Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

19.Out.09

Leve-o à bruxa!

 

 

Já me diseram isto algumas vezes em relação ao Rafa...

 

é uma daquelas frases que saem da boca de pessoas que ficam «pasmadas» a olhar quando na rua (ou num sítio público) o meu filho tem daqueles comportamentos difíceis de ignorar...

 

Esta saiu de uma senhora que se encontrava na paragem do autocarro, depois de ver o Rafa histérico pela rua - dando pinotes, guinchando como um macaco (memórias do fds!) e batendo com a mochila em tudo e todos que apareciam por perto!

 

Eu ignorei o mais que pude...mas a mulher deu-se ao trabalho de se colocar à minha frente para me dar o «recado»

disse-me que ele estava possuído...eu teria de o levar a uma bruxa...

 

Claro que um pouco mais à frente, num sítio mais resguardado, tal como faço muitas e muitas vezes, eu olhei o meu filho nos olhos e em voz baixa mas firme, expliquei-lhe porque estava zangada com ele e como o seu comportamento estava desadequado. E apesar de estar na fase mais complicada do dia (quando a medicação perde o seu efeito!) ele aceitou e fez o resto do percurso a meu lado, falando normalmente do seu dia de escola

 

Isto depois de eu ver uma cena em que uma bruxa (das que estão disfarçadas de mulheres normais) espeta um valente estoiro num miúdo (presumo que neto...) porque este se lembrou de lhe dar um abraço mais apertado - a bofetada foi tão estridente que o miúdo caiu e ali ficou, soluçando e sentadinho sem se mexer ao lado da tal do recado

 

Curioso é que hoje mesmo me deparei com um «daqueles» comentários aqui no blog...e mais uma vez vez constatei quão difícil é aceitar as diferenças. Será que educar à palmada a troco de nada, é a única alternativa? Apenas porque num fim de dia a um adulto tudo é permitido e à criança não se reconheçe o desgaste e o cansaço? Isso é educar?

 

Serei eu então a bruxa - o Rafa está bem educado e tem hiperactividade

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    energia-a-mais 20.10.2009

    tenho de engolir muitas «bocas» destas! e piores até! como «o miúdo é atrasado ou quê?» Mas enfim há pessoas que medem a educação pela quantidade de «tabefes»...se em vez de o tentar perceber, acalmar e falar com ele, lhe tivesse pregado um estalo (mesmo que depois andasse 2 horas à estalada porque ele iria reagir assim) eu teria sido uma boa «educadora»
    Beijocas muitas
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.