Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

08.Out.08

Iniciei

algumas estratégias cá em casa para normalizar um pouco as rotinas do Rafael (a minha e a do Francisco). Assim , embora sempre tenha existido o hábito de manter horários, para dormir, para banhos, para comer, etc...agora uso técnicas práticas (algumas já as tinha usado quando ele foi medicado pela primeira vez) para desenvolver o seu sentido de autonomia - uso uma tabela de pontos, sistemas de recompensa, marcação de tempo e métodos para auxilio de memória:

  • para que seja responsável pela mochila - admito que depois vou supervisionar, pois sei que deixa lá dentro toda a espécie de coisas, no entanto o Rafa tem de colocar tudo dentro da mochila antes de dormir (ele quando chega da escola tira tudo para fora, apesar de nunca fazer TPC's), ficando com a pontuação máxima (5 pontos) quando coloca tudo nos respectivos lugares (lápis no estojo, trabalhos nas capas, etc)
  • para que seja responsável pela sua higiene - vestir-se, escovar dentes, lavar a cara, limpar-se quando vai á casa de banho e puxar a água - uso post-its de cores diferentes para o lembrar do que tem de fazer e colo-os nos vários locais onde deve ir (muitas vezes ele tem intenção de ir realmente fazer algo, como escovar os dentes, mas acaba por se esquecer e sai da casa de banho para ir fazer outra coisa...) Marco o tempo que considero razoavel e depois ajudo a verificar se fez tudo antes de sairmos (deixei de usar a expressão - «vamos lá Rafael, tamos atrasados» porque sei que o faz cada vez mais nervoso) Optei por dar a medicação um pouco antes das 08:00H para dar tempo de actuar mais cedo
  • Deixo que faça as refeições sem chamar a atenção para o constante cair de comida á volta da mesa, mas usamos a tabela para que sempre que deixe o sítio limpo, tenha pontos de recompensa
  • Tendo em conta a hora a que o Francisco vai dormir (e como tenho de ficar algum tempo com ele), marcamos um período de tempo para que possa ver TV ou jogar sem barulho e não indo ao quarto onde adormeço o mano, o que também lhe dá direito a pontos de recompensa

Como estas crianças não conseguem esperar, tenho de o aguentar pouco tempo antes da recompensa, por isso uso uma tabela semanal que lhe dá direito a uma recompensa de 3 a 5 euros, dependendo do número de pontos. O dinheiro pode ser usado no que quiser mas incentivo-o a que o poupe para mensalmente ter direito a um jogo novo

Não há penalizações porque o que se pretende é um reforço positivo daquilo que faz bem (a sua auto estima fica abalada porque está sempre a ser chamado a atenção pelo que faz mal)

Marcar o tempo é muito importante porque o Rafa tem pouco a noção a não ser que veja realmente no relógio até onde pode contar para estar á vontade.

Os papelinhos com as tarefas ajudam a que não se distraia do que vai fazer e qual a ordem pelo que deve ser feito (quando era mais pequenino usava um boneco para ele ver o que vestir primeiro, pois frequentemente veste a camisola por cima do pijama, ou calça pares de meias diferentes)

Ontem já usamos estas regras, desde que chegou da escola - conseguiu ficar sozinho mais tempo do que nos últimos dias e deixou pôr o volume da TV bastante mais baixo.  Hoje de manhã correu melhor do que pensava - só tive de lhe vestir algumas peças de roupa, pentear e ajudar a terminar de colocar as coisas na lancheira.

Além disso, ontem pediu-me para voltarmos a fazer Reiki o que penso tem a ver com o querer agradar-me pois sabe que tenho insistido (sem o obrigar) na esperança de que a técnica o ajude a relaxar e dormir melhor

8 comentários

Comentar post