A Hiperactividade vista à lupa

Quinta-feira, 02 de Maio de 2013

 

 

QUE VENHA O CHELSEA!!!!

 

 

 

 

 

esta foi uma promessa aos meus filhotes que quiseram ver o benfica e vibraram com a vitória que trouxe a final

 

 

postado energia-a-mais às 22:03

Quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2011

 

 

grandes emoções (para mim)

 

ao fim de 5 anos de «luta» para que boxers, cuecas e afins fizessem parte do normal vestuário do meu rapaz mais velho, usando estratégias como: colocar sempre (mesmo ele não vestindo) essas peças de roupa íntima junto à vestimenta do dia, falar de ir comprar para o papá porque ele gosta de ter muitas para mudar muitas vezes, de fazer questão de trazer para casa modelitos juvenis, de falar muitas vezes na importância de ter uma higiene adequada que passa por roupa interior confortável e prática e até mesmo mencionar como seria vergonhoso se algum colega reparasse que ele não usava....além de nunca o levar a pensar que estava a pressioná-lo insistindo pela força ou obrigação...

 

o Rafa começou, por iniciativa própria a vestir boxers. Primeiro só nos dias de piscina, porque há que mudar de roupa em conjunto, agora já diariamente, embora de noite não os vista 

 

 

sei que parece ridículo fazer disto um registo mas para quem tanto se esforçou para vencer esta «teima» é um momento a recordar! claro que isto ainda não «acabou»...ele faz umas fitas terríveis, quase como se tivesse um sapo lá dentro da cueca! e não podem ter costuras (bendita micro fibra) não podem arranhar, não podem ter etiquetas, não podem ter elásticos e de manhã, têm de estar «quentinhos» - esta espero que seja só pelo frio que ainda se faz sentir...

tenho de lhe dar as roupas uns dez minutos mais cedo, tenho de lhos colocar sempre ou ele esquece completamente que os deve vestir e nunca insisto para que os use de noite (por enquanto...)

 

outra pequena vitória a registar é o facto de ter conseguido levá-lo a dar um corte mais a sério na sua bela trunfa! desde o célebre episódio em que saltou da cadeira, deixando a cabeleireira de tesoura na mão e o cabelo meio cortado, nunca mais o convenci a dar umas tesouradas (pelo menos no lado que tinha ficado por cortar...). Subtilmente ia falando em como agora se usa o cabelo grande, assim num estilo de franja para a frente e tal mas com um corte com estilo, para que o cabelo descaia só para onde deve...e aos poucos ia dizendo que o cabelo dele tem uma cor tão bonita e é tão forte que com menos volume e as mãos de alguém que sabe o que faz, podia ficar bem giro.

No sábado passado ele tinha uma festa de uma amiguinha, por isso dei-lhe a medicação e atirei «podíamos passar pela M. antes de ires à festa» e sem eu contar ele aceita. E permaneceu na cadeira até ao fim (com alguns saltos pelo meio) e deixou dar umas cortadelas jeitosas e agora tem um cabelo todo estiloso, assim para o modernaço, grandito e com umas pontas para a frente, tal como os miúdos de agora acham piada

 

e esta como ainda está no caminho da possibilidade de vitória, conto em letra mais pequenina

 

esteve três noites seguidas sem me aparecer no quarto durante a madrugada, depois teve uma recaída e lá se veio enfiar às 4h da matina, hora a que não consegui reagir de tão «pedrada» de sono estava...mas já me senti tão contente (e ele também andava tão orgulhoso) pelas últimas noites que fiz questão de não dar grande importância à recaída. Claro que já lhe disse que esperava que fosse um «desvio» acidental e que confiava que iria acontecer cada vez menos, porque se conseguiu ficar na caminha dele sem problemas anteriormente, isso significava que estava finalmente a crescer, portanto sentiria cada vez menos a falta da mãe à noite.

 

e assim vamos, saboreando cada pequeno passo, alguns com grande significado, mesmo sabendo que muitas vezes existem passos para trás!

 

 

postado energia-a-mais às 09:17

Terça-feira, 01 de Julho de 2008

afinal sempre que penso que o Rafa atingiu alguns progressos, vem um dia como o de ontem! Na verdade, desde que alterou a medicação e suprimiu a toma de risperidona, o Rafa anda muito mais nervoso e agressivo, pelo que qualquer birra descamba rápidamente em gritos, murros e palavrões...já no sábado tinha tido uma dessas crises e em pleno centro comercial, na hora de almoço, acabei por me passar e desatei a chorar descontroladamente (ele não viu, eu tive o cuidado de entrar no wc e deixei-o com o avô) Lá conseguimos superar essa e no domingo tivemos mais um braço de ferro (desta vez por causa do banho) que acabou com uma grande mentira da minha parte (disse-lhe que ligara aos srs. da segurança social e eles vinham buscá-lo no dia seguinte de manhã para o levarem para uma instituição, uma vez que em casa não conseguiamos funcionar como família) e com ele lavado em lágrimas a pedir desculpa (o que nestas crianças aconteçe sempre que acalmam, pois normalmente são muito sensíveis) e com as promessas habituais de mais juízo!

Ontem foi mesmo de arrasar, estivemos em maratona, ao ponto de ganharmos assistência e até propostas de ajuda dos agentes da autoridade. Eu explico, a birra foi cá fora em praça pública e no local encontravam-se dois polícias de trânsito na ronda pelos carros mal estacionados. Quando viram o descontrolo que se gerou ofereceram-se para dar uma maozinha. Claro que até eles desistiram ao fim de algum tempo, eu aguentei duas horas, até conseguir dar-lhe a volta e ver que se acalmava aos poucos, para depois explicar o motivo do meu «não». Que continuou a ser não, apesar de várias nódoas negras com que fiquei (ele tem uma marca no rosto da qual ainda se lembrará até á próxima birra) e da cabeça mais parecer um balão prestes a rebentar. Noto que a minha capacidade de resistência, ou melhor, a capacidade que tinha para não me deixar afectar tanto, está um pouco mais baixa. Preciso nitidamente de férias!!

Hoje consegui levá-lo ao campo de férias, onde para além do apoio de gente conhecida e de colegas da mesma escola, espero que o encham com actividades aliciantes e o cansem fisicamente. Se o conseguir manter interessado pelo menos duas semanas, será certamente uma bela vitória...

sinto-me: com a cabeça em água
postado energia-a-mais às 23:31

mais sobre mim
que querem saber?
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
27

28
29


disseram agora
Bem, vou directo ao assunto!!Sexta-feira, recebo u...
Boa tardeAlguem tem um feedback possitivo do curso...
Boa Noite. O Pai da minha filha está no Luxemburgo...
Gostaria de saber se conseguiu resultados com este...
Eu recebi pela primeira vez o abono no final do mê...
Boa tarde ,Inscrevi na semana passada a minha filh...
Obrigada. Espero conseguir. Bjs
Deve receber de facto agora em Janeiro os valores ...
Eu em Julho de facto recebi a 27 no entanto apenas...
Olá Marlene, o abono semestral (se a mãe tiver ren...
links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro