A Hiperactividade vista à lupa

Segunda-feira, 30 de Setembro de 2013

 

 

Cá por casa, ter uma mãe fanática na leitura mas dois miúdos com PHDA é ter um desafio pela frente!

 

Adoro ler, desde sempre. Lembro-me de ter 3 ou 4 anos e saber de cor todos os livrinhos da coleção «A formiguinha» muita na moda na altura...depois os da «Anita» que me fizeram companhia durante muitos anos...e continuei a devorar livros, quase todos os estilos (talvez não muito os de ficção científica...) só não conseguindo manter um ritmo mais acelarado por manifesta falta de tempo!

Nauralmente quis passar essa paixão aos meus filhos - enquanto grávida lia livrinhos infantis e quando eram bebés passava com eles na ludoteca da zona, lia-lhes livros com texturas e fazio-os contactar com as suas páginas didáticas. Esperava eu ter resultados práticos - dois apreciadores de livros entusiásticos....

 

Como em tantas outras questões do dia a dia, a PHDA dos miúdos, confirmada entretanto, impossibilitou uma manifestação precoce do interesse e mesmo com o Rafa, já com 12 anos, o trabalho continua a ser intenso e sem grandes resultados...fazer miúdos com hiperatividade ler um livro não é algo simples. Imaginam a rapidez com que folheiam as páginas, a pressa em saber o final? a dificuldade em manter o interesse mesmo que o livro tenha muitas imagens? e com o Quico, ainda não conseguir ler sozinho, afasta-o ainda mais....A sério! acreditem que o meu afinco em motivar o prazer da leitura esbarra (por enquanto) na inflexibilidade deles....embora eu continue a encher a estante com livros de vários temas...

 

 

 

 

O trabalho de casa para o Rafa este fim de semana para a disciplina de OC «Oficina de Leitura» era levar um título de um livro que gostassem de ver discutido na aula e convencer os outros de que era a melhor proposta...ofereci-me para o ajudar na escolha mas logo ele cortou a minha intenção:

 

«Mãe se eu não me consigo convencer a mim próprio, como vou conseguir convencer os outros?» lógico não?

 

 

postado energia-a-mais às 10:44

Quinta-feira, 22 de Novembro de 2012

 

é como os miúdos se começam a inteirar das primeiras letras

 

aprendem os ditongos através de desenhos que conseguem identificar e assim percebem como associar a cada um a letra correspondente

 

Ora o Quico anda às «voltas» com os ditongos e ainda faz muita confusão, baralhando muitas das letras...mas tendo em conta que a sua atenção se dispersa a cada 5 minutos, resta-me concerteza muita dedicação e empenho para que supere as dificuldades. Nos entretantos, vislumbro a cada instante um forte poder de argumentação e muita criatividade....exemplos?

 

 a legenda diz «piu-piu»

 

o Quico «lê» pássaro...o irmão tenta corrigir. Ele diz-lhe «piu-piu»? achas que sou bebé pra falar assim mano?

 

depois vem mais um clássico   eu encorajo para que reconheça os ditongos e leia «pó-pó»

 

Ele sai-se com um «carro!» e quando o mano diz «não Quico olha para lá, está escrito....» e ele triunfante «au-to-mó-vel!»

 

Além disso parece ter uma certa dificuldade em distinguir o P do T. Faz trocas com estas letras que podem ser algo constrangedoras...

 

«Mamã, sabes, o avó tem ténis» e eu a imaginar o meu pai a andar de ténis, não consegui evitar um sorriso. Talvez queira correr mais depressa atrás dos netos, pensei...

 

o Quico continuou «o mano, tem ténis, eu tenho ténis»...nesta frase já eu olhava para ele com mais atenção...«os meninos têm ténis, sabes? não se diz pila, diz-se té-nis!» o mais engraçado e que só troca a letra T agora que a está a aprender a escrever (já o P continua a mantê-lo no sítio!)

 

 

 

está explicado! {#emotions_dlg.lol}

 

e como os cadernos são espaços limitados a simples folhas

 

há que utilizar algo mais amplo para dar asas ao que se aprende, certo?

 

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:08

Segunda-feira, 12 de Março de 2012

 

Nós por cá andamos bem! assim uma frase sempre fica melhor que o típico e já património nacional do «vamos indo»

 

 

esta semana que passou foi recheada de acontecimentos, tantos que davam para encher mais do que um post. Mas como isto da contenção já me começa a afetar as palavras, vou mesmo fazer um resumo e juntar um «tudo em um».

 

As atividades da APCH - Norte obrigaram-me a vários contactos, muitos deles pessoalmente, com escolas, associações de pais, gabinetes de explicações, associações desportivas, etc. Também nos continuam a chegar várias solicitações, sobretudo via mail às quais temos de dar resposta, claro. E para combinar com isto, tenho várias ideias que tive de passar a papel para poder apresentar depois já com ar de projectos!!

Para além do tempo que tirei para a associação, tive, obviamente, de dar prioridade à minha busca de novo trabalho, entregando currículos, enviando candidaturas, respondendo a alguns anúncios. 

 

Outra atividade pessoal em que me envolvi teve que ver com a aqui já citada (em post anterior) semana da leitura, patrocinada pelas escolas. Foram promovidas certas iniciativas que apelavam à participação de pais (ou de outros familiares) e eu acabei por me dedicar a algumas delas:

 

na escola do mais novo, os pais ou familiares dos meninos da pré foram convidados a contarem uma história na salinha da respetiva criança. Eu fui na segunda feira de manhã para grande alegria do Quico. A história escolhida era sobre um coelhinho chamado Joca que por desobedecer à sua mamã, se tinha metido em apuros...apropriado, certo? os miúdos adoraram e participaram com entusiasmo. Eu levei um miminho para os «pequenos leitores», o que foi muito apreciado também pela educadora que não sabia da minha «surpresa»

 

  

 

os meus marcadores de livro em formato de cenoura, feitos por mim, uma «naba» na matéria....de qualquer modo fazer 24 daqueles marcadores, ainda por cima com direito a colagem da rama (hehehe) e com dedicatória, não foi fácil, melhor dizendo, foi moroso...Mas divertido!

 

Na escola do mais velho a participação não exigia nada mais do que a nossa presença no chamado «dia aberto». Embora tenham decorrido durante a semana vários eventos para os alunos, apenas na quarta feira a escola abriu portas à comunidade e claro com particular chamada de atenção aos pais/encarregados de educação. Assim, quem fosse nesse dia à escola, ficaria a conhecer várias ofertas formativas desta e de outras escolas, podia visitar várias exposições com trabalhos dos alunos, participar em experiências, falar diretamente com os professores, conviver com todos que diariamente contactam com o nosso filho. O horário era contínuo sendo possivel por exemplo ir na hora de almoço e até fazer a refeição na cantina a preço especial. Assim, foi com algum espanto que constatei que da turma do meu filho, apenas eu me apresentei. E se fiquei um pouco receosa inicialmente perante a reacção dos miúdos (até porque o Rafa se mostrou pouco entusiasmado em casa) logo isso se desvaneceu, tal foi a calorosa e ruidosa companhia que me fizeram ao longo da minha visita - todos me queriam mostrar esta e aquela experiência, este e aquele trabalho, até que o meu rapaz se sentiu contente por ter a mãe lá (demonstrado pela frase «tens mesmo que ir embora mamã?» quando lhe disse que estava na hora de me despedir)

 

Pelo meio, esta foi também semana de testes - e fazer o Rafa estudar, sabem os que nos acompanham, pode ser uma verdadeira tortura! ele fez de tudo, desde nem sequer saber que ia ter teste (não o tinha anotado, eu nem sonhava com a possibilidade) e portanto não ter sequer estudado «sabes mamã, hoje tive teste...hum não, não sabia...foi a português...só percebi quando estava a tirar o meu caderno e o livro para a aula e reparei que o professor estava a distribuir uns papeis que dizia teste...» até começar a sentar-se para estudar, abrir o caderno e....fazer um avião de papel....ou passar o tempo a acender e apagar a luz do candeeiro de mesa. Mas pronto, desconfio que as notas nem serão más. 

Já agora aproveito para dizer que em matéria de cumprir com o acordado (manter a sua área de estudo organizada) a coisa correu bem. O esquema foi até final e os pontos deram como prémio a tal saída na sexta feira à noite! e que bem que correu - ele deliciado por estar a fazer um programa só comigo, até entrou pela primeira vez nos seus 11 anos, numa loja sem refilar e sem fazer estragos!!!! e assistimos ao novo 

 

 

 

imagem tirada da net

 

Como sempre os dias foram agitados e sem descanso, tal qual o nosso fim de semana! nada que não seja habitual! com o sol e a temperatura que se fizeram sentir, seria certamente pecado não aproveitar o ar livre, mesmo que em frente a casa, que isto não está para passeios longe de portas

 

 

 

nova semana e novos desafios agora começam! é assim a Vida

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:04

Quarta-feira, 07 de Março de 2012

 

os livros são dos melhores presentes que se podem dar/receber

 

sempre incentivamos a leitura em casa, mesmo que as caraterísticas do Rafa o levem a ter uma obsessão por um determinado tema e seja muito difícil fazê-lo ler algo diferente e que o Quico ainda não ache grande interesse a livros que tenham mais que duas páginas...Mesmo assim, variedade, conteúdos distintos, livros didáticos, alguns mais simples, os miúdos sempre tiveram à disposição e faz parte do ritual, abrir um livro à noite, para ajudar a mantê-los na cama. Cá em casa, embora não haja uma «grande» biblioteca, há bons livros e também os adultos dão o exemplo pois tanto o pai como eu lemos muito e compramos e oferecemos muitos livros em ocasiões como aniversário ou natal.

 

Isto para dizer que embora já sensibilizados para a importância da leitura no desenvolvimento cognitivo e emocional de todos, apreciamos iniciativas como esta:

 

«a semana da leitura»

 

 

decorre até sexta feira nas escolas do concelho e «obriga» os pais a uma participação mais ativa. Já estive na escola do mais novo na segunda feira e hoje é dia de ir com o mais velho, conviver com algumas das ofertas que a escola preparou. Por isso e porque estou esta semana a preparar um evento da APCH - Norte, o blog tem andado um pouco ao abandono...

 

 

mas espero conseguir organizar-me e poder mostrar alguns pormenores

 

 

 

postado energia-a-mais às 10:47

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro