Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

10.Jan.11

milagres de ano novo

 

ou aqueles pequenos nadas que fazem logo diferença!!!

 

 

o Quico levanta-se na sexta feira com uma daquelas «telhas» que me tiram do sério. Não queria que me aproximasse mas se eu me afastava, gritava ainda mais...não queria o leite mas se lho tirava da frente, berrava a plenos pulmões, não se deixava vestir mas se eu virasse costas, esperneava e contorcia-se todo...e por aí fora, ao ponto de o agarrar por um braço e o vestir de pernas para o ar, segurado pelo meu pai que entretanto chegara. Ora quando depois de uma alucinante «viagem» de elevador em que o tive de prender para o impedir de pontapear e dar murros nos botões, chegamos à porta do carro, eu já magicava várias estratégias para aguentar com a birra até à escola...e de repente: milagre! ele abriu sozinho a porta, sentou-se na sua cadeira, não resistiu ao cinto, atirou-me um beijinho, já sem ponta de birra ou amuo e lá foi «sogadito» e contente, como qualquer menino atinado {#emotions_dlg.angel}

 

 

O Rafa tem repentismos únicos que nos sobressaltam e nos tiram a respiração, como quando sem aviso prévio desatou a berrar e a atirar com tudo para o chão porque viu o irmão com um chocolate que achou que lhe pertencia....ninguém se tinha apercebido do drama e muito menos o Quico que nem sequer se preparava para comer o dito chocolate, antes o tentava guardar na mochila para levar para casa dos avós...ora quando o Rafa se sente «atingido» não há nada que o faça demover de destruir o que quer que seja...nem os nossos argumentos, nem a nossa força persuasiva....nada! e quando eu já me metia entre o irmão e ele para impedir uma das suas investidas, ele pára, vai com a mão ao bolso, tira um papel e grita triunfante «é verdade, tens de comprar umas rifas da escola mãe, é para a viagem de finalistas!» e o entusiasmo a que isso levou foi desconcertante mas um autêntico milagre{#emotions_dlg.sarcastic}


 

e se no sábado em que tenho finalmente planeado fazer uma limpezita mais a fundo, aproveitando o facto de não ir trabalhar, até porque se impunha o desmancho das decorações natalícias, uma mãe de um amiguinho da escola do mais velho, manda um sms a dizer que se o Rafa pudesse ir passar a tarde lá em casa, teria todo o gosto, contribuindo dessa forma para um bom par de horas de maior sossego, logo mais disponibilidade para a tal limpeza, então o que chamar a isso senão um verdadeiro milagre?! {#emotions_dlg.lol}


 

e no domingo? quem não se atreve a dizer que ter um belo dia sem chuva (pelo menos por cá) depois dos últimos que mais pareciam diluvianos, não foi um autêntico milagre?!  {#emotions_dlg.sol} nós aproveitamos para dar uma caminhadas, uns chutos na bola e posso dizer que nos soube muito bem....mesmo tendo em conta que só por milagre sobrevivi a este dia agitado, sempre a «speedar» por causa deles, com montes de tarefas domésticas e muita firmeza de ordens para a casa não «vir a baixo»!