A Hiperactividade vista à lupa

Sábado, 03 de Maio de 2008

Para não esquecer que em casa existem dois hiperactivos, de vez em quando apanho com dias destes...intermináveis e sem contolo

Ás 05:00H da matina já estava de olho arregalado (melhor dizendo remelado) com medo das cabriolas do mais pequeno que ainda na véspera tinha feito um Sr. galo na testa, tentando que não se mandasse abaixo da cama. Ás 8:30H tive de enfiar pelo elevador e lá ir pôr a moedinha no carro (que ao sábado também é dia e a bófia não se compadece com dois putos aos berros). Nessa altura pensei como seria se eu pegasse no carro e desaparecesse? Quando percebi que não tinha safa e levei os dois para me «ajudarem» na cozinha foi sem dúvida o último momento controlado que tive neste dia, a partir daqui foi o descalabro. Pensei seriamente em trancá-los na despensa mas pensando bem o sítio é dos mais valiosos da casa, por isso parei, respirei, parei outra vez e fiquei sem ar...

Francisco (puxando-me para a janela da lavandaria e tentando subir pelo caixote do lixo): Mamãe queu có-có! (quero ver o Tó-Tó - o gato dos vizinhos); Rafael (puxando pelo irmão e tentando chegar primeiro) Eu vou ver se ele está ali, eu vejo, o maninho vê!

Francisco (pés no balde do lixo, as mãos no peitoril): Mamãe..

Eu: Já vai, cuidado, cai-cai...

Dou a sopa enquanto vemos o Tó-Tó no telhado e o Francisco insiste em gritar a plenos pulmões entre cada colherada CÓ-CÓÓÓ!!!

O dia está bom vamos sair? Siiiiim, os dois em coro. Mas é mais fácil falar do que fazer.  Enquanto um leva a bola o outro leva o triciclo (eu puxo, claro). Um quer ver as pombas, o outro nem pensar, um adora cães, o outro foje a sete pés, eu fico no meio tentando manter tudo debaixo de olho...tomo um café de pé e ala que já os perco de vista e quando dou com eles um está a chutar a bola mesmo para o meio da esplanada acertando em duas mesas, o outro está a tentar chegar a uma pomba mandando-se de cabeça sobre a vedação do jardim...

O regresso a casa não foi pacífico, a loucura foi total e eu desisti a meio. Acabei por dar um tempo depois do sofá estar no meio da sala, o chão parecer um campo de combate com comida e a casa de banho onde esteve o Francisco ( o Rafael nem deu hipótese e nem arrastado se enfiou na banheira) parecer a piscina municipal em dia de abertura da época alta.

Quando começei a pensar que desta era a sério, tinha mesmo de telefonar á comissão de mães em risco de colapso (cujo número só eu conheço, é  da minha mãe em serviço permanente) ai, mais um tombo e um choro desconsolado, aproveito a deixa e enfio o mais pequeno no colo, aguento o espernear e depois sou recompensada pelo suspiro do guerreiro em descanso. Mais um momento e a batalha com o mais velho também acaba por hoje. Hã  e amanhã é dia da Mãe, não esquecer BOLO DE CHOCOLATE 

 

sinto-me:
postado energia-a-mais às 23:53

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


postei agora
disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro