A Hiperactividade vista à lupa

Sexta-feira, 03 de Agosto de 2012

 

a imaginação!



Para muitos adultos as férias são o pretexto para se «agarrarem» ao livro que querem mesmo ler...para as crianças é quase sempre o contrário - férias são sinónimo de «deixar os livros para trás das costas». Mas é possível fazer do prazer da leitura uma diversão até para as crianças. Mesmo as que sofrem de PHDA lol!

 

O segredo? a história não pode ser longa, tem de ser divertida, despertar a imaginação e levar à ação! E quem diria que um livro de poesia (para crianças) pode condensar todos estes atributos?

 

Eu já conhecia o autor ALMA LUSITANA (clique no link) pseudónimo de um conterrâneo, cuja obra me foi apresentada pela sua maninha (uma das minhas grandes amigas) a Sandra! desta vez ela levou-me a conhecer esta delícia, editada recentemente pela CHIADO EDITORA (clique no link)

 

 

 


através de maravilhosos personagens conta-se uma história com o tamanho/tempo certo, cheia de diversão (a poesia brinca com as palavras) e que puxa pela imaginação! e como o cenário é uma Cozinha Encantada, logo nos leva à ação! O que acontece numa cozinha? Magia é a resposta!

 

Ora lá fomos inspirados para a cozinha e depois da leitura fizemos uma bela sopa fria, receita da minha infância (que é mais uma espécie de sobremesa) com arroz e banana - um outro prazer que nos refresca o verão!

 

Cá vai a receita:

 

250 gr de arroz (preferência carolino)

100 gr de açúcar (ou mel)

4 iogurtes naturais

 

Coloque o arroz a cozer em líquido suficiente na proporção de duas partes de água para uma de leite. O arroz deve ficar bem cozidinho (vá acrescentando líquido se necessário) mas sequinho. Enquanto ferve deve ir mexendo e juntar o açúcar.

Depois de pronto, retire do lume e deixe arrefecer um pouco. Junte então os iogurtes, mexendo bem, divida por taças e coloque no frigorífico, aguarde pelo menos 4 horas antes de servir.

Na hora de levar à mesa, parta umas rodelas de banana e disponha por cima enfeitando cada tacinha.

 

É uma receita que as crianças podem preparar e que para além de nutritiva é fresca pelo que pode srvir de refeição ligeira após um dia de brincadeiras!

 

 BOAS LEITURAS E BOM PROVEITO!

 

 

 

 

 

postado energia-a-mais às 09:05

Quarta-feira, 18 de Junho de 2008

Eu gosto de cozinhar. A sério! Foi uma das coisas que herdei como terapia para curar uma anorexia (isso é oura história, qualquer dia conto...). Outra coisa que me ficou desse período foram alguns hábitos que eu entendo como saudáveis (desde que não descambem outra vez para o fanatismo, pois como os que passaram por isso, sabem, um ex-anorectico é como um ex-viciado, se facilitar cai no vício outra vez). Mas por que é que começo este post desta forma? Porque alguns desses hábitos estão a dar-me muito jeito agora que tenho crianças em casa e pelo menos no caso do mais velho, necessito de controlar o que come (tal como em todas as outras coisas o Rafa é descontrolado na comida - pode comer tâo rápido e tanta quantidade que por vezes acha que não jantou e quer voltar a comer!)

Assim eu gosto de controlar as calorias do que come, o modo como cozinho, não misturo certos alimentos, não comemos carne vermelha, uso muito a soja e derivados, banimos ao máximo gorduras, sal e fritos e comemos peixinho e frutas. Claro que tenho de puxar pela imaginação para dar isto aos miúdos e eles acharem fixe!

Aqui deixo então um dos pratos que os miúdos adoram e de vez em quando vou dando outros (era giro se alguém que lesse isto pudesse trocar umas receititas lol!!

 

Este é para que comam atum (peixe muito bom) e também porque ás vezes não apetece comida de faca e garfo (principalmente á noite ou fins-de-semana):

 

Tarte de Atum Saudável

 

3 latas de atum ao natural (apenas com água)

1 cenoura grande ou 2 pequenas

1 pacote de natas vegetais (soja)

4 ovos

1 embalagem de massa quebrada (é muito menos calórica que a massa folhada)

 

Abre-se a embalagem de massa e espera-se uns minutos, depois forra-se uma tarteira, picando a massa com um garfo (a massa já traz o papel vegetal e não precisamos colocar manteiga). Escorre-se as latas do atum e ripa-se a cenoura como para as saladas. Batem-se os ovos (eu costumo pôr um pouco de noz-moscada e uma pitada de sal) e junta-se a nata vegetal.

Coloca-se o atum e a cenoura dentro da tarteira,  vira-se por cima a mistura de ovos e natas. Vai ao forno cerca de trinta minutos a 180º

Bom apetite!

 

sinto-me: com fome!!
postado energia-a-mais às 23:19

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro