Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

24.Jul.12

serralves aqui tão perto

 

nem só de praia, campo ou rio se faz o verão

 

mesmo cumprindo os «critérios» destas férias - perto e barato(no nosso caso mesmo gratuito pois somos clientes BPI), podemos ir longe na imaginação (não fosse a imaginação andar em baixa e podiamos ir mesmo muuuito longe!)

Desta vez, aproveitando o último dia de férias com o pai, resolvemos levar os miúdos a Serralves. Local de eleição nos meus tempos de estudante, já hà muito não me passeava pelos seus jardins, nem me deleitava com as suas exposições.

Embora tudo seja vivido na nossa família num modo muito particular (quem tem uma criança com PHDA sabe bem as dificuldades de andar fora de casa, principalmente em sítios onde existem muitas pessoas e muitas regras a cumprir...) quero que as minhas crianças usufruam de várias actividades lúdicas, artisticas, culturais, enfim, tudo o que sejam experiencias que a meu ver enriquecem qualquer vida.

 

Assim, depois de muito benzer (como quem diz, muita concentração nos pormenores para que hajam o mais civilizadamente possível em público) lá nos arriscamos a entrar na fundação.

 

Aos domingos, o programa Famílias em Serralves foi o mote para os levar a ver uma experiência na área das energias renováveis. A entrada permite disfrutar dos jardins, passear ao longo da quinta até ao Lagar, local onde voluntários conduzem as crianças e famílias por diferentes temas. 

A aventura ficou registada em fotos e muito na nossa memória, por entre corridas no parque, a cara de espanto do Quico perante as esculturas, a alegria das suas brincadeiras, a curiosidade e traquinice da experiência que tiveram oportunidade de realizar

 

 

impressionado pela grandiosidade

 


 correram pelos «labirintos» de vegetação

 

 

 

observaram os animais

 

   

 

entusiasmaram-se com os carros fotovoltaicos

 

 

 

 

 

tiveram direito a lanche após a construçao de um mini forno solar

 

 

 

o Quico fartou-se de esperar e comeu a salsicha antes mesmo de ela estar tostadinha pelo sol {#emotions_dlg.lol} 

 

Mesmo sem contar com a terrível provação de os manter na ordem, fazê-los obedecer à mais simples regra, o ter de fazer toda a viagem (ainda que curta) em constante tensão, vale a pena aproveitar! aconselho vivamente a quem estiver no norte uma passagem pela Fundação Serralves para um dia diferente que também pode para muitos, ser bem relaxante 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.