A Hiperactividade vista à lupa

Segunda-feira, 03 de Fevereiro de 2014

 

«o Francisco teve um comportamento perturbador, constantemente falando e brincando com os colegas durante a última semana o que impediu o normal funcionamento da aula. Se este comportamento se mantiver será feita uma ocorrência. Mais informo que a segunda ocorrência será levada ao conhecimento do diretor da escola e a terceira ao diretor do agrupamento.»

 

e de modos que é assim...desanimada com isto. Comportamento perturbador é o quê exatamente num miúdo com PHDA? de cada vez que temos um passo para a frente, levamos com dois para trás...o recado veio no fim de semana, poucos dias depois de ter tido uma conversa com a professora, onde me foi dito que «o Francisco melhorou em termos de aprendizagem...» e que «deveria usufruir de maior flexibilidade no modo como se lida com ele na sala de aula e nas exigências que lhe são feitas» nomeadamente a nível de comportamento esperado...

 

Já disse isto várias vezes, um comprimido não é «milagroso» e não significa que de um dia para o outro, tudo vai correr bem. Cada caso é um caso e o organismo de cada um, é único, reagindo por isso de modo diverso. O Quico sofre imenso com os efeitos secundários mais graves deste tipo de medicação. Está constantemente com dores de cabeça e abdominais, tem náuseas matinais, sofre com a perda de apetite total...não tem sido fácil ajustar a medicação - por um lado a necessidade de aumentar a dose, por outro a necessidade de manter controlados os efeitos mais indesejáveis...

 

Fruto com certeza dessa maior instabilidade, o Quico tem andado muito desmotivado em relação à escola e os progressos que se notavam antes (sobretudo o querer fazer os trabalhos na sala, os tpc, o ir para a escola sorridente e confiante) estão rapidamente a esmorecer! e eu também..confesso! isto apanha-me num momento de conjuntura pessoal desfavorável. Estou cada vez menos esperançada quanto ao meu futuro profissional porque as ideias esbarram invariavelmente no único ponto que interessa - o financeiro. Sem investimento não há ideias que avancem...

Junte-se o Rafa com as suas exigências e desgaste psicológico, o marido ausente e um andar dos anos que se fazem notar a cada segundo...

 

Não, decididamente este arranque de um novo ano, não trouxe bons ares para estes lados...e isto é já tão recorrente que descofio que «encalhei»!

 

e por isso o blog está também a «encalhar» de vez... 

 

 

postado energia-a-mais às 13:50

De Xana a 4 de Fevereiro de 2014 às 16:34
Boa tarde,

Há sensivelmente um mês descobri o seu blog...e tenho devorado todos os post's .
Sou mãe de um menino de 11 anos, com PHDA e sei perfeitamente o que sentiu ao receber um recado assim. Nem sabe como tem sido para mim ler o que vai escrevendo por aqui. Das primeiras vezes que fui chamada ao Director de turma no ano lectivo passado, ainda lhe perguntei se os professores sabiam o diagnóstico do Diogo...acabei por desistir da pergunta...mas as queixas continuam.
Este ano, que ja esta no 6º ano, começaram as ameaças de explussão do colegio...como se o meu filho tivesse agredido alguem fisicamente ou insultado alguem ( nunca aconteceu)... simplesmente ele é irrequieto, mexido e cheio de energia... mas isso faz com que saia do padrão de 'menino perfeito' que a todo custo tentam ter naquela escola.
Aonde está a preparação dos professores para lidar com crianças assim? Aonde está a sensibilidade? O que sente uma mãe quando uma professora diz que fica com dores de cabeça só de olhar para o nosso filho?
Obrigada por toda a ajuda que me tem dado, porque nem sabe como gostava que existissem cursos, até para nós pais, para conseguirmos tornar a vida destes meninos menos «pesada».

De energia-a-mais a 8 de Fevereiro de 2014 às 15:33
obrigada pelas suas palavras! nem imagina como me faz bem sentir que há alguém desse lado e que o que eu partilho tem interesse! mantenho um grupo de apoio a pais onde damos formação sobre como lidar com várias situações, se estiver interessada mande mail para apch-norte@sapo.pt. Terei muito gosto em encaminhar o seu caso

tudo de bom e não esmoreça, o seu filhote precisa deste apoio seu! desistir não é opção mesmo quando não sentimos estímulo algum por parte da escola - infelizmente só há interesse genuíno quando o caso é dentro de portas!
Beijo grande

Teresa


mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
28


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro