A Hiperactividade vista à lupa

Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

Aqui ficam algumas dicas para pais de crianças hiperactivas - não preciso de explicar porque é que precisam delas (das dicas) porque se tiver um filho assim, bem sabe do que falo!

 

1º Deixe de se culpar - pode dizer: «falar é fácil»; a culpa vem como acréscimo da visão distorcida da nossa sociedade. Para os outros (ditos normais), pode-se esperar uma educação racional - os pais mandam-os filhos obedecem; para nós, o simples acto de esperar ver uma ordem cumprida pode ser uma tortura. O sentimento de culpa deve ser banido, começe por repetir todas as manhãs - não sou culpado, o caldeirão genético não é da minha responsabilidade, eu só entreguei as sementinhas, o resto veio com a encomenda

 

2º Não espere que ele(s) mude(m) - a hiperactividade vai acompanhá-lo para sempre e a si também. Para quê alimentar falsas esperanças? Aceitar o facto vai fazer com que se fortaleça ao longo do tempo. Além disso pode ter ajudas (terapias, medicação, etc) mas voçê sabe que para o ajudar tem de o aceitar tal como é

 

3º Não dê ouvidos a quem nada percebe: há uma frase que já deve ter ouvido milhares de vezes «o meu também era assim mas eu consegui mudá-lo, voçê tem de ...» e logo vem um chorrilho de ideias sobre o que deve fazer, como deve agir e o que pode esperar que aconteça quando se decidir a disciplinar o seu filho. Essa frase mostra que quem fala consigo não percebe nada sobre hiperactividade. Nestes casos, conforme o seu estado de espírito, faça ourelhas moucas, mande a tal pessoa bugiar ou simplesmente ignore o comentário

 

4º Não entre em pânico quando vai a locais públicos - é em locais movimentados ou sítios mais selectos que os hiperactivos mais dão nas vistas, isto aconteçe não porque queiram chamar a atenção mas porque existem mais elementos de comparação para quem assiste. Não reaja como se fosse o fim do mundo, é muito melhor não se mostrar incomodada nem que o monstrinho se tenha pendurado no pescoço de um desconhecido ou subido para o balcão do café para chegar ao pote dos chupas porque não quis (não pode) esperar pela sua vez de ser atendido.

 

5º Tire tempo para si: o tempo tem de ser gerido como o seu bem mais precioso. Deixe a casa por arrumar, não passe aquelas toalhas a ferro, deixe o carro transformado em depósito ambulante mas tire tempo para si. Longe da tensão, os problemas ganham outra dimensão e a noção da força interior é reforçada. Vá passear, leia, veja T.V ou o que lhe dê na real gana. Arranje-se e sinta-se no topo do mundo - nem que seja por apenas uma hora por dia, ela tem de ser só sua - a sua sanidade mental agradeçe

 

Em breve vou acrescentar algumas estratégias para sobreviver ao terramoto de gerir uma casa de hiperactivos 

sinto-me:
postado energia-a-mais às 14:50

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links
Passam por cá - desde 18/11/09
Passam por cá - desde 18/11/09

blogs SAPO


Universidade de Aveiro