Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

29.Jul.11

com ritmo

 

do mais puro!

 

assim foi a festa final do campo de férias do Rafa (aqui fica uma imagem do convite que recebemos)

 

 

 

 

 

tendo por base o tema «conta-me como foi», os miúdos apresentaram diferentes coreografias, percorrendo as várias décadas em termos musicais, desde os anos 40 até aos nossos dias. Posso garantir que a assistência delirou com as danças, os fatos e toda a composição escolhida, vibrando e cantando com todos os sucessos intemporais. Destaco a maravilhosa prestação do grupo do meu rapaz, exibindo a década de 50, lindo e contagiante!

 

 

Apesar de todas as fitas e de todas as birras matinais (que persistem meeeeeesmo até ao último dia) o Rafa teve por certo momentos bem divertidos, como provaram as fotos que a organização exibiu em slide-show antes e após as actuações em palco. E mesmo tendo em conta que ele não quis participar no acampamento (ficar fora de casa - nop!) e que se recusou a ir algumas vezes nas saídas em grupo, dou por bem empregue o investimento que fiz, pois sei como é importante conseguir manter regras e um ambiente estruturada até para ele se divertir!

 

Para já fica a sensação de um tempo bem passado e agora a preparação para o alucinante mês de agosto (nem eu nem o pai temos férias, os avós vão ser, mais uma vez o nosso pronto-socorro!)

 

E para além da festinha do Rafa na quarta feira à noite, tivemos na quinta a festa do CAF (ATL da pré) do Quico que teve um lanchinho diferente do habitual, preparado pelos pais (e no caso do Quico pelo avô) e aberto a todos os que quiseram partilhar a despedida de alguns e o até já de outros...e entramos agora na contagem emocionante para o aniversário do meu pestinha mais novo, já neste sábado, ou seja, preparação de mais uma festa!!!

 

sem contar (fica para outro post) que as últimas semanas foram alucinantes e que muita coisa aconteceu que me deixou dúvidas e anseios. Talvez por isso tenha re-organizado o meu esquema mental, assim que as forças começaram a faltar... 

 

e o que precisa uma mamã que quase não tem tido tempo nem para dormir? ora lá está - precisa da ajuda dos outros! e esta mamã, tem, para além da ajuda da casa (os super avós), a ajuda das colegas de trabalho que conseguem ter sempre uma palavrinha na hora certa, quando o ânimo fica mais em baixo, ou quando é preciso tratar de alguns assuntos em hora de trabalho...

 

Portanto, cá vai um {#emotions_dlg.lips} a todas e embora num corropio espero poder actualizar o blog, de modo a manter «frescas» as últimas desta família sempre com energia-a-mais!