Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

Energia a Mais

A Hiperactividade vista à lupa

27.Jun.13

uma greve nunca é geral

energia-a-mais
    mas geralmente espera-se que afete a vida da maioria das pessoas     a pergunta «mas uma greve geral resolve os problemas?» é a mais parva que se pode fazer! uma greve é uma forma de contestação única, essencial a quem trabalha e mais ainda para quem está desempregado - é a mais forte pressão social e a que mais obriga a repensar políticas e estratégias. Isso na essência, claro! na pratica sabemos que nem sempre é assim...a não ser quando a greve é bem pensada, (...)
16.Jun.13

Quem está mais ansioso?

energia-a-mais
    serão os alunos que estão à espera do exame, marcado para uma data incerta....   serão os pais que não sabem explicar aos filhos o porquê desta incerteza...   serão os professores que andam com a incerteza no horizonte...     eu diria que a ansiedade está do lado do governo   o mais ridículo é que os exames são o menor dos problemas   os alunos deveriam estar ansiosos com o pós exame e a incerteza que é o futuro - quer seja para ingresso ou não no (...)
12.Jun.13

serviços mínimos, idiotice máxima

energia-a-mais
  mais uma vez Nuno Crato mostra como se investe na DESeducação de um país   Apesar do Colégio Arbitral ter contrariado a requisição dos serviços mínimos para o dia 17, o governo insiste na realização do exame nesse dia, não desistindo do braço de ferro com os professores. O ministro, numa clara provocação ao estipulado por Lei, elabora um discurso- aliás em linha com o que vem sendo habitual noutras situações - de vitimização, sendo que o Governo é a vítima e os (...)
15.Nov.12

A Subserviência de um País

energia-a-mais
    é a mais indigna das condições   Em dia de greve geral veio-me isto à cabeça - muitos não fizeram greve porque não quiseram perder um dia de salário, outros porque não se podem dar a  esse «luxo», outros porque não concordam com a ideia de greve, política ou ideologicamente, mas muitos não aderiram pura e simplesmente por subserviência...porque isto de mentalidades custa a mudar, muitos viveram com medo e continuam a tê-lo, muitos nunca se libertaram da condição (...)
25.Nov.11

a greve vista por eles

energia-a-mais
  Rafa: «quando somos grandes e não gostamos do que nos fazem no trabalho, fazemos greve...»   Quico: «não há escola quando se faz grebe...a grebe é da prossora...ela estava com tosse e não veio à escola»   Rafa: «olha, a greve serve para protestar, quem me dera ir...protestar!»