A Hiperactividade vista à lupa

Quarta-feira, 09 de Maio de 2012

 

mas três crises fez o Rafa nestes últimos dias...

 

 

 

imagem retirada da net


 

por «crises» não me refiro à agitação com que vive cada dia. Para mim ver o Rafa correr pela casa, com a bola nos pés, saltar a todo o instante, não conseguir ficar mais de 10 minutos seguidos com uma tarefa, não deixar o irmão em sossego um minuto, falar pelos cotovelos, falar muito alto, rir histericamente, chamar-me de 5 em 5 minutos, torcer as mãos, torcer os dedos, não se sentar para fazer os tpc...isso é normal. Crises são momentos que surgem incontroláveis, no meio do descontrolo a que já me habituei...

 

Desde a semana anterior que se vão notando sinais de maior descontrolo. O médico do Rafa sugeriu fazer-mos uma pausa num dos medicamentos e portanto poderá estar relacionado. Para além de andar mais agressivo (em qualquer reação nota-se maior exagero na atitude, no falar, etc) também dorme menos e com sonos mais agitados. Por exemplo voltou a ter momentos de sonambulismo.

Isso, aliado à natural ansiedade que toma conta deles aquando dos testes, mais a alteração que nos atingiu a todos com o acidente da avó, enfim, um mix explosivo para um miúdo com um disturbio de PHDA, de tipo impulsivo, grau severo...

 

Num desses momentos o Rafa teve um ataque de pânico num teste de matemática (disciplina a que tira nota de 100% nos testes e 5 na pauta). Ficou branco, agoniado, teve de sair, vomitou mas voltou de novo à sala super aflito por não conseguir fazer o teste dentro do tempo regular...Estava desoladíssimo no final

 

Noutra altura entrou em histeria por não conseguir encontrar um autocolante que um amigo lhe dera na escola. Ele queria mostrar-mo mas quando se lembrou dele e o procurou por todo o lado, descobriu que não o tinha. Entrou num crescendo de aflição, as horas passando....não conseguia dormir, 11h da noite e sempre aos berros, o irmão em pranto, ele super stressado desatou aos pontapés às portas e radiadores, eu sem o conseguir parar, enfim. Cheguei a comentar num post anterior tive de ir à rua procurar debaixo dos assentos no carro, eram já duas da manhã...

 

Também teve uma briga descomunal com o mano que me obrigou a recursos s.o.s. O fim de semana passado foi alucinante...

 

Claro que não acontecem «crises» só em casa. Se assim fosse a patologia de que sofre não seria a PHDA...este é um distúrbio que acompanha a vida diária das pessoas que dela padecem e portanto em qualquer contexto, escola, rua, acontecimentos públicos, ela manifesta-se. Por isso não me surpreende que tenha trazido da escola recados vários nestes dias...

 

o que me IRRITA mesmo muito, é que estes recados da diretora de turma, reportando o «registo de ocorrências» como ela lhe chamou, são para mim sinónimo da total falta de conhecimentos (para não lhe chamar outra coisa) dos professores do meu filho! vejamos:

 

num dos recados, escreveram o seguinte «informo que no dia x o seu educando perturbou o funcionamento da aula de música e teve uma atitude desadequada», noutro «a ciências da natureza, o seu educando perturbou o funcionamento da aula e não fez os tpc..» e mais dois de teor semelhante (EVT e matemática)...

 

Ora agora pergunto eu, tendo em conta que desde o inicio do ano letivo, ando a informar a escola de todos os assuntos relacionados com a PHDA diagnosticada ao Rafa, que já levei todos os relatórios disponibilizados pelo médico, que me prontifiquei a levar material informativo sobre esta perturbação, que já tive milhentas conversas com vários dos professores....o que raio querem dizer com ATITUDE DESADEQUADA? O que é uma atitude desadequada num miúdo com PHDA?

Num contexto de sala de aula, os meninos devem estar sentados, falar só quando o professor o solicita, realizar as tarefas segundo a ordem do professor e terminá-las no período indicado - tudo o que um miúdo com esta perturbação tem dificuldade em fazer. Se num miúdo dito «normal» se pode chamar desadequado, quando não cumpre estes tipo de requisitos e por exemplo se levanta inúmeras vezes, fala quando não é solicitado, interrompe, não realiza a tarefa, num miúdo com PHDA este comportamento é o normal - é isto que se espera que aconteça, tem de ser esta a expectativa do docente. O cumprimento das regras e o funcionamento adequado, vem apenas com o trabalho ACRESCIDO que tem de se fazer com estas crianças e com uma série de estratégias DIFERENCIADAS que o professor deve implementar na sala de aula, de modo a conseguir o mesmo tipo de resultados das outras crianças.

 

Se tenho de fazer disto uma luta diária, então que seja - se acham que me vencem pelo cansaço até me ouvirem dizer coisas como «fez bem em chamá-lo à atenção, fez bem em marcar falta, fez bem em mandar recado» que se desenganem - nunca vou desistir e nunca vou dizer que se ele quiser pode fazer as coisas como os outros miúdos - a PHDA não depende da força de vontade. Nem é uma alteração benigna do comportamento. Implica muito mais, tem de ser encarada com mais seriedade, pelo bem de todos os que sofrem

 

e pronto, lá vou eu para mais uma conversinha com a diretora de turma....

 

postado energia-a-mais às 10:47

Terça-feira, 08 de Maio de 2012

 

 

 

construíram-me um «castelo»

 

 

 

fizeram-me torradas

 

 

 

até me quiseram sentar no trono, para eu «descansar um bocadinho» (tá bem nem durou 5 minutos mas a intenção era boa)

 

O Rafa ofereceu-me um poema escrito por ele, com letra muito direitinha que segundo ele, demorou uma «eternidade» a fazer {#emotions_dlg.meeting} e o Quico ofereceu-me a prendinha que trouxe da escola, entretanto totalmente desfeita...mas que deu para perceber que era um vaso a servir de almofadinha de alfinetes com feitio de um cacto (a ideia era gira, não fosse a prenda ter de esperar desde sexta feira à mercê das maozinhas irrequietas do moço...)

 

Além disso a «surpresa» incluiu um número artístico que era suposto ser feito a dois mas que depois de uma grande briga para ver quem anunciava o quê e quem entrava primeiro, se transformou numa zaragata à qual tive de me opôr...

 

Para além de muitas promessas de que seriam bonzinhos o resto da vida {#emotions_dlg.angel} os dois acabaram de partir a minha cama (ainda não está no chão mas falta pouco) e fizeram da sala um campo de futebol....

Quando pensei que talvez conseguisse sobreviver apesar do desastre, o meu pai teve a ideia de insistir para que fossemos a casa deles, mesmo com outras pessoas de visita...

 

Claro que a coisa se descontrolou, pois os miúdos ficam ainda mais histéricos quando estão com pessoas que não conhecem...correram, saltaram, gritaram, até que o avô já só pedia aos deuses que a visita terminasse...e como a minha mãe precisa mesmo é de descanso, tivemos de vir embora, eu quase os arrastando pelos cabelos

Felizmente ainda consegui deixar a prendinha com a avó, foram eles que escolheram e tive receio que não durasse até ao destino mas como tive o cuidado de ser eu a transportá-la, vá lá que se aguentou

 

 

 

esta é uma foto retirada da net porque não levei a máquina mas era muito parecido, o ramo de gomas que demos este ano, porque «assim ela pode comê-lo - como diz o Quico - e as flores não...ficam murchas e não se comem....»

 

no fim do dia, com a tenda ainda montada no quarto deles, acabamos por fazer ali mesmo a nossa cama, coisa que só uma «Mãe muita fixe deixa fazer»

 

 

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:13

Domingo, 06 de Maio de 2012

 

 

é ser Porto de Abrigo, ter espaço no coração para o mais nobre dos sentimentos

 

e saber aceitar um filho tal como ele é, sabendo que nunca o poderá «prender» mas ensinando-o a voar

 

 

 

 

Todos os anos celebramos este dia com muita ternura. Tirando o peso consumista que nos querem impor, acho que o simbolismo da data deve ser alimentado, sobretudo em tempos como os que vivemos, onde impera o individualismo, o número de filhos é reduzido a um por casal, onde cada vez existem mais familias monoparentais, o papel de Mãe é tantas vezes subvalorizado...

 

este ano no entanto, vamos ter o Dia da Mãe mais tristonho de que me lembro! não teremos o tradicional lanchinho familiar onde costumamos juntar as três Mães da casa. Por força das circunstâncias a minha mãe, ainda muito debilitada e com muitas dores, terá um dia mais sossegado do que o habitual, embora eu faça questão de a ver (como todos os dia) e de lhe levar uns miminhos. Mas a verdade é que com as crianças enérgicas que tenho não é aconselhavel uma festa lá em casa...eles dariam conta de tudo num instante...Além do mais, como é domingo alguns familiares irão fazer visita e portanto juntar tudo com os meus filhos no meio, está mesmo fora de questão...

 

De resto, eles estão em pulgas porque, dizem, prepararam-me a melhor surpresa de sempre...MEDO! 

 

Desejo a todas as Mães um excelente dia e claro aproveitem para dar e receber muitos beijinhooooos

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:09

Sexta-feira, 04 de Maio de 2012

 

 

das escolas da zona

 

 

Sarau XIII Gimnodesportivo 

 

os miúdos vão participar (a empurrão, claro)

 

tudo o que obrigue a ensaios, estrutura rítmica, funcionar em grupo é para o Rafa, um martírio...por ter muita dificuldade em cumprir regras e não gostar de mostrar inseguranças. Portanto é sempre um fita para o pôr a fazer parte das atividades - coisa que eu insisto religiosamente porque considero que assim o faço ter mais motivação (isso não quer dizer que seja tarefa fácil...)

Claro que por ver o irmão sempre resistente o Quico também desenvolveu uma espécie de fobia a apresentações públicas de habilidades. Ou seja, tenho de contar com as recusas dos dois, desde não quererem vestir-se com as roupagens apropriadas, até ao minuto mesmo anterior à entrada em palco, quando desatam a fugir....vamos ver como corre hoje (ainda por cima sem poder contar com a ajuda do avô)

 

postado energia-a-mais às 10:32

Terça-feira, 01 de Maio de 2012

 

 

Já nem o simbolismo conta nesta época em que as pessoas parecem andar tresloucadas...

 

o dia de hoje que deveria servir para relembrar a importância de quem trabalha e fazer do Dia do Trabalhador um dia de luta, sobretudo tendo em conta o que se tem verificado neste país, serviu para ver uma correria desenfreada de gente que queria aproveitar uma campanha promocional de uma cadeia de lojas Pingo Doce...

 

nem o facto de ser mau o suficiente, ver lojas que nem os seus impostos pagam em Portugal, abrir num dia simbólico como o de hoje, fazendo coerção com os seus funcionários para que estes se apresentassem ao trabalho, ou sofreriam represálias (e sei disto porque conheço muito bem uma funcionária dessa cadeia de lojas que mo contou...) impediu que os «carneirinhos» tugas corressem a fazer compras que muitos nem precisariam (e de que se calhar nem contas fizeram ao que efetivamente pouparam) só para aproveitarem um desconto em compras....tudo bem, podem dizer, afinal estamos em época de crise e ter a possibilidade de comprar 100€ e gastar apenas 50€ pode parecer aliciante...mas tenho a certeza de que muitos acabarão por descobrir que gastaram mais do que podiam, em coisas de que nem precisavam, tendo de gastar na mesma até final do mês o que costumam gastar!!

 

além do mais, onde está a coerência desta gentinha??? então apregoam viver em crise, mostram-se solidários com quem tem de ir trabalhar num dia que deveria ser de direitos iguais e vão a correr dar dinheiro a uma cadeia que gere o seu dinheiro fora do país? e coitados dos que estiveram a trabalhar hoje nessas lojas...é que até incidentes houve entre clientes (desesperados)

 

isto não pode ser normal!!! ou talvez seja, afinal vivemos num país que perdeu a vergonha!!!!

 

postado energia-a-mais às 19:51

mais sobre mim
que querem saber?
 
Maio 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
15
17

20
24
25
26

27
29
31


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Passam por cá - desde 18/11/09
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro