Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

09.Set.10

se eu queria

 

 

ter um post assim dentro do «normal», com notícias do primeiro dia da pré do Quico, mais uns pormenores para recordar?

 

bom, até queria...

 

mas o que marcou o dia de quarta feira, não foi exactamente o choro desalmado {#emotions_dlg.cry} do meu pequenote, quando o larguei da mão na escolinha nova...

 

nem o ar meigo das educadoras que souberam ter com ele um diálogo em tom protector mas firme...e uma maozita firme também para ele não se escapar {#emotions_dlg.sarcastic} atrás de mim...

 

nem mesmo o ar bem disposto {#emotions_dlg.happy} com que me recebeu depois, já muito à vontade na nova salinha, com colegas também eles bem dispostos e sorridentes

 

confesso que nem ficou marcada pelas inúmeras e usuais «brigas» entre os dois irmãos (estes primeiros dias são de adaptação por isso as crianças ficam pouco tempo na escola, logo, muito tempo em casa)...muitas delas a raiar o absolutamente perigoso!

 

o que mais marcou esta quarta feira foi a cena seguinte:

 

depois de uma das brigas mais duras da tarde e com o Rafa super eléctrico, com momentos de total loucura, resolvo cortar e mudar de cenário pelo que tento levá-los à rua. Depois da avó chegar, descemos qual grupo dos «4 fantásticos» mas em versão allien...(tipo, somos extraterrestres pela primeira vez a pisar solo do planeta terra!)

 

o Rafa andava a saltar à minha volta para que lhe apertasse os cordões da sapatilha (o que me pede invariavelmente e ao que eu invariavelmente lhe digo não...daí os saltos, gritos e gestos histéricos), o Quico queria experimentar os últimos truques das artes marciais nas aberturas das caixas de correio do prédio, a minha mãe a tentar puxá-lo em sentido contrário...

 

e de repente, sem nada que o fizesse prever, o Quico vira-se e corre em direcção aos carros estacionados em frente...todos julgamos que ele iria seguir para a estrada e por isso eu gritei, a minha mãe correu e o Rafa continuou a saltar...mas afinal ele trepou para cima do capô de um carro...eu, tapada pelo Rafa não consegui reagir, a minha mãe tentou apanhá-lo mas quase como num filme vimos o Quico caminhar literalmente por cima do vidro da frente, subindo para o tejadilho, ficando lá em cima do carro!

 

estavamos nós a alucinar {#emotions_dlg.barf} e ele volta a correr pelo vidro, saltando para o capô e  logo de seguida para o chão!

isto sem contar com o histerismo em que ficou o rapaz, cuspindo em toda a gente que lhe aparecia pela frente, deixando um rasto de autêntica maluqueira

 

mas será que não posso sair de casa sem ser notada???

 

hoje não faço previsões, pronto!!!!