A Hiperactividade vista à lupa

Quinta-feira, 22 de Março de 2012

 

 

quem lida com idosos sabe que poucas diferenças existem entre os cuidados a ter com eles ou com crianças...

 

a minha avó, 91 prestes a chegar, de férrea vontade e (até agora) saúde, é daquelas de feitiozinho «retorcido». Pouco caso faz dos nossos avisos e não raramente desafia-nos com atitudes de absoluta infantilidade, como atravessar a rua fora do sítio apropriado (passadeira para quê??? os outros também são atropelados na passadeira...) ou subir a um banco para chegar a algo que está fora do seu alcance...

 

Isto pode dar (por vezes dá mesmo) em acidentes de maior ou menor gravidade, obrigando-nos a um redobrar de atenções e algumas discussões...Ora na terça feira uma escorregadela à chegada ao patamar junto ao elevador, fruto de um querer chegar às escuras até ao mesmo e um tropeção na bengala de apoio, deixou a minha avó estatelada no chão, com a testa toda aberta e um osso do cotovelo estalado. E foi mesmo um susto maior, sentido primeiro pelo meu pai que estava em minha casa a tratar do almoço e que deu conta de um barulho estranho, logo depois da minha avó ter saído para ir à padaria. Muito sangue, muita aflição, eu tive de interromper um encontro na APCH e lá fui com ela para as urgências - duas horas e muita sutura depois, tranferem-na para ortopedia e para o hospital central. Pois que aí esteve mais de 7 horas, tendo feito mais alguns exames e tendo sido ligada com talas para manter o braço imóvel. E pronto lá veio para casa toda «enfaixada» como diz o Rafa, com mais alívio da nossa parte por ver-mos que continua com o seu feitio de sempre, resmungando contra todo o tempo que lá esteve e de como demoraram a atende-la e de como nem lhe deram nada para comer e porque aquilo (urgências de um grande hospital) é uma autêntica confusão e não tem «jeito nenhum»...

 

Depois de dois enormes pratos de canja e de um belo prato de cerelac (para grande gozo do Quico que lha queria dar à boca) lá se habituou à sua nova condição de «semi-acamada» sempre com resposta na ponta da lingua e com obvia satisfação por ser o centro das atenções {#emotions_dlg.blink}

 

 

haverá susto maior do que temer pela vida dos nossos?

 


postado energia-a-mais às 10:54

mais sobre mim
que querem saber?
 
Março 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
17

18
20
21
24

25
26
28
29
31


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro