A Hiperactividade vista à lupa

Segunda-feira, 04 de Julho de 2011

 

 

é igual a desgaste na certa!

 

desgaste para mim, manhãs loucas em que tenho de fazer uma verdadeira ginástica mental para me organizar ou seria o caos para todo o dia...

 

Levar o Rafa até ao campo de férias tem sido uma tortura! nada que não estivesse à espera...mas mesmo contando com isso, não deixa de ser uma aflição - ver as horas a passar e não conseguir que se vista, se arranje ou sequer se mova na direcção correcta - a porta de saída da casa! e o pior é que isso trespassa para o mais novo que também acaba por fazer fitas para se esquivar....

 

 

se alguém nos ouve (caso dos vizinhos) deve julgar que os estou a preparar para os levar a um campo de concentração tal a força da resistência deles e as minhas «ordens» de tipo militar: «depressa, 5 minutos para te vestires», «vestir imediatamente, agora mesmo», «não admito mais fitas» e outras frases que lanço em tom categórico {#emotions_dlg.annoyed} e algo ameaçador....vai resultando mas muito lentamente....pufff! uma canseira....

 

Hoje para além das fitas habituais, juntou-se um dente quase, quase a sair mas que não se soltava sem uma ajudita....mau mesmo foi quando o Rafa se apercebeu de que tinha um pouco de sangue e fez uma cena «daquelas»...

 

apesar de tudo o dente lá se soltou não sem uma série de peripécias e acrobacias, pelo que quando cheguei ao trabalho já tinha uma bela dose de adenalina no corpo {#emotions_dlg.lol}

 

 

aiiii! isto só visto mesmo!

 

 

 

postado energia-a-mais às 11:20

Segunda-feira, 06 de Dezembro de 2010

dos nossos dias & noites atribulados

 

 

nem sei se começo pelo dia, se pela noite....na verdade cada parte traz diversas aventuras que só mesmo numa casa como a nossa podem acontecer desta forma

 

(eu sei que mais famílias têm crianças hiperactivas, acredito que para alguns este cenário seja comum...mas poucos!)

 

 

A questão da árvore está por enquanto semi-resolvida - ainda faltam uns pozinhos mas está decorada no essencial, por mim, sem mais interferência a não ser para ligarem as luzes...nisso posso «agradecer» a certas características desta PHDA porque eles rapidamente se esquecem do que estavam a fazer e partem com entusiasmo para qualquer outra actividade...claro que de vez em quando se atiram para o pinheiro mas apenas no habitual rebuliço que fazem ao «brincar»

 

As estrelas feitas pelo Rafa ainda estão a secar do spray aplicado e os anjos do Quico já enfeitam a beira da chaminé! falta um arranjinho que tentarei colocar na entrada e pronto - nossa casa receberá o espírito do Natal com os enfeites a condizer! assim que estiver tudinho posto fotos

 

 

Entretanto as nossas lutas diárias mantêm-nos em estado de alerta. Ora são as inevitaveis brigas entre os dois, ora o cansaço que se apodera dos avós, ora os modos bruscos do Rafa com toda a gente...o certo é que não nos podemos dar ao «luxo» de fechar os olhos e respirar com calma

A noite tem sido particularmente agitada para nós - serão efeitos do tempo? é que a trovoada cá dentro até parece mais forte do que lá fora...

 

  • deito o Quico quase à meia noite com uma birra terrível porque não quer ir à casa de banho
  • deixo que acabe por adormecer e tento pô-lo a fazer um xixi
  • quando já está na sanita desata num berreiro e tenho de o levar de novo à cama sem se aliviar
  • deixo-me dormir e claro acordo quando já está molhado...la vou tratar de o mudar e proceder às limpezas
  • mudo de uma cama para a outra mas como o xixi foi feito numa ponta, aproveito para o voltar a pôr na cama dele, depois de ter mudado os resguardos
  • menos de duas horas depois nova xixizada...irra! novamente mudar de cama com a agravante de não ter como o deixar na cama dele desta vez
  • depois de o mudar e limpar tento dormir um pouco
  • Rafa acorda e salta para a minha cama - nem posso acreditar que ainda não preguei olho e são já 3h da manhã
  • aproveito e vou deitar o Quico na cama do irmão
  • por volta das 4h o Rafa desata a falar - «mãe!»
  • penso «deve estar a sonhar...»
  • chama-me outra vez «mãe, não consigo dormir!»
  • «Rafa, não vais conseguir dormir se continuares a falar! vá tenta novamente, tá?»
  • dois minutos depois «vês mãe? não consigo mesmo...»
  • «Rafa, dois minutos calado não chega, tem de ser mais tempo entendes?»
  • «tu é que não percebes...eu tou sem sono...»
  • «olha deixa então a mãe dormir tá»
  • «e se fosses tu hein? também querias ter companhia...Olha sabes que tive de pedir uma borracha à kika na escola? eu tinha uma muito fixe, aquela redonda, apagava bem mas não sei dela...tive de pedir emprestada! podias comprar-me uma que eu sei que tem no continente? eu sei que tem ou então naquela livraria da praça, lá deve ter! apagam muito bem!
  • e a conversa continuou neste teor até perto das 5h30, hora a que voltou a pegar no sono...eu já não aguentava mais, é que um assunto como este durante a madrugada chuvosa e com o calor da cama a puxar ao soninho foi das mais difíceis que tive de ouvir

entretanto e para que a noite fosse mesmo inesquecível o Quico vem também parar à minha cama e lá ficamos os três, cada qual mais entalado que o outro, até ser dia....

 

Depois disto só mesmo uma entrada a «matar» quando os dois quiseram jogar o mesmo jogo ao mesmo tempo, enquanto fui preparar o pequeno almoço...é que basta ficarem sozinhos meio segundo...a gritaria é instantânea

 

Momentos altos do dia

 

a birra infernal do Quico para se vestir, ou melhor despir - embora a ideia original fosse apenas trocar de camisola, em pouco tempo tinha todo o armário mais os cestos da roupa para passar, completamente virados do avesso...eu também fiquei do avesso e a palmada que o Quico levou, foi com mais força do que ele contava - claro que a birra foi prolongada e só terminou quando se esgotaram as lágrimas...

 

a maluqueira dos dois quando cismaram brincar aos senhores «seguranças», correndo e saltando sobretudo no pobre sofá, quase mutilando as almofadas que ainda sobrevivem aqui por casa...

 

o dilúvio que chegou da casa de banho quando os dois teimaram em tomar banho juntos e que me obrigou a andar por cima de toalhas só para conseguir entrar...depois de os tirar de lá parecia que tinham sido salvos de um naufrágio cujos destroços (brinquedos) tinham dado à costa mesmo no nosso hall

 

e como em todos os domingos a hora do lanche foi um verdadeiro corropio, sempre com a intenção de os tentar cansar a ver se é desta que dormem mais cedo...

 

e as crónicas prometem continuar...com a cronista bem cansada, ainda por cima com a doideira que se instala na cabeça do Rafa com os pedidos de Natal, com o Quico sempre a mil e eu com pouco tempo para tratar de preparativos ligados a esta quadra...

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:06

Segunda-feira, 19 de Julho de 2010

 

teve de tudo o nosso fds!

 

 

principalmente muito difícil de controlar, pouco sossegado e nada monótono!

 

No sábado os miúdos andaram separados - de manhã o Rafa esteve com o avó, o Quico ficou comigo. Assim tive alguma folga aproveitada para arrumar de vez algumas coisas que tinham saído das remodelações. Almoço ligeiro uma massa tagliatelle com salmão que todos cá em casa apreciam e uma soneca do Quico, algo que já há muito não acontecia!

O Rafa foi até às piscinas municipais com um amigo e pai deste, o resto de tarde foi para umas compritas e ajudar a avó na sua nova paixão - as compotas! desta vez uma de abacaxi com gengibre - uma delícia amarelinha!

Ao final do dia, muito mais agitação - a sesta arrebitou o Quico e o jantar de pizza caseira foi uma «festa» em todos os sentidos...já com os dois a birra foi uma constante, os banhos uma inundação e passei o tempo a travar os saltos no sofá...que já é menos novo!

Andaram nisto até às 23h e só adormeceram por volta da meia noite...

 

No domingo as quezílias entre os dois foram de bradar! estiveram o dia todo às turras! ora discutiam, ora batiam-se, ora chorava um, ora gritava outro! desde as 7h da manhã que não houve qualquer hipótese de controlo...

Eu que tinha pensado em sair até a uma praia, logo pensei melhor e achei por bem não arriscar! o trânsito na mesma direcção, o facto de os dois se engalfinharem constantemente e o cansaço fizeram recuar a ideia e obrigaram a outras «ginásticas»!

No entanto o pior estava reservado para depois do almoço - os miúdos estavam agitados e o Rafa não parava de perguntar para onde íamos. Falei em parque com sombras, lanche a ver os patos e coisas assim entre o verde da relva...lembro-me de ele falar tanto que não me conseguia sequer ouvir a mim própria e de o ter deixado de ouvir por uns segundos...pensei que tivesse passado para outra distracção qualquer - afinal ele tomou a liberdade de pegar no meu telemovel e mandar mensagem ao meu pai, passando-se por mim a combinar ida às piscinas!

 

Estou eu a tentar manter o Quico um pouco mais sossegado para lhe trocar a roupa e chegam os meus pais «equipados» para a piscina, com vontade, claro está de ajudarem na tarefa....fico admirada e bastante irritada - primeiro porque o Rafa usou o telefone sem me dizer, depois porque o fez em meu nome e por fim porque combinou algo que não tinha intenção de fazer...ralhei com ele e tentei faze-lo entender que não era correcto o que tinha feito! Claro que a briga foi subindo de tom, a maneira como ele reage às contrariedades é tão intensa e descontrolada que depressa estavamos em confronto físico e nada o fazia parar...nunca me passaria pela cabeça ter de andar à bofetada, socos e pontapés com um filho! nunca estou preparada e acredito que se visse imagens destas com outra mãe e outro filho, acharia a cena  totalmente lamentável! mas quando confronto o Rafa, as coisas ficam efectivamente sem controlo! o Quico acaba sempre por ver o que acontece e apesar dos meus pais o levarem para fora de casa, estas situações reflectem-se mais tarde em tudo o que faz e diz...

 

Custou-me imenso mas por castigo, não o deixei ir à piscina. Depois da acalmia possível e de lhe mostrar porque é que me irritei, ligamos ao pai, conversamos e acabamos por ir ter com os avós e mano, ao parque em frente a casa. Skate e bola, aguentaram-nos um pouco por lá! de seguida hora do lanche e fomos sair novamente, outro parque, o tal dos patos com nova diversão - os aspersores de rega que ligaram por volta das 17h30 e fizeram a delícia do Rafa. Era como um chuveiro gigante dizia ele! ficou encharcado até aos ossos, mas o solzinho que se fazia sentir, secou o suficiente para permitir o regresso de carro...

Até no parque os dois se pegaram constantemente, ou porque queriam a mesma bola, ou porque um queria correr, o outro saltar, um queria o avô, outro os patos...enfim!

 

Passamos depois pela mamã do Leonardo, conhecida dos blogues e da vida real, com o seu boneco foi também até ao mesmo parque, na vinda embora ainda uma guerrinhas para entrar no carro, pés no tejadilho, cabeça fora do vidro para secar o cabelo!

 

Pois que não ficaram em casa depois de jantar, pois que ainda havia energia para mais jogo de bola, mais bicla e mais skate! haja pedalada!

 

 

tags: , ,
postado energia-a-mais às 08:34

Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

 

esta que está a terminar...

 

todos os dias tivemos crises mais ou menos intensas do Rafa! como se nao bastasse o Quico estar na fase da «greve de fome» o meu enérgico filhote mais velho tem andado em fase de «ansiedade aguda»!

 

Já esperava esta reacção - aliás todos os periodos de festas e fora da rotina são por norma, complicados....

Mas a época de Natal é sempre uma das mais difíceis...

 

Sei que não consegue controlar a impulsividade e quando o efeito da medicação se vai - ao final do dia, ou seja na pior das alturas! - temos de aguentar os seus momentos frenéticos

 

Ultimamente as implicâncias são por qualquer coisa e o transtorno é sempre inevitável! O Quico também sofre e acho que cada vez mais se apercebe das histerias do irmão, tentando manter-se ao longe!

 

Na segunda feira foi porque queria ir ao Mac.., na terça porque se lembrou de procurar prendas, na quarta foi porque achou que o Natal está a demorar a chegar, na quinta porque queria convidar um amigo para dormir cá em casa...

nem folga tive no meu aniversário portanto....

O mais complicado é que o neuropediatra nos fez um esquema de medicação apenas com o concerta e o rubifen, sem incluir a risperidona de manhã (quando liguei após os primeiros 15 dias, ele disse-me para lhe dar apenas em SOS)

Sem essa substância de manhã o Rafa continua a ser muito agressivo...quando faz uma crise, fica demasiado agitado e não tem qualquer controlo sobre a sua força...bate-nos e parte tudo o que tem pela frente! se tento pará-lo pela força nunca consigo ficar no controlo da situação...a minha única arma é a firmeza com que falo com ele e a passividade se me acerta (mesmo que tenha de fazer um grande esforço para não dar resposta violenta). Apenas mantendo contacto visual com ele o consigo dominar - sem reagir com violência e mantendo um tom de voz propositadamente baixo...

Se me descontrolo acontecem cenas como esta - ele bate, eu bato, ele usa mais força e golpes baixos, eu grito e uso a minha autoridade com mais violência, ele descontrola-se e não pára...andamos literalmente à luta, coisa que considero abominável - sei perfeitamente que tenho de ser eu, adulta e mãe a manter a ordem - não me parece que haja qualquer ordem numa luta corpo a corpo...e não falo de uma luta qualquer, sem importância - esta é uma luta que deixa mossas - eu ando cheia de nódoas negras, arranhões e até mordidelas...ele fica com marcas minhas...

 

para mim o pior é quando o Quico assiste a isto e tenta vir em meu auxilio - sei que isso lhe faz muito mal! a vários níveis e sobretudo a nível do seu equilibrio psíquico! quando os meus pais não estão e tenho de lidar com os dois ao mesmo tempo, torna-se ainda mais complicado...

 

Esta foi uma dessas semana em que chegamos a «vias de facto». Tive momentos péssimos porque o cansaço aperta e sinto-me ainda meio abalada...

O pai vem agora na próxima semana para passar esta quadra e o Rafa entra de férias. Espero que se entendam o suficiente para me dar algum descanso!

 

Adenda: o melhor do mundo são as amizades (quer se conheça pessoalmente ou apenas pela net) A todos os amigos/as que por aqui passaram e me deixaram um beijo e votos de parabéns - OBRIGADA! Esta partilha ganha mais sentido quando sabemos que existem outros desse lado!

 

 

sinto-me: a desabafar!
postado energia-a-mais às 07:54

Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009

 

ou as diabruras do meu caçula...

 

tá bem, eu reconheço que o ambiente aqui em casa é electrizante! eu sei que com um «professor» como o Rafa, com atitudes e exemplos tão intensos, seria difícil o mais novinho ser uma criança calma, tranquila ou sossegada...

 

sei também que o Quico é uma esponja e que em idade de fazer tolices próprias do crescimento, temos de «dar o desconto», entender, orientar o melhor possível e principalmente deixar crescer

 

pronto, isto é só para que percebam que eu até estou equilibrada, não sou de exageros e consigo distinguir os comportamentos dos meus filhotes (por enquanto...)

 

Agora, acham normal o que vem ficando hábito por aqui? eu passo a descrever as últimas «Quiquices»

 

  • faz birras matinais de pôr a cabeça em água a qualquer um - exemplo: levanta-se da cama decidido a levar pela frente quem se atreva a falar, tossir ou mesmo respirar perto dele, grita, bate e pontapeia, atira várias coisas pelo ar sendo as preferidas o biberão, o copo da água, a chucha ou a almofada
  • tão depressa como rebenta, também lhe passa, passando a ser muito «despachado» e querendo sair de casa em pijama
  • pergunta um milhão de vezes se vai para a escolinha e quando chega a hora desata num berreiro 
  • insiste em ser chamado de «avô» ou «bob construtor» e nunca sai de casa sem uma parafernália de adereços, conforme a personagem - ou «tefone, rerógio, gavata e cateira» se for o avô ou «cassapete, femamentas, calicate e xave» se for o tal do bob
  • quando o meu pai o vai buscar à escola passa mais de 30 minutos para o tirar de lá e depois tem de parar em todos os recantos da escola para ele se despedir
  • pelo caminho até casa insiste em parar numa agência imobiliária para beber da «máquia da água» (sempre!)
  • não janta e acaba por petiscar qualquer coisa em movimento
  • o banho é uma cena de tortura aquática
  • até ir dormir por volta das 23h, dá mais de 50 cambalhotas sem mãos, atira mais de 20 objectos pelo ar (partindo aí metade) salta mais de 100 vezes na minha cama e implica umas mil comigo, com o irmão (claro!) e com a bisa

 ok! posso ser atinada mas que isto está a ficar fora de tino está!!!

 

Claro que existem as Quiquices mais doces - as beijocas, mimos e festinhas, o irresistível «pur fabôr mamã...» acompanhado do ar angelical, o querido «brigada» e «scupa mamã, num foi querer» mas será que chega para me fazer não o «trucidar» quando apanho obras destas na parede da sala???

 

 

 

 

 

 

sinto-me: só um bocado irritada!
postado energia-a-mais às 08:17

Segunda-feira, 20 de Julho de 2009

 

foi como começou e  terminou o nosso dia de hoje...

 

já falei várias vezes de como é extremamente difícil manter os meus filhos no mesmo espaço (principalmente sozinhos) por mais que dois minutos seguidos...cheguei à conclusão de que deve ser alguma coisa no sangue, só pode - o meu Rh negativo, com o Rh positivo do pai, deu uma mistura que os torna incompatíveis entre eles....

OK, sei que é disparate mas é a única coisa que me ocorre por enquanto!!!

 

Hoje de manhã perdi mais de uma hora (felizmente já terminou a praia ou o Quico não chegaria a tempo do transporte...) para os separar, tudo por causa de uma pistola comprada num momento de delírio (ou talvez fosse noite e confundi aquilo com um qualquer carrinho a pilhas)...o raio do brinquedo é tão mas tão barulhento que devia ser proibido....se não estivesse à venda eu não o teria comprado

 

Por mais que me esforçasse os dois queriam aquilo como se fosse o último brinquedo à face da terra! Lutaram por ele com unhas e dentes - unhas o Rafa, dentes o Quico....desfizeram metade da casa (a metade que ficou direita depois do fds) e tive de me tornar perita em artes marciais, para com golpes certeiros conseguir ver-me livre do tormento criado pelos dois!!!

 

Com tanta energia gasta, pensei que o final do dia traria menos ebulição - engano meu!!!

Cheguei a casa e os dois enfrentavam-se por causa de um gelado, depois por causa de um avião de papel, depois por causa do barulho do Quico que impedia o Rafa de jogar (o que para nós causa estranheza é que o Rafa acha que o irmão é barulhento, quando nem se dá conta de como grita por razão nenhuma...) depois por causa do espaço que cada um pode ocupar....enfim, nem a comer se calaram, ambos gritando, betendo-se e medindo forças....

por isso não estranhei quando a cena final foi uma mota atirada pelo Quico, abrir a testa do Rafa - claro que este sentindo a coisa a bater na testa, de imediato (mesmo imediato) se virou ao irmão e deu um murro tão forte nas costas do Quico que ele até deixou de respirar...

Com o Rafa de testa rachada e o Quico sufocado, a bisa especada a olhar, só me restou arrastar o mais velho para o lavatório, levando o mais pequeno ao colo e pedindo à bisa para sair e ir colocar os pratos na máquina (para a ocupar)

 

Afinal o corte era bem pequenino mas serviu de pretexto para mais umas quantas chamadas de atenção (muitas das birras seriam evitadas se o Rafa não fosse tão impulsivo...) que poderia ser muito perigoso, que os dois se poderiam magoar a sério, e tal....nem sempre me escutam mas alguma coisa fica!!!

Decidi entretanto que isto não pode continuar...vou pôr a minha cabeça a funcionar e arranjar estratégias válidas para acabar com esta incompatibilidade (espero conseguir alguma coisa antes da hipótese da transfusão total de sangue aos dois, lol!)

 

 

sinto-me: mãe em luta
postado energia-a-mais às 23:14

Domingo, 24 de Maio de 2009

para me passar de vez com os meus enérgicos e destemidos filhotes!

 

 juro que só me vinha à cabeça uma imagem de uma mãe que num momento de desespero, bateu desalmadamente na sua criança, dentro de um automóvel....isto passou-se há uns tempos nos EUA, e na altura, eu já andava com os miolos em água por causa do Rafa....

Ultimamente essa imagem regressa com muita frequência, pois estou a passar com o Quico uma fase das piores, agravada pelo facto de agora ter dois e não apenas um, a atormentar o meu juízo...grrrrrr.....

 

os factos

 

no sábado, depois de ter passado a manhã a tentar convencer o pirralho a vestir-se, vi-me entre uma guerra de dois ninjas, cujo poder tem vindo a aumentar e os faz andar por cima dos móveis como se estivessem a passear no jardim. O Quico consegue agora saltar da beira da janela, adora jogar-se para cima do irmão e não há quem o consiga manter quieto, mesmo a ver a bonecada preferida.

O Rafa teve o aniversário de uma coleguinha de escola e por isso lá fui encarregue de escolher um presentinho...ora chego a casa com o embrulhinho todo catita e a um descuido já os dois tinham desfeito a prenda para ver como era....

Refeito o presente e já com o mais velho impaciente (chegou ao local antes da aniversariante) nova birra do mais novo que se esfrega todo no chão só para espalhar o ranho pelos sítios mais improváveis e deixar imprópria a vestimenta....

 

Antes de deitar (quase na meia noite) e depois de terem feito em oito o resto da casa, descubro que havia mais uma bela obra de arte na parede da sala (prometo publicar esta!) num belo tom negro a contrastar com o tom mais claro da base....ora embora já esteja habituada a ter pinturas «caseiras» esta irritou-me mesmo....

Depois descubro - gelatina por cima da estante da sala, iogurte por baixo da cama e a banheira de uma das casas de banho toda riscada em laranja, verde e preto e quando digo riscada è mesmo riscada!

 

Sou calma dizem...e até acho verdade mas estou numa linha muito fina e se a tampa salta.....pois não è que hoje, depois de birras para comer, vestir, dormir, etc, etc, o pimpolho me faz xixi no chão e pisa mesmo em cheio para depois ver as marcas dos pés, no chão do quarto?????  e o ar de gozo? Só visto....

E quando pensei que já não ia piorar mais....vou tomar café, o mais velho vem também, o que é sempre um pesadelo...tenho de pensar no que faço, se o tento manter quieto, não resulta, se o deixo à vontade è a loucura, ponho-me a falar com alguém interrompe em cada segundo, quero ir embora ele quer ficar, quero ficar mais um pouco ele quer à força ir para casa...irra que ou estou a ficar velha, ou o meu cérebro entrou em combustâo...

 

Então e quando o Pai liga e pergunta com o tom mais calmo do mundo, eu no meio de um barulho infernal, com os dois putos quase a estrangularem-se, aos saltos na minha cama, com a bisa a gemer «ai que se matam, meu deus!» e uma montanha de roupa, cremes, velas decorativas, brinquedos, pulseiras, por todo o lado

«então amor, como foi o vosso fim de semana?»

 

sinto-me: mãe em fúria total
tags: , ,
postado energia-a-mais às 23:56

Quinta-feira, 26 de Março de 2009

 

a modos que sem pachorra para nada, mesmo tendo muito que fazer (e até gostando do que se faz!)

Com dores de cabeça pelas cada vez menos horas de sono (resultado de ter retirado a medicação do Quico - ordem médica, o que o faz despertar ao ritmo geneticamente programado para a madrugada!!)

 

Com a chegada do Magalhães (depois de uma viagem mais longa que a feita pelo navegador...) o mais velho tem andado teimosamente agarrado ao dito, cada vez mais implicativo com todos e sobretudo com o irmão...não se consegue ter um segundo de ordem nesta casa (coisa típica mas que devia estar mais controlada...) Falei com a psicóloga do Rafa e ela concordou que temos de ir a consulta e começar a arranjar métodos novos, pois está visto que ele tá na fase

 

o vestir é cada vez mais complicado e até o Quico quer sair de casa bem cedo, só para não ter de ouvir a birra do mano...sei que me descontrolei nos últimos dias, disse coisas que nunca pensei (voltar) a dizer e que magoei o Rafa com observações impensadas  mas uma mãe que passa mais de uma hora a tentar vestir um menino de 8 anos, que para além de não parar quieto, grita histericamente que não consegue vestir uma peça de roupa...que vê o ambiente caotico da manhã, repetir-se dia após dia, uma mãe que já não tem argumentos e á força não consegue tirar o filho de casa, acaba por fazer o que não deve, dizer o que realmente não pensa.

 

espero que com descanso, a minha boa disposição regresse, pois até eu me acho chata...

 

 

sinto-me: a desanimar
postado energia-a-mais às 22:56

Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008

terminado a noite de ontem com este post mas os danadinhos não deram tréguas até ás 23:00H, depois ainda havia afazeres domésticos, lol!, vai daí publico hoje...

 

 

Então o título será:

 

big birra

 

do Francisco, porque queria arrancar a própria....pilinha, lol! Quando o vejo ficar de punhos cerrados, veias do pescoço saídas e o rosto arroxeado! sei que o miúdo tá mesmo com nervos....

O meu filhote mais novo tem tido umas demonstrações de personalidade muito, digamos, vincadas...as birras são frequentes e tenho de levar as coisas com normalidade, senão temo que a atenção exagerada venha a torná-lo ainda mais exigente!

Mas há birras irresistíveis, esta foi uma cena imperdível...vê-lo furioso porque não conseguia que a pilinha dele saísse, embora eu e o irmão nos esforçasse-mos por lhe explicar que ela não teria grande utilidade fora do sítio, lol!

 

Ele puxava e dizia muito chateado «mamãe, num xai, num xai..tira, tira...»penso, pelo menos foi o que entendi, que a queria colocar no cesto dos brinquedos(!)

Claro que isto foi um dos motivos porque a hora de dormir chegou mais tarde (ainda) do que o costume...

 

 

postado energia-a-mais às 14:28

Terça-feira, 01 de Julho de 2008

afinal sempre que penso que o Rafa atingiu alguns progressos, vem um dia como o de ontem! Na verdade, desde que alterou a medicação e suprimiu a toma de risperidona, o Rafa anda muito mais nervoso e agressivo, pelo que qualquer birra descamba rápidamente em gritos, murros e palavrões...já no sábado tinha tido uma dessas crises e em pleno centro comercial, na hora de almoço, acabei por me passar e desatei a chorar descontroladamente (ele não viu, eu tive o cuidado de entrar no wc e deixei-o com o avô) Lá conseguimos superar essa e no domingo tivemos mais um braço de ferro (desta vez por causa do banho) que acabou com uma grande mentira da minha parte (disse-lhe que ligara aos srs. da segurança social e eles vinham buscá-lo no dia seguinte de manhã para o levarem para uma instituição, uma vez que em casa não conseguiamos funcionar como família) e com ele lavado em lágrimas a pedir desculpa (o que nestas crianças aconteçe sempre que acalmam, pois normalmente são muito sensíveis) e com as promessas habituais de mais juízo!

Ontem foi mesmo de arrasar, estivemos em maratona, ao ponto de ganharmos assistência e até propostas de ajuda dos agentes da autoridade. Eu explico, a birra foi cá fora em praça pública e no local encontravam-se dois polícias de trânsito na ronda pelos carros mal estacionados. Quando viram o descontrolo que se gerou ofereceram-se para dar uma maozinha. Claro que até eles desistiram ao fim de algum tempo, eu aguentei duas horas, até conseguir dar-lhe a volta e ver que se acalmava aos poucos, para depois explicar o motivo do meu «não». Que continuou a ser não, apesar de várias nódoas negras com que fiquei (ele tem uma marca no rosto da qual ainda se lembrará até á próxima birra) e da cabeça mais parecer um balão prestes a rebentar. Noto que a minha capacidade de resistência, ou melhor, a capacidade que tinha para não me deixar afectar tanto, está um pouco mais baixa. Preciso nitidamente de férias!!

Hoje consegui levá-lo ao campo de férias, onde para além do apoio de gente conhecida e de colegas da mesma escola, espero que o encham com actividades aliciantes e o cansem fisicamente. Se o conseguir manter interessado pelo menos duas semanas, será certamente uma bela vitória...

sinto-me: com a cabeça em água
postado energia-a-mais às 23:31

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro