Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

06.Jul.11

RECADOS

 

 

do campo de férias do Rafa

 

que o miúdo se mete em alhadas já é normal - que esteja em risco de ser expulso, é grave! o recado foi de que se andasse novamente à porrada não poderia ir mais para o campo...bem, embora ache que o Rafa não é de iniciar brigas, sei que se provocado ele reage de forma intempestiva! e por norma nunca «se fica» a ninguém...

 

portanto, embora o tenha admoestado, disse-lhe que ele deve ter o cuidado de sempre que se sentir provocado ou vir algum menino a fazer uma «asneirola», ir ter com os monitores do campo para que eles ficassem a par e resolvessem a situação . Ao que ele prontamente respondeu «que não sou acusa pilatos - bufo ou queixinhas!!!». «Claro que não» disse-lhe eu «assim, mostras que és mais esperto, afinal os outros miúdos é que precisam de ti, muitas vezes querem brincar contigo e que lhes mostres tudo o que sabes!»

Ele aceitou bem, não sei é se de uma próxima vez, se vai lembrar das minhas recomendações...a ver vamos!

 

De qualquer modo, ele até estava contente porque o incentivaram a fazer umas acrobacias, piruetas e coisas dessas, para depois apresentar na festa de final do mês, no encerramento do campo.

 

da escola do Quico

 

Parece que o meu rapaz não se quer banhar na piscina insulflável que colocaram no ATL para os miúdos se entreterem neste mês. Diz ele que não o deixam mergulhar, por isso não acha piada. Além disso diz que os meninos andam de cuecas na piscina, ele acha isso pouco digno {#emotions_dlg.lol}

 

Hoje de manhã tive de andar a correr para o meter no carro do avô, coisa que mais parecia uma corrida de touros com assistência e tudo!

 

 

 

 

05.Jul.11

(des) investir na educação

 

 

se há tema que me preocupe quando se fala do estado das coisas no país, esse tema é a educação...

 

ou melhor, o que me preocupa é ver que em Portugal ainda se colocam outros assuntos como prioridade, quando no fundo, é a educação que está a hipotecar o futuro - só com uma melhor educação, mais rica, mais produtiva e mais qualitativa, se pode realmente começar a pensar num futuro menos cinzento. Os miúdos de hoje são peças fundamentais na construção do amanhã e se não lhes dermos as ferramentas necessárias, essa construção ficará irremediavelmente comprometida!

 

Mas a verdade é que a pretexto de um qualquer orçamento, ou da falta de rigor que vem de trás se continua a comprometer esse amanhã (não tão longe assim...afinal!). Isto para dizer que no início da semana veio a público uma ordem do Governo para se suspender o encerramento de mais de 600 escolas que seriam, neste próximo ano lectivo, fechadas, por ordem do anterior executivo.

 

Fico pasma (ou talvez já nem isso...). Então isto é uma notícia boa?! para quem? por mais voltas que dê, não vejo em como isto se traduza em «transformar a educação em Portugal» coisa que o recente ministro, homem sábio das matemáticas, prometeu com grande ênfase no parlamento. Será que Pedro Crato fez bem as contas? a julgar pelo currículo estaria mais que habilitado...mas...

 

portanto são mais de 650 escolas que se irão manter em terreolas com reduzido número de miúdos por escola (menos de 20 - critério que terá entrado nas contas anteriores). Traduzindo - mais de 650 estruturas, muitas delas utrapassadas, que teremos de manter, em contas de luz, água, aquecimento, dependendo da zona do país (ou talvez prefiram que as crianças levem os cobertores no inverno). Mais de 650 professores que terão todos os argumentos para se atirarem às greves (isto se acreditarmos que os professores estão realmente interessados no aspecto qualitativo do ensino) por falta de condições de trabalho - a começar pelo facto das menos de 20 crianças que lhes couberem em sorte, não terem necessariamente todas a mesma idade, nem frequentarem todas o mesmo ano lectivo - ou seja, um professor terá que leccionar mais do que uma matéria, em mais do que um ano (ou mesmo os quatro anos) de ensino, ao mesmo tempo, na mesma sala (ou estarei enganada?)

 

E depois, o que me preocupa ainda mais, foi ouvir as pessoas daquelas localidades dizerem que «sim senhor, foi uma coisa boa, porque assim, até pode ser que para o ano haja mais crianças na escola»...opá! a sério?! acham mesmo?! a ver se entendo - os pais querem que os miúdos fiquem em escolas antigas, em vez de se mudarem para escolas mais modernas, com mais e melhor equipamento e com mais e melhor gestão dos recursos humanos?! e preferem que eles não saiam e não abram horizontes, conseguindo uma melhor integração futura, em estruturas pensadas para acompanharem a evolução normal do percurso escolar?!

A sério que não entendo...eu posso ser muito tacanha, viver numa localidade pequena, ter de madrugar para pôr os putos na escola a horas, andar numa azáfama ao fim do dia para os ir buscar mas vejo além do óbvio, caramba! as escolas projectadas para agruparem várias faixas etárias em diferentes graus de ensino, estão bem equipadas, são eficientes, os miúdos ficam mais apoiados por diferentes suportes (ATL, bibliotecas, ludotecas, actividades extra curriculares). Não será isso melhor do que a tacanhez? E não me venham dizer que fecharem as escolas é promover a desertificação de certas localidades. Não dar alternativas, sim, promove o fracasso - sem alternativas de futuro, quererão os adultos do amanhã, permanecer nessas localidades?

 

...e o que dizer então da pergunta do jornalista a uma das crianças? tipo «então ficas contente por ficares cá? por não ires para a escola grande da cidade?» e a miúda «sim, assim fico aqui com os meus amigos...é melhor» bhaaa! se perguntarem ao Rafa ele dirá que quer a aula dentro de casa, melhor, no quarto para poder estar mais perto das suas coisas preferidas! será isto um bom motivo para fecharem a escola para onde ele vai? ele ficaria super contente!

 

triste mesmo é ver este (des) investimento na educação, ver que mais e mais uma vez vamos, como em muitos outros campos, ficando para trás do nosso tempo, no marasmo típico de um povo a quem só é permitido ver o óbvio!

 

atenção: este post é apenas uma breve reflexão sobre o assunto, não aprofundei, pois muito haverá para dizer...claro que não é apenas porque se abrem ou fecham escolas, que se muda o estado do ensino, ou  a sua qualidade, limitei-me a comentar uma notícia recente...Mas acho que nos faz falta discutir este assunto, mais claramente, mais aprofundadamente.  

 

 

 

04.Jul.11

Campo de férias x Fitas + fintas

 

 

é igual a desgaste na certa!

 

desgaste para mim, manhãs loucas em que tenho de fazer uma verdadeira ginástica mental para me organizar ou seria o caos para todo o dia...

 

Levar o Rafa até ao campo de férias tem sido uma tortura! nada que não estivesse à espera...mas mesmo contando com isso, não deixa de ser uma aflição - ver as horas a passar e não conseguir que se vista, se arranje ou sequer se mova na direcção correcta - a porta de saída da casa! e o pior é que isso trespassa para o mais novo que também acaba por fazer fitas para se esquivar....

 

 

se alguém nos ouve (caso dos vizinhos) deve julgar que os estou a preparar para os levar a um campo de concentração tal a força da resistência deles e as minhas «ordens» de tipo militar: «depressa, 5 minutos para te vestires», «vestir imediatamente, agora mesmo», «não admito mais fitas» e outras frases que lanço em tom categórico {#emotions_dlg.annoyed} e algo ameaçador....vai resultando mas muito lentamente....pufff! uma canseira....

 

Hoje para além das fitas habituais, juntou-se um dente quase, quase a sair mas que não se soltava sem uma ajudita....mau mesmo foi quando o Rafa se apercebeu de que tinha um pouco de sangue e fez uma cena «daquelas»...

 

apesar de tudo o dente lá se soltou não sem uma série de peripécias e acrobacias, pelo que quando cheguei ao trabalho já tinha uma bela dose de adenalina no corpo {#emotions_dlg.lol}

 

 

aiiii! isto só visto mesmo!

 

 

 

01.Jul.11

façam figas

 

 

usem as vossa patas de coelho, ferraduras e outros amuletos fidedignos....

 

eu sei que esta não é uma sexta-13

 

mas para mim pode ser uma sexta de muito azar (ou não)...depende de como o Rafa se comporte hoje no primeiro dia do campo de férias {#emotions_dlg.sarcastic}

 

por isso, cruzem os dedos e torçam tá??? uma forcinha extra nunca será demais {#emotions_dlg.blink}

 

se ele se aguentar hoje, se não desatinar como no ano passado e se encarreirar na rotina do campo - estou safa por um mês! (ou melhor - o meu pai está mais safo...já que eu não tenho férias, portanto pelo menos no horário de trabalho não sou torturada....)

 

...e já agora que o Quico vá na onda e se entretenha umas horinhas no ATL da pré O.K?

 

 

e podem crer que será mais difícil que as coisas corram bem com eles, do que me sair o prémio do euromilhões!!!

 

 

 

 

Pág. 2/2