não só o quarto mas também a sala precisava de um novo toque, portanto coube ao pintor dar o pontapé de saída...que só foi efectivo na terça feira, logo o dia em que nos vieram entregar os móveis...pronto, de manhã deu para acertar os detalhes da côr, de tarde os móveis foram a prioridade, por isso, começar mesmo só na quarta, já os miúdos anadvam num histerismo decortar a respiração....

 

E como se estava com a «mão na massa», ou antes, o pincel na tinta, acabamos por mandar pintar toda a casa e não apenas as tais divisões que agora receberam os novos móveis! foi um fartote - tanto que ainda faltam dois quartos, uma despensa, e duas varandas interiores...eu avisei que a casa era grande!

 

 

Peripécias muitas - garanto que pensei muitas vezes em como devia ter instalado uma câmara de filmar para que tudo ficasse registado em imagens! mas como não o fiz, passo ao registo possível por escrito

Logo que se aperceberam das mudanças, os miúdos fizeram grande algazarra, claro! insistiam em que queriam escolher a côr e já discutiam quem pintava o quê...foi dificil mantê-los longe dos pinceis, rolos e tintas, tanto mais que o «estaleiro» era a minha casa de banho principal. O escadote também foi devidamente apreciado, deu para trepar a servir de árvore para um «Hulk» pequeno em tamanho mas grande em imaginação, saltar depois para cima de um «gormiti» que dava sempre resposta, o que obrigava uma mãe leoa a puxar cada um para seu lado!

 

Na entrega dos móveis, aposto em como os dois senhores que não nos conheciam de lado nenhum, continuam a comentar noutras casas a loucura de um menino matulão, aos saltos quase em cima deles, gritando com vontade e garra umas frases do tipo «é a minha cama yeeeee! allé allé, a minha caminha...» e tentando ajudar em tudo - desfazer as caixas, montar as peças, aparafusar, enfim, sempre que um dos homens tentava chagar ao sítio, encontrava lá o Rafa {#emotions_dlg.sarcastic}! felizmente o meu pai levou com ele o Quico quando foi buscar a minha mãe ao trabalho e demoraram-se por lá...assim só tive de controlar a euforia de um! mas não me livrei de o ver anunciar a plenos pulmões que «agora o papá pode dormir no sofá quando vem a casa, porque a mãe está sempre a dizer que ele ronca...e como o sofá é graaaaande, o papá cabe lá!» Os senhores riram-se imenso mas eu vi bem que tipo de risinho estavam eles a fazer...

 

Outra cena bem ao nosso estilo, foi quando o Quico quis iluminar com uma pequena lanterna, a pila do pintor....e sempre que passava pelo homem beliscava-lhe uma parte do corpo....uma ideia magnífica que lhes passou pela cabeça foi colocarem uns plásticos que serviram de protectores do chão, em  cima da minha cama e cobrirem-se com eles...outra foi terem mantido um desgraçado «ruca» dentro de uma das latas de tinta por tempo indeterminado...

O meu maior receio eram as horas em que a tinta ainda fresca não permitia toques, dedadas e afins...tive de andar sempre a desviá-los para fora de casa e contei com a minha sogra (coisa rara e que dava outro post) que se prontificou a ficar com eles por umas belas horas num dos dias!

 

Ora, feitas as contas finais, ficamos com - entrada principal, entrada para os quartos, varanda dos brinquedos, quarto dos miúdos e sala - tudo pintado de novo! sofá, mais umas remodelações na sala e cama nova, novos adereços no quarto deles.

Acho que ainda não estou em mim - de facto a casa parece outra! e quem acha que uma sala sem sofás até é «ultra-fashion» é porque não passou os últimos 4 anos e meio a usar umas pouco confortáveis almofadas no chão, sem ter onde sentar as visitas (ainda que poucas) e sem saber o valor do conceito «enroscados no sofá»...

 

Mas, nunca seria a nossa casa sem riscos e mossas - por isso as paredes já têm algumas mazelas (uma delas é na sala, precisamente junto ao belo do sofá, feita com os pés do Rafa ainda de sapatilhas...) que poderão ser desfeitas durante os próximos dias, uma vez que ainda vamos terminar as outras divisões...

Entretanto a chegada do pai na quinta feira deu azo a novas e variadas formas de excitação, cada um deles querendo ser o primeiro a mostar as novidades, quais guias turísticos de zonas nunca vistas...O pai por seu lado mostrou-se sempre atarantado com tanta correria e mudança e parecia mais tonto que os filhos, fazendo cada disparate que me deixava em lágrimas (algumas de riso, outras nem tanto!) - tipo: encher a máquina de lavar roupa com tanto tapete de camião que a coitada nem rolava o tambor...ou deixar a porta do frigorífico aberta toda a noite...e deixar a máquina do pão com tudo lá dentro mas sem a ficha ligada {#emotions_dlg.tongue}

 

Eu entretanto gostava de colocar algumas fotos dos novos cenários mas ainda não consigo neste post...vamos ver se depois das coisas acalmarem tenho tempo para isso. É que para além de faltar ainda pintar umas quantas coisas, temos a visita de uns senhores que nos vão fazer um tratamento do sofá, dizem que para garantir que nunca ficarão manchados por alguma nódoa (parece que garantem 10 anos de perfeição...eu cá contento-me com metade - isto se o sofá ainda existir nessa altura!)

 

 

 

 

07.Jul.10

Existe vida em marte?

 

 

Claro que sim, a prova disso são os meus filhotes!

 

só podem ser de marte...juro que os tive numa maternidade...mas, não sei o que se terá passado! {#emotions_dlg.lol}

 

Tenho um post (assim para o looooongo) com as nossas aventuras dos dias de remodelações cá em casa - hoje andamos nas pinturas...

 

a ver se o edito mais longo para o publicar de manhã!

 

desejem-me sorte!!!!

 

 

 

06.Jul.10

breves e loucas

 

 

hoje, terça, dia de grande agitação cá em casa

 

  • vizinhos avisados

 

  • entrega de móveis novos, loucura nas hostes

 

dois ajudantes extra (em tudo) {#emotions_dlg.sarcastic}

 

 

Quico absolutamente fora de controlo - hoje seis e trinta da manhã fica registo da primeira do do dia - uma garrafa de água virada em cima da cama!

 

depois, deitou-se e quis fazer de cavalo marinho....

 

as temperaturas de mais de 30 graus fazem efeito surpreendente - com os espaços de sombra a serem poucos e já muito ocupados, arranjar alternativas a casa é difícil - imaginem como está a casa (e o que vão encontrar os senhores que hoje nos vão entregar as coisas...)

 

Post melhorzito quando o tempo o permitir!

 

 

05.Jul.10

metemos água

 

literalmente!

 

{#emotions_dlg.ice}

 

no Sábado o dia estava reservado para a piscina. O Quico tinha sido convidado para participar num festival aquatico organizado pelo ginasio que frequenta - uma festinha dentro de água, para os miúdos fazerem as suas habilidades e para os papás assistirem, com lanchinho no final.

Assim que conseguir coloco fotos que devem ter ficado bem giras - o Quico estava numa de fotogenia e fazia imensas poses e tudo! adorei ver a sua evolução e fiquei a saber que o meu filhote é considerado o «terror das piscina» lol! mas no bom sentido! super desenrascado, peca por não fazer nada do que a professora lhe pede mas consegue divertir-se à brava. Tagarela, brincalhão, mete-se com todos, adora dançar com as senhoras da hidroginástica e tem reputação de sedutor!

 

O Rafa preferiu passar a tarde com um amigo nas piscinas municipais. Nós lá nos dividimos e tivemos uma tarde agradável e mais fresquinha do que se andassemos com a bola pelo costumado parque!

 

No Domingo, bem, metemos mesmo água por todo o lado!

 

quer dizer, se bem se lembram, andei todo o tempo a preparar a nossa ida ao Festival Panda na Feira...pois, preparei, só não consegui foi levá-los! os miúdos boicotaram o festival, simplesmente disseram que não queriam ir - nem as mais variadas promessas de divertimento, nem as nossas ameças de que nunca mais iriamos participar em nada fora de portas, nem as tentativas físicas de sair de cada, resultaram!

 

Afinal, tinha sido eu a fazer força para comparecer-mos no festival com os nossos pimpolhos e vai-se a ver meti água!

 

e quem passou toda a tarde de domingo a resmungar e a falar no panda, no ruca no noddy e nos irmãos coala, vila moleza e outros que tais???? eu, apenas eu - os miúdos «estão nem aí»!

 

e porque o dia estava sufocante e a piscina convidava, lá fomos até à água novamente, para grande alegria dos pequenos e, confesso, algum descanso meu pois que o Rafa se entretém com entra e sai de água o tempo todo, o Quico chapinha lindamente na piscina pequena e até dá para relaxar!

 

Sei que a querida Catia do blogue www.aminhafortuna.blogs.sapo.pt conseguiu ir ao festival com os seus tesouros por isso aguardo novidades...e claro peço desculpa pois tinhamos combinado ir juntos!

 

 

 

03.Jul.10

Obrigada papás

 

do meu {#emotions_dlg.heart}

 

mil obrigadas! por terem levado a Rafa para passar a noite em vossa casa,

 

não que seja a primeira vez...mas desta consegui conciliar com um Quico absolutamente «derreado» pelas 4 horas e meia de pura adrenalina aos saltos e pinotes, sem fazer sesta e acordado desde as seis e trinta da matina (de sexta)

 

 

E isso resultou no quê????

 

 

Numa casa em silêncio desde as 8h39 - sim, conto os segundos {#emotions_dlg.lol}

 

Numa banheira cheia de espuma comigo lá dentro

 

Num belo pedaço de net sem ninguém a atrapalhar (deu para ler mails, deu para visitar blogues, deu para responder e comentar, sem as costumadas 1.555 599 9999.... chamadas do Rafa)

 

e ainda deu para ver não uma tchan tchan mas duas das minhas séries preferidas!!!!!!

 

 

Estou profunda e completamente relaxada

 

(bem, talvez não tão profundamente assim...hummm, opá, para eu estar assim, imagino o que se passa lá em casa dos avós...)

 

 

Mas sabe-me tãaaaaao bem!

 

 

02.Jul.10

por partes....

 

 

ora então:

 

da parte do Rafa

 

em relação ao campo de férias ainda não foi desta que o consegui levar - talvez seja o meu instinto mas acabei por nem ficar demasiado «irritada» com isso, acho que na minha cabeça faz mais sentido que inicie logo na próxima segunda feira. Até nem é mau de todo, assim fica um mês completo e pago menos 20€....

claro que na parte que me toca, fiz o meu papel - levei-o a crer que de segunda não «escapa» e não vou aceitar outros argumentos. Da parte dele até está agora mais motivado, desde que percebeu que uma das actividades é o surf, modalidade que ele axa «bué fixe!»

 

da parte da escola

 

as notas do Rafa foram muito boas. Apesar de toda a resistência do final de ano, de ter feito gazeta mesmo na altura da preparação para as últimas fichas de avaliação e de ter andado a «saltar» a medicação. Baixou é certo mas nada de tão significativo que impedisse uma boa nota final. Únicos reparos na avaliação da professora titular de turma, é a cada vez mais notada falta de imaginação na área dos textos criativos - ou seja sempre que lhe é pedido para que invente um cenário o Rafa tem imensa dificuldade em deixar-se guiar pela imaginação. E também claro, a falta de atenção característica que por vezes o leva a cometer erros por precipitação...No entanto revela-se excelente a matemática, lógica e tudo o que sejam factos comprovados! quem sabe tenho um futuro cientista cá em casa?

 

da parte da nossa rotina

 

tem-me sido cada vez mais difícil sobreviver a esta rotina agitada. Com os dois em casa a tempo inteiro não sobra nem um segundo de sossego! sempre que me levanto já estão a mil e cada passo que dou ao longo do dia, tem de ser feito em estilo corrida...nunca tenho nada arrumado, das poucas coisas que resistem ainda cá em casa. Estamos quase a receber os novos móveis que compramos o mês passado e nem consigo deixar de pensar como vou pôr móveis numa casa onde nada permaneçe direito!

 

e depois ainda temos a parte dos sustos

 

ontem o Rafa teve mais uma das suas crises de pânico - ele nunca fecha as portas, mesmo quando está na casa de banho. Mas ontem eu fechei-lhe a porta do wc até porque tinhamos estado a discutir mais uma das suas investidas contra o irmão. Como bati com alguma força, a porta ficou mesmo fechada...ele julgou que tinha ficado trancado e a par da gritaria que se instalou ele partiu o puxador da porta e conseguiu meter a porta «dentro» com um valente murro!

 

e as quedas do Quico, muitas e sempre em velocidade, principalmente provocadas pelo mano!

 

Enfim resta-nos a promessa de uma parte divertida para este fds, sábado piscina e domingo festival Panda (que por lapso meu, sempre julguei ser no sábado, mesmo olhando à data de 4 de julho...não fosse o avô e iamos para santa maria da feira um dia antes {#emotions_dlg.lol})

 

 

 

 

01.Jul.10

Ensinar a ser optimista

 

 

A cultura portuguesa não prima pelo optimismo...é por isso urgente transmitir outras ideias e valores às nossas crianças!

 

 

Ser optimista não quer dizer que se veja a vida apenas a côr de rosa, confiando simplesmente na sorte. Optimismo implica assumir uma postura realista face à vida, associada a uma atitude interventiva, lutadora, própria de quem espera conseguir sempre melhores resultados.

Se somos optimistas, perante o insucesso e as dificuldades, acabamos por ser perseverantes, percorrendo o nosso caminho encarando os obstáculos como meios de aprendizagem e não como derrotas!

 

 

Use com as suas crianças as regras de ouro:

 

Valorizar os talentos e não as dificuldades

 

O poder mágico do elogio

 

Cultive o optimismo

 

 

e siga os sete passos para o estímulo

 

  1. seja bom ouvinte dos seus filhos. As crianças sabem quando não lhes presta atenção
  2. reforce a ideia de que chorar faz bem e que é bom sinal (mesmo num rapaz). Exprimir as emoções é fundamental para o equilíbrio interno
  3. lembre-se de que as crianças aprendem por imitação. Seja educado, simpático e cordial para com os outros
  4. elogie o que há a elogiar e valorize o que houver a valorizar. Hipervalorização ou falsos elogios têm efeitos negativos
  5. ensine-os a serem empáticos. Em cada situação pergunte como se sentem e diga-lhes para se colocarem na posição do outro
  6. mostre-lhes que existe sempre um lado positivo nas coisas. Mesmo nas situações difíceis acabamos por aprender algo
  7. pergunte-lhes como lhes correu o dia. Caso contem apenas os aspectos negativos, estabeleça a regra de que devem partilhar sempre um aspecto positivo

fonte: revista Certa de novembro 2009

    as pessoas optimistas têm uma atitude positiva perante a vida e atingem mais facilmente os seus objectivos!

este post sai hoje porque é dia D cá em casa e nada melhor do que manter o optimismo {#emotions_dlg.happy}!

 

 

 

 

 

Pág. 2/2