A Hiperactividade vista à lupa

Sexta-feira, 21 de Março de 2014

 

Contributo do Quico para assinalar este dia (poema declamado na escola em presença dos outros meninos «sem se enganar»)

 

 

 

imagem da net

 

 

A menina do contra!

 

a menina do contra fazia tudo ao contrário

dormia no chão com a cabeça no aquário

acordava de noite, dormia de dia

se a mãe lhe batia era uma alegria!

 

fazia torradas na banheira

tomava banho na torradeira

se caía da cadeira é que ficava porreira!

 

ía de biquini pra montanha

levava para a praia cachecol

quando estava com pressa

andava como um caracol!

 

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 19:51

Segunda-feira, 30 de Setembro de 2013

 

 

Cá por casa, ter uma mãe fanática na leitura mas dois miúdos com PHDA é ter um desafio pela frente!

 

Adoro ler, desde sempre. Lembro-me de ter 3 ou 4 anos e saber de cor todos os livrinhos da coleção «A formiguinha» muita na moda na altura...depois os da «Anita» que me fizeram companhia durante muitos anos...e continuei a devorar livros, quase todos os estilos (talvez não muito os de ficção científica...) só não conseguindo manter um ritmo mais acelarado por manifesta falta de tempo!

Nauralmente quis passar essa paixão aos meus filhos - enquanto grávida lia livrinhos infantis e quando eram bebés passava com eles na ludoteca da zona, lia-lhes livros com texturas e fazio-os contactar com as suas páginas didáticas. Esperava eu ter resultados práticos - dois apreciadores de livros entusiásticos....

 

Como em tantas outras questões do dia a dia, a PHDA dos miúdos, confirmada entretanto, impossibilitou uma manifestação precoce do interesse e mesmo com o Rafa, já com 12 anos, o trabalho continua a ser intenso e sem grandes resultados...fazer miúdos com hiperatividade ler um livro não é algo simples. Imaginam a rapidez com que folheiam as páginas, a pressa em saber o final? a dificuldade em manter o interesse mesmo que o livro tenha muitas imagens? e com o Quico, ainda não conseguir ler sozinho, afasta-o ainda mais....A sério! acreditem que o meu afinco em motivar o prazer da leitura esbarra (por enquanto) na inflexibilidade deles....embora eu continue a encher a estante com livros de vários temas...

 

 

 

 

O trabalho de casa para o Rafa este fim de semana para a disciplina de OC «Oficina de Leitura» era levar um título de um livro que gostassem de ver discutido na aula e convencer os outros de que era a melhor proposta...ofereci-me para o ajudar na escolha mas logo ele cortou a minha intenção:

 

«Mãe se eu não me consigo convencer a mim próprio, como vou conseguir convencer os outros?» lógico não?

 

 

postado energia-a-mais às 10:44

Sexta-feira, 03 de Agosto de 2012

 

a imaginação!



Para muitos adultos as férias são o pretexto para se «agarrarem» ao livro que querem mesmo ler...para as crianças é quase sempre o contrário - férias são sinónimo de «deixar os livros para trás das costas». Mas é possível fazer do prazer da leitura uma diversão até para as crianças. Mesmo as que sofrem de PHDA lol!

 

O segredo? a história não pode ser longa, tem de ser divertida, despertar a imaginação e levar à ação! E quem diria que um livro de poesia (para crianças) pode condensar todos estes atributos?

 

Eu já conhecia o autor ALMA LUSITANA (clique no link) pseudónimo de um conterrâneo, cuja obra me foi apresentada pela sua maninha (uma das minhas grandes amigas) a Sandra! desta vez ela levou-me a conhecer esta delícia, editada recentemente pela CHIADO EDITORA (clique no link)

 

 

 


através de maravilhosos personagens conta-se uma história com o tamanho/tempo certo, cheia de diversão (a poesia brinca com as palavras) e que puxa pela imaginação! e como o cenário é uma Cozinha Encantada, logo nos leva à ação! O que acontece numa cozinha? Magia é a resposta!

 

Ora lá fomos inspirados para a cozinha e depois da leitura fizemos uma bela sopa fria, receita da minha infância (que é mais uma espécie de sobremesa) com arroz e banana - um outro prazer que nos refresca o verão!

 

Cá vai a receita:

 

250 gr de arroz (preferência carolino)

100 gr de açúcar (ou mel)

4 iogurtes naturais

 

Coloque o arroz a cozer em líquido suficiente na proporção de duas partes de água para uma de leite. O arroz deve ficar bem cozidinho (vá acrescentando líquido se necessário) mas sequinho. Enquanto ferve deve ir mexendo e juntar o açúcar.

Depois de pronto, retire do lume e deixe arrefecer um pouco. Junte então os iogurtes, mexendo bem, divida por taças e coloque no frigorífico, aguarde pelo menos 4 horas antes de servir.

Na hora de levar à mesa, parta umas rodelas de banana e disponha por cima enfeitando cada tacinha.

 

É uma receita que as crianças podem preparar e que para além de nutritiva é fresca pelo que pode srvir de refeição ligeira após um dia de brincadeiras!

 

 BOAS LEITURAS E BOM PROVEITO!

 

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:05

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro