A Hiperactividade vista à lupa

Segunda-feira, 16 de Maio de 2011

 

 

mais novo, posso assinalar:

 

- os nervos deram conta dele, antes do ansiado espectáculo

- correu, saltou e «pintou a manta» para não ser apanhado pelas auxiliares pois recusava terminantemente a ser pintado

- ainda tentou provocar um motim entre os outros putos

- valeram as gomas da fabulosa A. que mais esperta e atenta, lá contornou a situação

 

 

 

 

 

Acabou por levar com umas pintas castanhas na cara, deixou colocar as «orelhas» e o «rabinho» e ficou um lindo {#emotions_dlg.confused}, bem um lindo qualquer coisa que era suposto serem....

 

 

Depois foi entrar e aguardar num pavilhão repleto de pais e familiares, com um barulho ensurdecedor de fundo mas que se dissipava quando os artistas entravam em cena. O Quico lá se integrou no grupinho e ficou à espera com ar muito compenetrado!

 

do sarau

 

 

Muito bom, a provar que os jovens quando motivados são capazes de darem o seu melhor! Um reparo, o evento teve início muito depois da hora marcada, o que não favoreceu a actuação dos mais pequenitos, pois devido ao adiantado da hora, muitos deles já estavam K.O! 

 

A pré do Quico entrou por volta das 23h e os meninos dançaram com poucos desacertos, terminando todos em conjunto, o que já foi uma vitória! a coreografia arrancou muitos aplausos e muitos viva aos «Ribeiros» a escola que representa!

 

das fotos

 

aqui a «trenga» ainda tentou umas habilidades e registou num pequeno video as tentativas para incentivar o artista logo na fase inicial, bem como algumas fotos...mas ainda nao as passei para o PC por total falta de tempo...

Mas também o miúdo não estava nada virado para a fotogenia, por isso não garanto resultados positivos {#emotions_dlg.sarcastic}

 

 

 

Talvez quando der para respirar das aventuras do fim de semana, consiga apresentar um post de jeito!

Por enquanto ainda me sinto assim:

 

 

 

 

feita em picadinho!!!!

 

 

 

 

tags: , ,
postado energia-a-mais às 09:52

Sexta-feira, 13 de Maio de 2011

 

 

...tic-tac

 

 

 

estamos em absoluta contagem decrescente (de tempo) e crescente (de nervos) para a tão ansiada «aparição» do mais novo em palco...logo mais, pelas 21h30 terá início mais um sarau organizado pelo agrupamento de escolas Oliveira Júnior de SJM

 

os miudos estão hiper excitados, claro! o Quico porque tem uma festa, o Rafa porque se entusiasma com o entusiasmo do irmão, com o entusiasmo dos outros e porque se entusiasma a ele próprio, imaginação a mil, achando que o espetáculo é um misto de Cirque du Solei com os Stomp...eu prefiro não o desiludir antes de tempo {#emotions_dlg.lol}

 

 

Os nervos são uma constante e o Quico já mostrou que quando se enerva ninguém o pára - ontem à noite quis «paticar» e sempre que achava ter feito algo mal, acabava por esmurrar alguma coisa (ou alguém...)

 

Talvez por isso, o sono veio tarde mas quando veio foi «profundo» - ele adormeceu de pernas no chão, apenas com meio corpo em cima da minha cama...posição pouco ortodoxa mas que não consegui registar graças ao totalmente histérico riso do mais velho, cujo som tive de abafar ou corria o risco de ter um Quico ainda menos «ortodoxo»....

 

Caso tenha a capacidade de me lembrar, tentarei registar em imagens o evento das escolas, quem sabe, conseguir mesmo trazê-lo a um post?? nem sempre é fácil no meio da nossa correria, lembrar-me de coisas que noutros pais são quase apéndices obrigatórios - como máquinas de filmar ou fotográficas...Mas enfim, já me dou por satisfeita se não me esquecer de coisas mais básicas como a vestimenta castanha solicitada para a atuação e que tanto me custou a encontrar (alguém se deu conta de que o castanho não está definitivamente na moda de gente miúda?!)

Ainda que possa parecer estranho, tenho mais receio de que algo possa correr mal em relação ao Rafa, do que propriamente ao estreante artista!

 

 

Quero entretanto agradecer a todos os que por cá passaram, atraídos pelo destaque do blogue, convidando-os a voltarem sempre que quiserem! E em especial, agradecer aos leitores assíduos que tornam este sítio especial, pela partilha de cada um, pela ligação que vamos criando {#emotions_dlg.lips}

 

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:17

Quinta-feira, 12 de Maio de 2011

 

 

opá, nem tava preparada, nem nada {#emotions_dlg.blushed}...tanta gente a ler-me!!!

 

brigada equipa do amigo {#emotions_dlg.blink}!

 

 

 

 

 

tags: , ,
postado energia-a-mais às 14:29

Quarta-feira, 11 de Maio de 2011

 

 

a andar de bicla sem rodinhas atrás, «ajudado» pelo irmão....

 

 

 

 

dentro de casa porque «é muita mais fificil...»

 

 

 

agora anda com os joelhos esfolados, cotovelos arranhados e com nódoas negras nas pernas, por isso não quer andar de calções....

tirando isso sente-se feliz pois andar de bicicleta é coisa de «quecidos»

 

 

anda afincadamente a treinar a música e dança para o sarau de sexta à noite e já deu para perceber que vai ser de «gritos»!

 

 

postado energia-a-mais às 10:09

Segunda-feira, 09 de Maio de 2011

 

 

uma das lições mais úteis que tive de aprender....

 

 

valorizar cada momento não é sinónimo de «desligar» ou mesmo «não ligar» ao que existe de menos bom, tanto na vida em geral, como em cada acção. Valorizar tem para mim um significado semelhante ao relativizar - tudo é relativo, quer nas tragédias quer nas venturas - nada é eterno, nenhuma situação da vida fica para sempre estática...

Significa isso, na minha visão das coisas que devemos sempre pensar no momento, viver esse momento, valorizando o que realmente importa - retirar o que é supérfulo, relativizar tudo o resto....

Os últimos acontecimentos da minha vida, mais uma vez, vieram dar razão ao que sinto, na verdade, confirmaram o que para mim é uma filosofia de vida...um dia temos, noutro não...um dia alguém faz parte deste mundo e do nosso convívio, noutro, deixou simplesmente de cá estar...o que fica então - os momentos - os de valor! e o que deles se aproveitou. Infelizmente para muitos, serão poucos esses momentos vividos, ficará então apenas um vazio...

 

E é assim, por tudo o que vivo, pelas lições que vou tendo no meu caminho que acredito no sentido dos meus actos. Um dia...por mim, pela minha família, pelo Rafa, especialmente, resolvi que tudo o que acontecesse seria vivido por si só, em cada momento teriamos de ser capazes de reflectir sobre o que deveria ser valorizado, tirar daí uma nova lição para não repetir o erro, se fosse esse o caso, ou saborear de novo um bom momento, se tal fosse o motivo!

E em cada etapa da vida, vamos pondo isso à prova....

 

O Rafa tem, como todos afinal, bons e maus momentos...qualquer criança com PHDA tem bons e maus momentos (não dias, não períodos - momentos - isto é num só dia existem muitos momentos diferentes). Por vezes levanta-se super bem disposto, falador, alegre e descontraído...meia hora depois esta insuportável, grita, chora, pontapeia....depois pode ter um ataque de riso incontrolavel, uma fúria consumista, ou simplesmente extravasar a sua energia dando corridas, mexendo-se sem parar, falando pelos «cotovelos». Como está pouco tempo com cada actividade, os momentos de «descanso» são poucos...

No sábado estive de serviço de manhã e quando cheguei a casa, estavam os dois mais o avô nas batalhas dos tais bayblade, numa brincadeira eletrica mas «normal» dentro dos padrões tão carateristicos. Fui fazendo a vidinha caseira, aproveitando para os levar fora de portas quando o sol espreitou, pois sei por experiência que não conseguem ficar muito tempo no mesmo sítio. Andamos, levamos uma bola, demos umas corridas, fizeram umas piruetas, o tempo fechou, voltamos a casa...Andaram nos habituais risinhos, amuos, falinhas mansas, outras vezes vozes grossas...o habitual!

mais tarde, no entanto o Rafa reparou que ainda não tinhamos escolhido um novo par de sapatilhas (algo que tinha ficado para o fds sem ter havido combinação prévia de dia certo...) as dele estavam nas últimas, o mano também precisava, afinal eu dissera isso mesmo, portanto teríamos de ir comprar umas naquele momento...Ora, para mim, o momento não era o adequado - muito perto da hora dos banhos e jantar, mãe cansada e filhos eufóricos não é uma boa combinação para se ir a um shopping...

 

E pronto, desancadeia-se um momento de crise. O Rafa muito agitado, depressa se descontrola, a impulsividade que o caracteriza toma conta de cada gesto, cada palavra e omite o pensamento. Pura e simplesmente o Rafa não consegue parar - nem para respirar...não nos ouve, grita histericamente, quase sufoca por querer falar ao mesmo tempo que se agita, puxa os seus próprios cabelos, bate com os punhos na parede, bate com os pes, tenta puxar quem se aproxima...enfim, uma aflição. Momento doloroso.

Desta vez o Quico quis vir para o meu colo, assustado e mordendo os lábios. Detesto que veja o irmão assim, eu sei que ele sofre.... E lá fiquei com o mais novo ao colo, tentando dissuadir o mais velho, ignorando os seus gritos e puxões, gestos descontrolados, apenas mantendo o meu olhar no dele, tentando falar num tom audível mas muito mais abaixo do dele, mantendo a minha vontade inicial - escolher outro momento para a compra.

Obrigar o Rafa a parar sem lhe tocar de forma agressiva é complicado. Mas é possível, se conseguir manter a calma, não deixar que agrida o irmão, se o fizer sair do sítio onde inicia a «crise», mudar o ambiente provoca sempre uma desacelaração. E ao fim de mais de três quartos de hora, conseguimos. Ele foi acalmando, molhou o rosto na água, respirou mais calmamente e superou a crise....Fiquei muito orgulhosa dele e disso-lho. Para mim esse foi o momento mais importante daquela birra - já notei isso nas últimas situações semelhantes, o Rafa parece estar mais consciente de que tem de fazer um esforço para se controlar. Isso é digamos, uma vitória! Dificilmente isso acontecia num passado recente - o Rafa parava por exaustão da situação em si, não de forma consciente - isto é um sinal de que toda a estratégia motivadora e baseada num reforço do seu comportamento positivo, está a resultar! aos poucos é certo, mas está  a dar resultado!

 

E assim, mais uma vez, acabamos uma birra com uma boa risada cúmplice, sem punições, muito pelo contrário, com uma palavra de afecto e com a certeza de que o momento de comprar as sapatilhas novas vai ser apreciado como deve ser!

 

E sim, no Domingo lá tivemos outra vez bons e maus momentos, gritos e birrinhas, brigas de loucos e brincadeiras doidas...mas faz parte não é? e para descomplicar ainda mais e mostrar como devemos tirar partido do que realmente importa, tenho o Quico a dizer, enquanto saboreia uma tosta mista caseira e um suminho à maneira «haaaaa, isto sim, é Vida!»

 

 

postado energia-a-mais às 08:28

Sexta-feira, 06 de Maio de 2011

 

 

a de aferição a Língua Portuguesa - para o Rafa (nem acredito já anda no quarto ano!!!)

 

não me pareceu muito ansioso - apenas radiante por poder usar o seu novo dicionário - na verdade tive de lho ir comprar e assim que lho entreguei nunca mais o largou, nem para dormir...literalmente!

Claro que está muito mais à vontade nas matemáticas mas pronto...o importante é permanecer equilibrado durante a prova - tem andado muito agitado nos últimos dias.

 

Registo que quando lhe chamei (mais uma vez) a atenção para o facto de ir realizar uma prova nacional, ele se mostrou muito mais interessado em mostrar o seu desagrado por os colegas dos outros anos ficarem sem escola nesses dias....{#emotions_dlg.lol}

 

 

Quanto ao Quico anda em provas de aflição! os meninos vão participar num sarau desportivo que implica entrar numa coreografia de conjunto, o que para o Quico não parece fazer muito sentido...{#emotions_dlg.tongue}

 

 

 

 

 

tags: ,
postado energia-a-mais às 09:18

Quinta-feira, 05 de Maio de 2011

 

 

Rafa: «Quico, repete tudo o que eu digo....eu...»

 

Quico: «eu...»

 

Rafa: «cheiro...»

 

Quico: «cheiro...»

 

Rafa: «mal....»

 

Quico: «bem {#emotions_dlg.lol}....

 

Rafa: «opá, não é assim...»

 

Quico: «opá, não é assim...»

 

Rafa: «tens de repetir...»

 

Quico: «tens de repetir...»

 

Rafa: «o que eu disser...»

 

Quico: «o que eu disser...»

 

Rafa: «vá anda lá Quico...»

 

Quico: «vá anda lá Quico...»

 

Rafa: «óh...vá....»

 

Quico: «óh...vá....»

 

Rafa: «eu cheiro mal....»

 

Quico: «tu cheiras mal...» {#emotions_dlg.lol}

 

 

por vezes a lavagem não corre como esperado!!!

 

 

postado energia-a-mais às 09:12

Quarta-feira, 04 de Maio de 2011

 

 

Sabem quando a ficção acompanha os fenómenos reais? e sabem quando essa ficção se mistura de tal modo que acabamos por não saber onde começa uma e se acaba a outra? 

Sempre fui atenta aos programas de TV na perspectiva de mãe. Ou seja, tento acompanhar o que eles vêem e orientar as suas escolhas para que, mesmo que não sejam daqueles que passam horas em frente à tal caixa mágica, os momentos que passam sejam de qualidade. Gosto de certos programas infantis, admito que muitos outros me enervam e confesso que alguns me deixam «pasmada»...

 

Aqui por casa existem dois miúdos com idades bem diferentes - por isso e embora alguns gostos se cruzem (mais por influência do mais velho) os canais de eleição são o Panda, Panda Biggs e Discovery (este último total e religiosamente visto pelo Rafa que pára apenas quando passam documentários de animais pré-historicos, programas científicos e tudo o que seja ligado ao Mundo e sua formação). Não sei se é bom ou mau sinal mas os meus putos devem ser os unicos que não conhecem personagens dos Morangos, não sabem o que são telenovelas e nem imaginam o que é um «reality show»....ou melhor....não imaginavam porque para meu grande «pasmo» descubro que afinal num dos tais canais selecionados, a ficção supera a realidade

 

 

 

A 21 de Março, o canal Panda Biggs estreou a  "Iha dos Desafios", o primeiro reality show animado produzido para televisão que rapidamente se tornou num dos programas de maior sucesso nos Estados Unidos.

A "Iha dos Desafios" decorre no acampamento Wawanakwa, no Canadá. Neste programa, 22 adolescentes vivem oito semanas presos num acampamento onde competem ao longo de vários desafios, com a finalidade de chegar à final e ganhar um prémio no valor de 100 mil dólares.

Durante os primeiros episódios ocorrem diversos eventos marcantes que prometem agarrar os fãs do canal desde o primeiro minuto: trocas de equipas, roubos, mentiras, candidatos que se transformam em namorados e cabeças rapadas, são algumas das peripécias....

 

E sim, tudo é «realmente» semelhante à realidade/ficção dos nossos dias - até o refrão da musica de abertura com um «eu quero ser famoso» gritado em coro....Opá! então anda uma mãe a evitar certas escolhas e acaba por ser «apanhada» por estes tipos espertos fazedores de imagens esteriotipadas?

 

 

postado energia-a-mais às 09:10

Segunda-feira, 02 de Maio de 2011

 



 

 

tivemos e muitos.....

 

 

 

 

 

 

 

 

o bolo foi feito por mim

 

eles escolheram os enfeites



 

 

 

trouxeram prendinhas da escola

 

 

 

 

 

 

 

com carinho e algum talento

 

 

 

 

 

 

e embora tivessem ajuda com os poemas, a flôr para aplicar e com a planta natural

tenho a certeza que sentiram de verdade, tudo o que ofereceram

 

 

 

estavam radiantes e euforicos, querendo entregar tudo ao mesmo tempo

perguntando em coro «gostas?»

 

 

depois e porque a chuva estragou os planos de um passeio fora de portas

lá andaram nas suas lutas, risos, brigas e brincadeiras

 

foram como sempre, o centro das emoções!

 

e para que haja registo rigoroso, aqui fica uma foto das três

mães desta família

 

 

 

 

 

 

assim, com toda a agitação que sempre nos acompanha (à qual nos vamos habituando e só por isso nos adaptamos sem queixumes) lá fizemos um lanchinho caseiro, enquanto os miúdos saltavam por cima do sofá, jogavam a bola, gritavam e corriam «aos ninjas», comiam ao mesmo tempo, falavam pelos cotovelos, contavam anedotas, brincavam às adivinhas, voltavam a saltar no sofá, giravam à nossa volta, entregavam outros miminhos (uma mala nova para a avó, um relógio decorativo para o quarto da bisa, um perfume novo) ajudavam a arrumar e voltavam a colocar tudo de pernas para o ar....até que os convencemos a entrar numa banheira transformada em navio de piratas, em que eles, munidos dos respectivos adereços teriam de resgatar o tesouro - depois de bem ensaboados, frescos e cheirosos, chegariam ao almejado baú (congelador do frigo) onde os esperava uma grande taça de um belo gelado de nata e chocolate hehehe!

Depois....fiz batota, adiantei o relogio e antecipei a medicação do Rafa, deitei o Quico ao lado do mano, garantindo que veriamos um filme a três, depois de muitos beijinhos do mais novo, muita «rabujice» do mais velho e muita fé em que teria uma chance de conseguir para mim, uma horinha deste dia da Mãe - tive o meu prémio! consegui!  

 

Obrigada meus amores por mais este Dia e nesta almofadinha escolhida pelos avós para me entregarem, está o resumo do meu papel de Mãe!

 

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:13

Domingo, 01 de Maio de 2011

 

 

da Mãe {#emotions_dlg.inlove}

 

Não há distinções entre este e todos os outros (dias) em que a Mãe está sempre presente

 

é ela que ralha, é ela que conforta, é ela que ensina, é ela que pede explicações, é ela que sofre, é ela que sorri....como em muitas outras casas, em muitos outros sítios do Mundo...

 

mas infelizmente há muitas distinções entre as Mães 

 

 

 

 

dependendo do sitio onde vivem

 

 

e do que enfrentam no dia a dia

 

 

que nos obrigam a pensar que este dia

 

 

 

deve mesmo ser celebrado!

 

 

para todas as Mães, as de coração, as verdadeiras

 

um Feliz Dia

 

 

todas as imagens retiradas da net

 


postado energia-a-mais às 08:08

mais sobre mim
que querem saber?
 
Maio 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
14

15
17
21

22
27
28

29


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro