A Hiperactividade vista à lupa

Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

a saga continua, cá estou para relatar os dias em que tivemos o Pai cá em casa

 

SÁBADO - dia 2

Este foi o dia em que pensamos levar o Rafa a fazer um corte de cabelo. Esta é uma daquelas situações em que tudo pode acontecer, desde ter de pagar os estragos de prateleiras derrubadas (normalmente cheias com aquelas ampolas carérrimas que ninguém mais compra!) a pedirmos desculpa pelo incómodo que é ter de limpar vomitado das roupas de quem tentou á força aplicar a tesoura, ou qualquer outra coisa que o meu filho se lembre de fazer para evitar cortar a bela da cabeleira, lol!

Era de esperar que com o tempo se fosse habituando (não conheço muitos meninos de quase 8 anos que achem cortar o cabelo um tormento digno de vómitos...) mas com a idade tem vindo a piorar, pois agora já não o podemos agarrar...por isso vamos fazendo várias tentativas, acabando por termos de o arrastar quando o cabelo já se transformou numa autêntica juba indomável!

 

 

Eis o que aconteceu:

Primeiro obstáculo - os miúdos acordaram frenéticos ás 06:00H dispostos a acordar a vizinhança ao som do Camp Rock...o pai foi literalmente arrastado para fora da cama, ficando logo mal disposto, pois na véspera ficara acordado até ás 04:00H (!) pondo as suas preferências televisivas em dia (eu bem o avisei...)

Querendo ser mais inflexível do que no dia anterior e azedo pelo acordar forçado, logo que deram as 09:00H, teimou em vestir o Rafa para irem ao barbeiro...sem lhe dar medicação...

Segundo obstáculo - vestir o filho revelou-se tarefa impossível, não só porque não parava quieto mas também porque , como não veste roupa interior, o pai não percebia como o devia vestir...até que cansado de tentar durante quase uma hora, resolveu arrastá-lo de pijama - muita confusão depois, com gritos, comprimidos pelo ar, ameaças, etc., acabamos por concordar num fato de treino (coisa que o filho já tinha dito e que eu também já avisara...)

Terceiro obstáculo - fazer o filho esperar a sua vez no barbeiro - tarefa muito, muito difícil, ainda por cima porque levou os dois miúdos (eu avisei...) e juntos eles resolveram assumir o comando da barbearia, transformando o sítio num espaço impróprio para cardíacos, pois aquilo está cheio com vidrinhos e prateleiras e mais vidrinhos....topam?

Quinto obstáculo - para fazer tempo, o Pai resolveu levar os miúdos para fora, esquecendo-se que se estamos num local com um propósito e saímos sem o cumprir, nunca mais vamos conseguir voltar...os miúdos depressa se envolveram numa bela brincadeira no parque, e nem arrastados o pais os conseguiu levar de volta á barbearia, voltando a casa apenas á hora de almoço (esta eu aviso mesmo muitas vezes...)

Sexto obstáculo - fazer o Rafa sair de casa no fim de almoço com o intuito de voltar á barbearia. Como o pai estava cada vez mais afoito e insistente, o efeito de oposição/desafio do filho foi ficando mais notório até que desistiu e depois de eu lhe garantir que nem que o cabelo lhe estivesse a chegar aos pés, eu lhe pediria para o cortar, ele resolveu que o cortaria na minha cabeleireira habitual. Lá fomos decididos e claro, o meu filho mudou de ideias assim que lá entrou, sendo que ainda esteve a rebolar-se no chão, saltou nos sofás, escondeu-se debaixo de uma mesa e quando chegou a sua vez desatou a correr porta fora...

 

Quando já tudo estava conformado com a ideia de que esta seria mais uma tentativa, ele (já a tarde escurecera) resolveu dizer que agora sim, queria voltar á barbearia

Sétimo obstáculo - fazê-lo parar quieto na cadeira, enquanto  lhe cortavam a melena. Aqui o pai esteve bem (aceitou o meu aviso, lol!) e levou umas cartas para jogarem durante o processo...

 

Com tanta correria durante o dia, o pai estava cada vez mais cansado e queria pôr os dois na cama ás 21:00H, claro que os artistas fizeram gato-sapato até ás 23:00H o que levou o pai a reclamar até ás 24:00H restando-nos muito pouco tempo (e paciência) para namorar...o que deixou o pai ainda mais irritado (e a mim também!)

 

 

DOMINGO - dia 3

Este dia resume-se a isto: o Pai era para ficar até segunda feira (saindo pela madrugada de terça) mas atendeu um telefonema do patrão, por volta das 09:00H de domingo e acabou por sair no fim de almoço...quando souberam os miúdos ficaram histéricos e tivemos de os confortar durante a manhã, com isto o Pai lá ficou com ar de quem-não-sabe-muito-bem-o-que-fazer e eu tive de ser bombeiro em dois fogos...Pela hora de almoço já estava a algazarra habitual e tivemos um almoço «volante», com um final um pouco atribulado porque o Francisco que descobriu este ano que adora castanhas, resolveu brincar com elas como se fossem berlindes e o Pai que tanto queria levar a recordação do magusto, teve de se contentar com um ouriço que o Rafa trouxe da escola 

 

postado energia-a-mais às 23:00

De chocolatsuisse a 11 de Novembro de 2008 às 08:58
Caramba, é mesmo complicado, mas ainda é mais complicado quando não aceitam os avisos.
És uma super mãe e mulher.

