A Hiperactividade vista à lupa

Sexta-feira, 13 de Julho de 2012

 

 

 

 

 

 

 

(entenda-se nossa nação como nossa casa) depende e muito do estado do nosso espírito

 

e o nosso tem andado muuuuito ocupado....desenganem-se os quer, por verem imagens pacíficas, julgam que a paz reina por estas bandas {#emotions_dlg.lol}

 

é verdade que temos aproveitado à nossa maneira...coisa que por cá significa muita agitação à mistura com aventuras de nos deixar de cabelos em pé!

 

 

 

e se isso vale um post, terá que ficar para quando a calma o permitir....agora vou ali mergulhar e já venho!

 

 

 

postado energia-a-mais às 15:21

Quarta-feira, 18 de Maio de 2011

 

 

daquele vizinho que sempre nos aparece nos momentos menos oportunos? ou seja, quase sempre quando me faço acompanhar pelos meus pestinhas?

 

pois tivemos mais um encontro de 3º grau...

 

 

entro eu no átrio do prédio, arrastando literalmente o Quico que me tinha feito uma birra monumental para que lhe comprasse mais um dos quinhentos e cinquenta mil figuras Gormiti (arre que aquilo de virem empacotados não tem piada nenhuma {#emotions_dlg.annoyed}) e tentando evitar que o Rafa, tomado pela energia de final de dia, transformasse o que resta da mochila escolar, numa massa disforme, quando dou de caras com o dito, aguardando pelo elevador...ainda tento uma saída airosa, sobrepondo a minha voz aos gritos dos miúdos «esperem que a mãe tem de ver a caixa do correio» mas a coisa não correu bem porque o Quico desatou aos chutos à porta do elevador e eu acabei por ter de ficar para o fazer parar...

 

Assim que a porta abre, o Rafa precipita-se para dentro, o que leva ao reparo do vizinho «então, que educação é essa? tem lá calma...» e eu, assim entre o tom rigoroso e diplomático «então Rafa, o senhor estava primeiro, esperamos pelo outro elevador, está bem?» e o Rafa, já sem me escutar e a tirar os livros que me queria mostrar «olha mãe, olha, os livros que trouxe da biblioteca da escola, olha, são dois...» e no meio da confusão toca o telemóvel e o Rafa grita logo «deve ser o papá, vê se é o papá, mãe, eu quero falar com ele...quando é que ele vem?» e o Quico a aproveitar a barafunda impede com o dedo no botão que a porta do elevador feche enquanto grita «quero outro gormiti mamã, não quero saber, tens de comprar outro...». Eu acho que entrei no elevador sem me aperceber porque dei comigo lá enfiada, esmagada contra o raio do homem cada vez mais carrancudo, segurando numa mão uma saca do pingo doce e na outra o telemóvel que continuava a ter sinal...ora como só tenho duas, não consegui encontrar outra maneira de segurar na mão do Quico que de dedo espetado escarafunchava o nariz e de lá tirava o habitual «macaco» que queria aplicar no espelho do elevador....fogo, se há dias em que se comportam como selvagens, este foi um deles {#emotions_dlg.mad}

 

mas não pensem que baixei a cabeça. Virei-me para o Rafa, antes do elevador parar no piso do homem e em tom firme disse-lhe «mostra os livros em casa, agora seguras a mochila porque está aberta e podem cair» e ao Quico disse «vamos ter de ir limpar este espelho, deixo-te seres tu a pôr o líquido limpa vidros» e rematei quando o homem já estava para sair «depois vamos ligar ao papá porque ele gosta de saber do vosso dia» ao que os dois muito aprumadinhos responderam em coro «está bem mamã!» 

 

 

{#emotions_dlg.lol}

 

eu sei, sou totalmente maléfica! que querem? se não fossemos nós o prédio pareceria um museu

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 08:35

Quinta-feira, 15 de Julho de 2010

 

 

e são tantas, mas tantas...que nem sei por onde começar

 

 

em casa

 

O Quico foi à casa de banho - ouvi a luz a acender, perguntei «onde vais?» e ele responde «vou fazer xixi...» ok...espero sinal de água a correr...nada...espero um pouco mais...nada! penso...hummmm, isto está a demorar, é melhor ir ver...

e vi...Quico em pé ao lado da sanita a espreitar lá para dentro e a empurrar qualquer coisa! O que seria? bem...depressa descobri - o Quico fez o seu xixi, mais outra necessidade que lhe apeteceu e...meteu lá para dentro os calções que trazia vestidos  

 

 

O Rafa tem andado mais controladito mas ao fim do dia parece um descarregador eléctrico de alta voltagem - saem faíscas por todo o lado...estava eu a fazer a sopa e ele entra de rompante na cozinha....«mãe estou sem pen, assim não posso jogar o clube pinguim....» eu ainda calma «sabes que me deves avisar quando falta uma hora para eu ver se posso carregar...» (vivo numa zona que apanha net gratuita e só faço carregamentos sem obrigações quando preciso) Ele já a espumar «mas eu não vi e tu só deixas ficar uma hora e agora quero jogar e não posso, vai carregar» eu já menos calma «estou a preparar o jantar, não vou agora deixar para carregar a pen, amanhã vejo, jogas duas horas»...ele entretanto já chutava tudo o que lhe aparecia à frente «nãoooooo, agoooooora» eu ainda a mexer a sopa «amanhã» e vai só vejo um pé, uma perna da mesa a passar por mim, um Quico a gritar umas frases sem nexo, coisa que faz quando está nervoso e um Rafa com ar de touro....marado! (a perna da mesa andou uns bons metros no ar e estacionou na lavandaria, logo a seguir à cozinha...)

 

O Quico andava a saltar no novo sofá e claro, levou uma bela palmada no rabiosque...ele olhou para mim mas pensou «nã, melhor não abusar com ela...» virou-se com toda a força e mandou um bruto soco na cara da avó...juro! nunca vi uma cena tão marada...a avó ficou com uma marca enorme, os óculos voaram e com o imapcto até ele caiu para trás...passou os dez minutos seguintes a chorar sem parar e os outros dez a implorar um beijo à avó...

 

Quando compramos o sofá, compramos também um serviço de preservação e limpeza do mesmo que nos garante maior tranquilidade em caso de nódoas acidentais...veio o senhor da empresa fazer o serviço e os miúdos logo se engalfinharam nele - primeiro registo deles, o senhor entra em casa com uns sapatinhos de plástico como os que se usam em ambientes que se querem sempre limpos (como nos berçários por exemplo...) «ena, que fixe! também posso calçar uns assim senhor?» e muitos saltinhos em volta dele...o homem ainda a tentar dar um ar da sua graça e o Rafa já a pegar no equipamento - uma espécie de vaporizador em tamanho XL. Empurro os dois à força para fora da sala o que deve ter deixado o homem com a melhor das impressões sobre a minha capacidade de mãe! e tranquei a porta que é vidrada...com os dois aos saltos do lado de lá...Não sei quem tem agora mais receio de que haja uma nova visita nos próximos tempos - se eu, por isso ser sinal de nodoa que não sai...se o homem, porque duvido que nos tenha achado «normais»!!!

 

 

As noites também são agitadas - o Quico tanta volta deu na cama que acabou com a cabeça enfiada na barra lateral de protecção...dei com ele quando berrou por mim de forma assustadora e o tive de retirar de lá como se o estivesse a libertar da guilhotina!

O Rafa anda e fala enquanto dorme mas por vezes tenho dificuldade em saber se está ou não consciente - e ele também...pelos vistos queria ir à casa de banho mas entrou no armário...ou por outra, tentou entrar - ele só gritava que não conseguia «subir a rampa» e afastava as roupas da frente para desimpedir o caminho

 

na rua

 

Tinha consulta no dentista com o Rafa mas tive de levar os dois...fui um pouco antes para poder tomar o pequeno almoço numa padaria ali perto...o Quico levou um iô-iô e o Rafa o nervoso por ir ao dentista...Na padaria tentei sentá-los mas o Rafa mantinha-se de pé, apoiando-se num pé e noutro e não parando de me dizer «não demores mãe...come rápido...então?». O Quico ficou entalado entre a nossa mesa e a mesa vizinha fazendo girar o seu brinquedo...de uma das vezes o fio rasou a cara da senhora que lá estava sentada que muito idignada se vira para ele e diz «mas o que é isso? vê lá se tens cuidado, que falta de educação...» eu achei que ela era muito mais educada que eu e por isso, sentei o Quico ao lado dela dizendo «pronto minha senhora, agora tome conta dele enquanto eu como o meu pão, está bem?» a mulher de olhos esbugalhados para mim e o Quico sorridente na cadeira, nem se mexia...e quem é que vejo na mesa em frente? o meu querido vizinho, sentinela mor do nosso prédio, de quem já falei por cá opá não havia nexexidade! estava-me a sair tão bem...

 

Quando chego a casa da dita consulta quem encontro à espera do elevador? poissss...e vai o Quico aos saltos dá-lhe um toque...ele com ar do mais sisudo que pode «então como é que é amiguinho? é preciso ter juízo...» e sai-me esta «então Quico? mas queres ver que tenho de andar contigo na rua com açaime e trela?» e o Rafa «como os cães perigosos mamã?» e o Quico a entrar no elevador de gatas, a língua de fora «eu queria ser um cão mamã!»

 

O pintor vem novamente para acabar (?) de vez as pinturas - já tem de retocar duas manchas na parede da sala (uma dos pés do Rafa, a outra do cortador de pizza, feitas pelo Quico...)

O Rafa vai iniciar o campo...o Quico vai até ao ATL dos mais pequenitos para eu terminar as limpezas...este é o nosso dia a dia! sem cortes nas cenas - mesmo as mais maradas!

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:05

Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

 

 

conversa deles que «apanho» ontem à noite

 

Rafa: se não comeres tudo a mãe põe-te de castigo Quico! olha manda-te para um sítio muito mau...olha manda-te para o haiti!

 

Quico: pra onde mano, hummm?

 

Rafa: pró haiti! é muito mau lá, tá tudo destruido, coisas partidas...tudo estragado...

 

Quico: haaaa!!! é no nosso quato, mano? o taí é no nosso quato!!!

 

 são escalas diferentes, mas o Quico fez bem o paralelismo!

 

 

sinto-me: mãe de 2 terramotos!
postado energia-a-mais às 10:46

Domingo, 17 de Janeiro de 2010

 

quem conhece este casa sabe que temos de ser um pouco «pirados» para aguentar a pedalada! a inspiração faz parte!

 

das noites em branco - pois que continuaram pelo fds! de sábado para domingo foi do pior mas apenas porque eu já não tenho pachorra para discutir com o Rafa...mesmo assim consegui que fosse ficando na cama dele...com visitas de hora a hora

 

das pirações 

 

pois que aproveitei que não me deixam ficar na cama por muito tempo e, inspirada pela Cilinha, visita deste blog e que faz uns mimos à mesa, decidi fazer mousse de chocolate para os miúdos, bolo de ananás caramelizado para os graúdos, uma bela paella para o almoço e francesinhas para o fim de tarde! foi um fartote!

 

O Quico apanhou-me as pinturas e embelezou-se por conta própria, lábios e bochechas com batom, belos olhos côr azul...eu achei que faltava o retoque final - pirei e pintei-lhe as unhas de vermelho (mas limpei antes do domingo ter terminado, lol!) Também o deixei andar de croc's, cachecol e chapeu de cowboy! ele anda ainda à procura do estilo que lhe fica melhor...

 

O Rafa teve momentos de completo desassossego...o que não é nada de novo, para descontraír, deixei que andasse pela casa de trotinete e joguei a bola (mas fiz balizas com almofadas e havia a regra de não chutar para cima). Ensaiamos vezes sem conta as novas dos D´zrt e passamos a andar pela casa com todas as luzes apagadas, usando apenas os óculos de visão nocturna!

 

Fizemos lutas de wrestlling e agora sou o Rey Misterio...e o Quico ajudou a arrumar os enfeites de natal na garagem, por isso agora diz que o pai natal está estacionado numa garagem com as renas até ao próximo natal...

 

votos de uma boa semana!

 

 

sinto-me: (ins)pirada
tags: , ,
postado energia-a-mais às 23:20

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro