Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

02.Fev.15

Exercícios para crianças com hiperatividade

 

Inspirada pela leitura dum artigo de opinião que li aqui e dos comentários que me enviaram pelo facebook, decidi que este fim de semana iria pertencer ao grupo de pais que decidem simplesmente «não fazer nada o dia todo» a ver se os meus miúdos me seguiam o exemplo...

 

Ora acontece que demorei pouco tempo a constatar de que nada me serviu ser «lesma», a única coisa que consegui foi pôr a roupa um monte mais acima, ter as casas de banho menos limpas e a cozinha com mais louça suja do que o habitual...Os miúdos pouco copiaram de mim, a não ser quando vieram saltar para cima da cama para me fazerem companhia!

Acabei por optar por uma solução mais estratégica e fazer o que realmente deve ser feito quando temos em casa miúdos com hiperatividade - orientar os exercícios e usar técnicas adequadas para que as brincadeiras não descarrilem 

 

 

E aqui ficam algumas dicas sérias para quem as queira pôr em prática (quem quiser pode entrar em contato para ir a uma sessão do núcleo de apoio a pais em são joão da madeira, onde damos exemplos de atividades e jogos para serem postos em prática em casa ou na escola)

 

Exercícios para desenvolver as capacidades físicas condicionais

  • Força
  • Rapidez
  • Resistência

Exercícios para desenvolver as capacidades físicas coordenativas

  • Equilibrio
  • Coordenação
  • Ritmo
  • Orientação espacial

Exercícios para o desenvolvimento da motricidade fina

Exercícios Respiratórios

Exercícios para desenvolver a capacidade de concentração e atenção

Exercícios de relaxamento

Exercícios de agilidade mental

 

E não se preocupem que este aparente «excesso» de exercícios são conduzidos para que a criança «treine» sem sequer se aperceber, tornando-se por isso colaborativa e fazendo destes momentos boas experiências em família! Além de não se cansarem, estas crianças necessitam de atividades estruturadas, detestam a confusão e facilmente entram em rutura quando lhes gritamos uma ordem do tipo «não corras mais à volta da mesa!!!». Portanto, junte-se a eles porque a hiperatividade não se pega e não é por você não se mexer que ela desaparece dos miúdos, garanto!

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.