Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

22.Mar.12

susto maior

 

 

quem lida com idosos sabe que poucas diferenças existem entre os cuidados a ter com eles ou com crianças...

 

a minha avó, 91 prestes a chegar, de férrea vontade e (até agora) saúde, é daquelas de feitiozinho «retorcido». Pouco caso faz dos nossos avisos e não raramente desafia-nos com atitudes de absoluta infantilidade, como atravessar a rua fora do sítio apropriado (passadeira para quê??? os outros também são atropelados na passadeira...) ou subir a um banco para chegar a algo que está fora do seu alcance...

 

Isto pode dar (por vezes dá mesmo) em acidentes de maior ou menor gravidade, obrigando-nos a um redobrar de atenções e algumas discussões...Ora na terça feira uma escorregadela à chegada ao patamar junto ao elevador, fruto de um querer chegar às escuras até ao mesmo e um tropeção na bengala de apoio, deixou a minha avó estatelada no chão, com a testa toda aberta e um osso do cotovelo estalado. E foi mesmo um susto maior, sentido primeiro pelo meu pai que estava em minha casa a tratar do almoço e que deu conta de um barulho estranho, logo depois da minha avó ter saído para ir à padaria. Muito sangue, muita aflição, eu tive de interromper um encontro na APCH e lá fui com ela para as urgências - duas horas e muita sutura depois, tranferem-na para ortopedia e para o hospital central. Pois que aí esteve mais de 7 horas, tendo feito mais alguns exames e tendo sido ligada com talas para manter o braço imóvel. E pronto lá veio para casa toda «enfaixada» como diz o Rafa, com mais alívio da nossa parte por ver-mos que continua com o seu feitio de sempre, resmungando contra todo o tempo que lá esteve e de como demoraram a atende-la e de como nem lhe deram nada para comer e porque aquilo (urgências de um grande hospital) é uma autêntica confusão e não tem «jeito nenhum»...

 

Depois de dois enormes pratos de canja e de um belo prato de cerelac (para grande gozo do Quico que lha queria dar à boca) lá se habituou à sua nova condição de «semi-acamada» sempre com resposta na ponta da lingua e com obvia satisfação por ser o centro das atenções {#emotions_dlg.blink}

 

 

haverá susto maior do que temer pela vida dos nossos?