De maebabada a 11 de Novembro de 2008 às 10:00
o papá quando voltar ja deve vir mais atento aos teus avisos...é complicado, ele deve achar que também é pai e também sabe, mas és tu que lidas com eles todos os dias portanto tens a noção da melhor forma de os convencer...beijocas

De energia-a-mais a 11 de Novembro de 2008 às 23:02
Olá amiga! Pois se caminhamos juntos é bem mais fácil.
Beijinhos

De Coisinhas da Mamã Lili a 11 de Novembro de 2008 às 12:27
Bem Teresa e mesmo complicado gerir todas estas situaçoes.Por isso te admiro, como mae e como mulher, tens uma força e coragem incrivel.Parabens

Beijinhos

De energia-a-mais a 11 de Novembro de 2008 às 23:03
Olha amiga, isto ás vezes é realmente complicado, penso que me tornei mais criativa com o tempo, lol! O pai tenta a via mais simples e raramente resulta...
Beijinhos

De Filipa a 11 de Novembro de 2008 às 12:27
Sabes o que te digo? Há mães com muitos e muitos filhos, que jamais terão a noção do que é a canseira e o stress de ter uma criança hiperactiva.

Não haja duvida que é necessária uma resistência e uma capacidade fora do normal, para conseguir gerir a hiperactividade de uma forma racional e equilibrada.

No meu caso, quando me deparava com situações como relatas (e acredita que não havia dia em que se saisse de casa em que a birra, embirranço ou confronto, como lhe queiram chamar) não acontecesse, deparava-me com 2 dificuldades. Uma era tentar dialogar e contornar o problema que o André fazia sempre questão de colocar, e outra (por vezes a mais dificil) era a ira que aquela provocação despoletava em mim!

Certo é, que quando saía de casa, já o fazia sem a minima disposição e vontade, e com os nervos a flor da pele. Acho que por vezes já me sentia transfigurada por tanto enervamento!!

É muito dificil sem dúvida .... mas quem tem crianças hiperactivas, tem de ir buscar forças ao amor que sentem e continuar a lutar, sempre com esperança que os filhotes consigam ser adultos equilibrados!!

Um grande beijinho para ti e para as tuas perolas energicas.

De energia-a-mais a 11 de Novembro de 2008 às 23:06
Pois é! Talvez eu não me enfureça tanto porque a minha natureza me fez mais calma, uma espécie de dádiva para equilibrar as coisas cá em casa, lol! Imagina o inferno se todos tivessemos pavio curto....
Beijinhos

De Pacotinhos de pipocas a 11 de Novembro de 2008 às 14:22
Olá, Olá Teresa:

Eu também ficaria "irritada" se não houvesse tempo para o "namoro"...lol...

Beijinhos e p a próxima, traça logo um plano ( com apoio dos teus pais) para raptares um bocadinho o papá!

Acabei por me rir com o episódio do barbeiro e imaginar o teu Rafa com a tal juba indomável... lol

Estes nossos piratinhas apesar de nos darem conta do juízo, deixam histórias hilariantes p recordar!

Beijinhos amiga e bom dia de S. Martinho!
Muitas castanhitas (não castanhadas, hã?!)

De energia-a-mais a 11 de Novembro de 2008 às 23:15
Olá amiga, tens razão até é engraçado e por vezes, mesmo no momento não deixo de pensar na parte cómica! Ás vezes, acho que os outros me olham de lado, devem pensar que sou um pouco maluca, parece que só eu acho piada...mas até acho, lol! Por exemplo, imagina a cena no barbeiro, o homem já é velhote, o meu filho aos pinotes na cadeira, a fazer subir e descer a dita com tanta força que acaba por descontrolar aquilo e de repente é só almofada no chão, a cadeira toda reclinada, o Francisco em cima dum banco para chegar a uma torneira e o meu marido a tentar explicar o corte, lol! Como é que o meu marido não achou piada?!
Bom magusto também para ti e claro aceito a sugestão - sem castanhadas, ehehe!
Beijinhos

De Pacotinhos de pipocas a 11 de Novembro de 2008 às 23:50
LOL, LOL...

Teresa não aguento de tanto rir ...

o homezito a seguir deve ter ido à urgência com arritemias...
a cadeira, o equipamento pelos ares...

De cecilia a 11 de Novembro de 2008 às 17:50
ola teresa a ler o teu post parece que estou a ver um filme , realmente a tua vida da um filme, imagino quando chega a noite como tu te deves de sentir ...
a cena do barbeiro é o maximo ... mas com dois filhos assim, tu nao deves de ter mesmo um tempinho só para ti ,para namorar um pouquinho ,que faz tanta falta na vida de um casal....
tens que ter muita força para aguentares , e quase sempre sozinha ... o que torna tudo mais dificil ... FORÇA BEIJINHOS

De energia-a-mais a 11 de Novembro de 2008 às 23:16
Obrigada Cilinha, um grande beijinho também para ti e espero voltar ao teu cantinho em breve
Beijos e bom magusto

De cilinha a 11 de Novembro de 2008 às 17:54
O post anterior é meu ,nao sei como é que ficou la o meu nome Cecilia lol .... desculpa Teresa
beijinhos

De mil sorrisos a 12 de Novembro de 2008 às 20:42
Bem... fico cansada só de te ler, nem imagino o resto, a canseira real... Mau, mau, mau, mau é não haver tempo para namorar!! Esses rapazes...!!! Mais uma vez, toda a minha admiração e respeito por ti.
Beijos e mil Sorrisos
:o))))))))


mais sobre mim
que querem saber?
 
Novembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
15

16
20
21
22

26
28
29



disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro