A Hiperactividade vista à lupa

Segunda-feira, 01 de Novembro de 2010

 

aranhas, bruxas, abóboras e até esqueletos assustadores

 

o Quico adorou a noite de halloween, onde os «bempiros» foram reis, apesar de em vez de sangue beberem litradas de ice-t

 

Foi uma tarde super agitada, tal como seria de esperar, depois de os dois andarem em «pulgas» para festejarem a noite das bruxas...o máximo que conseguimos foi aguentá-los até à tarde, dado que nem a chuva nos deixava sair, nem a programação televisiva entusiasmava o suficiente. Por isso e depois de umas velinhas acesas, bolinhos na mesa, gomas com fartura e claro uns petiscos do agrado dos mais graúdos enfeitarem também o espaço de comer, lá os deixei fazer a festa!

 

bem, na verdade já a «festa» tinha começado há muito. Tanto o Rafa como o mais novo, andaram toda a manhã às turras com todos e pegaram-se tanto e com tanta fúria que por várias vezes tive de intervir de modo mais firme. Não se consegue ter uma casa direita quando se tem um miúdo hiperactivo, para além de mexerem em tudo, conseguem arrastar com eles todos os utensílios, movéis e roupas que apanham pela frente. A minha casa mais parece um campo de batalha, especialmente quando se passa nela um fds com prolongamento....

 

uma das fases mais complicadas do Rafa foi por volta dos 2 anos e meio até aos 5. Ora o Quico está precisamente no ponto fulcral dessa faixa etária e o que me deixa apreensiva é que noto nele muitas das características do irmão...embora reconheça que existem coisas que distinguem um miúdo agitado de um realmente hiperactivo e de haverem claro, diferenças resultantes da personalidade de cada um, o meu filhote mais novo está tão parecido com o Rafa no provocar o máximo de caos no mínimo de tempo que quem sofreu os maiores sustos ontem, fomos mesmo nós adultos. Já nem falo por mim, sempre em estado de alerta habituei-me a viver em permanente vigilância, no entanto para os meus pais, cuja idade requeria já outro tempo e mais sossego, estes netos deixam-nos de rastos....

 

barulho também houve e muito e em alguns momentos parecia estar a desenrolar-se algum concerto de mortos vivos ou uma concentração de lobisomens, tal eram os «uivos» dos miúdos nas brincadeiras mais assustadoras que conseguiram inventar. As corridas pela casa eram as preferidas mas também os saltos no sofá, as acrobacias em cima das camas e os encontrões aos avós fizeram da tarde e início da noite, um autêntico festival de maluqueira!

 

O feriado vai ser passado com menos gente à volta, os meus pais e avó vão à terra para o dia dos «Fiéis» e preparo-mo para ultrapassar este dia com algumas quezílias, algumas doideiras e muito brinquedo espalhado...enfim, o tradicional cá por casa!

 

 

postado energia-a-mais às 08:19

mais sobre mim
que querem saber?
 
Novembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
16
17
19

21
23
25
27

28
30


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro