Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

07.Ago.09

fazer férias

 

com um miúdo hiperactivo, dá nisto:

 

  • os dias tornam-se incrivelmente looooongos - começam às sete da manhã e terminam por volta da uma
  • fazemos imensas actividades em cada parte do dia - tipo, durante a manhã, jogamos a bola, fazemos ginástica no parque e andamos de bicicleta, patins ou trotinete. À tarde jogamos, vamos à piscina ou parque infantil. À noite fazemos caminhadas, andamos de bicicleta e assistimos a diferentes exibições das diversas actividades, lol!
  • fazemos refeições hiper rápidas, dando um novo significado ao fast food. As refeições são feitas à vez, rodando entre o pai e a mãe a tarefa de fazer entrar comida na boca dos puto
  • com dias compridos, temos muuuuito tempo para brigas, birras e embirrações várias
  •  andamos (nós adultos) tão cansados que mal caimos na cama, aterramos com grande satisfação

 

Este tipo de férias já teve os seus efeitos positivos em algumas situações familiares

 

  • o pai devia perder peso e sem grande esforço extra (apenas com o corre-corre normal, com o exercício físico, o não ter tempo para comer, o que faz com que se coma pouco e comidas simples como saladas...) está a conseguir!
  • também eu não necessito de dietas expresso para o verão, lol! estou já com menos 1,500 Kg para mais....
  • o pai já começou a entender melhor como lidar com os miúdos - a prova está na forma como fala agora: em vez de «não GRITEM!» ele diz «cada um grita do seu lado!», em vez de «não saltem em cima da cama» diz «saltem com cuidado!» e em vez de «sentem para comer!» ele diz  «vá, abram a boca...vão dar uma corridinha agora»
  • os avós quase não nos apanham em casa, por isso têm descansado mais
  • a bisa também passa mais tempo sossegada, lol!

e pronto, foi uma amostra do que se tem passado, como podem constatar o plano de os manter ocupados resulta em parte!! na parte que nos toca, andamos mais mortos do que vivos e precisamos urgentemente de voltar ao trabalho...

 

os últimos dias foram férteis em tremendas crises do Rafa, o que quer dizer que mesmo com toda a actividade possível, estar 24h com a família está a deixar marcas...e a pedir medicação!

 

ADENDA IMPORTANTE: saiu na revista «SABADO» desta semana (ontem quinta-feira) um artigo sobre birras nos carros - a nossa família e alguns episódios são mencionados. Quem poder ler e comentar aqui no blog esteja à vontade!

 

10 comentários

Comentar post