Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

17.Mar.14

as peripécias não acabaram

energia-a-mais
    ao reler o blogue dei comigo a pensar que até pode parecer que os meus miúdos entraram numa outra fase, menos atribulada, de certo modo mais calma...«mea culpa» por falta de tempo e confesso, de menos ânimo, tenho deixado de escrever muitas das peripécias cá de casa   Até admito que no caso do Rafa, as explosões de raiva, impulsividade, difíceis de controlar, de tão habituais se tornaram para mim tão vulgares que até lhes tirei importância! não no peso das (...)
04.Nov.13

ter fé

energia-a-mais
    é assim qualquer coisa como isto     Depois de um final de domingo com mais uma crise de nervos, a agressividade do Rafa a dar sinal, seria de esperar uma manhã caotica, até porque às segundas feiras a coisa custa...   mas quando a imprevisibilidade é a palavra mais comum, a casa pode ter momentos de loucura seguidos de pacíficas cenas de ternura...o Quico está mais assertivo (terá algo a ver com o apoio na escola?) e por isso também me faz surpresas que incluem (...)
03.Jun.13

Não há maneira de perceberem que...

energia-a-mais
    sim, esta semana têm mesmo aulas e com testes e tudo       precisam de mudar de roupa todos os dias, mesmo que queiram muito usar a tshirt preferida   o verão ainda não chegou e o tempo está realmente incerto, nem sempre podem ir sem casaco....       miúdos complicados, irra       
07.Mar.13

maratona...

energia-a-mais
  entre recados da escola para assinar (dos dois) e conseguir fazê-los estudar para os testes que ambos vão ter, tive de suportar:     uma interessante descoberta do Quico que o fez experimentar dezenas de «pinos» em diferentes modos de execução; um estúpido concurso de cheirar o chulé um do outro, proposto pelo Rafa que queria provar «cientificamente» que um pé mais pequeno condensa melhor o mau cheiro, daí o Quico sair vencedor do pé mais mal cheiroso; uma cena de (...)
28.Mai.12

onde está o botão de «pause»?

energia-a-mais
    e já agora «erase and rewind» para ver se apago este fim de semana e o substituo assim por um, digamos...mais normal!   eu até tinha planos normais - qualquer coisa como «neste fds vou cumprir com a minha acção de solidariedade e doar alguma coisa para o banco alimentar...» e juro que não entendo porque é que isto correu tão mal....     os miúdos tiveram no sábado uma agenda social do mais preenchido - estas solicitações obrigaram-me a um verdadeiro corropio. O (...)
03.Fev.12

apanhei com isto

energia-a-mais
    pela manhã, antes da saída deles para a escola     uma birra descomunal do Rafa tirou-me do sério e acrescentou-me mais umas quantas rugas e cabelos brancos. Cismou que tinha de levar para a escola o dinheiro do mealheiro - e nada o demovia da disparatada ideia!!! se alguma coisa fazia prever isto?? se houve alguma coisa que o despoletou? não que eu desse por isso - o que é certo é que demorei mais de uma hora com uma birra que se tornou cada vez mais descontrolada e que (...)
19.Jan.12

que raio de feitio

energia-a-mais
    ou como quando lhe dá a neura ninguém os segura....   O Quico aprende como uma esponja, absorvendo os exemplos intempestivos do mano mais velho....nada bom, tendo em conta que com PHDA de tipo impulsivo o Rafa pouco se controla e os exemplos não são os melhores. Habituado a ver o irmão explodir à miníma frustração, agora o mais novo também nunca sabe como reagir quando a coisa não corre como ele tinha idealizado - ok, qualquer criança passa por isso - lidar com algo (...)
10.Jan.12

life goes on

energia-a-mais
ou como o meu mundo não para nem se compadece com tristezas ou incertezas     A vida continua ao ritmo natural da hiperatividade que contagia toda a  família. O Rafa tem andado na definição de muita gente «impossível»...porquê? porque não escuta ninguem, não para um segundo, não pensa antes de agir e por isso, qualquer situação rapidamente se transforma num caso sério de agitação.   Exemplos - tomar um banho. Ultimamente por ter condições que o permitem, tenho (...)
24.Nov.11

as recusas

energia-a-mais
    são sempre difíceis de aceitar   O Rafa anda numa de recusas. Recusa tomar a medicação, logo recusa ir à escola, recusa vestir-se, recusa qualquer ordem nossa. Recuso-me  a aceitar os jogos dele mas o desafio é tão grande que me deixa à beira da exaustão.   Na segunda feira recusou-se terminantemente a sair de casa e nada o demoveu - nem ameças, nem castigos, nem a minha arma secreta: uma espécie de psicologia invertida (embora tenha sido a que mais efeito teve, (...)