A Hiperactividade vista à lupa

Segunda-feira, 30 de Agosto de 2010

da hiperactividade estende-se por toda a família e muitas vezes tem uma malha tão fina que é difícil não ser arrastado por ela

 

 

 

Este final de semana, foi totalmente «agarrado» á rede envolvente do Rafa...

 

No sábado, os avós foram a um casamento de uma familiar e por isso, estivemos mais sós que o habitual. Adoro ficar com os meus pais, claro, mas sem dúvida que aprecio muito ficar apenas com os miúdos. Por norma as coisas até ficam mais controladas porque mantenho com mais firmeza rotinas essenciais e consigo organizar o meu tempo sem contar com a interferência que isso possa causar aos outros.

 

Não tinha pensado em nada muito longe de casa, apenas entreter o Rafa o tempo suficiente para que o Quico (acordado desde as 6h) pudesse descansar e depois partir com eles até ao parque, bola e bicla como companhias. Talvez um lanche fora de portas.

A partir da hora do almoço no entanto, o Rafa iniciou um «festim» de asneirolas. O que era para ser uma brincadeira com o mano, descambou para uma briga feia em que tive de intervir, depois de quase partirem mais umas quantas peças e vários brinquedos, lá os fiz separar mas fiquei com aquela «borboleta» de nervoso miudinho...

Entretanto com a rapidez que lhe é habitual, ele não mais pensou no assunto e descobriu outro motivo de interesse! lembrou-se de que tinhamos lá em casa daqueles catálogos com as novidades do material escolar para o reínicio do ano lectivo. Ora se os viu, logo se pôs a escolher...o problema é que decidiu que tinha de ir comprar o material nesse mesmo instante - não para o início da semana, não no dia seguinte, nem mesmo na hora a seguir - ele tinha de ir «naquela hora»...pois que me vi e desejei para o refrear, dado que não tinha mesmo hipotese de lhe fazer a vontade (nem o faria nunca, dadas as circunstâncias...)

Enfim, acabei por ter de falar noutro assunto, a fim de o distrair, mudando-lhe o rumo dos interesses antes que desse cabo de nós e da casa (portas, objectos e assim, são por norma os mais atingidos...). Com o intuito de lhe mudar o tarifário do telemóvel, sugeri que fossemos a uma loja da operadora, coisa que lhe despertou logo o entusiasmo, pois era novidade e dizia-lhe respeito...claro que só deu para o desviar por uns instantes mas pronto...

 

Ainda fomos ao parque onde se sujaram tanto que mais pareciam ter andado a escavar a terra! os meus pais entretanto trouxeram umas visitas - uns tios meus que estão em Lisboa e que há muito queriam conhecer os miúdos. Embora soubessem do distúrbio do Rafa, acho que eles se sentiram à nora com os dois putos aos saltos, gritos e muita maluqueira, enquanto nós tentavamos conversar um pouco...talvez por isso o meu tio tenha dito «a J. vai ser mãe em breve, só espero que não lhe saia um assim...teriamos muito que aprender!»

 

Depois veio o dia de Domingo...o que dizer? foi um suplício do princípio ao fim! o Rafa continuou dominado pela vontade de adquirir o tal material, agravado pelo facto de a loja ter um horário reduzido aos domingos o que não me dava tempo para compras...aguentar as suas birras e tonterias foi um martírio e uma prova de resistência! O pior é que envolveu mesmo toda a gente na sua rede - com a agressividade ao máximo (a medicação já não lhe faz qualquer efeito e a consulta é só dia 11 de setembro) tudo era pretexto para bater, gritar, provocar...

 

Todo o dia estivemos em luta (duma das vezes com consequências graves no irmão e na psp que foi jogada pelo ar o que lhe provocou uma daquelas reacções descontroladas...) Tanto que o fim de dia se tornou penoso, senti-me totalmente desgastada (até os meus pais e o Quico pareciam aterrar a qualquer momento!)

 

mas enfim, isto é mesmo o meu/nosso dia a dia! e não pensem que por causa disso me deixo abater. Afinal consegui impor a minha ordem (possível), não deixei que nos intimidasse sem resposta e acabei por fazer-lhe ver que nada lhe valia aquele comportamento, pois não conseguiu levar a sua avante (sempre lhe disse que não o levava à loja pelo facto de se estar a comportar daquela forma e que só iria quando alterasse o seu comportamento para connosco!). Embora sabendo que é impossível escapar da rede por enquanto, tudo faço para manter a normalidade.

  Hoje estive super ocupada da parte da manhã e passei a bola ao meu pai...depois conto tudo....

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 11:35

mais sobre mim
que querem saber?
 
Agosto 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13
14

17

22
25
27
28

29
31


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro