A Hiperactividade vista à lupa

Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2013

 

 

que nem câmara tem porque teve de a vender...num portugal onde ser jovem, ter muito talento e vontade de trabalhar não é sinonimo de ter trabalho, de ter oportunidades

 

 

 

Foto de Daniel Rodrigues (foto D.R.)  

foto de Daniel Rodrigues premiada pelo WPP

 

 

continuamos a não ter a noção de que temos uma geração bem preparada e com conhecimentos mais do que suficientes para competir entre os melhores! 

 

 

...e é essa geração que o governo quer mandar para fora do país, para que enriqueçam os outros com as suas competências, em vez de trabalhar cá por um portugal melhor!?!

 

 

postado energia-a-mais às 21:21

Quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012

 

 

ou se devem os pais «gratificar» a criança por coisas consideradas banais - como tirar boas notas ou cumprir regras básicas da rotina familiar

 

 

um assunto que debato muitas vezes, tanto a nivel particular, como no âmbito da APCH - grupo de apoio a pais.

 

No geral parece à maioria dos pais que dar uma recompensa aos filhos para que estes cumpram certas obrigações não será boa ideia - se os gratificamos por coisas que devem fazer por norma, abrimos caminho para que se sintam no direito de «reivindicar» gratificações por tudo e por nada...

Ora eu também partilhava dessa opinião! até que o diagnóstico de PHDA do Rafa me obrigou a ver as coisas de outro modo. Educar uma criança com esta perturbação do comportamento leva-nos a procurar certas estrategias, por vezes divergentes da nossa maneira inicial de pensar!

 

Por isso adoptei sistemas baseados no reconhecimento e na validade dos ensinamentos de psicólogos e outros profissionais ligados a esta área. Todos garantem que para uma criança com PHDA é importante combater a desmotivação caraterística. Estes miúdos têm tanta dificuldade em realizar as suas tarefas básicas que os pais passam anos a insistir nas mesmas «teclas»; eles desmotivam com frequência e desgastam o quotidiano. Coisas do dia a dia como vestir, fazer a sua higiene, organizar a sua mochila, estudar...podem ser autênticos «cavalos de batalha» e tornar cada dia uma guerra em casa. Eu sei, por experiencia!

 

Não podemos por isso supor que a PHDA se combate com força de vontade da criança. Se assim fosse, não estavamos perante um caso de perturbação neurobiológica. 

 

Recompensar a criança pode ser então uma boa estratégia. Claro que esta recompensa tem de ser bem definida e ter consequências. A criança deve ser informada da recompensa e do que tem de fazer para a atingir - qual a duração do contrato e qual o prémio final a que tem direito. E o que ficar acordado (com os pais ou até com o professor) deve ser religiosamente cumprido. Por outro lado, este sistema só deve funcionar até que a tarefa pela qual estamos a recompensar é significativa - ou seja, assim que a criança interiorizou e esta passou a ser uma tarefa de rotina, deixa de ser recompensada. Mas isto permite treinar vários comportamentos e/ou atitudes e podemos controlar mais facilmente as consequências.

 

Por cá já uso o sistema de pontos há muito. O Rafa sempre teve tanta dificuldade em qualquer tarefa que para organizar o nosso dia a dia, tudo tem que estar bem definido. Horários das refeições, saídas e entradas em casa, visitas a locais públicos, listas de tarefas são coisas a que me habituei pela força das circunstâncias.

Para o levar a fazer alguma coisa é preciso ter muita paciência e tempo...Insistir e insistir! e os pontos tornaram-se meus aliados. Quando achei que estava na altura certa iniciei um sistema de recompensas - primeiro para coisas simples: comer sem virar toda a comida para fora do prato; lavar os dentes sozinho; vestir as peças de roupa todas e pela ordem correta...Agora para coisas que ainda estão na fase do «desisto mãe», tal como manter a sua área de estudo organizada; fazer os tpc sem fitas; etc. Como o Rafa tem uma perturbação de tipo impulsivo e de grau severo é muito difícil mantê-lo interessado por tempo suficiente para que se chegue ao fim do acordo, mesmo que haja uma recompensa envolvida...ou seja não posso prolongar por muito tempo a mesma ideia. Assim, definido o objectivo, o prémio e a duração do contrato há que por em prática o plano, traçando o esquema de pontos.

 

Um exemplo do que está em vigor cá em casa com o Rafa

 

Objetivo - manter a área de estudo limpa e organizada (inclui limpar a secretária, cesto dos papéis, manter em ordem cadernos e livros, organizar o material escolar, não deixar a luz acesa)

Prémio - ir assistir a um filme ao cinema, apenas comigo e com direito a menu completo (bebida e pipocas)

Duração do contrato - iniciamos esta semana e o prazo termina a 9 de março (uma sexta feira, o que dá para aproveitar a ida do Quico a casa dos avós)

 

para conseguir o prémio o Rafa tem de conseguir 540 pontos até à data limite

 

atribuimos 10 p pela limpeza da secretária, 10 p para organizar o material, 15 p por manter ordem nos livros e cadernos, 5 p pelo cesto e 5 p pela luz

os pontos são registados no final de cada dia 

 

Pode não parecer significativo, mas para o Rafa fazer o registo dos pontos é muito importante e por enquanto tem mantido o interesse (atenção - nem sempre resulta e muitas vezes ficamos pelo caminho - mas também aprende com isso, pois sempre que desiste faço questão de do lembrar o prémio que perdeu...)

 

Outra coisa muito importante é manter o esquema e não antecipar a data final , mesmo que me infernize o cérebro (como acontece quase todos os dias lol) e claro, assim que cumpre o acordo, o prémio deve ser entregue - por isso nunca prometer algo que não pode ser dado no imediato!

 

E, para os pais que não estão ainda convencidos aqui está o local onde estuda com tudo no lugar

 

 

 

 

a ver vamos se leva isto até ao fim hehehe!

 

postado energia-a-mais às 09:04

Domingo, 27 de Novembro de 2011

 

 

fado!

 

e por isso festejamos com mais entusiasmo, a distinção reconhecida hoje pela UNESCO que eleva a nossa canção nacional a património imaterial da humanidade!

 

 

 

 

imagem tirada da net
Nota: os miúdos passaram a tarde a trautear imitações da Mariza e da Carminho
postado energia-a-mais às 20:37

Quarta-feira, 01 de Outubro de 2008

Acontece que duas lindas amigas que me visitam resolveram deixar nos seus cantinhos um prémio pelo blog...(tou um pouquito, hum, coradita...)

Agradeço sinceramente e espero que quem aqui venha parar, sinta que faço isto por amor, principalmente ao meu filho, para que aprenda a conviver com as suas diferenças sem complexos e sem tormentos.

MUITO OBRIGADA A QUEM ME ATURA!

 

Passo o meu prémio a três blogues que gosto de visitar (sem nenhum desprimor por todos os outros dos quais sou igualmente fã)

Voando pela Vida (Filipa) - tem um coração de ouro (e mai' nada!)

Dois Moranguinhos (s.a.) - porque me faz bem ler as suas mensagens de esperança

Sonho Ter um Filho (susana) - porque luta por uma das causas mais bonitas

tags:
postado energia-a-mais às 22:47

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro