Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

14.Dez.09

Retratos

 

cá de casa

 

do Quico

o meu rapaz mais novinho tem andado sem parar! anda tanto que parece ter engolido uma bateria auto carregável...salta, esperneia, dá cambalhotas, trepa móveis e parapeitos de janelas.

Não pára quieto no banho, a vestir-se ou em qualquer situação...e a comer? Poisss....esse é um grave problema! Ele recusa comer...tem umas três semanas que não faz uma refeição...nem no infantário lhe conseguem dar a comida!

Estou obviamente preocupada, embora tenha passado por fases semelhantes com o Rafa. Só que o Quico tem peso baixo e nestes últimos dias nota-se cada vez mais magro e pálido - apesar da genica diária e da força que contiua a demonstrar...mas nem o leite bebe e isso sempre foi o seu melhor sustento...

Por isso e para descargo de consciência pedi ao pediatra que lhe passasse vários exames e para terça feira temos análises e raio X...

De resto o retrato do Quico é fantástico - está cada vez mais autonomo e noto uma diferença grande em relação ao irmão - não me chama tantas vezes lol! é cada vez mais doido nas brincadeiras mas consegue parar a brincar com carros e bonecos...

Usa cada vez mais vocabulário, sabe aplicar correctamente várias palavras mais complicadas e sabe o significado de muitas que ainda não pronuncia correctamente...

Adora o irmão mas mantêm uma relação de amor/ódio que acaba por trazer muita briga entre os dois - atira com tudo o que tem à mão e nunca desarma para desespero do Rafa...

Para além disso é um menino sensível que faz de tudo para impedir que o irmão tenha atitudes menos correctas comigo - entra em histerismo quando o vê bater-se comigo e desata aos gritos de «Rafa faz sparates..isso é feio!»

Eu derreto-me com os seus mimos e deliro com a sua alegria contagiante! é corajoso e brincalhão! faço portanto um retrato feliz com as tais nuances de quem (con) vive com a hiperactividade!

 

do Rafa  

o meu filhote tem dois momentos diferentes ao longo do dia...sob o efeito da medicação temos um menino mais dentro da sua idade, mais calmo, conversador e bem disposto! Sem medicação o Rafa fica agressivo, birrento, implicativo e disperso...não para nem um segundo, fica totalmente histerico com as diferentes situações!

As birras são o pão nosso de cada dia - cada vez tem mais força, cada vez se irrita mais, cada vez fica mais complicado de controlar!

O retrato que faço é de um menino que tem de ter apoio total para se conseguir manter mais estável ao longo do tempo...para cada passo de sucesso ele dá dois atrás, por isso é preciso ter calma e confiança

 

De resto o Retrato global é o de uma família que aprendeu a gerir os seus recursos e os seus sentimentos.

O dia a dia de desgaste mantém-se mas o facto de termos noção das dificuldades faz antecipar e evitar alguns «problemas» para conseguir uma rotina própria!

 

 

 

25 comentários

Comentar post

Pág. 1/2